História Angels and Demons (Jikook eternamente) - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Markson, Namjin, Taeyooseok
Visualizações 256
Palavras 1.463
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura amores 😍❤
* Cap não revisado *
Leiam as notas finais... ❤

Capítulo 34 - 31.0 - Tudo é mais colorido ao seu lado.


Fanfic / Fanfiction Angels and Demons (Jikook eternamente) - Capítulo 34 - 31.0 - Tudo é mais colorido ao seu lado.

JUNGKOOK ON

Deixei Jimin dormindo com Jin, Mark, Tae e Jackson porque né? Ele não podia ficar só com ômegas e Namjoon e o resto ficaram pra fazer a limpa com os policias. 

* Outro Hospital - Onde o appa do Jungkook se encontra *

Chegando lá vou onde a recepcionista. 

- Boa tarde, onde se encontra Jeon Yang? - pergunto e a mesma me olha e logo olha pro computador. 

- Qual seu nome? - pergunta sem tirar os da tela. 

- Jeon Jungkook, sou seu filho. - falo e logo a mesma me olha e assenti.

- Ele se encontra no quarto 237 e seu estado é grave, talvez não venha a sobreviver. - fala e logo eu vou ao tal quarto. Chegando lá vejo minha omma sentada ao lado do meu appa, mas sem nem olhar em seus olhos. 

- Filho. - fala vindo me abraçar e eu a retribuo. 

- Olá omma, ele está acordado? - pergunto e a mesma assente. 

- Ele está se mantendo vivo somente por força de vontade, e seu último desejo é falar com você, nem comigo ele quis falar. - fala minha omma com um semblante de preocupação. 

Fui até meu appa esmo estava horrível, seu rosto praticamente irreconhecível e suas pernas estavam um estrago. 

- M-meu filho. - fala. 

- Você não tem vergonha na cara? Você fez meu ômega perder meu filhote e ainda tem coragem de me chamar de filho? - pergunto repugnado e minha omma se fez presente na conversa. 

- Como assim? Seu ômega? Grávido? - pergunta a mesma sem entender. 

- Isso mesmo omma, ele fez meu ômega ser estrupado. - paro a frase quase me entregando ao choro. - E ainda fez meu filhote, fruto do meu amor com o do Jimin, morrer, meu ômega sofreu muito, ele teve um aborto espontâneo. - falo e minha lágrima caí e logo minha omma me abraça de lado. 

- Seu monstro.- fala minha omma o olhando com nojo. 

- J-jungkook, m-me perdoa, p-or f-avor. - fala com dificuldade. - E-eu f-fiz isso pensando no seu bem. - termina e logo começa a tossir sangue e as máquinas começaram a apitar. 

- Você fez isso pensando somente no seu bem, e eu vou te perdoar sabe porque ? Porque primeiro: Eu não guardo mais rancor e segundo: Você está no final da vida. E terceiro : Meu ômega não ficará nada feliz em saber que não perdoei meu appa no final da vida. - falo enquanto minha omma chamava os médicos. 

- S-sua omma n-não tem culpa de nada, n-não a c-culpe, m-mesmo d-depois disso e-eu ainda a amo. - fala com lágrimas nos olhos, era a primeira que o vi chorar.- E-eu amo vocês. - fala enquanto os médicos faziam o possível pra salvá-lo. 

Quando me dei conta minha omma estava chorando e eu com lágrimas nos olhos, não sei porquê, mas meus olhos estavam com lágrimas, eu abraço minha omma e os médicos vinheram em nossa direção. 

- Sinto muito Jeon Yang não resistiu. - fala e suspira. - 10/05 às 18:40.- termina e saí. 

- Omma, não se preocupe com nada, ir... - não terminei a a mesma me interrompe. 

- N-não Jungkook, seu ômega está a sua espera. - fala limpando às lágrimas. - Quando terminar os papéis do velório, eu lhe falo. - fala. - Vá onde seu ômega, ele acabou de perde um filhote está precisando de seu alfa. - termina. 

- Tudo bem omma. - falo dando um beijo em sua testa. - Se precisar de mim me liga OK? - termino e a mesma assente.

Sigo pro hospital onde meu ômega está, chegando lá no quarto do mesmo, ele está chorando e Jin tentando o acalmar logo corro pra onde meu amor estava sendo recebido com um abraço bem forte.

JIMIN ON

Tive um pesadelo horrível, meu Jungkook me deixou pela Sun Hee e acordei assustado e olhando pros lados vendo que Meu alfa não estava entre meus amigos, começo a chorar e logo Jin me abraça dizendo que tudo vai ficar bem, vejo Jungkook entrar no quarto e vir em minha direção logo me abraçando, aquele abraço me acalmou, meu lobo estava calmo. 

- Shiii, eu estou aqui Jimin. - fala beijando meus cabelos e logo eu o puxo pra um beijo, mas estava parecendo um selinho. 

