História Angels and Demons - 2 Season - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Claire Novak, Crowley, Dean Winchester, Lúcifer, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Supernatural & Castiel
Visualizações 60
Palavras 1.988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá Puddins!!!
Tudo bom? Espero que sim pq a autora de vcs está em uma correria para postar capitulos,eu realmente gostarua de postar um por dia,mas com as tarefas da escola e provas vindo aí vai ficar um pouco dificil,sorry.

Aproveitem a leitura e quem quiser entrar em algum contato vou deixar meu Snapchat nas NOTAS FINAIS.


Capítulo 11 - Hello Girls


Fanfic / Fanfiction Angels and Demons - 2 Season - Capítulo 11 - Hello Girls

-Poderia ser mais específica?-Perguntei não entendendo o que ela queria dizer com a palavra "bússola".

-Apenas dirija pra esquerda,não temos muito tempo.-Ela falou em um tom mais alto que o meu.

Revirei os olhos e bufei,dei a partida no carro e fui na direção em que ela havia pedido,eu já estava me acostumando com o Impala o que facilitava bastante.

-Ok,estou dirijindo,agora quer apenas me explicar o por quê de tudo isso?-Perguntei com tom impaciente.

-Você tem uma pequena ligação com Lúcifer por conta do sangue de Adão e Eva o qual destruiu a jaula,essa pequena ligação que você tem com ele possibilita nós  a encontrarmos uma arma mais poderosa que o Colt,tão poderosa que pode matar o Diabo.-Ela respondeu tudo de uma vez e eu fiquei sem palavras enquanto processava aquelas informações na minha cabeça.

Minha mente estava meio confusa e assustada ao mesmo tempo,eu tinha uma pequena ligação com Lúcifer,ok. Eu podia ser usada como um "detector" de uma arma poderosa o bastante para matar o capeta,será que tem como minha vida ficar mais bagunçada?

Notei Aria retirar uma pequena faca do bolso de sua calça jeans e posicionar a lâmina em seu pulso,ela cortou aquela região fazendo com que o sangue começasse a escorrer para fora.

Não entendi o porque daquilo,mas decidi prestar atenção apenas na estrada depois que vi ela começar a passar o dedo ali,o que me calsou certa agonia.

Ela levava o dedo manchado de sangue na janela do carro e começou a desenhar o que parecia um tipo de símbolo.

-Eu estou pelo menos tentando manter o carro limpo para Dean não me matar,poderia ajudar um pouco né?-Perguntei já imaginando o que o loiro faria comigo quando nos vermos novamente,engoli um seco.

-Temos que estar previnidas caso Castiel apareça.-Ela respondeu em seco e eu troquei um rápido olhar sério com ela.-Relaxa vai apenas faze-lo ir embora,não vai machuca-lo.-Explicou a morena,mas algo me dizia que era ao contrário.

-Pra onde vamos?-Perguntei.

-Lawton,Oklahoma.-Respondeu enquanto curava o corte do pulso com sua graça.

-É lá que vamos encontrar a tal arma?-Perguntei franzindo uma sobrancelha e notei ela revirar os olhos entediada,eu conseguia ser bem mais irritante do que apenas fazer perguntas,eu precisava saber de cada detalhe,eu queria ajudar,mas precisava saber no que estava ajudando e precisava de mais detalhes. Então se ela quer ser ajudada é melhor me ajudar primeiro a entender tudo aquilo.

-Não,é lá onde vamos fazer o que os Winchesters deviam ter feito em você a muito tempo.-Respondeu com voz preguiçosa.

-Vou pedir novamente que seja mais específica.-Falei começando a ficar cansada daquelas respostas curtas sem explicação.

-Uma tatuagem,a mesma que os dois caçadores tem no peito que previne dêmonios te possuírem.-Respondeu ela.

-Legal,estou me sentindo uma adolescente rebelde que foge de casa no meio da noite com a amiga drogada,aí vamos nos tatuar e colocar pircings.-Falei  com ironia.

-Vocês humanos tem uma forma estranha de viver a vida.-Disse a anjo fazendo uma careta.

-Estranha não,louca,é melhor.-Falei a corrigindo.

-Pode ser,mas pra mim é estranha essa mancha roxa no seu pescoço.-Aria falou e eu arregalei os olhos,olhei rapidamente no espelho do carro e vi que realmente havia uma mancha bem roxa na região do meu pescoço,droga Cass.-A noite foi boa né?-Ela perguntou fazendo uma cara maliciosa e eu revirei os olhos.

-Crowley está nessa também?-Perguntei mudando de assunto.

-Sim,a ideia foi dele.-Respondeu a morena,e eu me lembrei da conversa com o demonio.

-Por que Castiel e os Winchesters não podem saber disso?-Perguntei.-Afinal eles podiam ajudar.

