História Anjos caídos - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Caídos, Colegial, Mistério, Romance
Visualizações 10
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oie oie lindinhas e lindinhos!! 😍😘
Aaaaah demorei um pouco né? Me desculpem eu estava com alguns probleminhas mas aqui está mais um capítulo gostosoninho prá vocês!! (feito com muito carinho aliás) 💓👏
Aproveitem a leitura e me desculpem por qualquer erro de português. 😉😙

Capítulo 5 - As aparências enganam


Fanfic / Fanfiction Anjos caídos - Capítulo 5 - As aparências enganam

Duas semanas depois da morte dos pais de Alone..

Já faz duas semanas que Alone não vai a aula e parece que uma anjinha começou a revelar seu lado sombrio, um obcecado em dar em cima de garotas está ficando gentil e alguém está com fé que pode voltar a andar (vamos torcer por isso viu)

Enquanto isso na escola 

- Dês de quando você achou que eu ia te querer meu bem? Eu apenas estava um pouco mal em certas matérias e decidi de usar, Sabe eu precisava ter notas boas em todas as materias para poder ir pra Paris.. Hahahaha!! Você fez tudo que eu precisava muito obrigado meu querido! - Maria beija a testa de Hyrato que a empurra saindo do local.

Bruna que estava por perto e vê tudo decide não se meter para não gerar mais confusões. Mas ainda falando sobre os alunos da sala, Henrique infelizmente teve uma briga feia com o pai na semana passada e decide ir morar com sua mãe e olha que surpresa ela mora na frente da casa de Sophia.

- Sério? Na frente da casa dessa garota mãe? Não tinha lugar melhor não? - Henrique fala desapontado enquanto entra com as malas na casa.

- Ué? Cadê o garanhão pegador das novinhas? - a mãe ri dando leves batidas nas costas do filho entrando em casa.

- Ele cresceu mãe.

Os dias vão passando e assim como Alone, Henrique sofre por seu pai ter matado duas pessoas e mesmo assim não querer assumir o erro, mas voltando ao assunto da escola está no grande dia do concurso de handebol no qual Edward iria participar, ele estava nervoso não se sentia bem, saber que sua amada não estaria ali para torcer por ele e nem pra dar um beijo confortante de boa sorte o deixava de coração partido mas não a tempo para isso, o jogo começa.

Gol do time adversário! E a torcida vai a loucura enquanto Edward se sente mais e mais desapontado.

Gol do time adversário! Assim foi até marcarem 5 à 0. Não dava pra acreditar que toda aquela preparação, o treinamento e tudo mais não valeram para nada, parece que todo o esforço dele foi descontado em seu término com Lorena.

Lorena depois de toda a confusão decidiu ir passar uns tempos na casa de suas tias em Portugal, ela queria refletir sobre o que estava fazendo da vida e queria decidir o que iria fazer dalí pra frente.

Na casa número 19 na rua Gonzales, Alone não sai de sua casa nem para ir no mercado ela mal comia, sentia falta do amor e carinho dos seus pais, parecia que aquilo era culpa dela e a dor de ver famílias passando pela calçada de sua casa toda hora que ela observava pela janela do seu quarto a deixava cada vez mais para baixo. Ninguém veio visitar a garota, não por mal mas como parecia não ter ninguém em casa pois depois do enterro de seus pais Alone simplesmente sumiu do mapa todos acharam que ela tivesse ido para a casa de algum parente ou algo assim.

No dia seguinte (Sábado de manhã)

- Mãe eu vou ver se a Alone está em casa, talvez ela tenha voltado pra buscar suas coisas. - Bruna sai de casa levando alguns Cookies com gotas de chocolate (Hum que delícia em, Bruna vem me visitar por favor ksks)

Toc toc..

Alone desce calmamente as escadas para abrir a porta quando vê Bruna sorrindo e logo abraçando a amiga.

- Oii.. Pensei que você estivesse ido embora? Aliás, trouxe pra você alguns cookies com gotas de chocolate eu mesmo que fiz. - ela diz colocando a cesta em cima da mesa da cozinha.

- P.. Poxa.. Obrigado Bruna isso.. isso é muito gentil da sua parte.. - Alone fala um pouco rouca e esfregando os olhos que estariam inchados de tanto chorar.

Bruna animada pula pro sofá colocando um filme na televisão e convidando a menina pra sua festa de aniversário, ela sabia que estava em cima da hora mas ela queria que Alone estivesse lá.

- Você precisa ir por favor! Isso vale muito para mim.. E aliás a festa é a fantasia !! Ah olha o Fred!! - ela se concentrava na televisão.

- Hã.. OK.. - Alone fala sentando ao lado de Bruna que esta concentrada assistindo o filme e logo abraça o braço da amiga.

"Obrigado meus lindos, eu sei que vocês estão ai seja aonde for cuidando de mim.." Alone sente que ainda existem pessoas que a amam como Bruna que agora pode ser sua verdadeira amiga. Epaaa! Falando em amiga parece que precisamos falar na inimiga ou seja "Sophia" (Huahuahauah desculpa eu não resisto)

E na mansão

- Aii qual é o seu problema isso dói!!! - Sophia grita com a enfermeira pessoal.

Pra explicar melhor Sophia havia ido participar de uma festa a fantasia na faculdade do primo aonde o tema era "E se nada der certo" infelizmente a garota foi vestida de empregada (que na minha opinião é uma profissão que deve ser respeitada) e acabou apanhando de alguns alunos, ela está toda machucada e ainda com os dois olhos roxos (ela mereceu né).

Hyrato começou a fazer fisioterapia, os pais dele tem fé que ele ainda possa voltar a andar assim como Henrique que anda acompanhando o amigo todos os dias.

Falando em Henrique ele está bem mudado, devolveu o carro para o pai e disse que não queria cometer os mesmos erros agora ele cuida da mãe e de sua irmã mais nova Cândida de 9 anos (eu acho esse nome fofo ta) ela é super fofa e é fã de rock (adorei essa menina) geralmente ele leva ela no parquinho do parque aonde várias pessoas iam pra fazer piquenique e coisas do dia-a-dia um lugar ótimo aliás, e falando em meninas Henrique parou com aquela obsessão boba de sempre dar em cima das garotas.

Maria conseguiu uma bolsa de estudos e está indo para Paris viver a vida que sempre sonhou, mas isso pode durar muito pouco se ela continuar a ridicularizar os outros como ela anda fazendo.

(Aaaah achou que eu ia esquecer do Axel né?)

Bom, ele está na casa da sua mãe verdadeira pois ela acabou ficando doente e ele decidiu ir cuidar dela por um tempinho (sim ele é adotado genteee).

A vida de todos está prestes a mudar totalmente mas isso é meio difícil de dizer se será para melhor ou pior.


Notas Finais


Esse foi o capítulo meio tranquilinho né gente!! 💁🙈
E parece que teremos festa no próximo capítulooo aliás e a fantasia, que fantasia você usaria? 🎉🎈
Será que Bruna conseguira tirar Alone dessa sad? 😖💜
Axel adotado?? QUE BABADO EM!! 😱😶
Até o próximo capítulo, beijinhos com carinho!! 💋😻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...