História Angel (Ziall Horlik) AU - Capítulo 14


Escrita por: ~

Exibições 36
Palavras 2.402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - XIV - Love


 


                  

Amor...

Era um sentimento tão forte tanto para um humano quanto para o mais alto dos anjos, um sentimento importante para Niall um dos arcanjos do amor responsável por todos os laços já criados no mundo.

Uma sensação que fazia o anjo suspirar ao pensar em Zayn e o que estava acontecendo entre eles. O que lhe fazia pensar também que aquilo ultrapassava toda a natureza de sua origem, ele era um anjo feito para adorar não amar, havia regras e aos poucos Niall estava quebrando todas elas.

Se ele quisesse continuar na terra ele teria que fazer aquilo parar, mas ao pensar que o afastamento faria Zayn sofrer tudo o que o anjo não queria para o outro ele repensava, não poderia, mas devia fazer aquilo. E aos poucos ele tentaria, não queria deixar sua missão e Zayn assim tentaria manter o mesmo um pouco mais afastado, não permitiria que Zayn o beijasse, pois a cada beijo ele se sentia ainda mais ligado a ele.

Niall praticamente não havia dormido a noite e pela manhã ele sentia-se exausto. Fez a higiene matinal encontrando Josh ainda de pijamas e Louise preparando waffers com mel.

— Bom dia. — Saudou aos seus irmãos e ambos sorriram ao ver que ele já estava conseguindo acordar sozinho pela manhã.

— Dormiu bem? — Louise lhe perguntou colocando um prato com waffer é uma xícara de mel a sua frente.

— Não, eu não consegui dormir muito bem. — Confessou sussurrante para a mulher, ele confiava em Louise para contar-lhe tudo o que sentia e o que acontecia consigo, especialmente se o assunto fosse Zayn.

— E o que aconteceu? — Josh perguntou estendendo um sorriso para Niall, ultimamente o anjo sentia que Josh estava diferente. Principalmente depois que ambos tinham encontrado com Kay, outro problema que estava infernizando Niall.

— Niall está se sentindo estranho ultimamente. — Louise respondeu por ele, não que quisesse esconder o assunto e o envolvimento de Niall com Zayn a Josh, a verdade era que Josh não permitiria que algo assim acontecesse.

— Estranho? Mas por quê? Vejo que você  está perfeitamente saudável!

— É indisposição. — Respondeu o arcanjo ganhando um sorriso de Louise.

— Você pretende ir a aula hoje? — A mulher perguntou mudando de assunto após alguns segundos em que Josh e Niall tomavam seu café da manhã e os dois assentiram, pois nenhum gostava de faltar às aulas. — Acho melhor vocês correrem ou chegaram atrasados. — Dito isso os garotos abandonaram seus waffers sobre a mesa e subiram as escadas cada um para seu devido quarto.

Ao entrar no seu Niall se dirigiu ao armário escolher suas roupas e optou por um sweater claro e uma calça jeans de lavagem um pouco escura dado que ele ainda não havia acostumado-se a cor preta as conseguia muito bem usar tons mais escuros. Ele terminou de se vestir, colocou os livros em sua mochila e em seguida saiu do quarto ao mesmo tempo em que Josh.

*
 — O que aconteceu ontem na casa do Zayn? — Josh perguntou enquanto dirigia não olhando para Niall.

— Não aconteceu nada.

— E porque ouvi você chorar quando chegou?

— Você ouviu? — Niall perguntou entrando em pânico, ele não estava ao lado de Louise que poderia ajudá-lo. Ele respirou fundo e olhou mais uma vez para Josh, não era totalmente surpresa ele ter ouvido já que ele também era um anjo e todos os sentidos de seres celestiais eram altamente aguçados. — E-eu... É que eu estava frustrado por não ter achado minha missão. — Mentiu e no mesmo instante se arrependeu mentir era feio.

Porém, ele não estava cem por cento errado ele sentia-se mal por ainda não ter achado seu propósito.

— Você estava com a jaqueta do Zayn. Porque não a trouxe para devolvê-lo? — Josh insistiu em perguntar e Niall estava cruzando os dedos para que a escola estivesse perto. — Então...?

— E-eu, quer dizer e-ele me deu porque eu me molhei enquanto o ajudava ontem. E posso devolvê-la quando ele for para casa com a gente. — Se explicou sorrindo largo ao avistar o prédio da escola, mas ele também ficou nervoso, pois Zayn estaria lá o esperando e ele não queria isso. — Você pode parar? — Niall pede e Josh o escuta parando o carro no acostamento e o anjo entranhou quando o arcanjo abriu a porta colocando a mochila nas costas.

— Para aonde você vai?

— Só, eu... — Fechou os olhos com força enquanto procurava uma desculpa para não ir em frente com Josh. — Eu estou bem. — Mentiu o anjo pela segunda vez aquele dia.

— Mas você di-...