-Eles iriam te levar embora no primeiro momento em que começasse a sentir dor.-Respondeu e eu troquei o olhar entre ela e a estrada,a qual estava deserta.

-Pode explicar a parte da dor?-Perguntei um tanto assustada.

-Quanto mais nós chegarmos perto da arma,você irá começar a sentir uma dor quase...insuportável,é assim que vamos saber se estamos na direção certa da arma.-Ela respondeu e eu fiquei calada depois daquilo,apenas pensando qual tipo de dor eu iria sentir,a vontade de dar meia volta era tão forte.

Mas teria que ser forte,era nossa única forma de pelo menos tentar deter Lúcifer,o qual não dava sinal algum de vida.

O que ele queria na terra? Desde que voltei não vejo nenhuma noticia de algum sinal apocaliptico,tudo está normal. Não ocorreu nenhum acidente fatal que possa ser feito por ele como terremotos e mortalidade altas de pessoas.

A viajem foi silenciosa,eu liguei o carro e coloquei no volume baixo para tocar os Rock's clássicos me perdendo em pensamentos.

                            *

Já havia ficado de dia eram cerca de duas horas da tarde,Arie e eu não dormimos em nenhum momento,ás vezes trocavamos a vez de quem iria dirigir para uma das duas descançar,mas não consegui dormir.

Meu corpo estava dolorido de ficar tanto tempo sentada naquele banco de couro e eu queria apenas comer algo e dormir o máximo de tempo que eu podesse,mas algo me dizia que isso iria demorar

Já haviamos chegado em Lawton,estava com o céu nublado e não havia tanto movimento de automóveis ou de pessoas nas ruas.

-Pode seguir reto.-A morena ao meu lado falou.-Temos que fazer essa tatuagem o mais rápido possível.

Eu a encarei séria por alguns segundo e voltei a prestar atenção aonde deveria ir,eu estava nervosa,Castiel poderia aparecer dentro daquele carro a qualquer momento e aquele símbolo desenhado com sangue  no vidro do carro já estava me dando um certo enjoo.

Estranhei senti quando meu corpo estremeceu e uma sensação ruim seguida de calafrios percorreram por todo ele,minha cabeça começou a latejar como se estivessem dando marteladas em mim uma atrás da outra,em seguida senti uma leve tontura e nisso firmei minhas mãos no volante do carro tentando me manter concentrada na estrada.

-Você está bem? Está sentindo dor?-Ouvi Aria perguntar,ela notou que eu estava encomodada enquanto me ajeitava no banco do carro irritada com aquelas sensações.

-Não sei,foi um mau estar de repente.-Respondi fazendo uma careta quando senti novamente a dor de cabeça.

-Devemos estar perto da arma.-Ela disse e fiz uma expressão séria,já estava me preparando para sentir dores insuportaveis e isso seria irritante,mas decidi ignorar enquanto isso.

-Ok,pode estacionar aqui.-A morena disse e assim o fiz,estacionando o Impala em frente a uma tatuaria.-Já vai escolhendo em qual parte do corpo vai querer.-Disse a anjo mostrando tal animação e eu suspirei.

Saimos do carro e guardei a chave do Impala no bolso de minha calça jeans. Fomos em direção ao local,o qual na entrada tinha várias pinturas de caveiras,alguns personagens de filmes entre outros desenhos que poderiam dar inspirações para tatuagens.

Entramos pela porta de vidro escuro e logo senti o cheiro de canela,por dentro o lugar tinha as paredes pintadas de um tom forte de roxo,haviam alguns bancos encostados nas paredes com uma forma de sala de espera.

E em um deles havia um homem sentado lendo um jornal que escondia seu rosto. Senti uma dor aguda em meu peito e fechai meus olhos com força na tentativa de não gemer com a sensação forte de dor,durou por um breve segundo e eu voltei a prestar atenção no local.

A recepcionista que stava sentada atrás do pequeno balcão lodo desviou sua atenção da revista de fofocas e sorriu para nós.

Segui Aria até a garota ruiva que ficou de pé assim que nos aproximamos do balcão preto,ela vestia um vestido lolita com detalhes rosa e preto,havia algumas tatuagens em seus braços como um dragão,uma chupeta e um sinal de infinito um pouco a baixo do seu ombro direito.

-Boa tarde.-Ela disse para nós.

-Boa tarde,essa é minha irmã,quer fazer uma tatuagem.-Aria falou sorrindo para a menina apontando para mim e eu dei um sorriso de canto para atendente.

-Ok,já tem alguma ideia do que seja?-A ruiva perguntou.

-É um símbolo anti-possessão...como este.-Aria a respondeu tirando o celular do bolso e mostrando o desenho para a recepcionista que o avaliou rapidamente com os olhos.

-Ok,Flávia.-A garota chamou e uma morena vestida da mesma forma da ruiva veio em nossa direção,ela tinha apenas um coração desenhado na região de seu pescoço.-Ela quer fazer um símbolo anti-possessão.-Aria mostrou o celular para a menina que também deu uma rápida avaliada no desenho.

