História Angel's and Nephilin's - Capítulo 13


Escrita por: ~ e ~beaferx

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Show Nu, Won Ho
Tags 2won, Hyungwon, Jooheon, Kihyun, Minhyuk, Monsta X, Shownu, Wonho
Visualizações 107
Palavras 2.088
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Fantasia, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii pessoas do meu cori❤

Voltei com mais um Cap cheio de momentos Hot.U.U

Boa leitura 😄😊

Capítulo 13 - A Dupla Perfeita


Fanfic / Fanfiction Angel's and Nephilin's - Capítulo 13 - A Dupla Perfeita

Hyungwon ~

Faltava menos de duas semanas para meu aniversário e meu presente seria um bando de anjos caídos tentando nós matar, que ótimo. Tirando essa parte horrível de minha vida, as coisas estavam boas. Amanhã à noite, eu e Wonho começaremos nosso turno, enfim meu pai acabou com essa rivalidade entre as raças. Eu estava feliz por ver que não precisávamos mais nós esconder, podíamos conversar com os anjos em público .

O sol já estava se pondo, eu até pensei em ir visitar Wonho, mas eu estava sentindo uma enorme vergonha pois eu desconfiei dele, do amor dele. Sendo que, na verdade, ele e os garotos estavam nos protegendo. Minhyuk, a esta altura, devia ter contado para os anjos o que a gente estava pensando deles. Ele e Shownu logo fizeram as pazes, queria poder dizer o mesmo de mim e de Wonho, mas, além de olhares e sorrisos discretos, a gente não trocou nenhuma palavra, o clima ainda estava tenso entre nós.

Depois da "reunião" que meu pai pediu com os anjos, eu fui para minha casa. Não queria ter que encarar Wonho e perceber o quanto eu fui idiota a achar que ele estava me usando. Tomei um banho gelado, tentando pensar no que falar para Wonho. Tentando achar um jeito de me desculpar, demoro para pegar no sono. A culpa não me permite dormir, eu continuo com pensamentos demais. Enfim, quando já são 3h30 da manhã, eu desisto de dormir. Me levanto da cama e enfim resolvo mandar uma mensagem para Wonho.

"Olá anjo"

É claro que eu penso que ele não vai responder, já que ele devia estar dormindo, porém me surpreendo quando meu celular vibra, indicando uma nova mensagem.

"Oi Wonnie, por que você não está dormindo? Amanhã o dia será cansativo."

"Não estou com sono. E você? Por que não está dormindo?"

"Estou com saudades de você"

"Idiota, fale sério"

"Estou falando."

"Está carente?"

Pergunta Hyungwon, soltando risinhos.

"Talvez... E se eu estiver? Algum problema?"

"Não, nenhum. Até amanhã anjo, sonhe comigo."

"Claro que sonharei, até anjo"

Hyungwon nem percebe quando dorme, pensando em Wonho. No outro dia acorda com um humor ótimo, desce as escadas e encontra seus país conversando animadamente. Hyungwon recebe um beijo de sua mãe e um sorriso de seu pai.

- Por que tantos sorrisos?

- Enfim temos paz na cidade, mesmo com essa ameaça de Seungjun, nós, enfim, conseguimos acabar com essa rivalidade idiota.

Explica seu pai. Hyungwon sempre soube que seu pai odiava isso tanto quanto ele, ele concorda com as palavras do pai. Depois de tomar seu café, ele resolve correr um pouco. Faz a corrida de sempre na floresta, inclusive resolve passar por aonde Minhyuk e Shownu estão montando guarda, já que o turno do dia era deles. Os dois estão se beijando quando Hyungwon chega. Shownu está com as mãos na cintura de Minhyuk, puxando-o para seu colo enquanto Minhyuk está com as mãos no rosto de Shownu. Os dois parecem realmente apaixonados. Resolvo fingir uma tosse para chamar a atenção deles, eles me encaram corados. Eu começo a rir e falo:

- Não sabia que dava pra se pegar em trabalho.

Minhyuk me faz uma cara feia e fala

- Idiota.

- Eu sei que você me ama, Min.

Eu falo e Min revira os olhos sorrindo. Ele me conhecia tão bem, até porque nós eramos amigos faz mais de 10 anos. Shownu me pergunta

- Já falou com Wonho?

- Só por mensagem.

- Ele ta tão carente. - Minhyuk se intromete e fala.

- Ele tá sentindo tanto sua falta, Wonnie.

