História Angels - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Anjos
Exibições 7
Palavras 1.436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olha eu brotando aqui denovo
Que milagre!
Agora vamos surtar....

MEU DEUS EU POSTEI CAPITULO NOVO !

Ui demência

Boa leitura <3

Capítulo 11 - Vai dar merda


- Eu não sei como ela pôde esquecer algo tão importante - Disse já devolvendo as armas a mochila. - Onde ela tá?

 

- No porão...  - Ele bufou e saiu indo em direção ao porão.

 

Caminhamos até a porta do porão que logo foi aberta bruscamente pelo enfurecido Groove.

 

- June! - Ele gritou já descendo as escadas apressadamente quase caindo.

 

- O que foi? - Ouvi ela gritar

 

- Cadê a sua mochila? -Disse seriamente quando a encontramos brincando com algumas facas, ela me olhou assustada.

 

- E-Eu.. - Ela tentou dizer algo, mas foi cortada por Groove.

 

- Você esqueceu na casa da Amy!  - Ele gritou totalmente dominado pela raiva e caminhando até ela.

 

Ela nos olhava assustada, já tinha percebido que Groove iria explodir se não fizesse algo.

 

- Desculpa - Ela falou rapidamente indo para de trás de mim se escondendo

 

- June, você tem que ter cuidado com o que você faz,confiamos em você para cuidar da Amy só por uma noite e você já fez algo errado - Eu disse me virando para ela e agarrando seus braços fortemente.

 

- O que está acontecendo aqui?  - Escutei alguém falar na escada e logo alguém apareceu

 

- Jisso?! - Groove disse provavelmente  surpreso.

 

- O que pensam que estão fazendo?  - Ela gritou tirando meus braços de June e a levando para si.

 

- Demos uma pequena missão para June cumprir - Eu disse indo para o lado de Groove.

 

- E eu tenho a impressão que esta missão tem haver com a tal Amy - Jisoo disse jogando os cumpridos cabelos azulados para trás.

 

- Achamos que os demônios estão sentindo o cheiro dela - Groove, que até agora estava calado, se pronunciou em um tom de voz mais calmo, provavelmente  por Jisoo estar ali.

 

- Ela ainda não é um anjo - Jisoo disse cruzando os braços e aproximando-se de nós dois - Não tem como eles já estarem sentindo o cheiro dela.

 

- Na verdade... - A mais nova falou olhando para baixo - Eu acho que vi algo na casa da Amy.

 

- O quê? - Groove cravou uma faca em cima da mesa de madeira que havia ao seu lado - E você não nos disse nada?

 

- Eu não tenho certeza do que era - A mais nova disse me encarando e ignorando a pergunta de Groove - Era uma mistura de um bicho e uma pessoa.

 

- Metamorfo... -Jisoo murmurou.

 

- E onde você o viu? - Questionei-a

 

- Eu estava sentada  no chão no canto do quarto da Amy quando ouvi passos vindo da pequena sacada que tem no quarto dela, me encolhi e puxei um pano que tinha no chão para me cobrir,como estava muito escuro,eu não vi direito,mas tenho quase certeza que quem estava lá , se transformou em algo parecido á um lobo. – Ela nos encarou por algum tempo e nós permanecemos calados.

 

- Falta muito para Amy fazer dezoito anos? – Jisoo perguntou quebrando o silencio.

 

-Só uma semana. – Afirmei olhando para ela

 

- Vocês tem uma semana para dizer a verdade para Amy – Nós três encaramos Jisoo um tanto assustados – Isso se ela não descobrir sozinha... – Ela se direcionou ás escadas e subiu saindo do porão.

 

- O que a gente faz? – Groove perguntou arrumando as facas que estavam espalhadas sobre a mesa e as empendurando nos ganchos da parede.

 

- Arrumamos uma maneira de contar a ela –  Eu disse como se fosse óbvio

 

- Não é tão simples assim... – June  me encarou cruzando os braços – Eu mesma já tentei dizer ontem quando ela estava no hospital – Groove se virou para nós que agora estávamos posicionados como um triangulo.

 

- Ela não acreditou né? – June assentiu com a cabeça – Temos que fazer ela descobrir sozinha – Ele fez uma pausa como se pensasse em algo – Você disse que ela explode facilmente certo?

 

- Sim , qualquer provocação provoca sua ira – Respondi

 

- Faremos um pouco de raiva á ela – Ele disse sorrindo de canto.

