História Anjo Jimin - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 96
Palavras 612
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 39 - Melhor noite...?


Fanfic / Fanfiction Anjo Jimin - Capítulo 39 - Melhor noite...?

A dança estava calma e lenta, um circulo brotou em volta de nós dois, eram celulares gravando, tirando foto... Jimin é muito fofo!!

Jm- Está gostando? - sussurou no meu ouvido

S/n- não... - ele me deu um empurrãozinho e me olhou com cara de WTF - eu to amando! 

Jm- Ah, que susto.. Vamos sair de noite?

S/n- Sim..

} 18:30 {

O Jimin tinha pedido pra sairmos agora de noite, não faço a minima idéia de aonde que ele quer ir... Peguei uma roupa bonita ( foto do Cap)

Tomei um banho, nem lavei o cabelo por que eu já tinha lavado de manhã.

Taquei perfume de erva doce em mim, era um cheiro muito bom que aquilo tinha!

Jm- Está pronta?

S/n- Sim!

Eu acho que to diva... 

Enfim, saimos de mãos dadas, ele queria ir a pé mesmo.

S/n- Por que não vamos de carro?

Jm- Er... - eu vi que ele estava corado e com sorriso timido - queria andar... De mãos dadas

S/n- Que fofo!! - dei um pulinho e dei um beijinho na buchecha dele, que fez ele ficar mais corado ainda.

Nós andamos de mãos dadas, e chegamos num lugar que eu nunca vi... Eu acho..

Jm- Restaurante!

S/n- Yeeey ^o^ - Eu adoro comida de restaurante, sem ofensas..

Entramos de mãos dadas e sentamos numa mesa pra dois mesmo, era muito fofo aquele restaurante.

O jimin foi olhar o cardápio e colocou o óculos dele

S/n- Que fofooo - falei apertando a buchecha dele

Jm- Ai. Ta doendo!

S/n- Desculpa

Ele ficou coradinho, e chegou uma garçonete...

Garço.- Olá boa noite, o que desejam?

Jm- Er... Vou querer esse - falou apontando pro cardápio - e pra ela esse - nem pra me deixar escolher.

Garço- Bebida pra acompanhar?

Jm- Eu quero coca cola, e você amor?

Que fofo ele me chamando de amor , nhaaaaa

S/n- Água... Água com gás.

Garço- Certo, os pedidos já vão chegar.

Aquela mulher saiu da nossa mesa

S/n- Nossa, por que eu não pude ver o cardápio? Eu queria pedir a comida ;--; - falei chateada

Jm- É seu prato favorito , (seu prato favorito)

S/n- Eu gosto disso?

Jm- Ama.

Ele puxou a minha mão pra cima da mesa e ficou acariciando ela, o braço livre dele ficou pra apoiar com o cotovelo na mesa e a cabeça dele pra ficar me encarando

S/n- Er... Q-que fofo...

Jm- Eu sei que sou.

Ele dunada parou de me encarar e encarou algum lugar aí, bem assustado.

S/n- Ta bem?

Jm ps *on*

S/n- Ta bem?

Aish, não acredito...

EU NÃO POSSO VIVER EM PAZ?

***- Boa noite pro casal. Posso sentar aqui?

S/n- Si... - interrompi

Jm- Mas é claro que não! Tem muitas mesas aí no restaurante!

S/n- Jimin...

***- Tudo bem, eu sei, mas... EU JÁ ESTAVA SENTADO AQUI

Jm- Essa mesa ta com o seu nome por acaso?

***- Sim - falou apontando pra mesa 

Jm- Não tem nada aqui... - olhei pra mesa, quando eu virei, vi o maldito beijando a S/n com força - Demente!!!

Bem na hora que eu fui me levantar pra bater nele, senti dois braços me segurando por trás e me levando pros fundos do restaurante

Jm- Me larga!!!

***- Não querido 

Ah não... essa voz.

***- Sabe... Jiminzinho do meu core... Você vai deixar seu outro filho abandonado?

Jm- ELE NÃO... - ela me interrompeu com um tapa na cara

***- Entra no carro.

Falou me empurrando com força.

Jm- Pra onde ta me levando???

***- Não interessa - falou amarrando minhas mãos e colocando um pano na minha boca

Jm- Hmmm hmm - Aff que raiva

***- Amor, já pode vir pro carro - falou no celular dela

Eu vi o Maldito do Henrilee saindo do restaurante.

Jm- HM HMM HMMMM - eu ia tentar perguntar o que fizeram com a S/n

Henri- Vamos querida.

Ele deu partida no carro, eu e a vagabunda ficamos na parte de trás do carro

Ela ficou acariciando a minha perna... Enfim, queria me excitar.



Notas Finais


Desculpa pelo capitulo curto, é pq eu escrevi bem na hora de ir pra escola


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...