História Anjo das sombras(imagine Park Jimin) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Anjo, Jimin, Maldição
Visualizações 496
Palavras 1.444
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiê,meus anjos.Como já disse,essa é minha sexta fic e vou tentar postar um capítulo por dia.
Boa leitura:*

Capítulo 2 - Sorte grande


Fanfic / Fanfiction Anjo das sombras(imagine Park Jimin) - Capítulo 2 - Sorte grande

(S/N) open
Sinto um gosto salgado na boca e abro os olhos.
-Mas que...
Hyuna se mexe e esfrega o pé na minha cara.Empurro seu pé para longe e me levanto.Cuspo o gosto de dedao e olho para o despertador.São 06:00.Me acostumei a acordar cedo.Tenho tanta coisa para fazer e nem um tempo a perder.Preciso achar um apartamento,emprego e ir na universidade verificar tudo.Hoje o dia vai ser cheio.Tomo um banho e me cuido.Pego minha mala e vejo o que vestir.Escolho uma calça jeans rasgada nos joelhos,uma camiseta dos minions e um sobretudo,para o caso de não ser recebida bem pelo corretor.Olho para Hyuna que ronca na cama de solteiro que dividimos na casa de Funny.Vou para a cozinha e faço um café.Deixo os cereais que minha maninha tanto gosta sobre a mesa e faço panquecas.Tomo o café,pego o jornal e saio.Vou ao ponto de ônibus e sento para esperar.A rua está vazia,mas sinto uma sensação familiar que sempre me causa arrepios.Essa sensação me acompanha desde que não me lembro.Olho para os lados e não vejo ninguém.O vento sopra forte e me trás um cheiro almiscarado.Não entendo mas me causa uma sensação boa.O ônibus chega e subo.
Chego até um prédio velho,caindo aos pedaços no meio de uma rua perigosa cheia de caras mau encarados.Olho para o corretor que me espera na porta e suspiro.
Sabia que deveria ter vindo de terno.
(S/n) close
Jimin open
Me pergunto o que essa garota pensa que está fazendo?Se ela acha que vai morar nesse lugar,está muito enganada.Nesse lugar ela não fica.Que estúpida.É aí que ela quer criar a irmã?
Só por cima do meu cadáver.Será que tenho que fazer tudo nesse lugar?
Me escondo entre as sombras e os sigo.O corretor é um homem careca e magro.Ele leva a burra da minha metade até um apartamento de dois cômodos empueirado e cheirando a mofo.Ela pode até pegar uma doença nessa friagem.
-O lugar é um pouco longe da universidade mas têm um preço bom-diz o corretor
Papo de vendedor
-Mas é um pouco perigoso-argumenta ela
Continue pensando assim
-É o único dentro do seu orçamento
Velho cretino.
-Mas...tenho uma irmã de 13anos.Não posso traze-la para cá.
-Veja só.Temos vários benefícios.O piso está bom-ele pisa em um azulejo.
Vamos botar ordem na casa
Abaixo e corro para as sombras.(S/n) parece me sentir,mas não faz nada.Coloco um dedo no chão e bato com o mesmo.Os azulejos em volta do homem se quebram e ele se assusta.
-Hehe.Podemos concertar isso-diz sem graça.
(S/n) coça a cabeça e faz cara de tédio.
-Mas o canos estão bons e não temos infiltrações-tenta o corretor.
Sorrio e bato na parede.(S/n) se assusta e logo um buraco se abre na parede de onde um cano quebrado jorra água.
-O senhor está de brincadeira?
Sinto sua irritação e contenho o riso.Adoro quando ela fica irritada.Suas bochechas coram e ela entra na defensiva.
-Me desculpe.Eu não sei o que está acontecendo.
-Está acontecendo que essa casa não presta e o senhor está me desrespeitando!
Essa é minha garota.
-Eu juro que verifiquei tudo ontem.
-Chega disso.Vou procurar outra corretora e farei uma reclamação direta ao seu chefe-ela aponta o dedo indignada
Conheço minha garota.Ela é esperta.Sabe se aproveitar da situação.Está fingindo para conseguir o que quer e está funcionando.
-Não.Por favor.Tenho outros apartamentos com o preço um pouco maior,mas muito mais bonitos.
-Então vamos sair daqui antes que a casa alague.
O homem chama o encanador e leva (s/n) para um prédio perto da universidade.Ele lhe mostra alguns apartamentos grandes e cheio de quartos.(S/n) não aceita nenhum.São grandes demais para quem quase não têm nada.O último apartamento é o ideal.Ele é pequeno mas grande o suficiente para duas pessoas.Têm uma cozinha pequena e dois banheiros.Um na suíte e outro perto do quarto que será de Hyuna.Vou cuidar para que isso aconteça.
-É perfeito-diz (s/n) com um brilho de esperança nos olhos-Quanto custa?
-O aluguel é $3.000.Com o salário do síndico e o condomínio somam um total de $8.000.
-Puta que pariu-ela arregala os olhos.
Calma,meu anjo.Não vai ser tão caro assim.
-De quem era esse apartamento?Do Michael Jackson?-reclama ela.
-Está até barato e só passa um pouco o seu orçamento.
-Pouco?Meu orçamento é de $4.000.Isso é o dobro.
