História Angels and Demons - Capítulo 15


Escrita por: ~ e ~TiaSasah

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony, Justin Bieber, One Direction, Selena Gomez, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Selena Gomez, Shawn Mendes
Tags Demi Lovato, Fifth Harmony, Harlena, Horror, Justemi, Justin Bieber, One Direction, Shawmi, Terror
Visualizações 76
Palavras 1.860
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOIIIIII Desculpem pela demora, para recompensar, dois capítulos hoje!!!!


Boa leitura 📖📚

Capítulo 15 - Etapa 2 Capítulo 5


 Pontos de vista Narradora 


 Dias Depois. . . 


 — Meu nome inteiro é horrível!. — Shawn riu descontroladamente pois Demi ameaçou fazer cócegas se ele não falasse. — Tudo bem, tudo bem eu falo, mas com uma condição, terá que falar o teu!


 — Tudo bem!. — Demi parou de fazer cócegas e esperou a resposta. — Pode falar! 


 — Fala você primeiro!. — Shawn rebateu. 


 — Shawn, não, quem começa é você!. — Demi deu um tapa fraco no garoto dos cachos. — Estou esperando! 


 — Fala você primeiro!. — Shawn insistiu fazendo Demi negar e bufar em frustração. — Ah, você não vai falar?. — Demi negou na maior cara de pau. — Então, acho que vou apelar para as coseguinhas! 


 — Não! Eu falo! Eu falo!. — O anjo fugiu das enormes mãos de Shawn.


 — Não sei qual era o problema que minha mãe tinha na cabeça, e me concedeu á um nome tão ridículo! 


 — Não deve ser tão ruim!. — Shawn suspirou.  


— Demétria não é ruim?. — Demi revirou os olhos em desdém. 


 — Não é tão ruim assim!. — Shawn colocou a mão no ombro de Demi. — Só é diferente!


 Demi semicerrou os olhos desconfiada: — Sei


— Eu tô falando sério, Demi!. — Shawn empurrou de fraco a anja. 


 — Ata! Mas agora me fala o seu!. — Demi sorriu esperando a resposta.


 — Eu me chamo, Shawn!. — O garoto respondeu brincalhão.


 — Não começa!. — Demi falou brava. 


 — Ok, ok! Como uma pessoa de meio metro está me obrigando a falar meu nome?!. — Shawn falou irônico deixando Demi mais irritada.


 — Eu não tenho meio metro, você que é gigante e fica zoando as pessoas menores que você!. — Demi disse e deu um pequeno tapa no braço do moreno. — Mas agora é sério, fala o seu nome! 


 — Shawn Peter Raul Mendes, ao seu dispôr!. — Shawn pegou na mão da Demi é deu um pequeno beijo na mesma, como uma reverência, tirando altas gargalhadas do anjo.


 — Que gentil!. — Demi sorriu. 


 — Eu sei, obrigado!. — Shawn piscou para a morena fazendo ela revirar os olhos. 


 — Nem é convencido!. — Demi brincou. — Me conta, você não sente saudades dos seus pais? 


 — É uma coisa complicada!. — Shawn cossou a nuca.


 — Você é complicado!. — Demi terminou. — Mas é sério, oque aconteceu? 


 — Brigamos por conta da Ellie!!. — Shawn bufou.


 — Ela acabou com a sua vida, não é mesmo?. — Demi sentou novamente na cama. 


 — Particularmente, Sim!. — Shawn deu risada. — Eles falavam que ela não era a mulher certa para mim, devo confessar que eles estavam certos!. — Shawn sentiu a mão de Demi afagar seus cabelos. — Foi quando eu saí de casa, para morar com ela e deu no que deu! A Karen e o Manuel nunca gostaram dela, e só agora eu entendi o motivo!


 — Não fica triste, Deus escreve certo por linhas tortas, afinal como você iria conhecer essa pessoa maravilhosa como eu?!. — Demi fingiu estar convencida. 


 — Nem é convencida!. — Shawn usou a mesma frase que a Demi usou minutos atrás. 


 — Bobo!. — Demi revirou os olhos. — Porque você chama seus pais pelo nome?


 — Virou costume, tanto tempo sem ver eles!. — O moreno deu de ombros. 


