História Android Imperfeito - Capítulo 50


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Androide Nº 16, Androide Nº 17, Androide Nº 18, Bulma, Cell, Chichi, Dende, Gohan, Goku, Kuririn, Mestre Kame, Mr. Satan, Piccolo, Tenshinhan, Trunks, Vegeta, Videl, Yamcha
Tags Android, Cell, Gohan, Videl
Exibições 93
Palavras 1.500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Power, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá Peoples!!!
DESCULPEM A DEMORA PARA POSTAR!!!! Deu um mega temporal (eu sei que foi o akira...) e queimou o poste de luz (q é de madeira... modernidade...) e queimou a antena da net (q estava no poste de luz... ou seja... modernidade ao quadrado) E EU FIQUEI MAIS DE UMA SEMANA SEM NET!!!! (e eu faço facul online.... tenso? ñ... imagina...)
Mas chega de bagaças.... hj nós temos a volta de Seraph... eu ñ vou explorar muito o jeito em que o Gh+Vd+Tk fizeram para salva-lo ok... preferi colocar um pouco do love love dos dois, pq depois desse cap o Gh vai sofrer, pois agora tem o Seraph em pessoa humana e irmão ciumentro na cola dele, sem falar no Cell...
Cap pra todos (só pq eu demorei pra postar) e nos vemos no fim!)

Capítulo 50 - Libertando Seraph!


Gohan acordou sentindo o peso de Videl sobre seu braço e quando se deu conta, os dois estavam de lábios colados novamente, o mestiço envermelhou na hora, porém a macies dos lábios da android fez ele ter um arrepio pelo corpo e o menino não conseguiu desfazer o selinho, ao contrário, a vontade dele era de abocanhar aqueles lábios até não ter mais folego, porém Gohan preferiu ficar como estava, se avançasse podia acordar Videl e ter uma baita briga com ela. De repente a menina começa a manifestar sinais de que estava se acordando e Gohan fingiu dormir, sentindo o mexer da cama e vendo que a menina sairá depressa de perto dele, foi então que decidiu se manifestar, fingindo acordar aos poucos.

-Hummm... já é de manhã? Perguntou Gohan tentando transparecer sono.

-Ahh!!! Gohan que susto!!! ... desculpa, te acordei? Pediu Videl assustada.

-Não se preocupe... temos que acordar para ir até o laboratório, não podemos se atrasar... e bom dia! Falou o mestiço tentando transparecer uma calma que ele não tinha.

-Bom dia.... Falou a android totalmente envergonhada.

-Aconteceu alguma coisa? Pediu o loiro como se não soubesse de nada.

-Não... nada de mais... eu acho.... Falou a morena mais envergonhada ainda.

-Pode me contar? Pediu o menino tentando manter a pose.

-Bem.... Falava a menina se sentando na cama e pegando um travesseiro. –A gente... acabou... se.... se beijando... durante a noite de novo....

-Ahh!!! É mesmo? Puxa... isso está ficando estranho mesmo.... Falou o garoto totalmente vermelho.

-Verdade... muito estranho.... Falou a garota mais envergonhada.

-..., mas... Vid....

-O que?

-Você não gosta disso? Perguntou Gohan olhando-a de uma forma indescritível.

Videl sentiu, de novo, o poder que o olhar de Gohan fazia sobre ela, fazendo ela tremer na base e sua pele avermelhar por completo. Santo Kami, aquele olhar o deixava tão lindo, tão irresistível, tão sexy e ao mesmo tempo, tão temível que a garota não sabia como se portar, ela simplesmente não conseguia desviar os olhos azuis daqueles olhos verdes tão intensos que pareciam ler a sua alma. Gohan não sabia o que estava sentindo, somente sabia que ele não queria magoar a garota, ao mesmo tempo que queria ouvi-la dizer que gostava de ser beijada por ele, parecia que aquilo era o certo para ele, afinal um dia eles iriam se casar e ele sabia que casais fazem isso, se beijam e se abraçam e apesar de não ver seus pais fazerem isso frequentemente, ele sabia que os dois se amavam acima de tudo, acima dele mesmo até. Lembrava-se bem de quando o seu pai e ele estava na sala do templo e como ele via seu pai demonstrar saudades, preocupação e também como aquilo influenciava nos treinos de seu pai. Ele queria que pelo menos, o casamento dele com Videl fosse tão alegre como era o de seu pai e sua mãe.

O olhar continuava sobre Videl que não sabia o que falar, ela só sabia que aquele pedido tinha que ser respondido ou senão... algo bem pior poderia acontecer, ainda mais agora que Gohan estava aprendendo sobre sexualidade, porém a menina não conseguia falar, era como se o seu corpo esperasse uma ação mais direta do menino e por mais que sua mente gritasse para ela sair dali, os comandos não respondiam como deveria, parecia que o coração e o cérebro estavam travando uma batalha para ver quem a comandaria e por Kami, ela não sabia para eu lado torcer.

Trunks, que já estava acordado a tempo, estranhou a demora dos dois pré-adolescentes, pois sentira que eles se acordaram, principalmente Gohan que foi o primeiro a fazer isso, mas a demora o preocupou, pois Gohan não era mais tão inocente e agora que descobriu que ele podia utilizar o olhar predador mesmo sem saber muita coisa sobre sexualidade, o príncipe mestiço estava mais traumático, qualquer ação poderia ser decisiva e se partisse de Gohan, coisa boa não sairia. O príncipe mestiço decidiu investigar e o que viu foi a confirmação de suas suspeitas, Gohan lançava o olhar predador em Videl e a menina já estava entregue, só faltava um avanço dele, o rapaz então corre pegar uns papeis e entra de supetão no quarto, colocando os papeis na frente de Gohan.

