História Anjos e Demônios - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Anjos|demônios|amor|disputa
Visualizações 67
Palavras 1.013
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi; turu boum? Espero que gostem do capitulo, tenham uma boa leitura'h♥

Capítulo 46 - Sonho


Fanfic / Fanfiction Anjos e Demônios - Capítulo 46 - Sonho

《♡¤|Yang lee narrando|¤♡》

Duas semanas depois da... de que Kookie foi embora, e eu ainda acordava chorando todas as noites. Eu sentia falta dele, queria ele perto de mim. Era sexta, acabei de chegar da escola. Corria para o meu quarto e de Yang mi e me joguei na cama. Fiquei aqui o dia todo, mesmo Yang vindo me chamar para sair. Eu voltei a me alimentar direito, graças à Jimin. Ele ficou durante três dias vindo verificar se eu estava me alimentando, e ele continuaria vindo até hoje se eu não jurasse de pé junto que ia ter uma alimentação saudável. Ele alegava se preocupar comigo por conta dos sentimentos do Kookie, mas eu não sei se Jungkook gostava mesmo de mim. Eu lembro que, na festa de aniversário da S/n, ele me puxou e me beijou, mas estávamos bêbados, talvez foi efeito da bebida, ou ele simplesmente teve vontade de beijar alguém é me beijou. Não acreditava que um garoto fofo e... eu não sei explicar, tinha algo nele que era diferente. Aliás; não só nele, mas em todos os eles(A: Pra quem não entendeu, com o "eles" ela se referiu aos bolinhos♡). Jimin e eu nos tornamos bons amigos, um consolava o outro. Eu nunca tinha percebido o quão amigos eram Jimin e Jungkook. Dava pena de ver Jimin perdido no mundo. As vezes eu o olhava, e via a mim. Eu estava do mesmo jeito que ele. 

A porta do quarto foi aberta.

Yang mi: Você não foi jantar, te chamei umas cem vezes! O Jimin não vai gostar de saber disso!-- Ela falou meio irritada. Já era noite? Eu nem percebi, aliás, nem escutei ela me chamar. Não a respondi. Ela pegou seu pijama e foi se vestir no banheiro do quarto. Uns minutos depois, ela voltou para o quarto e se deitou em sua cama.-- Boa noite, vê se come alguma coisa de madrugada...-- Ela disse sonolenta e apagou a luz e ligou seu abajur.

--Ok, boa noite...-- Não obtive resposta.

{...}

Umas horas se passaram, eu não conseguia dormir. O que está dando em mim? Eu já tinha evoluído dessa fase, agora estava na fase de acordar chorando.  Me agarrei ao travesseiro e virei para a parede. Fechei meus olhos com força, me forçando a dormir. Não consegui. Abri os olhos e me deitei reta na cama. Minha visão ficou um pouco embaraça, mas aos poucos foi se firmando. E então, com a pouca luz do abajur, foi possível ver a silhueta de um homem. Me assustei e me sentei assustada.

--O que...-- O estranho levou seu dedo indicador até meus lábios me calando.

??: Shhhh... Assim você vai acordar sua irmã.-- Essa voz... eu conheço, a reconheceria de qualquer lugar. Arregalei meus olhos. 

--Jungkook...? Mas... Você está morto, como-como isso é possível?-- Perguntei o mais baixo possível. 

