História And so suddenly, It Happend - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon Jungkook, Kim Taehyung, Kook, Kookie, Tae, Taehyung, Taekook, Taetae, Vkook
Exibições 116
Palavras 2.533
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Slash, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OH QUEM VOLTOOUU!!! SÔ EU ABESTADÓÓÓ!!! 😂🎉
Gente marresse capítulo deu trabalho viu, espero que meu esforço tenha valido a pena, até a notas finais! 😉🍸
#PartiuLê (Monade AHUAHUABA)

Capítulo 35 - Call me daddy


Fanfic / Fanfiction And so suddenly, It Happend - Capítulo 35 - Call me daddy

Taehyung's P.o.V

 

"Eu sei que você é o Pedro"

-O q-quê? - Perguntei gaguejando

-O único motivo pelo qual eu não podia lembrar do seu rosto era porque estava sobre o efeito da Dromethsillycose, mas agora eu lembro de você, de cada detalhe e jamais poderei esquecer, e agora que está aqui é mais real que nunca - Jungko.ok falava me fitando intensamente enquanto eu processava tudo que estava acontecendo

-J-João? - Perguntei ainda em crise de pânico

-Você me achou - Disse sorrindo

-Ah meu deus é você mesmo? - Perguntei ainda sem acreditar levantando levemente seu queixo, o mesmo assente e eu o dou um beijo delicado

-Não sabe quantas noites eu passei em claro procurando por você meu amor - Falo colando nossas testas - E eu nunca desisti nem por um segundo, só parei de te procurar quando, bom... Encontrei você - Falo sorrindo com a ironia fazendo o outro sorrir também

-Nós nos encontramos pela primeira vez aleatoriamente, e depois fomos destinados a participar do mesmo grupo - Agora era ele que falava - Eu te amo Taehyung - Falou me olhando sério em seguida me beijando

-Eu te amo Jungkook - Falo retribuindo o mesmo

-Não vou suportar essa maldita semana - Riu baixo - Eu quero ser seu novamente - Falou me fitando

-Como? - Digo o olhando confuso

-Eu quero ser seu baby novamente - Falou sorrindo como se fosse óbvio

-Não - Digo sério o deixando confuso

-Não? - Perguntou surpreso

-Eu não quero e nem vou te ferir novamente Jungkook, não vou e nem prentendo fazer nada que possa te machucar - Disse ainda sério

-Tae... - Disse tentando alcançar meu rosto com a mão esquerda

-Jungkook isso está fora de discussão - Falo me levantando - Eu já disse que não e eu não vou mudar de idéia

-Tem certeza? - Perguntou arqueando uma sobrancelha

-Tenho - Falei firme saindo do quarto

Se está me perguntando porque eu agi assim, lembra como o Jungkook reagiu quando eu queria isso? Eu não quero vê-lo com medo de mim novamente

-Como ele está? - Pergunta Jin ao me ver adentrar a sala

-Ele tá bem, mas precisa ficar de repouso por uma semana - Falei me sentando no sofá, liguei a tv e coloquei em um dos meus doramas favoritos

They're Hundred, fala sobre um mundo pós apocalíptico onde cem prisioneiros foram mandados para Terra com o objetivo de sobreviver

-De novo essa série Taehyung? - Perguntou Jin arqueando uma sobrancelha

-Quê que tem? É muito foda vale a pena assistir várias vezes - Digo dando de ombros

-Coloca dublado pra gente ver também! - Yoongi fala se juntando a nós na sala

-Eu não! As vozes ficam muito falsas, não são os atores falando de verdade é estranho! Prefiro mil vezes legendado - Disse declarando meu ponto

-Mas o áudio é muito ruim, dublado as vozes são feitas no estúdio é mais limpo! - Falou Jin me contrariando também

-Eu também prefiro dublado, não consigo entender como você consegue assistir E ler as legendas - Disse Hoseok contra mim também

-Eu prefiro legendado! - Disse Namjoon - É uma ótima oportunidade pra aprender inglês, pelo menos foi assim que eu aprendi! - Disse dando de ombros

-Estão vendo?! - Falei sorrindo - Se o líder quer legendado, então vai ser legendado - Disse vitorioso dando o play vendo várias feições emburradas na sala

