História Angelical demon - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Lúcifer, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Anjos, Crowley, Demonios, Winchesters
Exibições 11
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Two faces


ANTES...
-parece normal para mim
-tem algo de errado
-o que?
Ela pegou um pequeno canivete no bolso e dobrou as mangas
-isso
...AGORA...
ela abaixou o canivete e acertou contra o próprio braço
-o que está fazendo?-Sam perguntou confuso e preocupado
-aqui está dizendo que a arma dos crimes é um canivete-ela tirou o canivete do braço e apontou para a ferida-isso é um corte de canivete-ela apontou os cortes da vitima-parecem o mesmo tipo de corte para você?
Ele trocava repetidamente o olhar entre o corte de Elizabeth e o da vitima
-não,o da vitima é mais arredondado-ela desdobrou a manga-e o corte que fez um si mesma?
-vai cicatrizar rápido
ele tirou um band aid do bolso do terno
-me dá o braço
ela ofereceu o braço e ele dobrou a manga de sua jaqueta outra vez,colocou o band aid e desdobrou
-obrigada-ele sorriu

NA CASA DA FAMÍLIA DAS VITIMAS.

POV Dean

cheguei na casa da última vitima e toquei a campainha,mas não houve resposta,apertei de novo,dessa vez saiu uma senhora de uns 70 anos,mal vestida com o cabelo todo bagunçado e segurando uma vassoura
-boa tarde-cumprimentei a senhora
-SAI DEMÔNIO!!-ela gritou e acertou a vassoura na minha cabeça
-que é isso-mais uma vassourada-senhora,calma-e mais outra-eu só quero conversar
Sai correndo quando notei que ela não ia parar,me escondi atrás do impala e ela veio correndo até mim,demos a volta no impala correndo umas três vezes,até que uma moça mais nova e um rapaz a seguraram
-desculpa pela minha vó,ela tem um problema-disse a moça
-tem problema não-percebi a ambiguidade de minha fala-quer dizer,o ataque não tem problema-tentei concertar
-não,tudo bem eu entendi-ela sorriu-então em que posso ajudar?-ela sinalizou para o rapaz e ele levou a senhora pra dentro
-você e a Lawrence Kent?
-sim
-eu sou o agente Coldwater e vim falar sobre a morte de Julia Kent-mostrei o distintivo e o sorriso desapareceu do rosto da jovem 
-claro,pode entrar agente
entramos na casa e Lawrence me ofereceu uma xícara de café
-então o que pode me dizer sobre a sua irmã?
-ela era uma boa pessoa,trabalhava como caixa na farmácia da esquina,estava grávida do primeiro filho
-alguém que pudesse querer machuca-la?
-ninguém que eu saiba
-aconteceu algo estranho antes da morte dela,cheiro de enxofre,picos de luz?
-não nada estranho
-ótimo,não tinha nada fora do comum?
-não
-então já vou indo
Ouvi um grito vindo de um quarto e passos apressados como se a pessoa estivesse correndo e,para minha surpresa,a senhora voltou ainda com a vassoura e me perseguiu me dando uma vassourada a cada passo
-FORA DAQUI!!-ela gritou e eu entrei no carro,ela bateu no carro com o cabo da vassoura
-no meu bebê não
Dei a partida e fugi daquele manicômio antes que ela me quebrasse ou o carro
-eu sabia que hoje não era meu dia
Esperei Sam e Elizabeth onde combinamos,me encostei no carro e me olhei no retrovisor,aquela senhora tinha acabado comigo.Logo avistei o carro de Elizabeth,que ela tinha pego na nossa garagem,estavam acompanhados da xerife Mills,o Sam foi o primeiro a sair do carro e percebi que ele estava se segurando para não rir
-não diga uma palavra sobre isso-disse para ele
-parece que você saiu da segunda guerra mundial-Elizabeth comentou
-o que houve?-Jody perguntou
-eu fui atacado por uma velhinha com uma vassoura
O Sam e a Elizabeth,que até agora estavam se segurando,começaram a rir
-por que é que estão rindo?-perguntei,mas sabia a resposta
-nada,é só que,você caça demônios e não conseguiu se defender de uma velinha com uma vassoura?-Elizabeth respondeu
-o que acharam?-perguntei me referindo ao necrotério para mudar de assunto
-que as idosas não gostam de você-Elizabeth comentou
-haha,engraçadinha,estou dizendo sobre o caso
Os dois pararam de rir 
-bom,não foi um canivete que fez os corte
-então foi o que?
-nada feito pelo homem,ou pelo demônio
-como pode saber?
-Dean,eu cresci no inferno,conheço cada instrumento de tortura e marca que ele deixe
-ah,entendi,mas nós ainda não sabemos o que está matando
-e você o que achou?
-nada,só o fato de que todas as vitimas ou eram crianças,ou estavam grávidas
-pode ser uma coisa
-vamos ir para algum hotel aqui perto e procurar,talvez tenha algo nos livros do pai-sugeriu Sam e assentimos

ALGUMAS HORAS DEPOIS

POV narrador

Finalmente,acharam um hotel e ficaram horas pesquisando algo que parecesse bater com o que estava acontecendo
-alguma coisa?-Jody perguntou
-não-Dean e Sam responderam em uníssono
-BINGO!-Elizabeth gritou animada
-o que foi?
-uma lenda de tribos nativas de Sioux Falls,ela fala de homem que uma parte da cara é normal e a outra deformada,ele tem uma especie de garra nos cotovelos e atacam apenas mulheres grávidas e crianças esfaqueando elas com os cotovelos e deformando o rosto
-parece com o nosso caso,mas temos que descobrir quem é o duas caras
-não deve ser muito dificil achar um cara com metade da cara deformada
-temos que achar o próximo alvo e existem várias crianças e grávidas em Sioux Falls
-nós podemos tentar achar mais alguma coisa que ligue as vitimas
-de volta ao trabalho
Passaram-se mais alguns minutos,sem nenhum progresso
-acho que encontrei algo-Jody disse
-que seria?
-todas as famílias estavam envolvidas em um projeto da construção de um prédio de uma empresa
-e tem mais alguma família envolvida?
-tem,e eles tem uma grávida e uma criança pequena Ginger Bells e Jimmy Bells
-então tá decidido-o Dean falou pegando as chaves do impala e jogando as do plymouth para Elizabeth-você e a Jody vão atrás da grávida,e eu e o Sam atrás do pirralho
-então vamos todos juntos para o mesmo lugar e a mesma hora
-por que?
-ela trabalha na escola onde o Jimmy estuda
-vamos logo
Eles entraram nos carros e foram atrás das próximas vitimas



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...