História ANGEL - Shawn Mendes - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Adult, Amor, Cutting, Mendes, Shawn, Young
Visualizações 79
Palavras 662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLHA EU AQUI DE NOVO PRA VCS XUXUS *-*
Dedico esse capítulo a todas que comentaram no outro capítulo. Eu AMEI todos! Me deixa realmente muito feliz cada linha que vcs escrevem! Muito obrigada mesmo! É por causa de vcs que estou postando hoje =D
Que sejam bem vindas as leitoras novas,viu?

Enjoy!

Capítulo 5 - Only one thing in my mind


Fanfic / Fanfiction ANGEL - Shawn Mendes - Capítulo 5 - Only one thing in my mind

                                 Shawn

 

    Antes de deixar a biblioteca olho para trás uma última vez. Angel está revirando os olhos e reclamando de alguma coisa que a outra garota falou. 

    Foi uma grande coincidência encontrá-la trabalhando ali. Ontem,depois que comprei o pedaço de bolo para o garotinho, que descobri ser seu irmão, imaginei que nunca mais veria aqueles olhos novamente. Aqueles olhos azuis cansados e sem brilho, que não demostram sentimento algum.

    Antes de entrar em meu Jeep vejo Jessie correr em minha direção. 

  - Droga... -resmungo antes que ela chegue perto-

  - Oi,baby -ela diz com um sorriso,me dando um selinho inesperado- 

  - Jessie, já disse pra não fazer isso. As pessoas podem achar que temos alguma coisa -falo olhando em seus olhos e um beicinho aparece em seus lábios carnudos- 

  - E não temos? -ela envolveu seus braços em meu pescoço e eu respiro fundo- 

  - Não, não temos -respondo tirando seus braços de mim- 

  - Então eu só sirvo pra satisfazer suas vontades? -seu tom é magoado e ao mesmo tempo raiva transcendem de seus olhos- 

  - Não foi isso que eu disse...

  - Ah,não?! Você é um egoísta, filho da puta! 

    A interrompo antes que ela decida fazer uma cena em frente ao campus. 

  - Te vejo depois, Jessie -falo entrando no carro e dando partida- 

    

    A imagem do pulso cortado de Angel ainda não saiu da minha cabeça quando chego em casa. Divido o apartamento com meu primo, Dylan, já que minha família está toda em Toronto. Meu pai praticamente me obrigou a vir estudar em Michigan. 

    Entro e encontro Dylan jogado no sofá,assistindo futebol e fumando maconha. 

  - Olha se não é o meu garoto solidário -ele diz irônico- 

    Reviro os olhos e vou direto para o meu quarto. Não devia ter contado à ele sobre o acontecimento na padaria. Foi mais forte que eu. Quando percebi já estava entregando a sacola com o doce para o garotinho e recebendo um sorriso de gratidão em troca. 

    Jogo minha mochila no chão e deito na cama com apenas um nome ecoando na cabeça...

    Angel.

 

    Um som alto me desperta. Pego o celular e vejo que já são quase cinco da tarde. O barulho me irrita e vou para sala só de calça jeans e meias. 

  - Que merda é essa?! -pergunto quando encaro meu primo ainda jogado no sofá, com os olhos fechados,gritando a letra da música Fiction do Avenged Sevenfold. Desligo o som em um toque bruto- 

  - Levei um pedaço de você dentro de mim... -ele ainda canta e para abruptamente quando percebe o som desligado- Mas que porra...

  - Você não mora sozinho,caso tenha esquecido  -reclamo indo até a cozinha e sinto seus passos atrás de mim- Já tem dias que você tá assim. Acho melhor superar, ou decidiu sofrer chapado pro resto da vida? -pergunto enchendo um copo com suco de laranja natural,feito pela minha querida empregada Lucy- 

  - Vai se foder -diz ele passando a mão pelos cabelos pretos- Eu gostava dela, cara... 

    Não consigo conter e solto uma gargalhada alta.

  - Você? Apaixonado? -continuo rindo- Quer dizer,como se apaixonou tão rápido? Você ao menos tem um coração? 

  - Juro que estou me segurando para não descontar a raiva em você -fala fechando as mãos em punho- Ainda não estava apaixonado,mas ela era...diferente. 

  - Vocês ficaram durante quantos meses? Quatro? Cinco? -pergunto com a boca cheia de lasanha- 

  - Quatro meses e meio -responde rapidamente - Não sei qual foi o feitiço que ela me jogou,mas ela é a única coisa que está na minha cabeça agora. 

  - Isso foi gay -falo fazendo careta e ele me mostra um dedo do meio- Eu cheguei a conhecê-la? 

  - Não. 

  - Se eu soubesse quem é tentaria ajudar -dou de ombros- 

  - Fica fora disso,tá legal? Você não ajuda em nada. Só fala merda -resmunga saindo da cozinha-

    Ouço um barulho de chaves e a porta batendo. Dylan sofrendo por causa de uma garota. Milagres realmente acontecem. 

 

 


Notas Finais


Será esse o mesmo Dylan da Angel ? \0/ Não sei não hein... KkKKKkK
Espero que tenham gostado
Já amo vcs <3
Kisses! See you later!

Dylan: https://i.pinimg.com/564x/92/ea/d3/92ead315f6f63f11e764e742454dbf94.jpg

Jessie: http://www.sorozatguru.info/wp-content/uploads/2010/12/AshleyBenson-002.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...