História Angel's love ( Yoonmin/ VHope ) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Assassinato, Doença, Homofobia, Menção Jikook, Mitologia, Namjin, Sad, Suícidio, Vhope, Yoonmin
Visualizações 32
Palavras 3.249
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aaaa me desculpem por favor ❤ Eu tenho serios problemas com o tempo de postagem e criatividade, fora que minhas férias acabaram a um tempo T.T então voltei a rotina normal, não quero que está fanfic fique como as outras que tenho, que chegam a ficar dois meses sem atualização.
Eu vou tentar mesmo não demorar tanto, mas tambem não posso prometer muita coisa.

BOA LEITURA BBS

Capítulo 3 - Na terra


Fanfic / Fanfiction Angel's love ( Yoonmin/ VHope ) - Capítulo 3 - Na terra

Mente quem diz: que os anjos só existem nos céus. Eles estão entre nós. Vestem-se de roupagens humanas, se misturam no meio de nós e, às vezes, nem percebemos. Nos observam com os seus olhinhos brilhantes, doces, meigos, irradiando a cada dia a sensação de plenitude escondida em cada segundo vivido. Descem aos montes para nos ensinar o verdadeiro sentido da palavra amor. Se espalham por entre as flores, árvores, pelos corredores, pela cidade afora e, por onde passam, chamam a atenção pela luminosidade de seu sorriso.

_❤ _

Jimin acordou sentindo uma dor de cabeça enorme, não se lembrava muito do que havia acontecido e quando tentava se lembrar sua cabeça começava a doer ainda mais. Ele sentou-se encostando suas costas contra o tronco de uma àrvore que estava logo átras de si e passou as mãos nos cabelos para retirar as poucas gramas que estavam grudadas no mesmo, incluindo em suas roupas.

Ele começou a olhar em sua volta, tentando recordar-se de onde estava, mas ao seu redor só havia um longo campo totalmente verde. Ele ficou confuso, deveria estar em uma cidade, não era? E para piorar nenhum de seus amigos estava consigo, estava sozinho e em um lugar desconhecido. Ele então resolveu levantar-se, talvez andar e tentar descobrir onde estava mas assim que se levantou e deu um passo para longe daquela àrvore, Yoongi e Jungkook apareceram - lê-se brotaram - na sua frente, o mais velho tinha a mesma cara de tédio de sempre, enquanto Jeon sorria animado para sí.

- Aa, finalmente Hyung. - Jungkook aproximou-se de sí e lhe deu um abraço, ele estava tenso e Jimin conseguia sentir isso.

- Hm? O que houve? - Jimin Perguntou retribuindo o abraço do mais novo e encarando Yoongi totalmente confuso.

- Primeira descida? - Yoongi perguntou sem qualquer interesse para o anjo, que apenas concordou com a cabeça. - Aa, faz sentido.

- O que?

- Você acabou passando mal, Hyung. - Jeon o soltou e afastou-se segurando nos ombros do mesmo, sua feição era de preocupação e Jimin ainda estava confuso. - Na descida da escada do céu, você disse que não se sentia bem e quando chegou a hora de cair, você apagou.

- Que estranho, Kook. - Colocou uma mão no queixo e começou a pensar, se lembrar do que havia ocorrido, mas nada veio e ele acabou suspirando fustrado. - Eu não me lembro disso.

- É obvio que não lembra, você estava apagado. - Yoongi respondeu seco, o obvio naquele momento e recebeu um olhar reprovado do mais novo.

- Não provoque o Jimin-Hyung, azedo. 

- Aa, vai se ferrar. - Yoongi "Xingou" fazendo Jungkook arregalar os olhos surpreso, anjos eram pessoas puras e qualquer que fosse o xingamento usado, ja era de se surpreender. Eles poderiam falar a palavra mais idiota que fosse - Para os humanos- a mais boba, e seria considerado como incorreto, impuro.

- Hyung! Você xingou! - Jimin exclamou, quase gritando com o mais velho.

- Grande coisa - Ele revirou os olhos fazendo pouco caso daquela situação e em seguida deu de ombros. - Eu estou irritado, qual a melhor forma de botar tudo para fora?

- Vomitar? - Jeon perguntou um tanto receoso com a reação de Yoongi, que se possivel, estava mais séria ainda.

- Não, idiota. - Yoongi deu um tapa na propria testa, impressionado com a burrice do mais novo.

- Aa, você me xingou! 

