História Angels - Muke - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Shawn Mendes
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Shawn Mendes
Tags Ashton Irwin, Calum Hood, Cashton, Luke Hemmings, Michael Clifford, Muke, Muke Clemmings, Shawn Mandes
Exibições 134
Palavras 1.546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello
It's me
Tá aí, acho que vão gostar

Capítulo 9 - Capítulo 9



  pov Shawn 


  Meu deus, ela estava muito inquieta essas duas semanas, era fofo, engraçado e preocupante ao mesmo tempo. Avril estava planejando uma festa, ficava anotando todas suas suas ideias em um caderno antigo rosa com um unicórnio na frente. Escrevia durante as aulas e o recreio, quando ia para sua casa ela me dava atenção, mas ao mesmo tempo anotava suas coisas no bendito caderninho. O irmão dela tentava pegar para ver o que estava escrito mas era impossível, durante a noite ela o fechava com um cadeado e na manhã e tarde carregava-o para todo o canto. Só sabíamos de uma coisa, era planejamento de uma festa e o tema era unicórnios góticos


  - Sério, Avril, temos que pensar no trabalho de história, é pra essa quinta!! - falo me jogando na cama


  - Já fiz minha parte escrita -ela joga cinco papéis grampeados em mim e volta a desenhar com canetas rosas e pretas 


  - Nossa - pego os papéis e começo a ler - quando fez ? 


  - No mesmo dia que a professora deu o tema e separamos as equipes -  ela para de escrever e me olha - deveria fazer o mesmo, conseguiria mais tempo para tocar violão 


  - Não é uma má ideia - dou de ombros de deito ao seu lado de bruços, na mesma posição dela - me deixa ver o que escreve tanto - pego o caderno e começo a ler. Tinha anotações do que fazer na festa, números de pizzarias, e desenhos de como ficariam os enfeites da festa na casa 


  - Vai ficar bom? Já estou fazendo os convites - Avril me estende um envelope roxo claro, em formato de carta antiga, com um adesivo de brigadeiro colando a aba, abro e vejo uma cartinha escrito à mão, com caneta rosa em um papel branco - leia!! 


  ��❤️Hey!! Você está convidado para minha festa!! Será no dia 11 de julho às 15:00. 
   Rua: xxxxxx 
   Número da casa: xxxx
    Conto com sua presença ��❤️


  Leio tudo aquilo sorrindo, era fofo, lindo e adorável ao mesmo tempo. Já imagino a festa, gótica e fofa ao mesmo tempo, com muitos unicórnios e gliter preto. A olho e fico divagando por um tempo, até eu receber um tapa na testa 


  -Oi??? Terra chamando Shawn!!! -a garota continua batendo em minha testa, reclamo e seguro suas mãos 


  -Ah, eu achei lindo, todo mundo vai gostar e vir, será perfeito 


  -Sério? Todo mundo vai vir, achar legal, elogiar e falar comigo? - percebo o brilho em seus olhos, eram lindos.... 


  -Vão, tenho certeza


  - Promete de dedinho? - ela ergue seu minguinho e rio 


  -Prometo -junto o meu ao dela dela e rimos. Olho meu celular,  percebo que deveria estar em casa há um tempo - tenho que ir - coloco minhas coisas na mochila e levanto - até amanhã!!! - saio 


  -Até!! 


  Pov Michael 


  Okay, tinha que admitir, estava sentindo uma pequena atração por Luke, algo um pouco além de amizade... Mas só um pouco!!! Sei lá, ele me dá tanta atenção, sempre pergunta como eu e minha irmã estamos, me manda uma mensagem antes de dormir "Espero que tenha tido um ótimo dia, boa noite!", e vai pelo menos uma vez por semana na minha casa. Quando não posso pegar Avril na escola ele dá uma carona a ela, é  muito atencioso... O problema é que não vou tê-lo ... Obviamente ele não é gay, todos dizem "Luke, o maior pegador" "Ele subiu com 2 garotas para o quarto". Mas por que estou pensando nisso? Não quero ficar com o Luke, credo, ele é meu a-mi-go, nada além disso. Nota mental, me bater por ter esse pensamento 


  -Vou pegar um copo d'água, você quer? -pergunto me levantando da cama 


  -Quero - Luke também se levanta, se espreguiça e senta na frente do meu computador 


  -Okay, já volto - sorrio, saio do quarto indo para o corredor, onde encontrei uma criatura alta e meio apressada 


  -Ah, oi Michael - ele me olha e sorrindo e ajeitando sua mochila 


  -Oi, tudo bem? Nem te vi entrando 


  - Tá tudo bem, e vim mais tarde, por isso não me viu.. - seu celular apitou e o interrompeu - tenho que ir, tchau!- Shawn sai apressado e isso me fez rir, desci para a cozinha e peguei o copo d' água 


  Pov Luke


  Porra, qual a merda da senha do computador dele? Já tentei mil palavras, números e fazes diferentes mas dá na mesma!!"Senha incorreta", desisto, só FBI ou o NCIS pra descobrir. Me levanto meio frustado indo atrás de Michael, ando pelo corredor e passo pelo quarto de Avril,  paro e bato na porta mesmo ela estando aberta 


  -Posso entrar? -ela assente sem mesmo ter me olhado, sento ao seu lado sorrindo. Avril está enfeitando vários pedaços de papéis em forma de carta, escuto uma música saindo em um tom baixo de sua boca - estão muito bonitos - me refiro aos cartões 


  - Obrigada - a garota me olha - mas acho que falta alguma coisa.... 