— Lembro-me do que disse, eu vou caminhar um pouco e ir direto para minha sala, não tem problemas não é? — Perguntou e Josh assentiu, não sabia por que ele estava estranho e por que não queria ir com ele onde seus colegas e Zayn o esperavam.

— Tudo bem, mas o que eu sigo a Zayn quando ele me perguntar por você?

— Diga que eu tenho um livro novo e estou lendo feito um maluco. — Niall pediu para Josh mentir por ele. Logo ele começou a caminhar, tomando rumo ao estacionamento e misturando-se na multidão de alunos que entravam no colégio.

Fazia frio fora do carro e Niall se apressou em correr pelos corredores até a sua sala. Abriu a porta e quase se arrependeu de ir ao local quando viu Kay sentado ao lado da cadeira que ele costumava sentar. E Niall suspirou soltando a porta e a  mesma fez um barulho alto o suficiente para tirar a atenção de Kay das janelas para onde ele olhava, ou melhor, para quem ele olhava no estacionamento a muitos metros dali.

E quando os olhos verdes do garoto encontraram os de Niall, o anjo sentiu uma onde daquela energia descer pelo seu corpo arrepiando cada fio de cabelo em sua pele. Hesitante ele caminhou até sua mesa, colocando a mochila no chão e sentando-se em movimentos lentos e calculados. Kay sorriu despertando a curiosidade do anjo que olhou para o loiro de olhos verdes ao seu lado.

— Olá angel. — Kay murmurou movendo seus lábios lentamente e conectando seus olhos com os azuis de Niall. Ó arcanjo engasgou-se pelo apelido recém-adquirido e apertou os olhos não conseguindo encontrar forças para falar. — O que houve angel? — O outro voltou a proclamar aquele nome e Niall respirou fundo.

Não tinha como ninguém saber o que ele era, foi isso que o disseram antes de sua descida. Ninguém saberia que ele era um anjo ou então um arcanjo do amor. Não do tipo cupido, mas um arcanjo que escrevia o destino dos casais. Não havia flechas, obviamente.

— O-oi. — Conseguiu por fim dizer assim ganhando um sorriso do garoto de olhos verdes. Depois de responder a Kay, Niall agradeceu por alguns alunos entrarem na sala, só assim ele não ficaria sozinho com o garoto que achava demasiado estranho.

Mas para o anjo que pensava que Kay o deixaria em paz o flagrou o garoto de olhos verdes com o corpo virado quase que por completo em sua direção e o mesmo sorriso misterioso que não deixava de ser belo, marcando bem com as covinhas bem marcadas em seu rosto angulado.

Rapidamente Niall desviou o olhar assim como fez pelo resto da manhã em todas as aulas que fazia com Kay. Suas mãos suavam sempre que ee elevava o olhar para frente sentindo algo, ou melhor, um olhar em si. Niall estava nervoso e queria pedir ajuda a Josh, já que não estava com coragem de ver Zayn, porém se ele fosse pedir ajuda ao anjo ele iria ignorar qualquer comentário de Niall que envolvesse Kay.

Então o anjo aguentou até o sinal tocar, e quando isso aconteceu ele guardou seus livros e cadernos rápido dentro de sua mochila correndo entre os alunos no corredor procurando uma sala em que ele pudesse ficar sozinho, longe de Kay e Zayn. E ele entrou em uma sala fechando a porta atrás de si um pouco mais tranquilo, porém quando a adrenalina da sua "fuga" passou, ele ouviu alguém cantar. E olhando ao redor ele se viu na sala de músicas, e ainda tinha alguém a usando.

— No one, no one, no one... Can get in the way of what I'm feeling, no one, no one, no one... Can get in the way of what I feel for you, you, you. Can get way of what I feel for you... — Niall tomou cuidado ao terminar de adentrar a sala e quando viu quem estava cantando deu um passo para trás batendo contra parede surpreso, era Zayn. 

E ao ouvir as palavras cantadas pela voz harmoniosa de Zayn o anjo se lembrou do que vinha pensando e o quanto estava disposto a fazer pelo bem de Zayn, uma das coisas mais importante para ele ultimamente.

— When the rain is pouring down and my hearts is hurting you will always be around this I know for certain. — Zayn continuava a cantar hipnotizando Niall com sua bela voz, então ele pausou a musica respirando fundo olhando a sua frente como se estivesse cantando para alguém. Percebendo que o moreno estava ocupado ele se afastou ainda mais não se dando conta que alguns dos instrumentos maiores estavam em seu caminho já que ele não tirava seus olhos de Zayn.

O anjo se arrependeu de ter entrado naquela sala quando caiu por cima de um saxofone derrubando outros três e fazendo um enorme barulho ecoar pela sala. 