Enquanto os dois entravam em uma pequena discussão besta, Jimin apenas observava aquilo com sua melhor cara de paisagem. Era sempre a mesma coisa, em todo lugar que os três estivessem juntos Yoongi e Jungkook começariam a discutir por qualquer motivo bobo - incluindo quem iria ao banheiro primeiro, ou quem dava a maior catarrada e sim, Jimin achava aquilo nojento.- e o mesmo ficaria no meio,sem poder fazer nada.

Os dois continuavam discutindo, exclamavam irritados pelo primeiro motivo que aparecesse em suas mentes e não prestavam mais atenção em sí - o que o aliviou - então decidiu que os deixaria ali e sairia em busca de algo, que ainda não sabia o que era, mas iria procurar.

Começou a andar pelo extenso campo, olhando tudo ao seu redor, aquele campo não era tão diferente do jardim que havia no olimpo. Claro que o jardim do olimpo era bem mais florido, mas ainda sim era bem parecido. Haviam varios tipos de flores, de varias cores diferentes e tamanhos, árvores e alguns animais. 

Depois de alguns minutos andando ele achou uma pequena estrada de terra e ao longo dela haviam pequenas casas, eram simples e ficavam em terrenos enormes, haviam legumes e frutas, então deduziu que estavam em uma área rural.

Jimin começou a andar de forma lenta, andava olhando tudo ao seu redor muito fascinado, nunca havia visto lugares daquele tipo apenas lia em alguns livros, nunca pisou na terra e tudo aquilo era muito novo para o mesmo.

Enquanto andava ele observou um menino mais alto que sí sair de dentro de uma das casas, o garoto tinha cabelos castanhos curtos, como ja mencionado ele era mais alto porém parecia mais jovem. Aquele garoto tinha algo que estava atraindo Jimin em sua direção e mesmo que ele tentasse desviar não estava conseguindo, sentia como se fosse um ímã, estava sentindo uma vontade enorme de falar com aquele garoto.

E quando ele percebeu ja era tarde, o garoto andava de cabeça baixa e ele ia diretamente em sua direção, os dois acabaram colidindo e o mais baixo - No caso Jimin - acabou caindo no chão sentado. O maior o olhou assustado e em seguida corou percebendo o olhar fixo de Jimin em sí, lhe esticou a mão para ajudá-lo, gesto que Jimin não recusou.

- Me desculpe, eu estava destraído. - Pediu envergonhado enquanto observava o outro ajeitar a própria roupa.

- Aa, está tudo bem. - Jimin disse sorrindo, era uma tentativa de fazê-lo se acalmar já que o menino parecia realmento nervoso, ele mesmo nem havia ligado para o fato. - A culpa tambem foi minha.

O garoto a sua frente sorriu um pouco constrangido com a situação e levou uma mão até a própria nuca, a coçando de leve.

- Sou Kim Taehyung - Sorriu gentilmente lhe estendendo uma mão.

- Me chamo Jimin - Apertou a mão do mais novo o cumprimentando e retribuiu o sorriso da mesma maneira.

- Jimin? Kim Jimin? - Ele perguntou confuso.

- O que? Não é só Jimi..

- Jimin-Hyung! - Jungkook apareceu lhe abraçando com certa força e sorria nervoso, ele lhe fez um sinal com a cabeça e então se afastaram. - Desculpa, Hyung. Era sua primeira missão e eu quis te ajudar com algumas coisa já.

- ahn? Sério, kook? Obrigado - Sorriu sem jeito e agradeceu com uma pequena reverência, assim que voltou a sua pistura inicial percebeu que ainda não sabia do que Taehyung estava falando e provavelmente tinha a ver com aquilo. - Mas.. com o que você me ajudou exatamente?

- Digamos que agora você se chama Kim Jimin, e é primo desse humano ai. - Sussurou para que o outro não ouvisse e apontou para ele discretamente. 

Taehyung estava olhando tudo aquilo bem confuso, aquele garoto era o seu primo que chegaria hoje do Japão? Mas como ele chegou até ali? E quem era aquele outro garoto? Não haviam lhe dito que ele viria com um acompanhante. Os dois estavam cochichando, alto o suficiente para ele saber que falavam de sí. 

O de cabelos mais escuros, parecia ser o mais novo. Ele falava baixo e tinha suas bochechas coradas, o que de certa forma era engraçada para Taehyung. Ele não combinava em nada, sua personalidade não tinha nada a ver com sua aparência, que era muito "adulta".

