História Angel. - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~KimLourrany

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Personagens Originais, Suga
Tags Amor, Anjo Da Morte, Anjos, Anjos Caídos, Min Yoongi, Morte, Suga, Suicida, Suícidio, Você, Yoongi
Exibições 58
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura amores.

Capítulo 4 - You?


Fanfic / Fanfiction Angel. - Capítulo 4 - You?

— Em algumas religiões, especialmente as ocidentais laro. Acredita-se que as almas podem voltar a terra por diferentes motivos mas sempre para habitar outro corpo humano, em religiões orientais já acredita-se que se a alma foi ruim em vidas passadas, ela poderá reencarnar em animais. — O sinal toca. — Quero esse trabalho sobre reencarnação amanhã turma. — Falou a professora.

Espera, onde eu estou? Sumbae, cadê você? Olhei em volta e tinha várias pessoas saindo de uma sala, olhei em direção a camiseta de uma delas e tinha escrito "Escola ------- ----- ------". Ajusshi me mandou pra terra, eu sou humana mesmo, mas, eu não quero matar Min Yoongi, mas infelizmente terei que fazer isso. Está tudo estranho ou está normal? Eu não sinto minhas asas, não vejo as coisas do mesmo jeito que antes agora. Fui seguindo as pessoas e saí da sala, eu sempre olhava em volta, preciso de orientação, de um supervisor, quero meu Sumbae comigo agora. Uma placa enorme avisava que ali era a cantina, eu estava seguindo até um lugar onde tinha uma mesa vazia, até que esbarrei em um garoto ruivo e alto. 

 

— Me descul.. — Falei até perceber quem era.

— Vem comigo. — Falou me puxando até um lugar. Chegando lá ele me olhou e eu soltei um suspiro. Era o meu Sumbae.

— Eu estou tão perdida, veio me ajudar?

— Sim, ta tudo bem, estou aqui agora, e vou ficar aqui.

— Que bom Sumbae. — Falou sorrindo.

— Você está linda, estou tão bonito assim também? — Me senti estranha, meu rosto começou a queimar.

— O-obrigada.. Sim, você está muito bonito.

— Como está se sentindo? — Ele falou sorrindo, eu realmente nunca tinha visto o Sumbae tão bonito, mas não posso vê-lo com outros olhos .

— Me sinto viva, eu sempre sonhei com isso você sabe. 

— Lembra quando falávamos disso?

— Mas, Sumbae eu..

— Hoseok. — Ele volta a ser frio tão rápido, isso é fofo.

— Hoseok, eu terá que.. Você sabe, fazer aquilo. 

— Esquece isso, vem, quero te mostrar uma coisa, eu já explorei muito isso aqui. — Falou me puxando e fui com ele.

Paramos em uma fila, mas pra que isso? Hoseok pegou uma bandeja pra mim outra pra ele, minutos depois uma mulher colocou comidas na mesma e logo nos sentamos na mesa que não estava mais vazia, tinha 6 garotos, eu apenas seguia Hoseok.

— Gente, essa é Angel S/n ela é novata também. — Falou o Hoseok e eu assenti pra todos.

— Prazer, Jungkook. . — O mesmo sorrio. 

— Seokjin, mas todos me chamam de Jin, prazer pequena.

— Ele é nossa omma, prazer Taehyung. — Ele sorriu, que sorriso lindo, isso me derreteu.

— Sou o Jimin, prazer S/n. — Falou e eu não sei se ele estava fazendo aegyo ou era assim mesmo.

— Namjoon, você é linda. — Beijou minha mão.

— Obrigada Namjoon. — Sorri.

— Bem, esse é o Yoongi, ele é bem calado mas é gente boa. Suga, fala com ela. — Jin falou. Olhei pro mesmo e ele me olhava confuso, ele parecia estar assim a muito tempo, "ele terá recordações do seu rosto". Lembrei do que Ajusshi me disse. — Suga? — O mesmo ainda me olhava hipnotizado e nós não obtivemos resposta. 

— Oi, Yoongi. — O mesmo levantou e foi até o banheiro masculino.

P.O.V Yoongi

Meu deus, o que está acontecendo comigo? Depois de ontem eu tô tendo alucinações com aquela garota que me salvou, eu não sei o que ela é, nem quem ela é, ou sabia até agora. Ela se chama Angel S/n, quando a vi antes, vi borrões no rosto dela, mas eu sinto que é a garota, e agora vejo o quanto ela é linda. Mas eu a odeio por ter feito o que fez. Por que ela me salvou? Ela deveria salvar a Ya Na e não eu. Joguei água no meu rosto e esfreguei o mesmo. Ouvi a porta abrir e escondi o rosto. Era o Tae..

— Suga? O que está fazendo aqui?

— Eu não gosto dela.

— Mas o que ela fez?

— EU NÃO SEI TAEHYUNG. — Gritei e o mesmo se assustou.

— Eu sei que está sofrendo. Mas eu também estou, ela era minha irmã Yoongi, e eu não pude fazer nada. Então não se culpe porque não a salvou. — Ele saiu me deixando sozinho.

Eu segurei o choro e fui em direção a minha sala, só tinha mais 2 aulas e eu ia pra casa, afogar meus sentimentos em minhas lágrimas. O sinal toca novamente, eu saí da com o da sala com Nam e Jin, nós fomos pro jardim esperar os outros.

(...)

Cheguei em casa e subi diretamente pro meu quarto, me joguei na cama e comecei a chorar. 

— Eu me odeio, eu me odeio. — Falei enquanto socava a mim mesmo.

Hoje era o enterro da Ya Na, eu não estou pronto, eu não quero ver o nome dela em um lugar que indica que ela está a profundidades de mim.

— Filho, te dou 10 minutos, já estou pronta querido.

Enxuguei as lágrimas e fui tomar um banho rápido, sem demora já estava a vestir o terno que era do meu irmão, ele também se matou, é, estamos destinados ao fracasso. Desci as escadas e dei de cara com a minha mãe. Caminhamos até o carro e ela dirigiu até o cemitério de Seul. Logo chegamos e todos estavam lá, a mãe dela chorava junto com o pai dela e Taehyung. Jin, Jimin, Nam, Kook, estavam reunidos, até o novato estava lá, inclusive a garota. O que ela fazia aqui? Fui até os mesmo e logo Jin me abraçou, eu comecei a chorar e os outros vieram me dar apoio.

P.O.V S/n

Eu o via chorando e lembrava dos doramas daquela TV, então resolvi fazer o que as pessoas faziam, fui até ele e vi o mesmo se afastar, o segui e vi que ele se sentou em um dos bancos que tinham ali perto, nós tínhamos nos afastado um pouco do velório. 

— Você?

— Yoongi..

— Por que está me seguindo? — Falou o mesmo soluçando.

— Está doendo te ver assim.

— E por que se importa?

— Porque não sou acostumada com esse tipo de sentimento.

— Você quis que eu me sentisse assim.

— Não.

— Sim, você queria. Quem é você?

— Não acreditaria. — Sentei ao seu lado e peguei em sua mão.

— Fale.

— Eu sou um anjo Yoongi. Sou um anjo da morte.

— Tudo bem, porque me salvou?

— Vou descobrir isso.


Notas Finais


LEIAM NOSSAS OUTRAS FANFICS.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...