 

 

                                                                         POV’s AMY

 

Passei em uma lanchonete e comi um lanche rápido para eu ir trabalhar , se eu faltasse o trabalho novamente é bem provável que eu seja demitida .Andei um pouco até chegar ao pet shop que trabalho . O senhor Will atendia uma mulher que segurava um cachorrinho , cumprimentei Will que me lançou um olhar furioso e voltou sua atenção á mulher.

 

                                                                    (...)

 

Estava varrendo o chão quando para um Sr. Will de braços cruzados á minha frente.

 

- Pode começar a se explicar – Ele disse numa calma que chegava a assustar.

 

- Eu passei mal ontem e fui parar no hospital , me desculpe por ter faltado e não ter dito nada e eu só acordei ontem a noite . – Assim que terminei de falar sua expressão facial mudou rapidamente

 

- E você está bem  mesmo?O que houve? – Ele disse colocando uma de suas mãos sobre o meu ombro.

 

- Foi só um desmaio por falta de comida – Sorri simpática e voltei á varrer o chão.

 

- Se você não estiver se sentindo bem pode me avisar – Ele disse e foi atender um cliente.

 

                                                                  (...)

  

                                                     POV’s  JEON

 

- Vai dá merda ! – Ouvi June murmurar e logo depois chutar a parede de leve.

 

- Fica quieta garota ! – Groove a repreendeu – Já viu alguma idéia minha dar errado? – Ele perguntou enquanto ria , eu e June nos olhamos , cruzamos os braços em uma sincronia perfeita e encaramos o mais velho agachado no chão amarrando o cadarço do tênis – Qual é ! Minhas idéias são ótimas! – Ele disse se levantando.

 

- Igual aquela de quando você prendeu um demônio na rede de volêi da escola da June?  - O encarei sorrindo de canto

 

- A ideia era perfeita, só não foi bem executada, por causa de uma certa June que jogou a rede na hora errada !

 

- Ele rasgou a rede em três segundos Groove ! –Ela disse vestindo seu casaco e o mais velho sorriu

 

- Com exceção dessa...minhas ideias são ótimas ! – Eu e June rimos e caminhamos até a casa de Kwon , amigo da June .

 

- Oi Kwon ! – Ela disse sorridente quando o garoto abriu a porta.

 

- Oi June ! – Ele sorriu para a mesma e olhou para Groove e eu – Quem são?

 

- Prazer, eu sou Jeon – Cumprimentei o garoto e o mesmo sorriu – E esse é Groove , somos irmãos da June.

 

- Querem entrar? – Ele deu espaço para entrarmos e assim fizemos – Meus pais não estão em casa.

 

Nós três nos sentamos em um dos sofás de couro e Kwon se sentou no outro ficando de frente para nós , não pude deixar de reparar na casa que por sinal era bem moderna, haviam quadros em quase toda a parede , as paredes eram pintadas em um tom bege e haviam algumas janelas de vidro fechadas dando um ar mais moderno a casa .

 

- Preciso de um favor – June disse sorrindo

 

- Do que se trata? – Ele perguntou olhando fixamente para June.

 

- Preciso que você siga uma garota e finja sequestrar ela ! – June disse rapidamente provavelmente com medo da resposta.

 

- Pra que isso? – Ele questionou enquanto ria – Vai entrar para o mundo do crime,  pequena?

 

Pude ver que June corou um pouco com o comentário de Kwon, Groove agora olhava para o garoto de um jeito ameaçador, provavelmente com ciúmes.

 

- Só finja está bem? – June falou meio envergonhada e ele assentiu com a cabeça – O nome dela é Amy, tem cabelos ruivos, olhos azuis, ela é um pouco mais alta que eu e é muito pálida – Kwon arregalou os olhos.

 

- Com uma descrição dessas vai ser fácil encontra-la, não tem muitas garotas assim por aqui.

 

- Ótimo! – June sorriu  e se levantou, eu e Groove fizemos o mesmo – Só siga ela, depois finja estar sequestrando-a e quando as asas dela saírem....você corre ! – Kwon também era um Anjo então era mais fácil explicar para ele.

 

- Por que querem despertar a fúria dela? – Ele perguntou curioso enquanto se direcionava a porta e abrindo a mesma

 

- Se ela não descobrir sozinha, teremos que contar e provavelmente ela não vai acreditar – Disse Groove já saindo da casa – Ainda mais que o aniversário de dezoito anos dela é semana que vem! Já imaginou ela se transformando e ficando apavorada sem saber o que está acontecendo? Temos que prepara-la.

 

Saímos da casa de Kwon e fomos o caminho todo de volta para casa em silencio.

 

- VAI DÁ MERDA ! – June gritou quando entramos em casa.

 


Notas Finais


VAI DÁ MERDA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...