Já seu primo, era como uma criança mas na maneira de agir lembrava realmente um adulto, as suas bochechas gordinhas e o sorriso não lhe ajudavam em nada, acabam reforçando sua imagem infantil. De repente sua atenção foi para um outro garoto, que estranhamente apareceu do nada ali e disse algo no ouvido de jimin, que corou.

- Bom, er.. primo, certo? - Aquilo não era para ser uma pergunta, mas Jimin acabou se embolando nas palavras e tudo saiu enrolado. - Esses são meus amigos, Jungkook - Apontou para o moreno "criança em forma de adulto" ao seu lado e em seguida para o garoto pálido - e Esse é Yoongi.

- Beleza? - Perguntou Yoongi para o garoto a sua frente, que acabou ficando confuso e corou assim que percebeu o "significado" daquela pergunta.

- Eu, hm, acho que tenho. - Falou olhando para as próprias roupas, vendo que tudo estava em ordem e em seguida passou as mãos no cabelo para arrumá-lo.

- Tem? - Yoongi o analisou um pouco e acabou franzindo o cenho enquanto tentava entender aquilo, um choque de realidade praticamente deu um "tapa" na sua cara e mesmo que minimamente, suas bochechas queimaram. - Não foi isso que eu quis dizer, queria saber se estava bem. Acho que isso deve ser giria de 2015.

- Que?

- O que? - Yoongi se fez de desentendido e colocou sua melhor cara de confuso no rosto.

- O que você disse?

- Eu disse alguma coisa? - Olhou para os outros dois garotos em um pedido silêncioso de ajuda.

- Eu não vi nada. - Disse Jimin por fim levantando as mãos em forma de rendição.

Taehyung olhou para os três desconfiados, ele não tinha acreditado naquilo, óbvio que não. Ele ouviu ele falando alguma coisa, só não havia entendido o que era. Mas já que ele não queria lhe dizer o que era, não poderia sair forçando alguém que acabará de conhecer.

- Mas e então, Jiminnie. - Tae começou a falar, atraindo a atenção dos garotos para sí. - Como chegou aqui?

- Ah é, isso... Bom, - Jimin ainda não sabia o que lhe dizer, mal conhece aquele humano e o mesmo já era seu "primo". Tinha medo de falar algo errado e estragar toda a missão.

- Seu pai. - Disse Jungkook, salvando mais uma vez o amigo anjo. Não via problema em ajudar seu Hyung, sabia que era sua primeira missão e ele estava nervoso, mas ele tambem sabia que não podia ajudá-lo para sempre, ele teria a sua própria missão e então iria embora.

- Me surpreendo dele saber onde Hoseok mora. - Comentou ele, enquanto soltava uma pequena risada ladina.

Depois daquilo os quatro ficaram em silêncio, apenas olhavam um para a cara do outro sem saber o que fazer. Jimin olhava nervoso para Taehyung que lhe observava totalmente sorridente, enquanto Yoongi olhava para o nada com cara de puro tédio. Jungkook olhava para o mais velho irritado, o nome do outro humano havia sido mencionado e ele nem havia se tocado.

- Tsc - Jungkook estalou a boca e deu uma cotovelada em Yoongi que pareceu sair do transe, e percebeu do que eles estavam falando.

- Aa, Hoseok.. Pode me dizer qual é a casa dele?

Taehyung olhou para o garoto pálido com uma cara estranha, confuso. O garoto franziu o cenho e olhou Yoongi de cima a baixo, ficou òbvio por que ele estava assim e o anjo concluiu que aquela missão seria uma das mais fáceis. Ele estava com ciumes.

Yoongi queria rir da expressão daquele garoto, mas tinha medo de começar e morrer, Tae parecia querer sufocar o mesmo até a morte, só por ter mencionado o nome de seu Hyung.

- Hoseok? Não conheço. 

- Mas você acabou de falar dele - Jimin disse baixo o suficiente para que todos conseguissem ouvir, ele olhava para o chão. Estava confuso, o humano havia começado a agir estranho e aquilo deveria significar alguma coisa, só não sabia o que era.

- Falei? 

- Falou. E não adianta vir com uma de desentendido, só por que esta com ciumes não quer dizer que pode tratar as pessoas assim. - Yoongi havia dito aquilo tudo tão sério que Tae acabou ficando intimidado, ele tinha a postura rígida e os braços cruzados.

Taehyung mordeu os lábios nervoso e começou a olhar para os lados em busca de alguma salvação, era estranho aquele garoto estar querendo achar a casa de seu Hyung. Quem ele era? Hoseok nunca mencionou algum Yoongi em suas conversas, durante todos esses anos de amizade.

