História Anjos Da Noite - Capítulo 47


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes
Tags Descendentes, Sobrenatural
Visualizações 10
Palavras 293
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Luta, Magia, Mecha, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Sobrenatural
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 47 - Little Rock...


Fanfic / Fanfiction Anjos Da Noite - Capítulo 47 - Little Rock...

Pov's Mal

Saindo da cidade pego meu celular e jogo na estrada,sigo a viagem parando só para beber,comer,usar o banheiro e dormi ao anoitecer.Acordo pego minhas coisas,deixo a chave do quarto na recepção e sigo viagem,depois de umas horas chego em Little Rock minha cidade natal e vou em direção a casa que tenho na cidade .Chegando lá estaciono a moto,abro a porta e largo minhas coisas e saii.Fico andando pela cidade e logo percebo que estou sendo seguida por demónios devio deles no meio das pessoas fazendo eles irem para um beco,pego o cristal e passo em cima da marca de invisibilidade pego a espada e entro no beco,pego um por trás e enfio a espada nele,no outro corto sua cabeça e o outro? O machuco um pouco e o deixo vivo pois alguém tem que continuar a contra as histórias.Saio dali vou num bar bebo um pouco e volto a andar pela cidade,depois de um tempo volto pra casa,entro e "alguém" coloca uma espada no meu pescoço ele estava atrás de mim.

Joce: -Quem é vc e o que faz aqui?

Ele falou e conheço essa voz de algum lugar olho pra espada e vejo que é a que nosso pai nós deu,ele estava com uma mão na espada e outra no meu ombro para não me deixar escapar mas conhecendo a Jace séria facil de me soltar.Dou uma cotovelada na cara dele,depois um chute na boca do estômago e seguro o barço q ele segurava a espada e o jogo no chão fazendo a espada cair lá no outro lado da sala e eu ficando em cima dele.

Mal: -Olá irmão.

Jace: -Maligna!?Quando voltou?!

Mal: -Tu sabes que não gosto que me chamem pelo meu nome! E chegei hoje irmão.


Notas Finais


Fer...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...