- EPA, EPA, EPA, sou muito novo pra ver vocês no maior love. - fala Tae fazendo bico. - Eu não estou nem com meus amores agora. - fala abaixando a cabeça e logo a porta do quarto é aberta e revelando quem? Sim, Namjoon, Yoongi e Hoseok. 

- Ver você falando assim da vontade de te morder. - fala Yoongi e logo Tae saí de perto da maca e corre pulando no colo de Yoongi. - Calma Tae, eu não morri. - fala rindo e o mesmo começa a bater em seu ombro. - Aí, aí. - geme de dor pelos tapas e se surpreendeu por Tae o beijar. 

- Também quero beijo. - fala Hobi os olhando com súplica. 

- Estava com saudades de vocês dois. - fala Tae descendo do colo de Yoongi e beijando Hoseok. 

- N-não se comam na m-minha frente. - falo e todos começam a rir. 

- Você é ótimo amor. - fala Jungkook me beijando, estavamos todos feliz... Bem, pelo menos por agora. Namjoon com Jin, Mark com Jackson e Tae com Hoseok e Yoongi. 

- Jinie, você já sabe o sexo do bebê? - pergunta Mark e o mesmo nega. 

- So no 4 mês. - fala Jin tocando em sua barriga junto com Namjoon que estava o abracando por trás. Vendo a cena, senti uma pontada no coração, eu também poderia estar assim com o Kookie. 

- O J-jimin também v-vai ter um fi-filhotinho com o Kookie. - falo corando e todos me olham surpreso pelo tom de voz que eu usei e por estar falando em segunda pessoa. 

- Claro, que iremos Jimin, vários e vários filhotinhos. - fala beijando meu nariz e todo fazerem um 'Owwun'. 

- Eu também quero ter vários filhotinhos. - fala Tae e Yoongi e Hoseok o olham assustados e logo começam a rir e o mesmo emburra a cara. - V-vocês não querem tee filhotinhos com o Tae? - pergunta com um bico nos lábios que Hoseok fez questão de morder. 

- Claro que queremos TaeTae, só espere um pouco, iremos caprichar em fazer esse bebezinho. - fala e todos começam rir de novo d logo Mark se pronuncia.

- Então também quero um. - fala Mark arrancando risos de todos nós. 

- V-vamos mudar de assunto. - fala Jackson. 

- Não quer ter filhote comigo Jacksonie? - pergunta Mark fazendo bico e o mesmo nega. 

- Não meu amor, eu quero sim ter um filhote com você, mas não agora. - termina e começamos a dor de novo. 

- Amor, promete ter um filhote comigo? - pergunto. 

- Prometo meu amor. - fala e logo vem em meu ouvido. - Espere só no seu próximo cio. - fala, e eu coro e logo Tae abre a boca.  

- A conversa aí foi boa porque o Jimin está vermelho como um pimentão. - fala arrancando mais risos de todos. 

- Aaaah, cala a boca Tae, deixa de ser chato. - falo cobrindo meu rosto com as cobertas. 

- Vou pra casa agora, tenho que alimentar um esposo e um filho. - fala Namjoon e Jin cora um pouco. 

- Vou levar Mark pra casa do Bambam, hoje eles nos convidaram pra ir lá hoje anoite, já que hoje é sexta então vamos passar a noite lá então vamos antes no dormitório. - fala Jackson. 

- Então eu e meus amores não vamos ficar segurando vela. - fala Hoseok.   

Eles se despedem e saem, deixando somente eu e Jungkook no quarto. 

- Jungkook, pra onde você foi enquanto eu estava dormindo? - pergunto e o mesmo se senta na maca abaixando a cabeça. 

- J-jimin, m-meu appa, ele.... - não termina e logo vejo suas lágrimas. 

- Ele...? - pergunto. 

- Ele morreu Jimin, ele estava deplorável seu rosto quase irreconhecível, ele me pediu perdão, fez bem eu ter aceitado? - pergunta. - Claro, mesmo ele fazendo tudo isso. - coloco minha mão em seu rosto. - Ele é seu appa, e ele irá pagar Kookie mas não aqui,nunca guarde rancor viu?- falo colando nossas testas.

- Por isso eu te amo.- fala sorrindo.

- Eu também te amo Kookie. - falo e iniciamos um beijo, nossas línguas estavam sedentas por isso, eu estava com saudade do meu alfa, meu lobo clamava por isso separamos nosso beijo pela falta de ar e nos olhamos logo começando a rir. 

Realmente... Tudo é mais colorido ao seu lado. 



Notas Finais


Quem está amando o Jungkook carinhoso? ❤😍
Precisava fazer um cap alegre depois do cap passado não é mesmo?! 😂❤
Me falem se estão gostando da fic ❤
E obg pelos + de 180 favoritos eu não pensei que chegaria lá hein kkk (❤)
Até o próximo cap ❤ Estou pensando em postar ele quarta pois é meu niver 🎉 Eeeh 16/08 tá chegando, eu tô ficando velha mesmo ,-, Bjs da Mi-chan ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...