História Angels - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~jjgirl

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Personagens Ariana Grande, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Ariana Grande, Justin Bieber
Exibições 242
Palavras 2.941
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi,docinhos ♡♡
Queria pedir desculpa pela demora,mas como disse,não tinha como postar no lugar que eu estava. Enfim,mais um cap,comentem se estiverem gostando,ou alguma sugestão! Amo vocês.

MÚSICA QUE INDICO:

Cold Hearted- Jack&Jack

♡♡~♡♡

Capítulo 5 - Capítulo Cinco


A primeira coisa que fiz ao chegar em casa,foi tomar um banho pra tirar aquele cheiro de Justin de mim. Daquele idiota,maldito que cheirava deliciosamente bem. Escovei os dentes e fui até a cama,mandando uma mensagem pra Jonathan em seguida. Com certeza ia pedir para sair com ele novamente, além de ele ser divertido,acho que devo desculpas pelo comportamento infantil de Justin,já que sei que ele não vai pedir.

Ainda não acredito que ele me beijou,e o pior de tudo,foi que eu correspondi,e com vontade. Decidi esvaziar um pouco minha cabeça em relação a isso,afinal,mais tarde Loren chegaria e seria ótimo ter alguma amiga pra desabafar. Deitei em minha cama,liguei o ar-condicionado e me cobri,dormindo logo em seguida.

(...)

Acordei ouvindo vozes escandalosas no andar de baixo,e com certeza eram os meninos.

Olhei no relógio que marcava 10:30. Tenho meia hora para me arrumar e ir até o aeroporto buscar Loren. Me levantei e fui até o banheiro fazer minhas higienes. Após o banho,vesti uma blusa soltinha e um short jeans. Prendi os cabelos em um rabo de cavalo mal feito e passei apenas um rímel. Desci as escadas e encontrei os meninos conversando.

--Bom dia.--Falei sorrindo.

--Bom dia. --Eles responderam sorrindo também.--Onde vai?--Luke perguntou.

--Buscar Loren no aeroporto.--Ryan sorriu malicioso.--Não é pro teu bico Ryan.--Eles riram.

--Quer que eu te leve Ari?--Luke perguntou e eu dei de ombros.

--Pode ser.--Ele sorriu e se levantou.

--Tchau,seus zé ruela.--Acenou e saímos andando. Entramos no carro e Luke foi dirigindo até o aeroporto,durante o caminho,conversamos e cantamos as músicas que tocavam na rádio. Depois de uns vinte minutos chegamos lá,graças ao trânsito que colaborou bastante.

Ao entrarmos no aeroporto,fomos até a área de espera,mas Luke disse que estava com fome pois não havia tomado café,e então foi comprar um lanche.

--ARIA?--Ouvi uma voz gritando atrás de mim,essa voz que eu conhecia perfeitamente. Me levantei e corri na direção de Loren abraçando-a fortemente.--Que saudades.

--Também estava, e não ficamos nem duas semanas sem nos ver.--Ela assentiu rindo.--Já vamos,mas antes vamos esperar o Luke que foi comp...

--Quem é Luke?--Ela perguntou de sobrancelhas arqueadas.--Assim,não estou interessada,é só curiosidade. -Ri.

--É meu melhor amigo.--Ela assentiu.

--Cheguei gente.-- Luke veio em nossa direção e Loren virou para o encarar.-- Você deve ser Loren,certo?--Ela assentiu de boca aberta.-- É um prazer Loren,sou o Luke.--Ele estendeu a mão.

--O que?...Han...Ah,sim...Um prazer...O prazer é meu Luke.--Sorriu pegando a mão de Luke e ele fez o mesmo. Continuamos a andar e eles pareciam amigos íntimos enquanto eu estava segurando uma linda vela. No carro não foi muito diferente,eles continuaram a bater seus papos e eu não me intrometi,na real,estava super feliz por Luke,porque ele estava feliz. Chegamos na minha casa e Luke fez questão de ajudar Loren com as malas. Entramos no quarto de hóspedes que ela ficaria,e ele deixou as malas dela lá,acenando e saindo em seguida.

--Pensei que nunca iam parar de conversar e excluir a amiga aqui.-- Ela riu e se jogou na cama.

--Ai Aria,ele é lindo,simpático, fofo, cavalheiro e me chamou de Loren. Tem noção do que é isso?-- Ri.

--Já tá apaixonadinha? Nem vem com essa,ele te chamou de Loren porque não sabe que seu nome é Lorenna,né demente?!-- Perguntei revirando os olhos e ela bufou.

