História Anjos do Caos - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taegi, Taehyung, Yoongi
Exibições 147
Palavras 1.229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite pessoal!
Gente do céu, que calor é esse?
Desculpa os erros, se o cap estiver pombo.
Boa leitura e espero que gostem.

LÉSGOU!

Capítulo 7 - O Namorado Flopado do Hoseok - Operação: Jikook, Pt. III



XXXXX


Anteriormente nessa merda...


- SURPRISE MOTHERFUCKER!


- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHH!


XXXXX


JUNGKOOK


- O que você faz aqui? Cadê o Taehyung? - Eu perguntei enquanto tapava meu corpo nu com o lençol.


- Ele está na cama do Yoongi. - Jimin respondeu e eu o olhei torto. Garoto afrontoso. - Acho melhor você desistir. Eles se amam e dessa vez o Taehyung não vai ser trouxa de deixar o Yoongi pra ficar com você.


- Eu pensei que você me amasse!? - É normal atacar quem ama?


- E eu amo, mas não sou cego. - Ele respondeu sentando-se na cama.


- Você está me dizendo que o Yoongi é melhor que eu? - Eu não conseguia acreditar no que aquela baleia me dizia.


- O que você acha? O Yoongi é lindo, fofo, atraente, talentoso e várias outras coisas que não tenho tempo pra citar. - Eu inflei as bochechas em raiva.


- Você gosta de mim. Você tem que me achar perfeito, não o Yoongi. - Eu não entendia muito bem o porquê de eu estar tão irritado. Talvez fosse meu ego que havia sido ferido.


- Eu também esqueci de mencionar que ele beija muito bem. Que língua é aquela. - Jimin comentou rindo baixo. Puta.


- Vocês já se beijaram? - Eu quase gritei.


- Nós ficamos durante uns meses quando você e Taehyung estavam juntos. - Jimin respondeu dando de ombros. Gente, que absurdo! O garoto diz que me ama e fica se agarrando com outro.


- Eu vou matar você! - Eu disse e corri em direção a cama e uma expressão de surpresa formou-se no rosto do platinado a minha frente.


- O que você tá...Aí! - Acertei seu rosto com minha mão ouvindo o estalo alto. Vocês me achariam estranho se eu falasse que senti um leve prazer naquilo?


- Por que você fez isso? - Jimin perguntou alisando sua bochecha vermelha. Não respondi nada, apenas gargalhei. - Eu cansei de você. - Jimin disse antes de me empurrar, me fazendo cair de bunda no chão. Eu não conseguia ver meu rosto, mas eu aposto que tinha um grande ponto de interrogação nele. Jimin sempre me tratou bem e de repente me empurra com uma força que eu não sabia que ele tinha.


- O que foi isso? - Perguntei baixo após alguns minutos de silêncio. Eu não queria aceitar, mas eu estava com um pouco de medo dele. Jimin estava sentado de lado na cama evitando olhar para mim, mas eu conseguia ver seu rosto avermelhado.


- Eu só estou cansado disso, cansado da minha vida e principalmente, cansado de você. - Eu arregalei os olhos com a última parte de sua fala.


- Cansado de mim? - Perguntei mais para mim mesmo do que para ele.


- Sim. Eu sempre fiz de tudo por você, sempre te defendi quando os meninos implicavam com você. Sempre te protegi dos garotos da escola. Você se lembra de quando eu apanhei por você? - Ele perguntou e eu neguei com a cabeça. - É claro que não lembra, doeu em mim e não em você. E sabe, ver você correndo para longe sem mover um músculo pra me ajudar doeu mais do que todos os machucados deixados no meu corpo por aqueles caras. - Jimin despejou tudo e eu me senti horrível novamente. No entanto, dessa vez eu não iria dizer "foda-se" e continuar cometendo os mesmos erros.


- Me desculpa? - Eu pedi ao abraçar Jimin por trás, mas Jimin se soltou brutamente e se afastou.


