História Angel (Ziall Horlik) AU - Capítulo 13


Escrita por: ~

Exibições 60
Palavras 1.496
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - XIII - No


 

 

 

Sendo pego totalmente de surpreso, Niall não esboçou reação nenhuma ao beijo de Zayn a não ser permitir que os lábios do moreno pairassem sobre os seus demoradamente.

Quando Zayn sentiu a tensão do corpo do anjo diminuir uma de suas mãos desceu até a cintura nua do loiro, a pele de Niall estava quente. E o moreno sabia que estava fazendo um frio terrível lá fora e o anjo devia estar gelado dado que tinha se molhado quase que por completo com a máquina de roupas, mas não. A pele do mesmo parecia fervilhar com aquele novo sentimento, com a palma de Zayn tocando lugares e causando sensações e fazendo seu corpo faiscar. Niall gemeu ao sentir Zayn tentar ultrapassar todas as barreiras dos beijos que já havia lhe dado, a reação do garoto só fez Zayn ir adiante.

Malik aos poucos levou Niall até sua cama, primeiramente o sentando enquanto apoiava seu corpo apenas com os braços lentamente fazendo com que Niall também acabasse deitando de costas sobre a cama recém feita. As mãos de Niall, ainda temerosas e trêmulas subiram pela roupa de Zayn parando no pescoço do jovem, sentindo sobre seu toque a frenética pulsação do outro. Ele também sentia sobre seu toque, uma chama, uma energia totalmente diferente da que tinha sentido com Kay mais cedo. A energia que Zayn exalava era excitante e o anjo a cada reação espelhadas com a de Zayn a energia o atingia em ondas de prazer, era quase viciante.

Diferentemente de Niall que se fortalecia com a energia de Zayn, completamente absorto no que realmente acontecia Zayn sentia-se completo. Esse era o poder que Niall tinha sobre ele, o anjo sem intenções o fazia se sentir feliz e todas as coisas pelas quais Zayn vinha passando em sua vida eram esquecidas quando ele o encontrava. Nos azuis dos olhos do anjo Zayn encontrava a paz para seu espírito confuso e necessitado e nos lábios ele encontrava a felicidade que tinha perdido com a morte dos seus pais.

Ele não queria usar Niall como uma válvula para fugir da sua realidade. Ele sabia que Niall sempre estaria lá com ele, ao seu lado enfrentando a dura realidade que era a vida. Zayn era bem consciente de que o que fazia com Niall, fazer sua inocência ir embora era mais que errado. Ele não poderia fazer aquilo, e quando sua boca se afastou da de Niall ele não soube explicar porque de repente lágrimas começaram a cair dos seus olhos. 

— Zayn... — Niall sussurrou para ele enxugando uma das várias lágrimas do belo rosto do rapaz. — Zayn? Você está bem? — Perguntou preocupado. Em reação Zayn saiu de cima de Niall, ele sentia algo diferente não havia mais aquele desejo que o fez avançar sobre Niall, lhe beijando de forma necessitada.

Quando Niall tocou seu braço, já que ele não conseguia ao menos olhar para o mesmo a sua crise de choro voltou e no mesmo segundo Niall se afastou. Zayn se encolheu na cama longe de Niall. 

— Eu estou preocupado, Zayn. 

— V-você precisa l-ligar para o Josh vir te b-buscar. — O moreno falou gaguejando. Zayn não sabia o que estava lhe acontecendo e nem porque não queria ver Niall, olhar para ele ver sua pele corada e descoberta com as marcas que as suas mãos fizeram na pele clara do anjo. 

Zayn sentiu quando Niall se levantou da cama, ele apanhou suas roupas ainda molhadas as vestindo sem se importar e saiu do quarto. Ele tinha visto um telefone na cozinha e já sabia como usar um telefone sozinho,  Zayn ouviu o loiro falar e pedir para Josh vir lhe buscar. Aquela altura ele já tinha conseguido parar de chorar e então levantou da cama pegando sua jaqueta limpa e saindo para sala, onde Niall esperava sentado quieto no sofá. 

Assim que viu Zayn melhor o loiro se levantou indo até ele. O outro continuou a olhar para o chão envergonhado sem saber o real motivo. 

Ele pegou a mão de Niall acariciando a pele fria com seus dedos.

— Me desculpa. 

— Você não precisa se desculpar está tudo bem. — Niall tentou tranquilizá-lo. Ele se aproximou deixando um beijo casto no bochecha de Zayn ainda sentindo o gosto de salgado pelas lágrimas do garoto. E depois das palavras do anjo Zayn pode ficar em paz consigo mesmo.