-O que vocês estão assistindo? - Disse Jungkook meio alto descendo as escadas quando a cena do clímax se aproxima

-SHHHHH!!! - Falamos todos em uníssono concentrados no episódio, Jungkook então termina de descer as escadas silenciosamente

-Foi mal... - Falou sorrindo ao se sentar do meu lado - O que estamos assistindo? - Disse sussurrando no meu ouvido

-Não sei, assiste e descobre! - Falei ainda concentrado na tv

-Nossa... - Disse começando a assistir

Quanto mais nós assistiamos, mais escuro ficava, eu não fazia idéia de que horas eram, a única coisa que iluminava a sala era a televisão, eu estava totalmente concentrado no que eu estava assistindo, até o momento em que comecei a sentir dedos percorrerem meu corpo, eu sabia o que Jungkook queria, e sabia que ele estava disposto a fazer de tudo pra conseguir, mas eu não me dou por vencido facilmente, tentei ignorá-lo e assistir o filme, A SÉRIE, perdão, foi só um deslize

A cada minuto que se passava meu foco na televisão diminuía cada vez mais, eu sentia os dedos frios de Jungkook percorrerem livremente pelo meu abdômen por baixo da camisa, ele subia, descia e arranhava, até que ele parou de brincar com o mesmo e foi descendo até minha virilha, ele enfiou sua mão dentro da minha calça e comecou a alisar minha coxa fazendo o mesmo que fez com meu abdômen me fazendo arfar e contrair meu abdômen, foi ai que eu esqueci todos os meus princípios, os dedos que antes se encontravam alisando minha coxa, adentraram minha box e começaram a massagear calmamente meu membro, descendo até a glande a rodeando, aquilo estava fazendo com que eu perdesse o controle totalmente

-Eu vou fazer você dizer sim daddy - Sussurrou Jungkook muito próximo do meu ouvido descendo para o meu pescoço depositando uma leve mordida ali, por mais que eu tentasse me controlar eu não conseguiria tal feito naquele cômodo, levantei-me bruscamente do sofá tirando automaticamente a mão de Jungkook de dentro das minhas calças e fui em direção ao banheiro

-Merda Jungkook... - Falei a mim mesmo após entrar dentro do banheiro e olhar para meu baixo ventre percebendo que estava completamente ereto

Era incorreto? Era, mas eu tinha que fazer, não podia me deixar levar pelo incrível poder de persuasão do Jungkook

{...}

-Pessoal já está tarde acho melhor irmos dormir - Falou Jin desligando a tv após eu voltar pra sala

-Boa noite - Falei subindo apressadamente as escadas tentando chegar no quarto antes de Jungkook, tarde demais, ele já estava lá

-Você sumiu de repente... - Falou sorrindo ladinamente em pé na minha frente - Eu ouvi o que você fez no banheiro - Falou se aproximando lentamente de mim - Eu ouvi o que você disse no banheiro - Falou sussurrando de um jeito sexy no meu ouvido - Em que estava pensando quando fez aquilo hyung? - Disse ainda me provocando

-Jungkook... Eu já disse não - Falei me controlando - Eu não quero te machucar - Falei o olhando nos olhos

-E se eu quiser que você me machuque? - Falou deixando sua respiração próxima do meu ouvido

-Não é problema meu - Disse me afastando dele indo em direcao ao banheiro... PRA TOMAR BANHO!

-Você sabe que eu não vou desistir não sabe? - Disse quando eu estava prestes a entrar dentro do banheiro, viro em sua direção e sorrio torto

-Nem eu - Falei e entrei no banheiro

Gostaria de anotar que... Aquela semana foi a semana mais torturante da minha vida inteira, todos os dias, Jungkook achava uma forma cada vez mais tentadora de me provocar estava cada vez mais difícil de resistir, toda vez que eu me via próximo de ceder, eu apenas respirava fundo, e saia do local fechando a porta

Uma semana se passara e como todos os outros dias, o Jungkook tentava me provocar, ironicamente eu estava no banheiro

Saio do mesmo com a toalha em minha cintura enquanto balançava meus cabelos que estavam molhados