-Sinto muito,mas é tudo o que temos.Esse está em perfeito estado.
Perfeito nada.
Me esgueiro como um rato nas sombras e faço um desenho debaixo da pia.Um simbolo de azar.Faço um corte na mão e esfrego o sangue no desenho enquanto faço uma reza.A casa treme e o armário estala.A pia faz um barulho e a torneira também.O tremor para e tudo dá errado.A pia transborda,as portas do armário caem e os sanitários enchem.(S/n) olha para o corretor que se descabela.
-Que tal $4.000 e eu conserto tudo sem incluir nada na conta de vocês?-pergunta com um sorriso travesso
Ah,esse sorriso.Como eu odeio.
O homem olha para ela e bufa.
-Tudo bem.Toma-joga a chave para ela-É todo seu.Assine aqui e pode ficar com essa espelunca.
Minha garota assina o contrato e sinto uma explosão de felicidade.Gosto de me sentir feliz e isso só acontece quando ela está.Desligo e registo e saio com ela.Passamos o resto da tarde andando atrás de emprego.Muitos a quiseram contratar,mas deu uma mãozinha para que não acontecesse.Não há nenhuma possibilidade de ela ser:
*Garçonete,Striper,Cozinheira,faxineira ou lavar pratos.
Quero mais para ela.E por isso fiquei confuso ao vê-la entrar em uma empresa.Secretária não é bem a cara dela.Depois de esperar duas horas para ser atendida,ela finalmente é chamada.Uma loira com corpo de modelo leva a baixinha cheia de curvas para uma sala.(S/n) é entrevistada por uma senhora gorducha e muito doce.Sinto cheiro do perigo.Deixo minhas assas expostas enquanto me escondo na sombra de uma árvore(Também achei estranho ter uma árvore na empresa).Sinto meus olhos arderem e sei que mudaram de cor.Devem estar cinza agora.Alguém além de mim a observa.Procuro e encontro um homem de terno,todo imponente e sério a olhando com os olhos carregados de desejo.Mordo o lábio com força e fecho os punhos.Odeio quando olham para ela assim.O cara faz sinal para a doce senhora que pede para (s/n) acompanha-la.Não posso entrar com elas e isso me deixa mais alerta e furioso.Não há sombra no escritório e não posso correr o risco de aparecer e assustar todo mundo.Fico ali tentando ouvir alguma coisa,mas não ouço nada.Vejo o cara sorri para minha garota e tento me controlar.
Controle.Controle.Uma ova!Ela é minha.MINHA!Ninguém têm o direito de respirar perto dela(autora:Credo.Que anjo mais possessivo)
A cretina sorri nervosa.
Esse sorriso é meu!
Ela assente e levanta.Suas bochechas estão coradas e sinto que está suando.
Esse suor é meu!
(S/n) sae da sala com um sorriso no rosto.O maldito fica olhando para a bunda dela.
Essa bunda também é minha!
Olho para a placa na porta do escritório.O nome do indivíduo e Jackson.Ele sorri enquanto minha gatinha passa e fito um quadro na parede ao lado da sua mesa.Faço o quadro cair e quebrar em pedaços.
Jackson.Você está na minha lista negra.
Acompanho minha garota até a universidade.Ela conhece o campus e pega um papel com horários.Percebo que ela não comeu nada o dia todo e me amaldiçoo.Preciso cuidar melhor da minha gatinha.Ela chega em casa quase morrendo e me controlo para não pega-la no colo e cuidar dela pessoalmente.Ela janta e conta as novidades para a irmã e a amiga.Parece que agora ela é secretaria do senhor Jackson.
Vamos ver por quanto tempo.
Olho para Hyuna enquanto sua irmã toma banho.
Você deveria ir até lá.Se esconda nas sombras do banheiro e aprecie a paisagem.Você sempre quis fazer isso.
Saiam pensamentos impuros.Nunca é o que quero e sim o que é certo!
Vou ao quarto dela que está dormindo serenamente.Cubro ela com o lençol e vigio seu sono.Ela parece um anjo.Hesito mas não posso evitar.Ergo a mão e acaricio sua bochecha.Fecho os olhos e sorrio.Sentir sua pele e a eletricidade passar por mim.Sempre acontece quando a toco.Uma onda de exitaçao me percorre e sinto um espasmo correndo até minhas partes baixas.(S/n) estremece e me aproximo.Gosto de sentir sua exitaçao que só me atiça.Ela é tão cheirosa.Meu corpo treme de luxuria e desejo.
Não se aproxime.
Ouço sua respiração e deslizo a mão pelo seu braço que se arrepia.O cheiro almiscarado que ela exala se confunde com o meu.Alguém abre a porta e volto para as sombras.Observo Hyuna deitar ao lado da irmã e abraça-la.Sinto inveja e ciúmes dela.Queria poder abraçar minha metade.Queria poder fazer o que eu quiser com ela.
Não muito longe.Estarei perto o suficiente para tocar em você.Quando isso acontecer você será minha.Com tudo o que desejo.Você será minha e poderei finalmente senti-la de verdade.


Notas Finais


Um anjo possessivo que não pode tocar na sua metade.Acho que Jimin precisa de tratamento.E você?Do que acha que ele precisa?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...