História Anjo Caído - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Anjos, Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Demônio, Diabolik Lovers, Drama, Homem-lobo, Irmãos Mukami, Irmãos Sakamaki, Kanato Sakamaki, Karlheinz Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Magia, Novela, Reiji Sakamaki, Romance, Ruki Mukami, Sequestro, Sexo, Shin Tsukinami, Shuu Sakamaki, Sobrenatural, Subaru Sakamaki, Tortura, Vampiros, Violencia, Yui Komori, Yuma Mukami
Exibições 127
Palavras 1.427
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Josei, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


O capitulo é pequeno, não deu tempo de faze-lo maior ;p

Agora sim, vou ficar sem postar durante um tempo. Desculpa mesmo ;-;

Boa leitura... :-)

Capítulo 16 - Alguém Me Interna!


Fanfic / Fanfiction Anjo Caído - Capítulo 16 - Alguém Me Interna!

 

 

Pov´s Shin

 

--Então Karlheinz pretende ir nessa festa...? -- perguntei para Carla, que concordou com a cabeça e em seguida bebericando seu whisky puro. -- Se ele realmente for nessa festa, sera a chance perfeita para atacar-lo! -- sorri malicioso ao imaginar a cena de decepar a cabeça daquele filho da puta com minhas próprias mãos.

--Não é bem assim Shin, não seja tão impetuoso. Nós não vamos fazer nada com ele na festa. -- o olhei incrédulo.

Apertei meus punhos de puro ódio, qual o problema desse demente? Ele é burro ou é esse whisky já tirando seu raciocínio?

Eu e meu irmão estávamos na sala de estar, ele sentado em sua poltrona de couro refinado co um copo de whisky na mão, e eu jogado no sofá com os pés em cima da mesa de centro.

--Por que não?! Ah, qualé Carla, não desperdice essa oportunidade de ouro que nós temos para nos vingarmos daquele maldito, por acaso está com medo dele? - arqueei a sobrancelha curioso, o fitando sério.

--Não, eu não estou! A questão é que Karl é um político importante e incontáveis pessoas terão sua presença confirmada pelo princípio de Karl estar lá, além de vários seguranças o escoltando por todo  ugar que ele pensa em ir, qualquer movimento suspeito e estaremos fodidos!

--Tsc! -- murmurei irritado -- E qual é o seu grande plano, gênio? -- indaguei irônico.

Carla deu um riso fraco antes de responder, logo dando outra bebericada em seu whisky.

--Iremos entrar em seus negócios políticos e pessoais, conquistaremos sua confiança e indo destruindo tudo o que ele veio construindo durante todos esses anos. Sua fortuna se dispersará, sua reputação sera prejudicada junto com a confiança de seus aliados, que farão pouco caso dele. Karl ficará frágil, desesperado, angustiado e fraco. E essa sim, sera a chance perfeita para atacarmos! -- sorriu triunfante, já prevendo esse acontecimento.

--Até que o plano não é ruim, mas como pretende entrar nos negócios dele ou conquistar sua confiança? Aquele filho da mãe é muito esperto... -- indaguei receoso, esperando uma resposta bem convincente.

--Simples, devolveremos a Yui para seus filhos. -- falou como se aquilo fosse a coisa mais obvia e ciente a se fazer, me fazendo engasgar com minha própria saliva. 

Ele por acaso se drogou e eu não vi, ou foi aquele whisky já dando sinais de alucinação e perda de raciocínio?

--Ta brincando?! E o nosso plano de recriar a linhagem? Vai jogar tudo pelo ventilador por causa do Karl mesmo?! -- indaguei perplexo.

--Perderíamos a Yui mais cedo ou mais tarde, convenhamos. Acha que ele não iria mandar alguém para "resgata-la" de nós? Como a sua nova prisioneira que, se não me engano, se chama May. -- sorriu cínico.

--C-Como sabe que eu à trouxe aqui? -- indaguei espantado. Eu não dei nenhum motivo para ele desconfiar dela no me quarto, ou sera que dei?

--Eu não sou idiota, Shin. Conheço você como a palma da minha mão, sei quando está escondendo algo de mim. E também o cheiro extremamente agradável da garota fica circulando por toda a casa. Mas o que eu queria saber, é por que trouxe uma garota que quase resgatou Yui pelo seu descuido de ter saído com ela par não sei onde sem a minha permissão? -- perguntou num tom de advertência.

--Isso é coisa minha... -- dei de ombros, aquele assunto já estava perdendo seu foco.

--Que seja, contanto que ela não nos cause problemas... -- Carla se levantou e se dirigiu até a bandeja de bebidas mais á frente, preparando mais um copo de whisky -- Agora, vou explicar o meu plano...

 

 

[...]

 

Pov´s May

 

Me encontrava-se deitada na cama do pequeno sótão desde que Shin sumiu daqui, sendo aquecida pelo enorme cobertor de veludo cinza com mesclado de preto. Eu até poderia estar dormindo feito um anjo que eu sou (isso é sarcasmo, ok? Posso ser tudo, menos anja) se não fosse por um certo ruivo imbecil super gostosão não sair de jeito nenhum da minha cabeça, me impedindo de dormir ou até mesmo de fechar meus olhos.