-Hello daddy... – Disse Jungkook me olhando enquanto mordia os lábios – Já se passou uma semana – Disse sorrindo maliciosamente

-E eu continuo firme no que eu disse – Enquanto saia do quarto sem nem deixar ele fazer seu joguinho, com as minhas atuais vestimentas, eu não resistiria por muito mais tempo, chego até a porta e giro a maçaneta, trancada

-Chega de fugir daddy – Falou Jungkook me prensando contra a porta – Eu já cansei de ser paciente com você... – Disse passando os lábios por meus ombros subindo para meu pescoço – Eu não vou mais pegar leve – Falou no meu ouvido lambendo a mesma, a esse ponto ele já sabia o quanto aquilo me afetava – “Now that we're here... – Disse começando a recitar They're Hundred, Namjoon estava certo, assistir algo legendado realmente te ajuda no inglês - There's no rules... – Disse chupando meu pescoço enquanto pressionava meu membro já desperto – The rules... – Disse fazendo uma pausa beijando meu pescoço – Are... – Outro beijo – Us” – Disse retirando minha toalha, viro-me de frente e o beijo intensamente enquanto o colocava em meu colo com suas pernas rodeando minha cintura, suas mãos puxavam meu rosto mais para perto do seu, sua língua se enroscava na minha, sem dúvida era um beijo cheio de luxúria

Eu caminhava pelo quarto apressadamente até chegar na cama onde coloco Jungkook e me deito cuidadosamente sobre ele

-Você se arrepender por ter me provocado tanto assim maknae – Falo entre os beijos

-Me puna hyung! – Disse arfando enquanto nossos corpos se roscavam um no outro com necessidade

-Você ainda está usando muitas roupas... – Disse mordendo seu pescoço – Isso não é justo... – Falei soltando um sorriso ladino

-Então as tire – Falou devolvendo o sorriso

Seguro a barra de sua camisa e o outro levanta-se levemente pra me ajudar a retirá-la me dando a visão de seu abdômen perfeito e super definido, abro lentamente os botões de sua bermuda e a tiro na mesma velocidade o deixando somente de box com um notável – E enorme – volume dentro dela

Começo a fazer uma trilha de beijos na sua coxa deixando leves mordidas e arranhões que ficariam marcados depois, continuo fazendo isso até chegar nele, o membro pulsante abrigado dentro da box do Jungkook, sorrio ladinamente para o dono daquele volume e volto minha atenção para o volume em sí, aproximo minha boca do local e começo a lambê-lo ainda por cima da box fazendo o mais novo arquear suas costas e agarrar os lençóis ao sentir o toque da ponta da minha língua

Ainda muito devagar, retiro completamente a maldita box e começo a beijar sua virilha com a mesma calmaria afinal, ele esperou uma semana pra ter aquilo, com certeza poderia esperar mais um pouco, se eu estou me vingando? De certa forma...

Vou ao encontro de seus testículos e chupo cada um fazendo Jungkook gemer alto, finalmente dou de cara com seu membro que pulsava tentadoramente, subi seu falo lentamente com minha língua até chegar em sua glande molhada de pré-gozo, chupo a mesma e volto a lamber o resto da extensão de seu membro sem pressa alguma

-T-Tae-Aahh – Jungkook tentava se pronunciar enquanto perdia sua sanidade, ou o que restava dela - P-por f-favor... - Disse gemendo manhosamente, sorrio ladinamente para o mesmo e evolvo seu membro por inteiro em minha boca fazendo lentos movimentos de cima para baixo enquanto ouvia seus gemidos nada discretos, começo a ir cada vez mais rápido e mais profundo em seu falo fazendo-o delirar de prazer, não demora muito para que eu começo a sentir seu líquido quente e agridoce descendo pela minha garganta, retiro seu membro de dentro da minha boca e vou me deitar ao seu lado

Ele abre a boca como que pra falar algo, mas ao invés disso ele simplesmente puxa o ar e o solta fitando o teto incrédulo ainda com a boca aberta

-Eu. Te. Amo. – Disse pausadamente ainda boquiaberto, deixo um sorriso escapar e subo em cima dele beijando delicadamente seus lábios