Ele sabia que não queria estragar nada entre ele e Niall, mas seu desejo e sua necessidade falaram mais alto. Ele trouxe a jaqueta e Niall de inicio não entendeu, porém quando Zayn se colocou atrás dele o anjo estendeu os braços para que Zayn lhe vestisse com a sua jaqueta.

— Espero que você não pegue um resfriado. — Zayn disse levando o anjo novamente até  sofá sentando também ao lado do mesmo. 

— Zayn... O que aconteceu? — O anjo perguntou. Ele sabia que não tinham feito nada demais, e que se tivessem ido mais a frente ele mesmo teria parado. Só que Zayn parecia estar em outra dimensão enquanto chorava, o corpo do mesmo tremia enquanto lágrimas pesadas como se ele estivesse se sentindo culpado por algo. 

— E-eu não sei. Eu senti que não era certo. — Confessou não sabendo se Niall iria lhe entender, mas assim que Zayn disse sentir Niall soube. Ele era um humano e Niall um ser celestial, Zayn não podia ultrapassar as barreiras da inocência e natureza de um anjo e principalmente de um ofanim, como Niall.

— E-eu...                              

— Não precisa falar nada. Eu só acho que estou confuso. — Zayn murmura interrompendo Niall e pensando no quanto ficava confuso ao lado do mesmo. E quando os dois ficaram em silêncio ouviram batidas na porta. — Deve ser Josh. 

Niall se levantou e Zayn o seguiu até a porta. Ao abrir encontraram Josh esperando no frio, mas ele estava bem agasalhado. O garoto sorriu para Zayn e Niall nem imaginando o que havia acontecido para Zayn estar com os olhos inchados e Niall corado com a roupa molhada e vestindo uma das jaquetas de Zayn. 

— Pronto? 

— Sim, até amanhã Zayn.  — Niall se despediu enquanto acompanhava Josh até seu carro. Assim que fechou a porta trancando-a ele se apoiou contra a mesma, e Zayn se encontrou sozinho. 

Ultimamente a única coisa que Zayn conseguia pensar era ele. E era difícil conseguir pensar de forma coerente sobre Niall, pois com ele Zayn não sentia o luto que por muito tempo o rondava como uma nuvem carregada sempre molhando a ele e tudo ao seu redor e Niall era o seu sol. 

E ele queria dar tempo ao tempo, por isso quando se lembrou o que estava para fazer com Niall momentos atrás... Não era aquilo que ele precisava. Que ambos precisavam. Zayn não queria mais ninguém, pois depois do anjo nenhuma pessoa poderia lhe fazer sentir vivo e feliz e mais confuso sobre seus sentimentos e seus desejos. 

Quando Niall chegou em casa, agradeceu a Josh baixinho com medo de que o mesmo fosse lhe perguntar o que tinha acontecido. Ainda estava suficientemente cedo o que significava que Louise ainda estaria de pé, Niall entrou tomando rumo às escadas e suspirou quando não foi questionado por ninguém. Assim, entrou em seu quarto fechando a porta e cedendo a toda a pressão do que tinha acontecido se agarrando ao seu travesseiro fofinho. 

Ele tinha feito aquilo com Zayn. Sabia que não devia ceder aos desejos da carne, havia sido suficientemente instruído sobre isso. Mas Niall não conseguia, não com Zayn. 

Já que ele o fazia esquecer de que era um anjo e que tinha um propósito. Assim, Niall se dera conta de que ele não faria bem a Zayn se continuasse com ele. 

— Niall? — O anjo se virou encontrando Louise. A mulher já estava vestida em um pijama e os cabelos loiros soltos com os cachos modelados lhe caindo pelos ombros. — Josh me disse que você chegou, está tudo bem?

Niall mordeu o lábio ao olhar para o anjo, ele deveria contar a Louise? 

— Não passou Lou, ele... — Sabendo exatamente de quem Niall estava falando Louise adentrou ao quarto fechando a porta, pois nos últimos dois dias ele estava estranho. 

— Vocês se beijaram de novo? — Niall corou com a pergunta da irmã e o garoto nem ao menos precisou responder para Louise saber que a resposta era sim.  

— Sempre que ele me vê ganho um beijo. — Niall disse sincero. Louise esboçou um sorriso discreto, não havia nenhuma duvida de que Zayn – o mesmo garoto que ela conhecera há um ano, pouco tempo depois do acidente dos pais do Zayn –, o mesmo que sempre estava triste e que era claramente obcecado pelo Josh estivesse apaixonado por Niall.

Antes de Niall, do arcanjo e sua missão serem mandadas para fazer o bem, antes de Zayn conhecer Niall como o irmão mais novo de Josh e Louise, ele era atraído pelo anjo que havia em Josh e agora com sua aproximação intensa com Niall ela sabia que não era apenas a essência celestial.

Zayn estava amando Niall.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...