--Não me chama desse nome,sabe muito bem porque não gosto.--Disse desconfortável e eu fui até ela abraçando-a.

--Sim meu amor,me desculpe.--Disse sorrindo. A questão,é que mesmo Loren tendo essa pose de louca e forte,ela já sofreu muito na vida,e esse nome foi algo que marcou muito essa sua fase. Desde então ela se apresenta apenas como Loren,pra todos.

--Tudo bem.--Sorriu.-- Enfim,ele é muito gente boa e...

--Loren,conheço seu jeito de maluca que não se apega,só não faça isso com Luke,ele acabou de sair de uma barra e...Veja essa aproximação como forma de ajudar ele a superar.--Ela assentiu.

Uma semana depois...

--Tá um calor dos infernos.--Loren disse e eu concordei.

--Vamos para a piscina.-- Vestimos os biquínis e descemos as escadas.--Vamos para a piscina meninos?

--Bora.--Eles concordaram e se levantaram tirando a blusa. Ok,nós babamos.

--Beleza,qual foi a necessidade disso?--Perguntei.

--Ari,Ari...A baba tá escorrendo.--Revirei os olhos e saí indo até a piscina.--Tudo bem se chamarmos o Justin?

--Sim.--Respirei fundo.--Tudo bem.--Mesmo não estando muito a fim de encara-lo,os meninos ainda são melhores amigos dele,não quero que eles fiquem envolvidos nesses nossos conflitos. Entrei na piscina e fiquei conversando com os meninos enquanto Loren e Luke estavam mais afastados.

--Esses dois ainda vão se pegar,estão de chamego a semana toda.-Ryan disse malicioso.

--Ia ser ótimo.--Disse e todos me encararam.--Qual é? Ia ser sim.

--É,se você parar pra analisar,Luck foi corno,seria bom pra ele.--Chris disse dando de ombros.--Acho que...

--Cheguei.--Chris foi interrompido por Justin que entrou acompanhado de ...Victória.

--E aí bro?--Justin se jogou na piscina fazendo um toque com cada um dos meninos ali,inclusive comigo. Eles continuaram conversando até que algo que Justin disse,me chamou a atenção.

--Cês podem dar licença rapidinho,que eu tenho que bater um papo com a Ariana.--Me permiti encará-lo e o Justin já me encarava. Chaz lançou um sorriso malicioso antes de sair dali sendo seguido pelos meninos.

Justin se aproximou e eu arqueei as sobrancelhas. A semana inteira não nos falamos,principalmente depois do beijo.

--O que foi?--Perguntei.

--Eu só queria conversar.--Assenti.

--A respeito de...?

--Qualquer coisa.--Disse calmo ficando ao meu lado.

--Qual a necessidade disso?--Perguntei confusa.

--Uma oportunidade para nos conhecermos melhor.

--Justin,você definitivamente é a pessoa mais bipolar e confusa que eu conheço.--Disse e ele riu fraco.

--Eu te confundo?

--Bastante.--Dei de ombros.--Mas já estou me acostumando.

--Ótimo.--Disse rindo divertido.

--Me sinto lisonjeada por estar tendo uma conversa normal com Justin Bieber.

--Para de exagero,Ariana.--Disse soltando uma gargalhada gostosa,que me fez sorrir.

--Por que fez aquelas coisas,na casa do Chaz...E o negócio do sanduíche?

--Porque era divertido te ver arrepiada e mais divertido ainda saber que eu causava isso.--Gargalhou e eu revirei os olhos.

--Você não presta.--Bufei --Vem cá,a Victória tá olhando pra cá.--Disse baixo.

--Relaxa,ela não se preocupa.

--Jura? Porque ela tá quase me matando com o olhar.--Ri e ele também.--Provavelmente está com ciúmes.

--Isso não faz ciúmes em ninguém...

--Nela f...--Justin me interrompeu segurando em minha cintura e colando nossos lábios.

Droga,isso não podia estar acontecendo.

Mas eu não recuei. Apenas correspondi. Sei que vou me arrepender e me amaldiçoar por isso até o resto da semana,mas é tão...bom. Ele é bom. Nossas línguas pareciam fazer a combinação perfeita. Eu segurava no cabelo molhado de Justin enquanto ele permanecia com as mãos em minha cintura. Nos separamos novamente,e dessa vez ele sorriu,me fazendo sorrir também.

--Isso,faz ciúmes em alguém.--Disse baixo e eu ri fraco.

--Isso é tão nojento da sua parte.--Falei rindo.

--Ahn?