 — Quanto tempo exatamente?. — Demi como sempre, curiosa.


 — Mais ou menos, dois anos!. — Falou como se fosse simples. 


 — É muito tempo, creio que você está com muitas saudades!. — Demi supôs. 


 — Muita! Principalmente da minha irmã, Aaliyah!. — Shawn suspirou ao lembrar de sua irmã.


 — Tenho certeza que você os verá novamente!. — Demi suspirou e parou de afagar o cabelo do moreno.


 — E você, onde está os seus pais?. — Shawn pegou na mão da Demi, e levou a mesma para sua cabeça incentivando a continuar com os carinhos. 


— Folgado!. — Demi rosnou. 


 — Sou mesmo!. — Rebateu brincalhão. — Me diz, afinal você nunca me falou nada sobre sua vida!


 — Hmm... Deixa eu pensar.... Eu fui criada por um otário, que agora não é mais otário, mas mesmo assim age como um... entende?. — Demi soltou fazendo Shawn arregalar os olhos e dar risada. 


 — Claro... Que não né! Me explica melhor!. — Shawn bagunçou o cabelo do anjo. 


 — Eu fui criada por um homem que literalmente destruiu a minha vida! Mas eu sei que ele não fez por mal, afinal Justin nunca bateu bem da cabeça mesmo, eu não o culpo!. — Demi tagarelou. — Eu até gosto dele! 


 — Justin? Ele é seu pai?. — Shawn arqueou a sobrancelha. 


 — Não, ele é muito novo para ser meu pai, ele tem apenas, 21 anos. Ele é meu amigo!. — Demi deu de ombros. 


 — Amigo? Só isso mesmo?. — Sim, o Shawn estava com medo de Demi namorar. 


 — É. Eu acho. — Demi sorriu tímida. 


 — Hm... OK.. — Ele riu. — Vamos fazer uma brincadeira?


 — Que brincadeira?. — A morena questionou. — Perguntas e respostas! Começa comigo!. — Demi assentiu animada. — Você tem quantos anos?


 — Eu agora tenho dezoito!. — Shawn sorriu com a resposta.


 — E você?


 — Vinte e um!. — Respondeu. — Quer perguntar agora?


 — Quero sim!. — Demi sorriu. — Tem quantos irmãos? 


 — Só tenho a Aaliyah!. — Sorriu feliz com as boas lembranças de sua irmã. — E você tem irmãos? 


 — Agora eu tenho!. — Demi sorriu. 


 — Agora? sua mãe engravidou?. — Shawn questionou. 


 — Óh não! Eu sou meio que... Digamos que adotada!. — Demi falou e deu de ombros. 


 — Você ficou por muito tempo no orfanato?. — Shawn arqueou a sobrancelha. 


 — Orfanato?


 — É! Você falou que é adotada!. — Shawn ficou confuso.


 — Ah, entendi aonde você quer chegar!. — Demi riu. — Não eu não vim de um orfanato! 


 — Então...


 — Longa história!. — Demétria deu de ombros.


 — Um dia eu vou ter tempo para ouvir essa longa história!. — Shawn sorriu. 


 — Eu sei que vai!. — Demi correspondeu o sorriso.



 ( .  .  . ) 



 04:46 PM




 Demi caminhava pela calçada enquanto voltava do hospital, estava cedo ainda, então a mesma decidiu ir para a casa do Harry, já que lá ela tinha certeza que encontraria todo o pessoal. Quando chegou na mesma encontrou todos na cozinha prontos para comer.


 — Então eu cheguei no momento certo!. — O anjo bateu palmas.


 — Se eu fosse você, eu não ficaria tão animada, porque quem fez a comida foi a Selena!. — Lauren alfinetou.


 — Aqui pra você, Lauren!. — Selena mostrou o dedo do meio.


 — Conta aí Demi, oque aquele garoto tem de tão especial, para você estar dia e noite lá, e nos esquecer?. — Camila fez drama.


 — Jamais vou esquecer de você!. — Demi abraçou Camila, mas logo ouviu um Liam coçar a garganta. — Eu jamais esquecerei de vocês!. — Corrigiu. — E outra, vocês não me falaram para fazer novas amizades, então, estou obedecendo todos vocês! 


