História Anjos caídos - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Caídos, Colegial, Mistério, Romance
Visualizações 9
Palavras 1.631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Chegueeeiii, cheguei chegando bagunçando a zora toda!! 👏🙆
Oie oie lindinhas e linhos! Tudo bom contigo? 😊😘
Olha mais um capítulo chavoso aqui pra vocês!! 🔑😂
Desculpem qualquer erro de português e Aproveitem a leitura tomando sorvete hahaha 🍦😋

Capítulo 6 - A Festa


Fanfic / Fanfiction Anjos caídos - Capítulo 6 - A Festa

Na manhã seguinte Alone acorda com o braço dormente parece que Bruna o usou como travesseiro, as meninas estavam tão concentradas no filme que acabaram pegando no sono e a pobre da Bruna não pode nem avisar sua mãe que já havia a ligado 5 vezes.

- Ops, Alone eu acho que é melhor eu ir? Tudo bem pra você né.. Te vejo mais tarde na minha festa, as 19:30 viu?

 - Ok eu vou estar lá! – Alone acena para a amiga que sai toda descabelada sem nem se dar conta. – Tchau macaquinha hahah.. 

Alone decide preparar um café, ela se sentia bem aquela amanhã, ter uma companhia naquela casa vazia era ótimo para ela. Enquanto o café esquentava Alone vai até o banheiro, faz sua higiene pessoal e coloca uma camisa velha e grandona que ela se sentiu confortável afinal só ira sair mais tarde para a festa de Bruna. 

Henrique está sentando observando Hyrato na fisioterapia e ele está se saindo muito bem, os médicos deram 70% de chances que ele vai voltar a andar se continuar assim esforçado e determinado. 

Henrique se sente feliz pelo amigo e assim que acaba leva Hyrato para tomar um sorvete já que ele precisava pedir um conselho. 

- Sabe Rato, agora que eu estou tentando mudar me lembrei daquela garota a Alone. – ele falava como se não se lembra-se dela todos os dias. – Eu acho que seria legal eu me desculpar com ela e talvez ir vê-la. O que acha?

 - Olha eu sinceramente acho uma boa ideia e já que isso tudo que aconteceu te mudou para melhor que tal levar algumas flores para ela? - Hyrato propõem para o amigo apontando para uma lojinha de flores do outro lado da rua.

 - Obrigado meu amigo, obrigado mesmo! - Henrique abraça o amigo e corre comprar as flores, as mais cheirosas e bonitas.

 Sophia que estava se recuperando do seu “pequeno erro” foi para o spa com sua avó e neste momento estava falando com Maria por vídeo chamada enquanto uma moça massageia seus pés. - Aí Maria você está me fazendo uma falta, aonde vou arrumar outro nerd pra fazer minhas coisas? - Sophia fala olhando as unhas das mãos falando pra manicure que queria o esmalte rosa chiclete.

 - Desculpa amiga mas sabe né. Meu futuro não é nesse lugar de gente pobre. – neste momento Maria desliga. 

- Argh.. Ainda vai voltar a comer na minha mão essa idiota.. Aí!! Isso aqui não é açougue pra você estar tirando bife sua doida!! Se bobear não ganha dinheirinho extra sua pobre mal criada!! 

- Desculpe senhorita Sophia, mas é que a senhorita não para de se mexer e.. – Sophia olha para a manicure com um olhar matador e tudo fica em silêncio.

 Lorena ligou para Edward umas 10 vezes só essa semana e ele não atendeu nenhuma vez e ela até deixou mensagens.

 Lorena: Oie End, ah a gente podia se falar eu andei pensando e a gente precisa resolver isso igual aos adultos que nós somos né?

 Lorena: Olha quando quiser falar me avisa vou estar te esperando beijos Lorena! ;) 

Edward via tudo e até queria responder mais isso para ele não era o certo então achava melhor ignorar antes que o piora-se. 

Henrique já está na porta da casa de Alone com um buquê de rosas vermelhas lindas e gigantes enquanto está tomando coragem para bater na porta.

 Toc toc..

 Alone imagina ser Bruna que acabou esquecendo o celular em cima da mesa e deve ter vindo buscar então decide abrir com a camisetona (camisola, chamem como achar melhor), assim que ela abre a porta e se depara com Henrique segurando um buquê de rosas e olhando para ela com uma cara estranha acaba ficando corada e nervosa. 

- H.. Henrique? O que v.. você está fazendo aqui? - ele entrega o buquê para ela e a da um beijo na testa à deixando ainda mais corada. 

- Então, depois de tudo que aconteceu eu comecei a pensar nos meus erros e queria pedir deculpas por tudo que eu fiz sabe. - ele leva a mão até o cabelo o arrumando.

 - Ah sim.. Esta bem.. - Alone se sente deconfortavel por estar vestida daquele jeito na frente de um garoto. - Ah, quer entrar? 

Henrique está entrando na casa quando tropeça no degrau da escada caindo em cima de Alone fazendo o buquê voar para outro lado, os dois se olham quase se beijando quando Bruna chega. 

- Oi gente! Ta tudo bom? Tipo eu acho que vocês deviam fechar a porta antes de fazerem essas loucuras sabe. – ela ri entrando na casa indo direto a mesa pegar seu celular. 

Alone cerra os olhos empurrando Henrique para longe. 

