História Anjos e Demônios - Capítulo 48


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Anjos|demônios|amor|disputa
Visualizações 63
Palavras 1.525
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá leitoras! EU DESENCALHEI!! CHUPÁ MUNDO! Meu irmão dizia que eu ia ficar solteira pra sempre por ser viciada nesses "Japoneses viados" e por ser dependente de um "Biba loka" HAHA TÔ NAMORANDO, OTÁRIO! E eu pensando que ia me casar com o Justin e sequestrar os bolinhos pra mim... doce ilusão... MAS SABE QUAL É O MELHOR DE TUDO? Meu namorado... É ARMY!! Ele TAMBÉM é viciado no Bts, ele vive e respira Kpop! Tô feliz da vida, achei que nunca conheceria um garoto ARMY e GDeus me presenteou com meu puJinzinho♥
Ah, tô só esperando meu irmão vir aqui em casa, vou esfregar meu namoro na cara dele. CHUPÁ IGOR! Tô Tao feliz!

Capítulo 48 - Sai da minha casa, agora.


Fanfic / Fanfiction Anjos e Demônios - Capítulo 48 - Sai da minha casa, agora.

《♡¤|S/n narrando|¤♡》

Me deitei na cama e cubri. Suga continuo sentado e começou a cantar, como a voz dele era linda.

Fall(Everything) Fall  (Everything) Fall  (Everything) heuteojine 

Fall (Everything) Fall (Everything) Fall (Everything) tteoreojine 

Nae ttaeme na ireohge manggajyeo Geumahallae ije neo an gajyeo Motagasseo mwot gataseo 

Jebal pinggye gateun geon samgajwo

Niga nahante ireom an dwae Niga han medeun mareun andae Jinsereul garigo nal jjijeo nal jjigeo na michyeo da silheo jeonbu gajyeoga nan niga geun miwo

But you're my everything, you're my everything, you're my, everything, you're my

Jebal jom kkeojyeo huh! 

mianhae, I  hate u!! Saranghae, I hate u!!

I need you gilr, wae honja saranghago honjaseoman ibyeolhae. I need you gira,  wae dachil geol almyeonseo jakku niga piryohae.

I need you girl, neon areumdawo!! I need you girl, neomu chagawo!! 

I need you girl, I need you girl, I need you girl, I need you girl!

{...} 



A voz dele era mesmo linda, mas não lembro o resto da letra, pois eu dormi.

《♡¤|Suga narrando|¤♡》 

Depois que a S/n dormiu, eu parei de cantar e me aproximei dela, fiquei mexendo em seu cabelo e me assustei quando ela puxou meu braço me fazendo ficar bem mais próximo a ela. A chuva ainda ia forte, se eu quisesse ir embora teria que esperar ela parar. Mas eu já estava ficando com sono, então resolvi dormir um pouco, acho que não faz mal eu dormir aqui só está noite

[Na manhã seguinte]

《♡¤|Jin narrando|¤♡》

Acordei oito horas da manhã, hoje era sábado, nada de aula, aleluia. Tomei um banho rápido e olhei a hora. Será que a S/n ainda está dormindo? Eu preciso falar com ela... mas não pode ser por telefone, acho melhor eu ir lá agora. Eu também preciso falar com o yoongi, sinto que devo pedir desculpas à ele. Eu não tenho o direito que dizer que ele não pode gostar dela, quem não devia gostar dela é eu. Pelo o que ele disse, é passou a gostar dela antes de mim, eu não acredito que eu namoro a garota que meu amigo gosta. Me sinto tão mau por isso... 

Fui até o quarto de Yoongi; mas não tinha ninguém. Ele não deve ter voltado ou deve ter levantando já... Não, pera... o Yoongi de pé antes das 11 em um sábado, não existe! Bom, fiz o café da manhã dos meninos e sai rumo a casa de S/n.

{...}

《♡¤|Allyson narrando|¤♡》

Acordei sonolento, estava indo tomar café, não tinha ninguém na sala. Papai e mame devem estar trabalhando e S/n, dormindo. Tomei meu café e fiquei assistindo "Apenas um show". 

A campainha tocou.

--Ah, essa hora da manhã?-- Bufe e fui abrir a porta. Olhei pelo olho mágico e vi a cara feia[A: Sqn] do Seokjin. Abri a porta e o olhei sem animo-- Ela tá dormindo, volte mais tarde.-- Disse com voz de sono.

Jin: Não, tudo bem, é importante, eu acordo ela.-- Ele insistiu e eu dei espaço para ele entrar. Voltei para o sofá enquanto ele subia as escadas.

《♡¤|Jin narrando|¤♡》

Cheguei na porta do quarto dela, não estava trancada, mas mesmo assim bati, educação né gente! 