Shownu concorda. Depois deles me falaram que Wonho esta grudento e carente, eu resolvo voltar para minha casa, me sentindo mais culpado. O resto do dia passa lentamente enquanto eu leio e escuto músicas as horas parecem infinitas. Até que finalmente o relógio marca 17h45, eu iria para meu turno as 18h30 e ficaria com Wonho até 23h40. Me visto e vou para onde eu e Wonho ficaríamos por quase cinco horas.

Quando chego lá, vejo Wonho, nós nos encaramos e depois de longos olhares, ele, enfim, se aproxima de mim. Sinto os braços fortes e quentes dele me puxarem para perto, estando ali, nos braços dele, me sinto completo, sinto meu mundo voltar ao normal. Eu o puxo para mais perto pela cintura e ficamos ali, abraçados, sentindo o calor do outro por longos minutos. O cheiro dele ora era doce, ora era cítrico, me trazia diversos sentimentos.

- Senti saudades.

Wonho sussurra escondendo seu rosto em meu pescoço.

- Também senti.

Aquele momento era bom de mais para acabar, porém nós tinhamos trabalho à fazer. nos sentamos embaixo de uma árvore e Wonho fala

-Depois você vai ir para minha casa, não vai?

- Talvez.

- Talvez?

Wonho se aproxima de mim e senta em meu colo.

- O que você está fazendo?

- Recuperando o tempo perdido.

- Agora?

- Exatamente.

Wonho começa a rebolar sobre o colo de Hyungwon, o provocando .

- Não podemos deixar isso para mais tarde?

- Não.

Nega Wonho, Hyungwon realmente estava perdendo a sanidade, Wonho o tirava a sanidade. Hyungwon coloca uma mão dentro da camisa de Wonho, sentindo seus músculos e seu corpo quente. Hyungwon não perde tempo e tira a camisa de Wonho. Wonho, ficando mais excitado, também tira a camisa de Chae e antes que um deles possa começar algo, alguém chega. Hyungwon escuta a voz de Minhyuk falando

- Acho que o jogo virou.

Minhyuk e Shownu começam a rir, Wonho parece bravo e fala.

- Muito obrigado por atrapalhar.

Hyungwon veste sua camisa e Wonho faz o mesmo, Wonho sussurra para Hyungwon.

- Mais tarde a gente termina isso.

Wonho sorri provocativo para Hyungwon, Minhyuk e Shownu ficam um pouco com eles, mas logo saem. O relógio marcava que já era 21h30, logo o turno de Wonho e Hyungwon acabará e eles irão poder terminar o que começaram. Wonho encara Hyungwon e pergunta.

- Acho que a gente deve falar o por quê de você ter me evitado, não é mesmo?

Hyungwon suspira.

- Por um momento, eu tinha achado que você era amigo de Seungjun e que estava me usando.

Wonho o encara e fala irônico.

- Esse é o momento em que eu deveria te dar uns tapas. Sabe que foi um idiota né?

Hyungwon morde os lábios se sentindo culpado, Wonho se aproxima dele e fala o encarando nos olhos.

- Eu te amo. Se eu fosse te usar, não seria para pegar informações

- E seria pra que?

- Para meu desejo sexual.

Hyungwon o encara incrédulo.

- Idiota.

- Só estou brincando.

- Não teve graça .

- Isso porque você não viu sua cara

Hyungwon revira os olhos, Wonho era impossível. Quando o turno deles acaba, Wonho pega Hyungwon pela mão e os dois vão para a casa do anjo. Wonho e Hyungwon logo vão até o quarto, Wonho empurra Hyungwon na cama e senta no colo do nephilim.

- Será que você não podia esperar?

- Não! Absolutamente, não.
 

Wonho começa a rebolar um pouco no colo de Hyungwon, arrancando vários gemidos dele. Era nítido que a está altura os dois estavam excitados, Hyungwon troca as posições e tira as roupas de Wonho, peça por peça. Wonho volta a se sentar no colo de Chae e faz o mesmo com o nephilim. Wonho abocanha o membro de Chae e faz movimentos cada vez mais intensos, deixando Chae cada vez mais excitado, mas quando Chae está perto de seu ápice, Wonho para e direciona o membro de Chae para dentro de si.

Wonho cavalga sobre o membro de Hyungwon, o nephilim pega na cintura de Wonho, o incentivando a continuar. Quando estão quase perto de seu ápice, Hyungwon faz Wonho ficar de quatro à sua frente. Hyungwon adentra Wonho e começa estocadas rapidas e fundas, Wonho geme cada vez  mais alto. Depois de um tempo os dois  se entregam ao prazer e, enfim, seu ápice chega. Os dois caem exaustos na cama, Hyungwon puxa Wonho para mais perto e os dois logo caem no sono. O celular de Chae toca as 7h30, era Minhyuk.