  - Olha, pra mim estão perfeitos 


  - Sério? -seu olhar e expressão eram de desconfiança, mas também de orgulho 


  - Sim, eu com certeza iria em uma festa se recebesse um convite desses - falo pegando e analisando um dos envelopes 


  - No começo achei que não viria muita gente, mas o Shawn prometeu que viria muitas pessoas, então estou confiante


  - Você confia nele? - me sento de perna de índio e a ajudo a organizar os envelopes 


  - Sim, ele é meu melhor amigo, e se deve confiar nos melhores amigos. 


  - E por quê?


  - Porque melhores amigos são pra isso - ela dá de ombros - para confiar, falar a verdade, dizer o que sente, ser sincero, pra dar risada e fazer festas do chá 


  - Verdade 


  - Sua água, Hemmings - levo um susto e olho para trás, vendo o Michael encostado na porta segurando dois copos de água


  - Caralho velho, assim morro do coração - rimos e ele dá o copo, bebo e coloco ao meu lado


  - Estão se divertindo? - Clifford senta ao meu lado, entre eu e sua irmã 


  - Sim, Luke está me ajudando a organizar meus convites 


  - Que bom - ele beija a testa de Avril e se levanta, sério, isso foi muito fofo- vamos? 


  - Já vou, apenas a ajudarei com isso e voltarei para seu quarto - ele sai e me viro de frente para a menina colorida - Qual a senha do computador de seu irmão?


  A menina solta uma risadinha, chaga perto do meu ouvido, acho isso muito fofo, acabei me acostumando com suas ações infantilistas e aceitando com a maior normalidade 


  - É Love Kardashians - depois disso ela cai na gargalhada e eu também

 
  - Ele gosta mesmo? - pergunto rindo e a mesma concorda - Okay, Okay, valeu - volto ao quarto de Michael segurando a risada 
   - O que quer fazer? 


   - Sei lá - dou de ombros sentando na frente de seu computador, digito a senha e me viro de frente para ele - que tal Keeping up with the Kardashians? - Mike fica branco , rio e entro na Netflix 


     (...)

 
Pov Michael 


  Luke me contou tudo, depois teria uma conversinha com Avril, sério, nunca fiquei tão envergonhado em toda minha vida, porra, eu amo as Kardashian, mas não saio por aí falando, porém, se atacarem elas vou atacar (n.r. Santa Inês Brasil). Acessamos a Netflix, e obviamente já sabia que não tinha lá, assistimos a maratona que fiz mesmo. Enquanto víamos a série também rimos, comemos, falamos besteiras, confessávamos momentos constrangedores. 


  - Sério, essa coca deve ter milhões de anos - o loiro comenta bebendo mais um gole 


  - Sei lá, achei no fundo da geladeira,  deve ser velha mesmo - rimos e nos encarando por um momento, verde com azul, azul com verde. Luke se aproxima, em vez de afastar como sempre faço apenas o esperei, e em pouco tempo sua boca estava colada à minha. Fechei os olhos e me deixei levar, seus lábios tinham gosto de coca cola misturada com chiclete de menta, seu pircing dava um toque diferente ao beijo, abri mais minha boca dando passagem a ele, segurei suas bochechas e passei minha mão por aqueles fios dourados, nos afastamos por falta de ar e olhei em seus olhos de novo, totalmente corado 


  - Seria estranho eu falar que gostei e quero te beijar de novo? - perguntou ofegante e neguei rindo 


  - Não, porque também gostei - o beijei sorrindo e rindo ao mesmo tempo - caralho, Hemmings, seus lábios são muitos bons 


  - Falo o mesmo do seus - sorriu - posso dormir com você? 


   - Mas você já ia dormir aqui, lembra? - rio 


   - Não no colchão do chão  - ele bufa e me puxa para seu colo, imediatamente coro e olho pra baixo - assim babe - o loiro deita e faz o mesmo comigo, mas me deixa em cima de seu peito, coro ainda mais, pelo apelido e por sua ação - boa noite 


  - Boa noite - beijo levemente seu queixo e vejo o garoto sorri- encosto minha cabeça novamente e fecho os olhos, dormindo feliz e.... Apaixonado... 
 


Notas Finais


Foi isso
Espero que tenham gostado
Até a próxima!!
🦄🦄🦄🦄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...