História And out Come the Wolves - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Jaime Lannister, Lyanna Stark
Tags Baratheon, Cersei, Jaiana, Jaime, Jon, Lannister, Lyaime, Lyanna, Renly, Rhaegar, Robert, Ship, Snow, Stannis, Targaryen, Tyrion
Visualizações 18
Palavras 1.118
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Jaime Lannister


Quando chegou ao quarto Lyanna dormia, ressonando baixinho, não sabia o que tinha feito ela o chamar, julgava que fosse algo muito importante, tanto pelo local que escolhera, quanto pela hora avançada, graças aos Sete, Robert ainda não estava no quarto, não saberia como se explicar se estivesse.
Não contendo mais a curiosidade e a preocupação subornou com algumas moedas a criada que trouxera a mensagem.
— Sou a Talise ,Senhor- começou visivelmente em pânico- tenho dois filhos pequenos-desculpou-se
— Sim, sim, isso não me interessa, me conte o que aconteceu.
A tal Talise baixou os olhos visivelmente embaraçada.
— Ela perdeu o Bebê, Lorde Jaime, o bebê do outro Lorde.
A revelação de que a lobinha estava grávida não o chocou, com o tanto de vezes que o Veado a levava para cama era de se esperar,o que o preocupava, era sua saúde, sua situação, e como ela estaria se sentindo com isso, tinha medo de perder aquela mulher que nunca fora sua para sempre.
— Ela está bem? Onde está o Meistre?- indagou cerrando os punhos involuntariamente.
— Ela está bem, a gravidez era recente, e... bem... ela pediu que não chamasse ajuda.
— O que quer dizer com isso?
— Acho que ...acho que ela não queria o filho do Lorde...ela tava nervosa...mas não tava triste...e não queria que ele nem ninguém soubesse.
Não pode evitar de sorrir, diante daquela informação.
—Vá agora - dispensou a mulher com impaciência - Serve a casa Lannister, e trabalha aqui, então me deve obediência, se contar a mais alguém o que sabe, cuidarei para que seus filhos nunca voltem a ver a mãe.
Obteve o efeito desejado quando ela arregalou os olhos, e foi embora rapidamente.
Lyanna deveria ter seus motivos para esconder a gravidez e a perda dela de Robert, enquanto não soubesse quais eram, não deixaria que ninguém os estragasse.
Suspirou cansado, aquela fora uma noite de acontecimentos, por assim dizer.
Contra sua vontade o pai tinha arrumado uma noiva para ele, ao que dizia era a mulher mais bonita dos Sete Reinos, duvidava que fosse mais bonita que a loba encantadora que povoava seus pensamentos, além do mais aprendera com Cersei que beleza não era o essencial na questão dos casamentos. A beleza de sua irmã, o fez ficar cego, e facilmente manipulável, não iria deixar outra mulher fazer com ele o que a gêmea fizera.
Infelizmente fosse o que fosse, teria que aceitar o noivado, ou se juntar a guarda Real, fora o que pai ameaçara fazer caso recusasse o compromisso.
Voltou para o seu próprio quarto, mais tarde falaria com a nortenha e descobriria o que ela queria dele, por ora precisava apenas de descanso.
Despiu-se de suas roupas, e deitou adormecendo imediatamente.
Acordou muito mais tarde, com o som de pessoas falando alto no quarto ao lado.
"Lyanna" pensou angustiado. Não conseguia identificar as palavras que trocavam, todavia pelo tom, não eram juras de amor.
Levantou-se , e vestiu-se rapidamente, quando saiu ao corredor deu com Robert passando como um furacão por ele, sem ao menos erguer o olhar, parecia extremamente irritado , e o leão silenciosamente torceu para que não tivesse descoberto a verdade.
Preparava-se para seguir atrás dele quando ouviu o choro.
Todo seu ser gritava com ele para ignorar, brigas aconteciam e não devia se meter entre eles, especialmente quando nutria tanta atração por ela,finalmente não aguentou e correu até a porta. Estava trancada.
— Lyanna, sou eu- chamou baixo contra a porta. - deixe me entrar -pediu.
Alguns segundos depois veio o som da porta sendo destrancada, e antes que ele conseguisse entrar no recinto ela já corria rapidamente de volta á sua cama.
Notou que o quarto tinha alguns objetos jogados, diferente de quando entrara nele antes.
Aproximou-se sentando ao seu lado, ela continuava de costas para ele.
— O que aconteceu aqui?- questionou tocando seu braço.
A garota se encolheu ao toque.
— Não aconteceu nada, só um pequeno desentendimento. - a loba mentiu.
— Ora, eu diria que não tem nada de pequeno, por que não me conta? - ao ver que não conseguiria nada por esse ângulo, sussurrou em voz baixa- estive aqui ontem a noite...Você dormia, não quis te acordar...
Como esperado a estratégia surtiu algum efeito, e Lyanna se virou para ele.
Seu rosto estava vermelho pelo choro, em volta dos olhos uma cor arroxeada confirmava que não havia dormido bem.
— Esteve?- perguntou desconfiada
— Quem poderia negar o seu chamado? - ela sorriu,o sorriso mais bonito que vira ela dar desde de que a conhecera, inevitavelmente, tudo que vinham sentido explodiu 
— Lyannna - sussurrou aninhando seus rosto na cascata de cabelos escuros, sentindo que ela se rendia a seu toque,dessa vez ela o beijou, seus lábios estavam ávidos, de paixão e desejo, puxou-a mais para perto colando seus corpos um no outro, podia sentir seus seios pequenos e firmes sobre a camisola que vestia, roçando em seu peito, queria possuir seu corpo ali mesmo, desejava ter aquela mulher acima de tudo, acima da razão e da honra, não importava o quanto lhe custasse, quando a beijava sentia que tudo poderia ser certo. Só tinham que tentar.
Pôs a mão sobre seu ombro para retirar a alça de seu vestido, e sentiu novamente ela se retesar, rapidamente a garota interrompeu o beijo, deixando o frustrado, até que ele notou o motivo pelo qual ela se afastou.Seus braços e o ombro esquerdo tinham marcas roxas, que indicavam que tinha sido segurada por aquele brutamontes desgraçado de Robert.
— Ele bateu em você?
Ela negou com um gesto, baixando os olhos envergonhada, Jaime segurou seu queixo forçando a encará-la.
— Não minta para mim!-ordenou rispidamente.
— Ele..ele - gaguejou com lágrimas voltando aos olhos- ele queria dormir comigo, mas eu... eu...eu me neguei, eu não podia...eu não estava em condições...
Engoliu em seco, admirado com a garra daquela mulher ela era tudo que ele queria, só queria protegê-la, estar ao seu lado,embora custasse admitir não era só desejo que sentia por ela.
— Lyanna, eu...- precisava dizer a ela o que sentia, porém ela colocou o dedo sobre seus lábios impedindo.
— Por favor, não diga nada, isso só iria piorar- seus olhos diziam mais que suas palavras e ele soube que doía nela também, mesmo que dissesse algo diferente- Não podemos...
— Sim não podemos - disse recobrando um pouco da razão, tentando abafar a loucura que lhe acometia. 
— Vou me casar...- confessou desanimado.
— Eu sei - respondeu desolada, e diante do seu olhar de incredulidade continuou - Seu pai me contou.
A informação o chocou, o pai não fazia nada sem uma segunda intenção, será que ouvira falar algo sobre os dois? 
— Desejo que seja muito feliz, Jaime Lannister.
— Não irei- sentenciou, levantando-se e saindo deixando a loba completamente sozinha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...