--Justin,eu não gostaria que meu "namorado" beijasse outra em minha frente. Estou com pena da Victória,ninguém merece isso.--Justin revirou os olhos.

--Relaxa. Eu e a Victória não temos nada. Só na cabeça dela,mas sei muito bem que ela tem seus contatinhos.--Disse e eu ri.

--Sabe,eu gostei desse Justin...

--Qual?

--O que você tá sendo agora,o que não é um porre.--Ele riu,mas eu fiquei séria.--Só me diz que daqui a trinta minutos você não vai voltar a ser um babaca?--Perguntei baixo.

--Não vou.--Estendi o dedinho.--Sério?

--Sim. Quero que me prometa. E se voltar,será castigado.--Ele riu e cruzou nossos dedinhos.

--Castigado como?

--Sei lá.--Dei de ombros.--Posso dar um chute ou um tapa a cada vez que você for um idiota comigo,combinado?--Ele assentiu.

--Combinado.--Quando olhamos ao redor,todos estavam nos encarando de olhos arregalados.

--OLHA,DESSA EU NÃO SABIA,EM!--Chaz gritou e os outros assentiram.

--TÔ IMPACTADA.--Luke disse e nós rimos.

--Luke,pensa que eu não vi,você cheio de chameguinho com a amiga da Ari?--Justin perguntou fazendo todos rirem e Luke dar a língua.--Loren,se liga que quem manda a língua pede beijo.

--BEIJA,BEIJA,BEIJA...--Os meninos começaram a gritar sendo acompanhados por mim,e logo Luke virou os olhos puxando Loren pela cintura fazendo ela encarar ele assustada. E logo,eles já estavam se engolindo.

--Caralho,Luke não perde uma.--Justin gritou e eu dei um tapa em seu braço rindo. Quando eles terminaram os beijos todos vieram e se jogaram na piscina,e nosso dia permaneceu assim,com todos nós rindo e brincando.

A todo momento me perguntava que bicho tinha mordido Justin,mas decidi esquecer um pouco e me divertir com meus amigos.

Já de noite,decidimos sair da piscina e fomos todos para dentro de casa.

--Tô parecendo uma uva passa.--Disse me jogando no sofá.

--Continua linda.--Chris disse e eu fiz um coraçãozinho pra ele e Justin revirou os olhos.--Ciuminho Bieber?

--Se fode.--Justin disse e se jogou ao meu lado.

--Isso é estranho...Mas é bom...Você é um bom amigo.--Ele sorriu de canto.

--Eu sei...Sou ótimo.

--Ok,senhor convencido. Vamos assisti filme?--Todos concordaram.--De que?

--Romance.--Loren disse e todos a encararam entediados.--Qual é,eu tenho medo de terror.--Bufei.

--É...Só ficar agarradinho no Luke.--Falei e todos riram.

--Mas e você Ari? Não tem medo não?--Chaz perguntou e eu neguei.--Ih Drew,não vai nem poder ficar agarradinho.--Todos riram.

--Tá bom gente. Terror então.--Loren suspirou e Luke a abraçou de lado.

Fui fazer a pipoca e nós sentamos no sofá com uns dois baldes. No primeiro segundo do filme o celular de Bieber anunciou uma mensagem. O mesmo olhou e arregalou os olhos.

--Ei.--O chamei.--Tá tudo bem?

--Vai ficar. Chaz,Luke,Chris e Ryan,venham comigo.--Todos se levantaram.--Preciso ir.--Me deu um beijo na testa,o que me fez sorrir boba e saiu disparado com os meninos. Loren fez a mesma cara confusa e eu dei de ombros.

--Coisas de gangsters.--Disse normalmente e ela arregalou os olhos.--Ops,falei de mais.

--Ai.Meu.Deus.O Luke é gângster?--Assenti.-- Meu Deus,que sonho.--Disse com os olhos brilhando.

--Sabe que as chances deles morrerem são grandes,né?--Ela deu de ombros.

--Eu confio nele.--Assenti.

--Troca de roupa,vamos ao shopping.--Ela assentiu e nós fomos. Tomei um banho e vesti um short e uma blusinha com um all star. A roupa de Loren estava quase igual a minha.

Descemos as escadas e fomos até o carro,entramos e eu dei partida em seguida.

--O que está rolando entre você e o Bieber?

--Não sei. Foi do nada. Ontem a gente se beijou e ele disse que isso não queria dizer que ele ia me pedir em namoro,e hoje ele foi legal...Bem legal. Acho que podemos...somos,bons amigos.