- Não. - Ele disse de costas pra mim. - Você causou muito mal não só a mim, mas a todo mundo perto de você. - Jimin disse indo em direção ao banheiro do quarto.


Eu chorava baixo encolhido naquela cama enorme. Será que todos estavam certos? Afinal, eu realmente era uma pessoa ruim? E se eu morresse, eu faria falta a alguém?


Enquanto meus pensamentos me torturavam, eu senti meu celular vibrar no criado mudo e andei lentamente o pegando. Havia uma mensagem nova do Henri.


"A vida está te dando uma chance de mudar e consertar tudo. Não deixe ela passar."


Henri estava certo. Era hora de deixar o passado para trás e ir em busca de coisas novas.


XXXXX


JIMIN


Eu estava cansado de sofrer, cansado de chorar, mas quando se tratava de Jeon Jungkook tudo tendia a terminar em lágrimas. Foram anos de rejeição, eu precisava e tinha que dar um jeito de esquecê-lo.


- Eu vou te esquecer Jeon. - Eu disse fitando meu reflexo no espelho. Meu rosto estava vermelho e meus olhos extremamente marejados, eu me sentia patético. Eu era patético.


A porta atrás de mim abriu-se tão rapidamente que eu não consegui identificar quem havia passado por ela, quem estava me abraçando por trás. No entanto, eu sabia muito bem quem era. Cheirava a problema, cheirava a Jeon Jungkook.


- Jungkook... - Eu disse baixinho e senti o mesmo fungar no meu pescoço. - Vai embora.


- Por favor, não faça eu me arrepender disso. - Eu não era o único com a voz embargada.


- Disso o que? - Eu perguntei imóvel.


- Isso. - Jungkook disse me virando para que eu ficasse frente a frente com ele.


Minhas lágrimas rolaram ao sentir os lábios do mais novo selados aos meus semelhantes. Fechei os olhos aproveitando o contato, pois não sabia até quando aquilo iria durar. Senti as mãos alheias tocando-me a cintura me trazendo para perto, levei minhas mãos aos ombros do Jeon. O de cabelo castanho pediu passagem com a língua na intenção de aprofundar o ósculo, e logo cedi ao sentir uma de suas mãos erguendo meu queixo. Jungkook separou o ósculo afim de dar uma atenção especial ao meu pescoço. Joguei minha cabeça para trás pronto para ter meu pescoço violentado pela língua e lábios do mais novo que o fez com maestria.


Após deixar várias marcas no meu pescoço, Jungkook voltou a me beijar enquanto adentrava minha calça com sua mão. Começou a me masturbar lentamente enquanto chupava-me a língua me fazendo delirar em prazer. Eu estava tão excitado que me desfiz em poucos minutos. Jungkook levou seus dedos sujos de sémen a minha boca para que eu os chupasse e assim o fiz. Chupei seus dedos como se fossem um pirulito saboroso, os deixando limpinhos. Jungkook me disse para ficar de quatro no chão e assim o fiz. O mais novo me penetrou com um, dois, três dedos me fazendo sentir um incomodo enquanto meu ventre trabalhava em expulsar o invasor.


Rebolei sobre seus dedos ao sentir o incomodo ir embora e o mesmo entendeu o recado se posicionando para me invadir, o fazendo sem hesitação. Eu gemi alto ao sentir aquele volume me adentrar e Jeon começou a alisar minhas costas com uma de suas mãos. Após me acostumar com a invasão, Jungkook começou a investir. Começou me estocando devagar me fazendo arfar em deleite, enquanto meu corpo pedia por mais contato. Jeon aumentou a velocidade trazendo-me a sensação de que meu corpo explodiria em excitação. Me derramei uma segunda vez e senti o mesmo acontecer com o mais novo que deitou por cima de mim. Ele beijou meu ombro me abraçando por trás antes de repousar sua cabeça. Eu nada disse, apenas fechei os olhos e me permiti sorrir.









Notas Finais


Eu achei que ficou horrível esse capítulo e vocês?

Até o próximo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...