História Anel de Conexão - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Samui, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shisui Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Inspired By Goong, Nejiten, Sakuino, Sasodei, Sasunaru, Shikatema
Exibições 301
Palavras 1.160
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


oioi, boa leitura. ~

Capítulo 7 - Cerejeiras


Fanfic / Fanfiction Anel de Conexão - Capítulo 7 - Cerejeiras

Sábado, 8h00 – Asahikawa, Hokkaido.

Acordei ás 8h00 horas em ponto num sábado! Diabos é muito ruim acordar cedo em pleno dia que posso dormir até tarde. Espreguicei após levantar da cama e procurei por Sasuke no quarto, mas ele já tinha se levantado. Calcei as pantufas e caminhei com passos lentos em direção à porta para ir ao meu quarto definitivo procurar por uma roupa para usar e tomar um banho, além da outra parte da rotina matinal, claro.

Tinha aprendido pelo menos o caminho para meus aposentos e fui caminhando até lá, não era grande coisa de onde estava para lá, mas ainda sim estava cambaleando por sono. Cheguei e abri a porta calmamente, entrei e fui até o guarda-roupa para pegar uma roupa apresentável e que eu possa vestir sozinho sem a ajuda da Concubina.

Reuni uma calça de tecido leve bege e uma camisa mais acentuada, não sabia se podia aparecer assim na frente de gente tão importante, mas vesti-lo-ei porque de qualquer maneira é errando que se aprende, não?

Fui ao banheiro fazer tudo o que tinha para fazer e após sair de lá comecei a me arrumar. Deveria calçar sapatos formais? Ou... Ah! Perfeito, lembrei-me que recebi sapatos que posso usar pelo palácio caso queira algo confortável e/ou não saiba o que calçar.

Flashes da noite anterior vieram na minha cabeça e lembrei que Sasuke disse que me mostraria o palácio; a parte que não conheci ainda, só que eu não sei por onde o moreno se enfiou, e, conhecendo um príncipe herdeiro de perto, com certeza está fazendo coisas mais importantes do que dormir; resolver algo, sim. Com esse pensamento eu resolvi de virar sozinho – nos trintas como falam – e saí do meu quarto, passei pela sala a qual fazemos nossas refeições – que por acaso já conhecia – e parei num jardim.

A vista que tive desse jardim me encantou já que o lugar é excepcionalmente bonito e bem cuidado, os jardineiros certamente fazem um ótimo trabalho por aqui. Mas senti falta de uma árvore em específico; as Cerejeiras. Não satisfeito andei mais por aquele jardim e fui parar na parte traseira e afastada do palácio e o que encontrei me deixou extremamente feliz.

O lugar é vasto, com grama verdinha e bem aparada, tão bem cuidada que chega a ser ilustre. Tem também a pequena lagoa de água cristalina que reluz a luz do sol. Rodeando o local estão presentes três árvores de cerejeira que ainda não desabrochou suas flores devido ao outono. Estava mais ansioso do que nunca para a chegada da primavera, com certeza sua estação predileta.

[#]

De longe Sasuke observava Naruto admirando o lugar, via com os orbes negros o sol reluzir no cabelo de Naruto o deixando naquele loiro tão vivo. Tomou nota de que Naruto realmente gostava das árvores de cerejeira e se perguntou o porquê, no entanto não perguntaria nada para ele.

Naruto notou a presença de Sasuke e foi até ele.

- Você poderá me mostrar o palácio agora?

- Eu disse que iria, vou cumprir.

Esbocei um pequeno sorriso e fui em frente, então Sasuke andou para me acompanhar. 

- Tem algum lugar daqui que seja especial para você? – Perguntei.

- Não especificamente... Mas vejo que você encontrou um.

- Encontrei. Pode não ser algo grande de fato, mas eu particularmente adorei. Estou ansioso para a primavera.  – Sorri e senti um par de olhos curiosos pairando sobre mim.

- A razão para isso são as árvores? – Apontou.

- Principalmente por elas... Vamos? – Sasuke apenas assentiu com a cabeça e começamos a caminhar para a parte de dentro do palácio Masahiro.

- Quando nos casarmos vamos mudar para outro palácio, o Palácio Kenjiro, ou seja, vamos ter um só para nós e será separado do Masahiro. – Começou a falar enquanto andávamos por um dos corredores.

- Só... Só nosso? Que bom. – Como disfarçar nervosismo: Tutorial por Uzumaki Naruto.

- Sim. Queria ele há muito tempo, mas só me concederiam após me casar.

- Não precisarei usar as roupas pesadas, né? – Perguntei com uma animação visível.

Sasuke deu uma risada baixa; quase inaudível.

- Você sabe que só precisa usar quando vamos saudar á Chiasa-Haha.

Foi nesse momento – quase uma hora depois – que percebi. Sasuke também estava usando roupas normais.

- O que vai mudar depois do casamento?

- Entre nós nada, mas você começará a receber as aulas que te disseram quando chegou aqui. – Novo doce nas vendas de todo Japão: Uchiha Sasuke.

- Aulas, hein... Isso significa que aqui tem uma biblioteca! – Nesse momento meus olhos até brilharam.

- Sim, tem uma biblioteca, mas não se empolgue tanto. Com certeza já acabarei com suas esperanças de serem livros que gosta de ler aqui, afinal são livros sobre a história de todos os palácios.

- Você não me presenteará com livros?  

- Eu acho que você pode fazer isso, não?

- Tenha um pouco de compreensão com uma pessoa necessitada de leitura! Não terei tempo para isso com tantas coisas para fazer. O período letivo começará no colégio, tenho as coisas aqui no palácio para aprender, os preparativos de casamento e...

- Já entendi, já entendi! – Mania que ele tem de não me deixar concluir a fala! Porra. – Ainda sim acho que tem tempo o suficiente para fazê-lo.

- Oh, tudo bem. Apenas termine de me mostrar o palácio. – Revirei os olhos.

- Como quiser.

-Ei, Sasuke, não tem nenhum jardineiro responsável por aquele jardim dos fundos?

- Não. Como é uma parte afastada e não utilizável do palácio eles não mantém uma manutenção de lá. – Explicou.

Nesse momento me veio à ideia: Eu poderia cuidar, não? Com certeza não teria problemas.

Continuou me mostrando o palácio e vi que por ali havia mais jardins, corredores com mais detalhes em ouro e toda aquela decoração impecável.

- Essa aqui é a minha copa, ou seja, onde eu passo maior parte do meu tempo.

Abriu a porta do lugar e eu fiquei impressionado, tudo estava perfeitamente organizado e limpo.

Mesmo que os preparativos para o casamento começassem antes do previsto, isso também tomava parte do meu tempo. Conversei o resto da tarde com meus amigos depois que voltei do passeio com Sasuke, mas não durou muito, fui provar as inúmeras roupas que me apresentavam até achar um que lhes agradassem.

Aparentemente o casamento havia atrasado devido aos produtos importados que solicitaram e não chegou á tempo, mesmo assim estavam organizando o que podiam.

Mesmo assim a cerimônia dará passo amanhã, sendo assim o meu verdadeiro início na família real. Agora mesmo estou provando uma das roupas e acho que a Concubina finalmente se decidiu.

Deixou-me voltar ao quarto para descansar – mas na verdade iria voltar a conversar com Deidara, Sasori, Sakura e Ino. – e ficamos assim até 12h00, depois fui dormir. Se estou inseguro agora, quem dirá amanhã?

 

Rainy days are fade away

When you come around

 Say you’re here to stay.

Love - LeeHi.

CONTINUA. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...