- Cara, aonde você está? Hoje é segunda, lembra? Aula.

- Que?

Fala Chae, sonolento, sem escutar direito o que o amigo fala, mas Minhyuk grita do outro lado, fazendo Chae despertar.

-AULA WONNIE, AGORA!!!

- Ai cacete!

Fala Chae ,se levantando rápido e se vestindo. Ele percebe que Wonho continua a dormir e prefere não acordar Wonho, que parece um deus dormindo. Então opta por escrever um bilhete para ele.

"Anjo, tive que ir para aula e não quis te acordar. Eu te amo."

Chae sai correndo apressado da casa de Wonho, para sua sorte o sinal ainda não bateu. Kihyun é o primeiro a falar

- Pelo jeito a noite foi boa, hein?

Minhyuk, Kihyun e os anjos começam a rir, Hyungwon esconde o chupão em seu pescoço e cora de vergonha. Shownu, que está próximo de Minhyuk, pergunta

- Onde está Wonho?

- Eu deixei ele dormir.

Dessa vez é Jooheon quem faz piadinhas.

- Opa, então quer dizer que ele estava cansado? O que vocês tanto fizeram?

Chagkyun ri e abraçando Jooheon, me encara e fala

- Espero que vocês não tenham quebrado nada .

Hyungwon cora e fala

- Idiotas.

- Vou levar isso como um não, porque, sinceramente, eu gastei metade do meu tempo decorando aquele lugar.

Chagkyun fala irônico e Jooheon ri, o sinal bate para a alegria de Hyungwon. A primeira aula do dia era Álgebra, Hyungwon era um bom aluno, porém sua mente vagava nas lembranças da noite passada.

- Hyungwon?

O professor o chama.

- Sim?

- Pode vir aqui no quadro fazer essa conta?

Chae olha para a conta, era fácil então ele resolve se levantar. Resolve a conta em menos de um minuto e logo volta a sua carteira. Assim que senta, sente seu celular vibrar. Era uma mensagem.

"Oi anjo, eu realmente não estava a fim de ir para a escola, então, obrigado por me deixar dormir. E eu também te amo."

"Por que você não queria vim para a aula?"

"Estou com dor de cabeça."

"Sei, este seria o momento que eu devo falar que você não veio para a aula pois já está com dor de sentar-se ."

"Sem comentários, vá estudar e não me importune"

"Então isso significa que eu estou falando a verdade?"
"Talvez"
"Coitadinho, não pode sentar."
"Sério Chae Hyungwon, eu ainda te mato."
"Só estou falando a verdade, ah preciso focar na aula, o professor parece que vai me comer com os olhos"

"Avisa pro careca que só eu posso te comer, agradeço"

"Meu Deus, você tem ciúmes até do professor e ele não é careca"

"Foda-se e que eu saiba seu professor de álgebra tem somente 23 anos e é bonito. Acho que talvez eu  enho razão em ficar com ciúmes "

"É, você tem razão, ele é muito bonito e tem uma bunda... uau"

"Chaeee!!!"

"Ele é bonito, mas não tanto quando você"

"Sei."

"Preciso mesmo ir, até anjo"

"Até. E, por favor, tente não olhar para seu professor gostoso, agradeço. "

"Vou tentar, mas é meio impossível, porque ele realmente tem uma bunda que céus "

"Sem comentários..."

Chae revira os olhos e percebe que o professor o está encarando, Chae não podia negar que ele era muito bonito, mas ele realmente amava Wonho. O intervalo enfim chega, quando Chae está  prestes a sair o professor o chama.

- Sim?

- Só queria dizer que você é um "ótimo garoto", Chae.

Chae cora e agradece, saindo rápido da sala. Chae vai até o refeitório e percebe que seus amigos estão sentados juntos com os anjos. Todos parecem felizes com suas novas amizades, Chae não evita e sorri, ele estava amando aquilo. Ele se senta e logo Chagkyun que está entre os braços de Jooheon sorri e fala.

- Você gostou dos lençóis de Wonho? Fui eu que escolhi!

- Ainda mato vocês.

Jooheon ri e fala

- Mas você vai sentir falta da gente.

- Tem razão.

Hyungwon realmente os amava, eles tinham criado uma amizade forte em tão pouco tempo. Hyungwon estava tão feliz por Minhyuk que parecia estar sendo amado por Shownu, que o olhava de maneira tão carinhosa. O dia passa rápido e Hyungwon só queria ver, abraçar e, talvez, fazer outras coisas com Wonho, ele queria recompensar todo tempo que passaram longe um do outro. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Esperem ansiosamente pelo próximo capítulo.

Bjs 😄😊❤✋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...