Ele estava prestes a dar alguma descculpa qualquer, quando uma mão tocou seu ombro e acariciou o mesmo, ele acabou arfando baixo e se virou para olhar o dono daquela mão, aquele que ele sabia exatamente quem era.

- Que susto, Tae. Achei que fossem os amigos de Minjae te amolando novamente. - A mão continuou em seu ombro enquanto ele olhava para o rosto expontâneo que Hoseok tinha. - Ainda bem que é o Yoongi- Hyung e seus amigos.

- Yoongi-Hyung? - Perguntou confuso, estranhando a intimidade com que ele mencionou o garoto pálido.

- Sim.. Vocês já se conheceram né? - Perguntou não entendendo a cara irritada que o amigo mais novo fazia.

- Já, sim. - Ele tirou a mão de Hoseok do seu ombro e cruzou os braços enquanto olhava feio para Yoongi, que tinha uma expressão divertida no rosto. 

- Hey, qual o problema? - Hoseok se virou para olhá-lo, mas Tae não respondeu e virou a cara.

- Verdade, Qual o problema TaeTae? - Yoongi perguntou enquanto se esforçava ao máximo para não começar a rir ali mesmo. O pálido recebeu um chute nas canelas, que nem precisou procurar para saber quem foi o culpado. - Jungkook, juro que da proxima vez eu te mato. 

- Para com isso então, não ta vendo que está irritando ele. - Sussurou o moreno no ouvido de Yoongi que apenas o empurrou para longe de sí.

- Você é tão cínico. - Tae comentou bufando, revirou os olhos e finalmente olhou para Hoseok que ainda esperava uma explicação. - Depois conversamos. Tudo bem, Hyung?

- Mas o que você tem? Está tão estressado. - Hoseok esticou a mao, tocando a testa do menor.- Você não está doente.

- Eu estou bem, Hyung. - Sorriu constrangido afastando a mão do mais velho de sua testa. - Passe amanhã na minha casa, certo? - Depositou um leve beijo na mão do mesmo que acabou corando de leve. - Tenho que levar, Jiminnie. Ele deve estar cansado da viajem.

- Tudo.. Tudo bem, então. - Ele balançou a cabeça positivo, ainda sem saber pelo que estava afirmando e sorriu de canto. - Eu vou lhe fazer companhia assim que o sol nascer novamente.

- Eu te amo, Hyung. - Taehyung o abraçou de forma possessiva e foi retribuido pelo mais velho um pouco sem jeito.

Yoongi começou a rir enquanto Jimin e Jeon olhavam aquilo constrangidos, estavam surpresos com aquela demonstração de Taehyung e tambem estava bem claro que ele fez aquilo para mostrar para Yoongi que Hoseok era seu "território". 

- Isso não está facil demais? - Perguntou Jimin olhando para os dois anjos ao seu lado.

- Já sabemos o ponto fraco dele, a melhor forma de fazê-lo ter demonstrações por Hoseok é o ciumes. - Yoongi sussurou para Jimin que ainda olhava sem entender aquela situação, que passou a ser ainda mais constrangedora quando eles começaram a se chamar por apelidos "melosos" e trocar "Juras" de amor, como"

" Own, eu te amo meu bebê. Não quero que vá embora."

Ou..

" Eu tambem te amo, muito."

" Eu tambem te amo, muitão." 

Aquela palavra existe? Se perguntou Jimin

" Mas eu amo mais"

" Não, bebê. Eu que amo mais."

- Hyung, eu acho que quero botar tudo para fora. - Comentou Jimin sussurando para Yoongi que estava fazendo uma careta estranha.

- Xingar?

- Vomitar, mesmo. - Fez um gesto que simulava vomito com a mão.

- Tambem quero.

- Eu estou achando tudo muito fofo - Jungkook disse sorrindo largamente, o que atraiu a atenção de seus dois Hyungs que lhe encaravam surpresos. - O que foi?

- Você é estranho, garoto. - Yoongi suspirou e então se direcionou para os dois "pombinhos". - Tudo muito bom, tudo muito ótimo. Mas e então?

- Desculpa - Hoseok coçou a nuca constrangido enquanto olhava para o chão.

- Até amanhã, Hyung. - Taehyung beijou a bochecha de Hoseok e se afastou.