-Pode revisar esses mecanismos da máquina? Eu vou me ater ao código. Falou Trunks tentando mostrar firmeza.

Gohan olhou para o príncipe mestiço com um olhar mortal, fazendo o rapaz sentir a alma saindo do corpo, detestava aquele olhar e ele sempre era lançado quando Trunks tentava interromper seu mestre em algo relacionado a Videl, era esse o motivo de Trunks nunca conseguir impedir Gohan de avançar o sinal, pois aquele olhar era o mesmo que ele ser deserdado e lançado no deserto sozinho, sem apoio e com a mente o culpando por traição. Gohan suspirou nervoso, queria a resposta, mas Trunks parece que não quer nem que ele converse com Videl, achando que ele vai fazer algo ruim com ela, o mestiço literalmente arrancou as folhas da mão do príncipe mestiço e as analisou, vendo que foi as mesmas que ele tinha lido e relido o dia passado, aquilo o fez ficar possesso, mas se conter.

-Li isso ontem Trunks. Falou Gohan tentando manter a calma.

-Mesmo... não sabia, desculpe.... Falou Trunks despedaçado por dentro.

Videl se libertou do olhar assim que viu Trunks passar com as folhas na frente dos olhos de Gohan, ela agradeceu aos céus pelo príncipe mestiço tela salvado daquele olhar que a fazia tremer por dentro, ela então vai ao banheiro e se arruma, depois disso vai Gohan que estava possesso e aquilo Videl sentia de longe, quando ele saiu, simplesmente disse que deveriam ir e lá o trio foi, sem pestanejar, não queria irritar Gohan, além de que tinham coisas mais importantes para fazer.

Ao chegarem, Trunks expande o seu Ki e mostra a comporta que levava ao laboratório, quando entraram Gohan se assustou com o que viu, aquilo era um manicômio, não um laboratório, tinha pedaços de pessoas entubadas por todo o lado e vários utensílios médicos enferrujados, além de vários computadores e papeis espalhados, o trio andou mais um pouco sendo guiados por Videl, que conhecia alguns locais ou lembrava de coisas que viu quando ficou entubada ali, o trio então chegou ao local onde Seraph deveria estar e viram algo como um embrião, Gohan estranhou e Videl explicou que aquilo iria ser colocado no seu irmão em algum tempo, Trunks se aproximou e viu que não havia perigo, então os três destruíram aquilo com rajadas de Ki, sendo que Videl chorava sorrindo, iria libertar o seu irmão.

O trio seguiu mais um pouco e encontrou Gero morto no chão, com a cabeça destruída, por um momento Gohan sentiu alegria ao ver aquilo, porém ele desejava ver Gero sofrer por tudo o que Videl passou, mas agora que estava morto, não adiantava ficar pensando naquilo. Caminhando por aquele corredor, Videl encontrou o computador que Cell havia mexido para salva-la e a menina o ligou, vendo que ele continuava operando Trunks tomou a frente e mexeu nas várias pastas, encontrando aquela em que Seraph estava incluído. Gohan leu suas informações e percebeu que Seraph demoraria ainda mais uns sete anos para sair da máquina pelo tempo estipulado por Gero, sendo que dali a três anos, aquele tipo de embrião seria colocado nele, o menino também viu que Seraph já tinha as células de todos os guerreiros, menos as deles e sentiu um certo alivio, como também uma certa preocupação, mas decidiu se focar no que deveria fazer. Trunks então acionou a interrupção do processo e aquilo pediu um tipo de senha, sendo que a mesma só fornecia uma letra para cada espécie de esquemas que completassem, Gohan se prontificou a desvendar aquilo enquanto Videl e Trunks o auxiliavam e graças a sua inteligência, Gohan conseguiu passar, vendo que o código era “guerreiros Z”.

O trio passa para a sala seguinte e vê Seraph, seus cabelos espetados de cor branca e de olhos fechados, Gohan sente algo quando o vê, como se ele fosse alguém parecido consigo mesmo, mas decidiu não dar bola para isso e seguiu para o computador, ele então teve que passar por mais uma série de senhas e códigos que se focavam na antiga Red Ribbon, ao passar, percebeu que a senha era o nome de seu pai e sorriu, Gero era bem previsível, porém o menino viu uma pasta e não conseguiu acessa-la, ele então gravou seu nome e perguntaria a Bulma, enquanto isso, a máquina obedeceu a ordem dada e começou a deixar o liquido verde ser drenado, depois disso ela abriu as comportas e Seraph foi desprendido das ligas que o seguravam, quase caindo ao chão se não fosse por Videl, a mesma chorou ao ver que seu irmão ainda aparentava ser humano e que eles podiam viver juntos novamente. Gohan sorriu com isso e tirou sua camisa.

Seraph finalmente estará indo para casa.


Notas Finais


Olá di novo!!!
Só uma informação... o Seraph tava nuzinho, por isso o Gohan tirou a camisa ok gente... (ou ele fez isso por ciumes e pra chamar a atenção da vid? Olha q o menino ta levemente perv e já consegue arrebatar todos nós!)
Gostaram? Comentem e se ñ gostaram, me digam! (ou seja comentem tbm) e prox cap: TRETA GH vs SR
Kissus de tridents (refrescancia!!!!) e até! o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...