História Anjo Suicida - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Cartas, Cortes, Depressão, Drama, Fim, Revelaçoes, Suicidas, Textos, Vida
Exibições 18
Palavras 618
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 29 - Give me love two


Você não imagina a dor que você me causou, as feridas ainda não cicatrizaram, estão aqui pra me lembrar todos os dias que você se foi, e não volta mais. Que você fez outras escolhas, e que eu não estou nelas. Que você viu que não era a minha mão que você queria estar segurando. As coisas estão mais claras pra mim agora. Você sempre me teve fácil demais. Eu fui tão boba, eu fui tão sua, mas você nunca foi meu. Você não faz ideia de como está sendo difícil ter que desistir de você. Saber que você me iludiu com todos os “eu te amo” falsos que me disse. Que você nunca soube o que queria de verdade.Que você, que eu achei que seria diferente dos outros, mostrou-se igual. Se mostrou egoísta, pensando só em si mesmo. Você se mostrou tão babaca quanto o resto. Eu esperava de você ao menos a verdade, e nem isso você foi capaz de me dar. Simplesmente partiu, optou pelo mais fácil, sem se importar com todas as dificuldades que eu iria enfrentar. Seguiu em frente, enquanto eu fiquei parada no tempo esperado você voltar. Agora, acho melhor eu seguir em frente também. E que a cada passo que eu der, o que eu sinto fique mais distante, e que com o tempo, as feridas se curem e esse sorriso falso que estampa meu rosto hoje, seja substituído por um muito mais verdadeiro, e que a dor fique no passado junto com o resto das lembranças. Lembranças que você me deixou. Lembranças de todos os momentos que passamos juntos, de como eu era feliz ao seu lado. E por isso, eu te deixo o meu muito obrigado. Não guardo magoa ou rancor de você, a vida é tão confusa, as emoções nos pregam tantas peças, espero que você esteja fazendo a escolha certa agora. Te deixo também meus votos de felicidade, os mais sinceros, te quero bem garoto, não duvide disso. Não importa se isso não vai ser do meu lado mais. O amor nos causa essas sensações estranhas, pois ao mesmo tempo que eu sinto que deveria te odiar com todas as minhas forças, eu só consigo te desejar coisas boas, desejar que você não passe pelo mesmo que você me fez passar. Seja mais decidido daqui pra frente garoto, isso facilita muito as coisas. Todas as suas decisões tem consequências, e a maioria não afeta só você. Se você para pra pensar, essa indecisão vem te rondando tem algum tempo. Você nunca soube muito bem o que queria. Não teria sido mais fácil se você tivesse decido no inicio ? As feridas seriam menores agora. Pensar faz bem. Queria que o nosso “pra sempre” tivesse durado mais tempo. Queria ter vivido com você todos os planos que eu havia feito pra “nós”. Mais chega, chega desses pensamentos que andam me levando até você. Chega dessa saudade de todos os carinhos, abraços, beijos. Isso tudo tem que ir embora, assim como você fez.  Andei me preparando pra esse dia, desde quando você me disse que se cansava fácil das coisas, das pessoas, nunca acreditei que você se apegaria tanto, igual eu me apeguei a você, mais no fundo me restavam esperanças, esperanças que andaram alimentando minha ilusão tanto quanto você. Mais na teoria as despedidas são mais fáceis. Esse é meu adeus garoto, já que nem isso você nos permitiu. Um adeus, ou um até logo, não se sabe se a vida vai insistir em “nós”, assim como outras vezes. Fica bem, se cuide. Lembre-se que ainda estarei aqui, se um dia você precisar. Acima de tudo, sempre fomos amigos e você sempre será um dos meus melhores amigos



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...