-Você ainda quer fazer isso não quer? – Perguntei e o mesmo assente, suspiro e me levanto indo até a gaveta da cômoda pegar o lubrificante que eu havia ganhado da Mi

“Pelo menos vai servir pra alguma coisa” Pensei

-No momento eu que eu estiver te machucando você manda eu parar okay? – Pergunto ficando de joelhos em cima da cama

-Tae... – Jungkook me olha

-Promete pra mim Jungkook – Falei sério

-Eu aviso – Disse suspirando, abro o pote que estava em minhas mãos e coloco um pouco do conteúdo em um dedo, me aproximo de Jungkook, coloco cuidadosamente e muito devagar o dedo na entrada de Jungkook o vendo gemer baixinho com o incomodo, suspiro e enfio ainda devagar meu dedo por inteiro dentro dele, mas ainda sem me movimentar, espero até que ele se acostume, quando sinto o mesmo rebolar em meu dedo começo a movimentá-lo com calma, repito o ato mais duas vezes e retiro meus três dedos de Jungkook completamente, pego um pouco de lubrificante na minha mão e passo por meu falo inteiro o posicionando a centímetros da entrada de Jungkook, coloco lentamente minha glande dentro dele e o vejo conter um gemido de dor, suspiro, entro mais um pouco e o vejo gemer de dor mais intensamente enquanto fechava os olhos se forçando a ficar de boca fechada

-Jungkook eu estou te machucando – Falei parando de empurrar meu membro dentro dele

-Não está não – Falou ainda com a mesma expressão porém tentando disfarçar

-Está mentindo – Afirmei

-Tae sim, dói um pouco, mas não para por favor – Ele fala me olhando de um jeito que ele sabe que pode conseguir tudo de mim, voltei a adentrar mais sua entrada até estar totalmente dentro dele, fiquei um tempo naquela posição até senti-lo rebolar em meu membro indicando que eu poderia começar a me mover e assim o faço, muito devagar faço movimentos de vai e vem em seu interior o vendo fazer caretas e mais caretas por conta da dor que deveria estar sentindo, me deito sobre ele e o beijo calmamente tentando fazer ele se distrair um pouco, começo a estimular seu falo esquecido pra que ele pudesse sentir prazer de alguma forma ao invés de só dor

-M-Mais rápido h-hyung... – Disse em um mix de gemidos de prazer e dor, começo a me movimentar mais rápido dentro dele o estimulando na mesma velocidade

 

 

 

Em pouco tempo, suas feições não transmitiam mais dor, agora era só prazer que o consumia, tanto pela minha mão quanto por meu próprio membro, solto seu membro e volto a me concentrar nas estocadas que estava dando em seu interior deixando o mesmo se estimular na mesma velocidade que eu o estocava, mais algumas e acerto sua próstata o fazendo gritar de prazer ridiculamente alto, comecei a me fixar só naquele local conseguindo acertar mais algumas vezes, o único som presente naquele quarto eram os nossos gemidos nem um pouco tímidos e os nossos corpos se colidindo, aquilo estava tão excitante que me sinto um completo idiota por ter sido tão relutante quanto a isso, continuo estocando mais algumas vezes até que Jungkook goza e sinto seu corpo inteiro se contrair deixando sua entrada muito apertada, gemo alto com isso e gozo também dentro dele, estoco mais algumas vezes para prolongar o orgasmos e depois retiro completamente meu membro de dentro dele me deitando ao seu lado completamente exausto

-Taehyung eu te amo muito! - Disse o mais novo subindo em cima de mim, me beijando e logo em seguida deitando sua cabeça em meu peito

-Eu também sou louco por você Junny! - Falo fazendo carícias em seu cabelo e assim ficamos até adormecer com nossos corpos nus colados um no outro sendo cobertos apenas pelos lençóis


Notas Finais


O que o Jungkook disse: "Agora que estamos aqui... Não existem regras... As regras... Somos... Nós"
Se eu me basiei em The 100? Talvez... 😏😉😂
Quem quiser comentar o que achou me deixaria feliz e pá, até uh próximo capítulo povo loko
KOTH AND BYYEE 💞💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...