 — Verdade!. — Harry disse. — Fico feliz por você!


 — O Justin está com ciúmes la la la!. — Lauren cantarolou. 


 — Cala a boca, Jauregay!. — Justin jogou o pano de prato no rosto da Lauren. 


 — Admite Bieber, está caidinho pela Demi!. — Rebateu Lauren.


 — Chega, não tem ninguém caidinho por ninguém aqui!. — Demi falou vermelha de vergonha.


 — Estamos falando a verdade!. — Louis assoprou fazendo Demi o encarar mortalmente. — Foi mal! 


 — Foi mal, não, foi péssimo!. — Demi contemplou a feição dos outros. — Desculpa, peguei pesado! 


 — Mas mudando de assunto! Vamos falar sobre o meu casamento!. — Selena falou e sentiu Harry a abraçar por trás. — Vai ser assim, a Dinah com o Niall. Normani e o Bieber. Lauren e o Louis. Camila e o Liam. Tudo bem? 


 — Uhum... — Todos murmuraram. 


 — E eu?. — Ryan perguntou assustado. — Eu vou ficar com a Demi? 


 — Não, ela não pode pois, já vai estar perto do altar com a minha mãe!. — Selena deu de ombros. 


 — Nossa, vai me deixar de fora?. — Ryan fingiu estar magoado. 


 — Não babe, eu chamei minha prima! A Ally!. — Selena sorriu.


 — Aquela sua prima gata?. — Os olhos do Ryan brilharam ao lembrar de Ally. 


 — Sim, ela mesmo!. — Selena lançou um olhar safado. 


 — Eeeee laia!. — Ryan agradeceu aos céus.


 — Credo!. — Demi fez careta. 


 — Ela é linda demais!. — Ryan falou e jogou o seu peso na cadeira. 


 — Tinha que ser minha prima!. — Selena jogou os cabelos para o lado. 



 ( .  .  . ) 





 Harry chega em frente da casa de Selena e buzina, chamando assim a morena. 


A mesma desce, cumprimenta o rapaz e entra no carro.


 — O que você preparou para nós hoje?. — Selena diz e admite com o olhar ter segundas intenções.


 — Você vai ver, mas antes, ponha essa venda!. — Harry diz amarrando uma tira de pano nos olhos da garota, deixando assim a mesma "animada". Selena sente o carro em movimento durante 40 minutos ou mais. 



 — Pronto, agora tire a venda!. — Harry diz e a morena o faz. Ela se vê em meio ao "mato".


 — Bom, fazer amor na floresta não foi bem o que eu imaginei que aconteceria. — Ela diz olhando em volta. 


 — Fazer amor? Eu preparei um piquenique pra nós dois!.  — Harry fala virando a cabeça de Selena em direção à toalha com as comidas. 


 — Um jantar não é tão mal assim, o que você preparou?. — Selena diz indo em direção ao piquenique.


 — Preparar? Eu passei no Burguer King e comprei tudo! 


 — Nem pra passar no Mc, mas beleza!. — Selena  diz e olha para Harry 


 — Agora você só está reclamando, mas quando chegar lá, vai ver como está uma delícia!. — Harry diz abraçando-a por traz e indo em direção à toalha, entretanto, os dois param quando vêem animais comendo os lanches. 


 — Porra, Harry, nem pra colocar uma proteção!. — A morena diz e lembra o porquê de estar tão irritada. — Está dando tudo errado, porque você não quer se deitar comigo? Eu sei que não vou conseguir te proporcionar o prazer que as outras poderiam mas.... — A mesma diz e abaixa a cabeça.


 — Não é nada disso... — Ele tentou falar mas foi interrompido.


 — Não, não é, é por causa do meu corpo né?! Você não sente desejo por mim!. Eu...!  — Ela foi interrompida por um beijo. 


 — Não é nada disso.. — O homem tentavam se explicar, quando o som do celular se fez presente no local. Ele atende seu telefone.


 — Quem é?. — Selena pergunta e é respondida por um sinal de "espere


 — Eu tenho que ir!. — Harry diz com a feição preocupada entra no carro e sai. 


 — Harry? HARRY?!. COMO EU VOU EMBORA? — Selena gritava.








Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...