-Me siga.-Ela pediu fazendo um sinal com a cabeça.

-Vou precisar fazer uma ligação para Crowley,então te espero aqui.-A anjo avisou antes que eu saisse e seguisse a menina morena.

Estava um tanto ansiosa,nunca me imaginei fazendo uma tatuagem,segui a garota por um corredor e ela parou em frente a uma porta branca a abrindo em seguida.

Entrei logo depois dela na pequena sala que tinha as paredes brancas assim como o piso,no centro havia uma cadeira parecida com aquelas que tem em dentistas e ao lado da mesma um pequena mesa de metal com objetos estranhos 

-Pode se sentar.-A menina falou apontando para a cadeira e assim o fiz,sentindo o tecido de couro gelado assim que me sentei.-Então,já sabe em que local vai querer?-Perguntou ela enquanto puxava uma cadeira preta ao meu lado se senta do na mesma em seguida,e se ajeitou de forma confortável começando a arrumar os objetos para realizar a tatuagem.

-Na cintura.-Respondi o primeiro lugar que me veio a cabeça e ela apenas fez um vreve sinal positivi com a cabeça.

-Vou precisar que tire o moletom.-Ela pediu já com o objeto que parecia uma caneta em mãos.

E assim fiz,tirando meu moletom ficando apenas com a lingerie beje e em seguida senti o ar gelado da sala no meu corpo me fazendo arrepiar.

Não me importei de ficar daquela forma diante dela,afinal era uma garota também e agradeci mentalmente por isso,pois não iria gostar de mudar de opinião sobre qual lugar eu queria a tatuagem na frente de um homem só porque teria que tirar minha blusa.

Ela posicionou o objeto com a ponta na região da minha cintura e eu respirei fundo e em seguida fechando os olhos com força com a sensação dolorosa que aquilo causava na pele.

                           *

Depois de 40 minutos ela terminou a tatuagem,e eu adorei o resultado do desenho e fiquei surpresa dela não precisar olhar novamente o desenho para fazer cada detalhe certo,a cor preta dava um certo destaque na minha pele um tanto morena,mas o que me deu mais alívio foi não sentir mais a dor daquele objeto em minha pele e poder finalmente vestir meu moletom,meu corpo estava congelando,não sei como aquelas mebinas estava aguentando apenas com aqueles vestidos.

A garota cobriu a tatuagem com um papel-filme e me entregou um tipo de pomada,explicando os cuidados que precisava ter com a tatuagem durante as primeiras semanas,lavar a tatuagem durante o banho e passar a pomada e sempre lembrar de cobri-la com o papel-filme manteria o local higienizado.

Agradeci a ela e sai do local indo em direção a sala da frente.

-Ela está te esperando lá fora.-A garota ruiva avisou assim que me viu.-Espero que tenha gostado da tatuagem.

-Obrigada,eu adorei.-Respondi e antes de sair do estabelecimento notei que o homem sentado em uma das cadeiras ainda estava ali,da mesma forma lendo o jornal que não deixava seu rosto a mostra e senti novamente a dor aguda no meu peito.

Apenas ignorei,devia ser um mau estar passageiro,sai dali de dentro e avistei Aria encostada na parede mexendo no celular.

-Podemos ir agora?-Perguntei fazendo ela desviar o olhar do aparelho eletronico em suas mãos para mim.

-Claro.-Ela respondeu,e deu passos em minha direção chegando mais perto e levou rapidamente suas em direção ao meu moletom o levantando para cima e vendo a tatuagem.-Ficou bom.

-É,agora quer soltar meu moletom.-Falei e ela revirou os olhos abaixando a peça de roupa.

-Se fosse Castiel ficaria excitada.-Aria disse me fazendo ficar vermelha de vergonha e saiu da minha frente indo em direção ao Impala,aquilo não era coisa que se falasse de repente.

Peguei as chaves do Impala no bolso da minha calça jeans e fui em direção ao carro,entramos e eu dei a partida.

-O que vamos fazer agora?-Perguntei trocando um olhar entre a morena e a estrada pedindo mentalmente que fossemos comer algo

-Agora quem decide é Crowley.-Ela respondeu se ajeitando no banco.

-E onde ele está?- Perguntei.

-Olá garotas.-A voz sarcastica familiar vinda de trás do carro me fez sobressaltar.

Olhei pelo espelho do Impala vendo Crowley com um sorrisinho de canto sentado de forma confortável no banco do carro,vestindo seu típico terno preto social que lhe dava um ar superior.

-Como vão?-Perguntou o demonio.


Notas Finais


Eai? O que acharam? Sei que esse foi meio desanimado,mas foi apenas explicando o pq da Aria querer que Kate saisse do Bunker

Snapchat: lawinchester1

Bjs Angels 💙💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...