— Quem está ai? — Zayn perguntou nervoso com medo de que alguém tivesse o ouvindo, colocou o violão que usava de lado e indo em direção à saída. Naquele dia ele enfim tinha conseguido aprender todos os acordes no violão de uma das músicas da Alicia Keys e enquanto tocava jurava estar sozinho, dado que havia pedido ao seu professor de música ficar na sala treinando e vendo o interesse de Zayn pela música ele permitiu que o garoto ficasse ali.

— Desculpa! — Niall sussurrou e sua voz fez Zayn congelar no lugar, afinal ele conheceria a voz do anjo a quilômetros de distanciam, pois era a mesma que se repetia constantemente em sua mente.

— Niall? — Se adiantou correndo até Niall e o ajudando a levantar-se. 

— Desculpa ter te atrapalhado, eu já estava saindo. — Ele confessou envergonhado e confuso por estar diante de Zayn sem saber como agir já que o encontro não estava em seus planos naquele dia. 

E o anjo também não conseguia entender como tinha parado na mesma sala que Zayn.

— Você nunca atrapalha. — Zayn confessou sorrindo por ter encontrado Niall. — Eu queria te mostrar algo. — Niall nos olhos de Zayn os vendo brilharem.

— T-tudo bem. — Aceitou e então Zayn ofereceu sua mão a qual o anjo aceitou, assim ele levou o loiro até o centro da sala onde ficava o palco e fez o mesmo sentar-se. 

Zayn voltou até onde estava pegando o violão voltando ao palco e sentando-se em frente a Niall. Ele sorriu e Niall pode ver seu rosto corar enquanto colocava o violão no colo, Zayn se sentia extremamente nervoso àquela altura. 

Mas ele não desistiria, principalmente depois do dia anterior quando ele sentiu-se inseguro de ficar sozinho com Niall e depois começou a agir estranho diante dele então ele escolheu uma música para cantar para Niall.

Quando pegou o violão começou a dedilhas as cordas e sorriu ainda mais largo por não se atrapalhar e errar as notas e então começou a cantar.

— I just want you close, where you can say forever, you can be sure, that it will only get better. You and me together through the days and nights, I don't worry 'cause everything's gonna be alright. — Zayn cantava nervoso olhando diretamente para os olhos de azuis de Niall, o vendo suspirar e corar ao perceber que aquelas palavras eram para ele e que a música também se tratava de uma declaração. — People keep talking they can say what they like, but all I know is everthing's gonna be alright... 

E já se sentindo quase em êxtase Zayn fechou os olhos para então cantar o refrão do qual Niall já tinha escutado.

— No one, no one, no one can get in the way of what I'm feeling-... — E o garoto foi interrompido quando Niall engatinhou até ele colocando sua sobre a de Zayn impedindo que ele continuasse a tocar e forçando-o a abrir os olhos e olhar para ele que agora estava a centímetros do rosto de Zayn. A mão livre de Niall subiu até o rosto do moreno pausando sobre o queixo de Zayn sentindo a pele quente bronzeada sobre a sua palma.

Aproximou-se ainda mais tocando os narizes e o anjo fechou os olhos sentindo uma enorme vontade de beijar Zayn, mas ele também sabia que se o fizesse estaria tomando um caminho difícil e que se ele quisesse voltar seria igualmente difícil, mas ele queria ver Zayn feliz acima de tudo.

E quando seus lábios tocaram os de Zayn, ele sentiu a prazerosa se alastrar pelo seu corpo, algo que acontecia toda vez que ele tocava o moreno. Fechou os olhos e se afastando, não havia sido um beijo intenso mais que tinha completado os dois com aquilo que sumiu quando Zayn o beijou no dia anterior.

E o sentimento foi o mesmo com Zayn, ele já não se sentia estranho e queria se afastar de Niall.

— Não vou a lugar nenhum Zayn, eu estou aqui com você. — Sussurrou Niall soprando no rosto de Zayn e acariciando o rosto do mesmo carinhosamente. Depois de ouvir a melodia cantada por Zayn, Niall soube que desde o primeiro momento que vira Zayn, que o mesmo o tocara ajudando-o a parar de chorar, as trocas de olhares e o ciúme e proteção de Zayn com ele ultimamente soube que sempre esteve no caminho difícil.

Ele havia sido um arcanjo cumpridor de regras durante toda a sua existência e agora, encontrava-se no meio daquilo que ele construía. No meio de uma relação de amor e paixão.

Ele tinha se perdido em sua missão ao passar a amar um humano.

Um sorriso verdadeiro iluminou a feição de Zayn assim como sua áurea que passou a brilhar em um intenso tom de vermelho misturando-se a de Niall, que pela primeira vez saiu do seu equilíbrio e vibrou em vermelho. 

Ouvir Niall proferir aquelas palavras, dizer que ele ficaria ao seu lado independente do que aconteceria com suas vidas ele sentiu seu coração aquecer-se e bater rápido em seu peito.

Afinal, ali estava Niall ao seu lado.

 


 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...