História Anjo Jimin - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 96
Palavras 960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 40 - Sequestro?


S/n ps *On*

Dunada, eu senti um beijo, e tudo se apagando...

Jm ps *on*

***- Amor... Quando chegarmos em casa ele vai ter o castigo.

Jm- Hmm hmm - Tentei falar

***- Isso, fica quietinho... Vai ajudar muito.

Jm- HUUUUUM - berrei

***- Não vai chamar a atenção de ninguém gritando... - falou arranhando a minha coxa. - Ah, a s/n...

Dunada os dois caíram na gargalhada

O que eles fizeram com ela???

Henri- Haha! Foi foda

Eu começei a chorar.. Ela não!! Logo ela!?

S/n ps *On* 

Tudo foi clareando, senti pessoas em volta de mim.

**- Está bem?

*?*- Ela está acordando!!!

***- Menina?

S/n- Hun? - falei assustada

***- Você estava apagada.. O que houve?

S/n- Não me lembro... - dunada eu senti uma dor forte perto do coração - Aaai!

*?*- O que?

Eu não posso ter um ataque cardíaco... Não posso.

Jm ps *on*

***- Cachorrinho bom... Me trate igual aquela puta que você chama de amor.

jm- Hm - Mexi a cabeça fazendo um não.

Ela meteu um tapa na minha cara e apertou com muita força o pano na minha boca, e deu um soco.

***- ME OBEDECE, SENÃO A SUA S/N SAI FERIDA, TALVEZ NEM VIVA...

Aff, vão mexer com ela... Eu começei a chorar.

***- Me trate daquele jeito - falou tirando o pano, e eu já fui respirando pela boca com tudo

Jm- C-certo A-a-amor - estava doendo demais a minha boca e eu já estava chorando muito.

Henri- Para de chorar!!!

***- Parece menininha, haha!

Jm- V-você me ma-machucou. - falei encarando ela.

***- Eu sei - falou acariciando minha cara e dando um beijo horrivel.

Henri- Que cena mais linda!!!

***- Ah, quer ver uma coisa meu bem?

eu olhei pra janela e vi que estavamos no meio de um mato, e tinha uma casinha bem aleatória ali no meio.

***- Sai logo do carro!

Jm- C-como meu a-amor? E-estou Amarrado!

Henri- Se vira - os dois riram

Eu fiz força pra levantar, me arrastar, mas nada...

***- Fracote. - falou me desamarrando - se sair correndo você vai ver.

Ela me desamarrou e foi me empurrando para atrás do carro.

***- Sabe o que tem aqui?

Jm- O-o que?

Ela abriu o porta malas e tinha uma criança morta... Era o menino que dizia que eu era o pai dele...

Jm- POR QUE FEZ ISSO?

Ela me deu um chute , quase acertando meu ponto fraco

***- Não grita!!

henri- Vem - falou me segurando por trás e me levando pra tal da casa aleatória ali.

***- Vai ficar aí... - falou me empurrando pra um quarto sem janelas, e uma porta, era um quarto 100% vazio. - até amanhã amor.

Ela saiu e trancou a porta. Aish... Meu celular deve estar no bolso...

E está! Esses dois são burros! Haha.

Eu tirei ele do bolso sem fazer barulho, e vi a bateria no finalzinho, eu tentei ligar pra policia, mas não tinha sinal. Aish.

Fiz muitas coisas pra tentar me tirar dali... *Bateria fraca* Aaaaaaaah

Sentei num canto do quarto e tentei dormir pra me acalmar...






Henri- Acorda ,bela adormecida...

Acordei do pior jeito

Jm- O que quer??

Henri- Vai morrer de fome mesmo?

Jm- Não!

Henri- A comida já ta chegando, e uma surpresa - sorriu de canto e saiu da salinha que eu estava.

Dunada apareceu a puta com uma langerie muito... Muito... Ah, não! E um... Tablet na mão...

***- Bom dia amor - falou me dando um selinho - trouxe uma surpresa...

Jm- O que?

***- Aish - puxou minha orelha - Me trate igual a puta!

Jm- O que você tem aí meu amor?

***- Um video da sua amada...

Jm- O que ocorreu com ela meu bem? - falei me segurando de raiva.

Ela mostrou o tablet e tinha uma foto dela ensanguentada num chão... Não era o chão de casa... Era uma mata.

Jm- O QUE FEZ COM ELA???

***- o que ela merecia... Está com fome?

Jm- Obvio!

***- vem comer - falou tirando a langerie - mas antes... AMOR!!

O henrilee apareceu com um colchão no quarto... Ela vai me comer, é isso mesmo? Eu não quero matar minha fome assim..

O que aquela idiota fez com a minha S/n? Segurei o choro pra mim não ser mais agredido...

***- O chão é duro... Que nem você deve estar agora.

Jm- É sim meu amor...

***- Me mostre seu brinquedo.

Ela falou tirando a minha calça, e minha box...

***- Você não está duro... - falou me dando um tapa na cara

Jm- Desculpa, não sou eu quem controlo isso!

***- FICA DURO AGORA!

JM- NÃO DÁ! - tomei um soco na barriga, eu gospi um pouco de sangue.

***- Da sim... AMOR! VEM AQUI!

ele chegou com uma mala na mão... Ela pegou uma agulha e enjetou em mim...

..

...

  ...

...

...

 ...

....

...

Acordei com algo muito diferente, parecia que tinha algo a menos no mundo... Será que eu estou sentindo que mataram a S/n? aAh não, não podem ter feito isso...

Eu começei a chorar fitando o teto, deitado naquele chão duro..

Henri- Jimin! Preciso da sua ajuda.

Jm- O que quer??? - falei bravo

Henri- NÃO FALA ASSIM COMIGO! - Me deu um soco no meu peitoral - Carreguei seu celular e vi mensagens de preocupação... Mande um video para os seus "amigos" - fez aspas no amigo.

Jm- Aish... - ele me entregou o celular e eu vi mensagens do Tae, Hoseok, Namjoom e do Jin...

Eu abri na câmera e começei a gravar um video fingindo estar bem

Jm- Oii omma - o primeiro video foi pro Jin - Eu estou bem sim!!! Eu só estou viajando... Sabe... A vida ta dificil, hehe - dei uma risada forçada e parei o video.

Henri- Parabéns... Vá atuar na televisão, seu lixo!

Jm- Aff 

Henri- Hunf - me bateu na cara - Já ta bom de videos, até mais.

Jm- Mas eu estou com fome!!

Henri- Vai apodrecer aí...

Ele saiu batendo a porta, e trancando... Eu berrei de raiva, o mais alto que eu pude

Jm- SEU DESGRAÇADO!!! VOCÊS VÃO MORRER! - eu escutava risadas do maldito do lado de fora...

Eu me joguei no chão com tudo, e senti uma dor forte na minha perna, e senti falta de algo...

Jm- Ah não...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...