História Angeline - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Baile De Máscaras, Comedia, Diversão, Maluca, Máscaras, Princesa, Principe, Rainha, Rei, Reino, Romance, Universo Futurístico
Visualizações 63
Palavras 866
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


voltei :3 obs.: este capítulo terá o ponto de vista de ambos os lados, uma parte da Han e a outra do Estevam. boa leitura!

Capítulo 21 - Angelines e Angelines


Hannah

-Ah, Florência, esta é Hannah. Hannah, Florência. – disse Estevam tranquilamente.

-É um prazer, Lady Florência. – fiz uma reverência quando me lembrei de quem se tratava.

-Você é uma... – ela olhou para mim e depois para Estevam. – Bem... o prazer é todo meu... Hannah.

Eu sabia o que ela ia dizer. Serva. Ela ficou aparentemente curiosa pelo fato de haver tanta intimidade minha com o príncipe. Ao menos, Estevam não se importava com isso.

-Perdão... eu quis dizer Alteza.

Estevam riu inicialmente, mas depois se dobrou de gargalhar.

-O que está fazendo? Dando uma de falsa? – e continuou a rir. – Florência, não estranhe Hannah me chamar assim normalmente, já nos conhecemos bem.

-Ah, é mesmo? – Florência se levantou e me estudou dos pés à cabeça. – Fico feliz em saber que tem feito amigos, Estevam. Quer dizer, se um dia já teve um.

E então foi a vez dela desatar a rir.

-Engraçadinha. Está tentando fazer uma piada? – zombou Estevam. – Sinto lhe dizer que foi um completo fracasso.

Ela lhe fez uma careta. Eu estava quase me sentindo perdida ali dentro.

-Oh, o que você dizia? – Estevam me perguntou. Só então me lembrei de que cheguei aos gritos no quarto. – Ah, não precisa. Sobre a Amberly? Mas analisando os acontecimentos você foi a primeira a vê-la andar.

-Não é verdade!

-É sim, oras! – ele se levantou. – Se quiser ver o vídeo que fiz depois, fique à vontade.

-Não é a mesma coisa. – retruquei.

-Eu sabia que você diria isso.

-Está lendo pensamentos agora? – acabei soltando, me esquecendo da presença daquela moça. Ela me olhou com uma sobrancelha erguida.

-Acho que estou atrapalhando. – disse rindo. – Bem, vou me retirar.

-Eu não disse em momento algum que você está atrapalhando. – disse Estevam.

-Não se preocupe, querido. – ela colocou a mão sobre a boca fingindo bocejar. Pra mim ela estava fingindo. – Estou cansada, depois conversamos.

Ela passou por mim antes de alcançar a porta e me olhou da cabeça aos pés mais uma vez.

-Boa noite... Hannah. – eu assenti e ela saiu.

-Você não vai acreditar. – Estevam me lembrou de sua presença. – As Angelines de Findélia estão começando a se pronunciar.

Pisquei atônita.

-Quê?!

-É sim! – ele estava feliz da vida. – Algumas até estão dispostas a vir no palácio para me conhecer.

-São impostoras. Aposto.

-Você não tem certeza.

-Ah, eu tenho. – falei com convicção.

-Por quê? A verdadeira Angeline disse que não morava em Findélia? – então ele arregalou os olhos como se algo incrível o tivesse ocorrido. – Mas é claro! Ela pode não morar em Findélia!

-Você não já tinha pensado nisso antes?

-Não sei. Mas precisamos anunciar nos países mais próximos.

-Ou mais distantes.

Ele me olhou com a mão no queixo.

-Por quê? Está me escondendo algo?

-Eu? – falei. – Eu não. Estevam, deixe a moça. Talvez ela não queira ser encontrada. Ainda mais por você, uma pessoa tão arrogante.

Ele arregalou os olhos como se eu houvesse dito a coisa mais absurda do planeta.

-Como?

-É. – cruzei os braços e o encarei. – Você é insuportavelmente arrogante.

Ele continuou com seu olhar chocado e levou a mão ao peito teatralmente ofendido. Não aguentei e ri.

-Sua sinceridade me comove.

-Disponha.

-Se é assim então vou mudar. – ele coçou o queixo pensando. Acho que não notou que era brincadeira. – Você acha que um pronunciamento meu para toda Findélia ajudaria?

-Não faça isso! – falei desesperada de mais. Respirei me acalmando. – Estevam, só... pare com essas coisas.

-Ela pode ser tímida. Sim, ela parecia um pouco tímida. Meu pronunciamento pode ser um empurrãozinho, então ela vai aparecer.

Respirei fundo e abri a porta. Ele não ia parar e não importava o que eu falasse. Não sei se fico chateada ou triste por ele, pois jamais encontrará Angeline.

-Boa sorte com isso.

Estevam

No dia seguinte, eu acordei disposto. Acho que é uma das raras vezes em que eu acordo com vontade de levantar.

-Sua Majestade teve uma melhora significativa. – disse o médico para meu pai.

-Kate está me obrigando a comer tudo o que mais detesto. – disse meu pai. – Legumes.

-Bem, o seu humor está consideravelmente melhor.

-Ah, isso se deve à minha princesinha. – disse ele. – Ela está andando, sabia? Além disso, meu filho está apaixonado.

-Não estou apaixonado. – interrompi. – Estou interessado numa moça.

-Claro. – ele me deu tapinhas nas costas. – Encontro você mais tarde.

Se levantou e saiu.

-Bom dia, querido! – disse Florência quando eu a encontrei após o café da manhã. – Se não se importa eu pedi que sua criada pessoal me ajudasse com umas coisinhas nos meus novos aposentos.

-Hannah? – ela assentiu. – Você a mandou fazer uma faxina para você?

-Coisa pouca. – abanou a mão com desdém. – Creio que ela seja uma das melhores, então ela não está disponível para você hoje.

Ergui uma sobrancelha.

-Então, você simplesmente... e seu eu precisar dela? – afinal, eu tinha algumas Angelines para entrevistar e tentar reconhecê-las e ninguém melhor que Hannah para me acompanhar.

-Chame outra. O que mais têm neste palácio são servos.

Abri a boca para protestar, mas como não sabia o que dizer, tornei a fechá-la.

-Vai ficar me devendo. – falei e saí.

Tinha que conhecer as supostas Angelines e algo me dizia que não era nenhuma delas.


Notas Finais


acho que por hoje é só. heeheh qual é a dessa Florência, hein? Espero que estejam gostando. bjoos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...