- Não é nada disso Bruna, alías o Henrique já está de saída né Henrique? - Alone fala segurando a porta para ele sair. 

- Ah claro eu já estava indo, então se vemos na festa Bruna. - ele pisca pra ela fazendo uma dancinha chegando perto de Alone e sussurando em seu ouvido. - Eu ainda vou te provar que eu mudei e que você me ama. – ele corre pra fora quando Alone bate a porta forte. 

- IDIOTA!! 

Bruna ri da situação da amiga mas se sente culpada por cortar o clima, mas ela precia ir pra casa falta pouco tempo para se arrumar para a festa. Então ela da tchau para a amiga e vai embora.

- Affuu.. - Alone se senta escorada na porta. - O que eu vou usar nessa festa? - Ela se lembra do que Henrique tinha falado da primeira vez que eles se viram então ela lembra que sua mãe tinha guardado no guarda roupa uma fantasia de vampira que Alone não quis usar no último halloween. Ela corre pro quarto dos pais e assim que coloca seu pé para dentro sente seu corpo pesar. Ela imagina estar tudo bem então pega a fantasia que estava limpinha e guardada com o maior cuidado correndo pro seu quarto a colocando e se olhando no espelho. 

- É, mamãe tem bom gosto. Que bom que está roupa ainda me serve. - enquanto ela se arruma percebe que a uma rosa em seu cabelo logo a pegando e percebendo que a um papelzinho aonde estava escrito.

 "Não seja má comigo, te mostrarei que meus defefeitos podem virar qualidades. Eu prometo!"

 - Esse garoto é meio fora.. Rsrs.. – ela ri guardando a rosa e o bilhete na gaveta de seu criado mudo. 

• Algum tempo depois 

Na festa de Bruna já se pode ver varias pessoas fantasiadas por ali.

Um coringa dando encima da Alice do país das maravilhas. Um grupinho de pessoas vestidas de personagem de Naruto. Anjinhos e demoniozinhos assim como vários outros mas principalmente Bruna já está vestida de Pocahontas, e como vários linda aquela menina.


 Ainda à pessoas chegando na festa de Bruna quando Alone chega abraçando a amiga a parabenizando e dando o presente.

 - Uau amei sua fantasia!! Bem vampiresca!! Hahahaha.. - Bruna fala sorrindo.

- Também amei a sua senhorita - Alone também ri.

- Aí aí.. - Bruna fala quando percebe que Henrique está chegando vestido de Drácula. - I lá vem escândalo.

 Alone se vira olhando a fantasia de Henrique e ele olhando a dela os dois ficam corados quando seus olhares se encontram e acabam soltando um sorriso bobo um para o outro quando Henrique se aproxima e diz.

 - Vampirinha? Gostei da fantasia. – ele fala calmamente sorrindo e beijando a testa de Alone. 

- Me.. Me desculpe por hoje mais cedo sabe? Eu acabei tropeçando e.. e eu sou um desastrado m.. mas confesso que gostei.. – ele cora desviando o olhar.

- Não foi nada, aliás ninguém se machucou né, mas agora me responde uma coisa?

 - Sim, o que? – ele olha para ela com dúvida enquanto os dois caminham para dentro de casa.

 - Vampiros usam tanto perfume ou você passou por charme? - os dois caem na gargalhada.

 A música começa a tocar e Henrique já pula para a pista de dança chamando Alone que se nega a ir por não saber dançar então se senta em um sofá e fica tomando refrigerante enquanto observa varias garotas se aproximando de Henrique.

 "Ele não muda, não tem jeito hahaha!". Alone pensa quando vê Henrique vindo em sua direção.

 - Da pra dançar não melhor ficarmos aqui sentados sem gente suada por perto. - os dois riem novamente e a noite vai passando e os dois ficam à conversar conhecendo um ao outro.  

A noite chega ao fim e todos estão indo embora quando Bruna se aproxima dos dois.

- E aí pombinhos, aproveitaram a festa? - Bruna provoca os dois enquanto ri.

- Aí Bruna!! - os dois gritam em coro enquanto se levantando rindo.

- Bom a gente já vai indo, né Alone? - Henrique pergunta enquanto Alone acente com a cabeça já parada na porta.

- Nossa está muito frio.. - ela cruza os braços tentando se aquecer quando Henrique a abraça começando a andar pela calçada.

Alone cora mas fica em silêncio ela queria apenas aproveitar o momento que deixava seu coração bater forte e seu rosto queimar de vergonha. 

Logo os dois chegam em frente a casa de Alone que agradece pela companhia de Henrique e já está se virando para entrar na casa quando Henrique a puxa pelo braço a deixando colada ao seu corpo.

- Obrigado pela noite e agora que sou seu amigo pelo menos se despeça direito né!

Os dois se olham quando Henrique se aproxima do rosto de Alone a dando um beijo no canto da boca saindo sem falar mais nada, ela o observa ir embora quando entra para casa e sobe as escadas se atirando em sua cama lembrando detalhe por detalhe daquela noite.


Notas Finais


Aiiii que romântico 😍💓
Gente que capítulo fofis ❤
Vocês shippam Henrilone? (Não achei nome melhor ksks vocês tem alguma ideia?) 🙈😂
Tomara que tenham gostado, beijinhos com carinho!! 😘💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...