--Com direito a pegação.--Gargalhamos. O resto do caminho foi resumido em Loren elogiando Luke,e nós cantando algumas músicas que tocavam no carro.

Justin Bieber Point Of View

--Cara,o que aconteceu?--Chaz perguntou assim que entramos no carro.

--Morello foi fazer uma visitinha no nosso galpão.--Falei baixo.

--Porra. E o que pretende fazer?--Luke perguntou.

--Depende do que ele tem a oferecer. Ele pode voltar vivo pra casa...ou não.--Dei de ombros e todos ficaram em silêncio.

Chegamos no galpão encontrando dois caras meus jogados no chão. Travei o maxilar e fui em direção a entrada. Entrei e encontrei ele de costas,e um dos caras que ele estava conversando fez sinal com a cabeça e ele se virou para mim.

--Bieber,estava com saudades.--Fiquei em silêncio passando minha língua pelo meu último dente.

Sentei no sofá que havia ali e apoiei meu queixo em minhas mãos.

--Bom...Suponho que saiba o porquê de eu estar aqui,certo?--Morello caminhou de um lado para o outro e eu apenas o seguia com o olhar.

--Na real,não sei. Sei que matou dois dos meus homens e como me conhece,sabe que não vou deixar assim. Mas afinal,o que é tão importante para que eu saia de meu conforto e venha olhar pra essa tua cara?--Perguntei molhando os lábios com a língua e ele me encarou e riu de canto.

--A Carga. De Northride,você...

--Que eu me lembre,tinha uma semana para te entregar aquela miséria que chama de carga. Está um pouco adiantado,o que de fato não me surpreende,já que já estou acostumado com você não cumprindo com sua palavra.--Dei de ombros e ele travou o maxilar.

--Bieber...Sabe que eu vou voltar.

--Você não me intimida,Morello. Na real,você não amedronta nem a uma barata. Deveria saber disso.--Me levantei.--Não estou com muita paciência,então te dou um minuto pra sair daqui.--Sorri de canto.

--Guarde o que estou te falando.--Se aproximou.--Você não passa de um pirralho e essa sua rebeldia,ainda vai gerar uma guerra entre a gente. Me aguarde.--Arqueei as sobrancelhas.--Ah,e se eu fosse você,tomaria cuidado com as pessoas próximas.Elas podem sumir quando você menos esperar.--Finalizou me deixando confuso e se virou indo em direção a saída com mais dois caras.

Fui até os meninos e suspirei.

--Poderíamos estar assistindo a um filme de terror agora.--Revirei os olhos.--Vamos.--Falei e eles assentiram,me seguindo até o carro. Dei partida até a casa de Ariana e liguei o som.

--Cara,e esse teu lance com a Ari?--Perguntou Ryan e eu dei uma leve olhada pelo retrovisor.

--Não tem lance.

--Bieber,me escuta bem.--Luke disse.--Ari é uma menina de ouro,maravilhosa. Já sofreu mais do que deveria,portanto,se está com ela apenas para suprir seus desejos sexuais,sugiro que procure uma puta. Ari não merece isso,não merece ser iludida novamente.

--Novamente?--Perguntei.

--Se quer saber a respeito disso pergunte a ela. Mas esse não é o ponto.

--Relaxa bro...Eu tenho cara de quem faz essas coisas?--Perguntei e todos no carro me encararam com as sobrancelhas arqueadas.--Tá,eu faço. Mas relaxa,não vou fazer nada com ela.--E realmente não ia. São só uns beijos. Não costumo amar ninguém e não vai ser agora que isso vai acontecer. Acho que somos amigos com umas vantagens. Não vejo o  porquê de tratá-la mal,mas isso não significa que eu queira casar com ela. Longe disso. Tenho carinho por ela apenas como amiga. Colega na verdade. O fato de que ela é extremamente doce,linda,gostosa,e beija bem,muito bem,não muda nada. Apenas colegas.

--Acho ótimo.--Chegamos na casa de Ariana e tudo estava apagado,o que era estranho,já que não demoramos nem uma hora. Entramos e começamos a chamar por elas,mas sem respostas.

--Cara,será que o que o Morello falou sobre...--Chris disse e eu o interrompi.