Naquela vez em que ele me segurou por trás com aquelas mãos grandes e gélidas, com aquela piroquinha sambando no meu bumbum enquanto ele me prensava na parede, aquela voz extremamente sexy ecoando na minha cabeça, aqueles lábios molhados no meu pescoço no mesmo tempo em que me mordia da forma mais provocante possível. Que homem é esse?!

MEU DEUS MAY, OLHA O QUE VOCÊ TA PENSANDO?! Alguém me interna, pelo amor...

Imagina o que teria acontecido mais adiante? Só de imaginar o que aconteceria adiante, já sentia minha calcinha se encharcar excessivamente. Lentamente, levei uma de minhas mãos até a minha intimidade, começando um movimento lento com um dos dedos na região da vulva, sentindo a umidade da calcinha enquanto massageava aquele lugar. Não demorou muito e acrescentei mais dois dedos, acelerando os movimentos e forçando ainda mais.

Levei minha outra mão e abaixei a calcinha molhada até os joelhos, deixando livre minha intimidade para fazer o que estava pretendendo. Rapidamente voltei a massagear a área m volta da vagina, sem penetrar nenhum de meus dedos, ainda. Logo aumentei a velocidade do movimento, me fazendo soltar um leve gemido. Não demorei muito e enfiei os dedos pra dentro da vagina, penetrando rápido e com certa força, logo acrescentando mais um dedo.

Eu realmente estava me masturbado? Não que isso seja problema, até porque é bom  agradável se masturbar, mas a questão era o motivo de eu estar fazendo isso, eu nunca precisei me masturbar por ter vários nomes de gatões na minha lista telefônica. Mas eu realmente estava me masturbando pensando naquele ruivo idiota? Sério, alguém me interna!

Estava com quatro dedos na minha vagina, com movimentos de vai e vem bem rápidos e vigorosos. Não consegui conter meus gemidos, então mordi meu travesseiro para abafar meus grunhidos de prazer, não adiantou muito. Movimentava minhas pernas de forma irregular (tipo: estreitando mais pro lado esquerdo, ou para o direito, levantando mais, ou afundando-as na cama, etc) para facilitar no prazer da masturbação.

Já tava pouco me fodendo por usar a imagem do Shin pra me masturbar, só queria chegar no meu ápice logo e acabar com isso de uma vez antes que aquele infeliz venha e me veja nessa situação constrangedora.

Depois de míseros segundos de vai e vem, finalmente chego no alto do prazer, proporcionando meu orgasmo e relaxando meu corpo, sentindo um leve choque pelo mesmo. Estava toda suada, exausta, suja  e melada, precisava tomar um banho e depois cair na cama.

Retirei minha calcinha, peguei o resto de energia que tirei não sei de onde e me levantei na cama, caminhando até o banheiro com a calcinha na mão.

Como aquele filho da puta estraçalhou a porta, minha privacidade lá dentro era nula. Depois que ele foi embora, tirei a pota de dentro do banheiro e levei para um canto do quarto, varrendo lá dentro em seguida para deixar um pouco mais limpo.

Peguei a toalha de dentro do armário que tinha no banheiro, coloquei-a no porta-toalhas que ficava ao lado do box que era de vidro, da textura jateado, era quase impossível ver alguma coisa lá dentro, a unica "privacidade" que eu tinha lá. Tirei meu sutiã e joguei em algum canto do banheiro, entrando dentro do box em seguida e fechando a enorme porta de vidro.

Coloquei a calcinha na torneira entre um dos buracos da perna (eu iria lava-la durante o banho já que não tinha nenhuma máquina de lavar no quarto) e liguei o chuveiro. A água que caía era fria, perfeita para apagar o fogo do meu corpo.

 

 

[...]

 

 

De banho tomado, calcinha lavada e estendida junto cm a toalha em cima do box que servia de varal e devidamente vestida com uma camisola curta de seda branca, com botões na frente (a unica coisa que era do meu tamanho que tinha naquele troço!). Me dirigi até o interruptor e apaguei  luz, logo me joguei na cama e entrando debaixo das cobertas.

Me ajeitei na mesma, encontrando uma posição confortável pra dormir  deixando o sono me dominar. Meus olhos se fecharam lentamente, meu corpo entrou em relaxamento completo, até que...

--Ei! Acorda, vadia! Temos uma festa pra ir, lembra? -- já sabem quem é esse verme miserável que teve a ousadia de me acordar, né?

Shin, eu juro que eu te mato, esquartejo, estupro e te esfaqueio por interromper minha hibernação sagrada, seu gato e gostoso!

Alguém me interna, sério mesmo...

 

 

 

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Até um futuro próximo, amores.

AGRADEÇO O APOIO IMENSO QUE VCS ESTÃO DANDO NESSA PORRA, ARIGATO!!!

LEMBREM-SE: EU NÃO ABANDONEI ESSA PORRA, SÓ PAUSEI MESMO. OBRIGADA. DE NADA. <33333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333 <33333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...