- Não liga, kook. Eu tambem achei fofo mas é um pouco exagerado. - Jimin sorriu dando de ombros e se assustou quando Tae praticamente brotou ao seu lado.

- Você vai para casa comigo? - Perguntou abraçando o primo pelo pescoço

- Vou, sim. - Olhou para o garoto sorrindo.

- E você, Kook? - Perguntou para Jeon que lhe olhou surpreso, provavelmente por que ele havia usado seu apelido. Logo depois ele abaixou o olhar, triste e negou com a cabeça. - Por que?

- Eu só vim acompanhar os Hyungs, tenho que voltar para o Japão e terminar um trabalho. - Colocou as mãos dentro dos bolsos da própria calça e então levantou o olhar sorrindo pequeno. - Quem sabe quando eu terminar.

- Está bem, quer que nós te acompanhamos até o porto?

- Não, não se preocupem. Eu ainda vou fazer outras coisas antes de ir. - Explicou desconcertado e levantou uma mão acenando. - Até, hyungs.

O anjo voltou pelo mesmo caminho de terra pelo qual haviam chegado ali, os garotos o observaram se afastar até que sumisse de vista e voltaram a se olhar em seguida. Quando soube que ninguem mais o estava olhando, Jeon abriu as próprias asas e saiu do local voando, deixando apenas uma pequena cortina de poeira para trás.

- Vamos tambem, Hyung? - Perguntou Yoongi se aproximando de Hoseok.

Taehyung ao ouvir aquilo se virou rapidamente para olhá-los, os três presentes ali acabaram se assustando com o movimento rapido do garoto, principalmente depois que ele esticou o braço e puxou Hoseok para perto enquanto segurava seu pulso.

- Como assim "Vamos tambem, hyung?" - Franziu o cenho analisando Yoongi de cima a baixo, pela décima vez desde que havia o visto. - Que palhaçada é essa? 

- Tae, Yoongi é meu amigo. - Soltou a mão do garoto de seu pulso e lhe acariciou o rosto. - Eu disse que ele poderia ficar na minha casa.

- Mas Hyung..

- Não tem "Mas Hyung", ele é meu amigo e não tem que ficar com ciumes bobo - Hoseok acabou se exaltando um pouco, o que fez com que os outros ficassem em silêncio apenas o observando. Ele tinha a respiração descompassada e quando percebeu que tinha se exaltado tentou concertar a situação, o que não deu muito certo. - Nós nem temos nada, então.. só não fique assim, 'ta bom?

Yoongi acabou percebendo que NÃO, ciumes não era a melhor forma de demonstração do garoto. Aquilo era excessivo e não ajudava em nada, o engraçado forá que desta vez ele não teve a intenção de fazer ciumes para Taehyung, realmente só havia chamado o outro para ir para casa.

- Realmente, nós não somos nada e se depender de você, nós nunca seremos porque você é um covarde, Jung Hoseok. - Taehyung segurou a mão de Jimin e deu as costas para os outros garotos, ele começou a andar praticamente arrastando o anjo que tropeçava nos próprios pés.

- Não foi isso o que eu quis dizer, Taetae. Espera! - Hoseok gritou para o garoto que apenas lhe ignorou e continuou indo embora, ele queria ir átras do mesmo e se explicar mas teve seu ombro segurado por Yoongi.

- Melhor não, deixe ele esfriar a cabeça. 

- Será que ele tem razão? E se eu for mesmo covarde? - Perguntou para o amigo abaixando a cabeça aparentemente triste.

- Sabe que não. - Yoongi acariciou o ombro do amigo de leve como forma de confortá-lo. - Ele só estava irritado, não sabe o que fala.






Agora Yoongi sabia, aquela missão era mais complicada do que parecia.


Notas Finais


Tae ciumento,
Jimin perdido,
Jungkook boiando,
Hoseok lerdo e
Yoongi trollando.
Pois é, não vai ser facil mesmo kjdksj

Eu espero que tenham gostado e mais uma vez me desculpem pela demora, vou tentar não demorar.
Deixem nos comentários as suas criticas e opiniões, até o próximo capitulo.

KISSUS

Deêm uma olhadinha na minha One-shot do Jimin ⤵

O suicidio de Park Jimin
Link: https://spiritfanfics.com/historia/o-suicidio-de-park-jimin-9715956

Estou com dois projetinhos de Jikook, quem sabe em breve eu poste ❤
Em breve eu irei reescrever o primeiro capitulo, que eu achei meio tipo pombo e quero fazer algo melhor para vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...