Jungkook: Eu voltei para te ver... eu vi você chorando no meu enterro, Yang lee... eu, eu... eu li sua carta.-- Meu queixo caiu. Como ele leu? Eu estou sonhando? Não, se eu estivesse sonhando, eu não conseguiria pensar.-- Eu sinto os mesmo sentimentos. Eu também amo você, Yang lee. Eu não quero que você chore pela minha morte, quero que você seja feliz. Você não pode parar de comer, pense em mim. Não pense em mim como uma pessoa que morreu, e sim, como alguém que te ama e se preocupa muito, muito mesmo, com você. Eu te peço isso, não quero vê-la sofrer.-- Eu comecei a chorar. Ele gostava de mim? Ele me amava? Jeon Jungkook me ama. Como isso é possível? Ele se importar comigo... eu só posso estar sonhando, ele está morto, isso não é real, talvez agora se possa pensar nos sonhos, eu não posso estar acordada.-- Ei, ei, ei... Não chore, eu não quero isso... Você chora, e me a vontade de chorar também! Esta vendo?-- Ele estava chorando agora também. Nós nos abraçamos. Afastamos o abraço. Ele continuava chorando, eu também. Se isto fosse um sonho, eu não queria que acabasse. Era esse os motivos de minhas lágrimas.

--Não chore, Kookie, eu te amo.-- Peguei seu rosto entre minhas mãos. Sua pele era tão macia.-- Feche os olhos, biscoito.-- Disse ainda mais baixo. Ele sorriu e fechou os olhos. Suas lágrimas continuavam descendo. As sequei com um beijo em cima de cada pálpebra e depois dei um selinho na pontinha de seu nariz fofinho. Feito isto, o soltei e deixei as minhas lágrimas caírem. Ele abriu os olhos e continuou sorridente. Eu sorri, mas continuei chorando.

Kookie: Minha vez, princesa.-- Sussurrou calmo. Fechei meus olhos e esperei que ele fizesse o mesmo que eu, mas ao invés disto, ele me tomou meu rosto em suas mãos e me beijou. Eu abri os olhos de surpresa, mas depois cedi e me entreguei ao momento, fechando os olhos para sentir mais o beijo. Ele foi se inclinado, me fazendo deitar na cama. Eu estava amando aquele momento, não queria que ele terminasse nunca. De repente, ele se afastou. Mas eu me mantido de olhos fechados, queria continuar sentindo sua boca na minha.-- Yang lee, por favor, não fique doente, fique bem... Você pode se arrepender por não ter me contado antes... por favor, não me esqueça. Por favor... Não fique doente, não fique sozinha... Não fique triste por causa de mim.-- Quando ouvi essas palavras da boca dele, abri meus olhos, mas eu não o vi ali. Me sentei na cama sobressaltada.

--Jungkook...-- Disse trêmula.-- JUNGKOOK!-- Chamei por seu nome gritando. Ele não estava aqui? Comecei a chorar. Não de tristeza, de felicidade. Eu sonhei com ele. Yang mi se sentou em sua cama assustada.

Yang mi: O que foi? Outro pesadelo?-- Ela perguntou preocupada.

--Não... foi um sonho... um sonho tão bom, parecia tão real.-- Disse feliz.

Yang mi: Então vá dormi, amanhã me conte como foi o sonho...-- Ela se deitou. Me deitei também. Sorri olhando para o teto. Este foi o melhor sonho da minha vida, tudo era tão real. Mas... eu não me lembro de ter dormido. Estranho... mas é claro, isto só pode ter sido um sonho... um sonho muito bom.


Notas Finais


Pessoinhas que saíram do cu de alguém, me desculpem pelo capítulo curto, na verdade, esse "sonho" era pra ter acontecido no capítulo anterior, mas o capítulo ia ficar incrivelmente gigantesco e eu estava com preguiça de escreve então fiz separadamente.

Quando eu estava imaginando este capítulo(Eu imagino todos os capítulos na minha mente detalhadamente antes de escreve-los, assim é mais fácil quando for descrever os detalhes da cena), eu acabei chorando, achei muito fofo, muito mesmo, eu tenho uma mania de ler os capítulos desta fanfic, e este foi de longe, o que eu mais gostei de escrever e vou ler ele mais tarde.

Eu tô muito feliz por esse capítulo, eu realmente estou me sentindo totalmente satisfeita com ele, e realmente espero que vocês também tenham gostado tanto quando eu!

Amo vocês, até o próximo capítulo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...