--Não. Liguem pra elas.--E assim eles fizeram,começaram a ligar pro telefone das meninas,mas nada.--Que porra.--Sussurrei.Uma dor se instalou no meu peito e sentimentos estranhos começaram a florescer. Eu não entendia,mas uma grande onde de preocupação me atingiu e me doeu imaginar que algo poderia ter acontecido com ela. O que de fato é estranho e bem ridículo,afinal,não a conheço nem há duas semanas. Mas era incontrolável. Eu não deveria estar preocupado assim,afinal,nem gosto dela. Hoje ela disse que eu sou confuso,mas é exatamente o que ela está fazendo. Me deixando confuso. Eu não gosto dela. Não tem como,afinal,nos vimos poucas vezes e não é possivel que uma pessoa goste de outra em menos de duas semanas,ainda mais uma pessoa como eu,mas é que...Eu não conseguia pensar em outra coisa que não fosse nosso beijo.Ás vezes é uma preocupação de amigo. Certeza que é isso.

--Cara,imagina se o Morello pegou elas.--Ryan disse e eu o encarei como se estivesse mandando ele calar a boca,mas ele não o fez.--Imagina ele tocando nelas,o que ele vai fazer com nossa pequena mascote e sua companheira,será que ele...

--Será que dá pra você calar essa boca?--Travei o maxilar e encarei Ryan que me olhou e levantou os braços em forma de rendição.

--Só um pensamento,foi mal aí.--Ele disse e eu juntei minhas mãos. Me deu ódio,ódio,de imaginar ele fazendo qualquer coisa com ela. Uma preocupação de amigo,diga-se de passagem.

--Olha...--Suspirei.--Talvez elas tivessem ido comprar algo pra comer,vamos esperar,não tem porque ficar tenso.--Falei na tentativa de diminuir a tensão naquela sala. Estávamos tensos, afinal,é muita coincidência o Morello ter dito aquelas coisas e as meninas simplesmente sumirem e pararem de atender os telefones. Mas vamos esperar.

Uma hora depois.

Tá,agora eu estou tenso.

--Tentem ligar novamente.--Falei e eles tentaram de novo.

--Chama mas ninguém atende.--Chris disse e eu levantei.

--Olha,vamos...--Fui interrompido pela porta abrindo e as meninas entrando com sacolas de lojas.--PORRA,SÓ PODE SER BRINCADEIRA!--Gritei e os meninos se jogaram no sofá suspirando aliviados.

--Graças a Deus.--Luke disse e se levantou abraçando as meninas.

--O que eu perdi?--Ariana perguntou e eu fui até ela.

--Eu quero socar a tua cara.--Puxei seus braços e a envolvi em um abraço.--Você me deixou preocupado.--Falei e todos me encararam espantados.--Quer dizer...Nós...Nós ficamos preocupados.

--Fudeu,Bieber tá apaixonado.--Ryan disse e todos gargalharam menos eu e Ariana que corou.--Sério,ele nunca se preocupou nem com a mãe dele.--Revirei os olhos.

--Mas por quê se preocuparam?--Ariana perguntou na tentativa de mudar o assunto.

--Porque vocês sumiram do nada,e não atendiam os telefones.

--Estávamos no shopping. Loren comprou lindas lingeries para usar com Luke.--Ela disse e eu gargalhei assim como o resto do pessoal.

--Mas vocês demoraram.--Luke disse.

--Mas gente,mulheres nunca vão em shopping e ficam apenas uma horinha la.--Loren disse.--Foi mal,na próxima a gente avisa,pais.--Revirou os olhos e eu ri.

--Tá galera,podemos assistir ao filme agora?--Chris perguntou e nós assentimos. Ariana subiu com Loren pra trocar de roupa e nós ficamos no sofá.

--Bieber tá apaixonadinho.--Chris disse e eu bufei.

--Sabe que isso nunca vai acontecer,né?--Perguntei e eles riram negando.

--Acredite Bieber,quando menos esperar já estará enlaçado pela Ari. Aceite.--Bufei revirando os olhos. Encostei a cabeça no sofá e fechei os olhos,mas abri ao ouvir as gargalhadas das meninas,e puta merda. Ari estava com uma blusinha colada de alça fina e um short da pink com umas pantufas de urso. Mas por que estou reparando nessas coisas? Merda,isso não pode acontecer! A verdade é que desde que ela entrou na boate com aquele amigo dela,um sentimento desconhecido começou a preencher meu corpo. E agora isso. Será que pode estar rolando um sentimento? Eu beijei a testa dela hoje. Foi a primeira testa que minha boca teve contato. Mas que porra está acontecendo?

Não.

Não está.

Saí do transe com leves estaladas em meu rosto.

--Bieber,acorda!--Ari disse e eu saí do transe.--Tava viajando. Com certeza pensando em mim.--Riu e eu também.

--Com certeza não.--O que era mentira. Eu estava.

Infelizmente estava.


Notas Finais


Beijoososjzizozjzos docinhos ♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...