Ninguém respondeu, por isso antes  a porta de vagar. Botei primeiro a cabeça, depois entrei no quarto por completo. Quando meus olhos varreram o quarto, e pararam sobre a cama dela, não acreditei no que vi. S/n e... SUGA! dormindo, abraçados, como isso é possível? O QUE ELE FAZ AQUI? e na cama DELA?! NA CAM A DELA!! Não, não pode ser verdade, ela não faria isso, isso é uma miragem, não é real! Ela se mexeu e abraçou a cintura dele e ele pôs os braços em torno dela. Meu queixo caiu. Eu não posso estar vendo isso, não, não, não! A raiva tomou conta de mim, eu só pensava em uma maneira de matar esse amor dentro de mim. Em um ato que nem eu consegui controlar, fui até a cama e puxei Yoongi com força, ele acordou assustado e ela também, antes que qualquer um de nós falasse alguma coisa eu acertei um soco nele. Ele ainda estava sonolento e caiu para fora da cama. Ela se levantou assutada e correu até mim me impedindo de chegar perto dele, mas não adiantou, eu chutei ele na cintura e nas pernas. Eu nunca pensei que bateria nele, mas ele dormiu com a MINHA NAMORADA!! E eu estava me sentindo culpado! Que raiva de mim mesmo, sou um idiota. Ele estava sonolento e não conseguia fazer nada, a não ser se encolher. Ela começou a me puxar e mandar eu parar gritando coisas que eu não entendia pois eram ditas em português.

S/n: KIM SEOKJIN, PARA, VOCÊ TÁ DOENTE?!-- Ela finalmente resolveu falar na minha língua. Eu parei e olhei nos olhos dela e vi indignação.-- O que você pensa que tá fazendo? Você bebeu? Sério, você precisa se tratar urgentemente, não pode sair espancando as pessoas sem motivos, imaturo!!-- Ela fazia gestos exagerados. Como assim sem motivo? Ela me trai, com o meu amigo,  e eu não tenho motivo? 

--VOCÊ SABE QUE EU TENHO MOTIVO,  S/N! VOCÊ SABE MUITO BEM DISSO!-- Gritei irritado. Ela arregalou os olhos. Suga se pôs de pé com dificuldades e parecia não intender o que estava acontecendo.

S/n: EU NÃO SEI DE PORRA NENHUMA! VOCÊ QUE ESTÁ VENDO COISAS!-- Ela apontou o dedo na minha cara.

--VENDO COISAS? SIM EU ESTOU VENDO COISAS, VOCÊ ME TRAINDO COM O YOONGI!!-- Berrei olhando no fundo dos olhos dela e eles se encheram de lágrimas. Isso me doeu, mas era a verdade, eu vi. E depois do que ele me disse ontem... eu tenho certeza, ela me traiu com o Suga.

S/n: EU NÃO TRAI VOCÊ COM ELE, EU NÃO SOU VOCÊ, SEOKJIN!-- Não entendi suas palavras.-- É SÓ UMA GAROTA SE JOGAR PRA CIMA DE VOCÊ E VOCÊ JÁ FICA COM ELA, TENHO CERTEZA QUE SE VOCÊ NÃO TIVESSE QUE VIR PARA A MINHA CASA TERIA TRANSADO COM A MENINA DA FOTO!!-- Ela me acusou. Pisquei diversas vezes, era isso mesmo que eu havia entendido? 

--MAS É CLARO QUE NÃO!!-- Berrei indignado. Allyson apareceu no quarto.

Ally: Gente, só passei pra lembra vocês que temos vizinhos...-- Ele saiu andando sem esperar resposta.

Yoongi: Olha, eu estou boiando! Como assim, você chegou me batendo do nada, não entendi! Foi pelo o que eu disse ontem? Aish, que motivo idiota...-- Ele revirou os olhos. Fui avançar nele, mas S/n não deixou.

--VAI DEFENDER SEU AMANTE?!-- Nem pensei, quando vi, já havia dito.

S/n: AMANTE?!! EU NUNCA TE TRAIRIA, SEOKJIN!-- Ela disse incrédula. Falsa.

--Chega... eu não vou ser corno, acabou... Não somos mais namorados.--Disse triste. Ela ficou mais surpresa ainda.

S/n: VOCÊ ESTÁ ME LARGANDO?-- ela berrou.-- Ok, Seokjin... quer terminar tudo? Termine! Eu não ligo, tocando o foda-se pra você! Eu acho até melhor, não sou obrigada a aguentar um louco que invade meu quarto, soca as pessoas do nada, grita comigo e ainda diz que eu tô dormindo com o seu amigo! Eu não preciso disso, eu preciso que você vá lá e tome no cu!! Porque, não é porque você seja um "anjo" que eu não vá encontrar alguém melhor que você! Eu não preciso que você fique comigo, eu posso arranjar outro namorado, é só um relacionamento, não é como se você estivesse me matando, eu não ligo. Eu vou arranjar alguém melhor que você, que não fique duvidando de mim, porque é isto que você está fazendo agora! PORQUE VOCÊ É BURRO E NÃO ENXERGA QUE EU TE AMO! Ou amava, porque eu não vou amar alguém que duvide dos meus sentimentos. Sabe, pode ser difícil de te esquecer, mas tem outros garotos que podem me ajudar, você sabe né?! O Peter é um deles, por falar nele, ele beija muito melhor do que você! Eu também posso namorar o Suga, não é você que está dizendo que eu e ele temos algo?! Pois então! Você é um tremendo pau no cu em pensar que eu trairia você... mas eu não vou ficar insistindo, quer ser burro? Seja, não ligo! Como eu disse, Tocando o foda-se pra você! Agora eu te peço que não fale comigo, não olhe para mim, não diga meu nome, não pense em mim, se me encontrar na rua finja que não me conhece , se estiver na mesma calçada que eu, mude de calçada, porque se eu olhar nessa tua fuça, eu viro a minha mão na tua cara, te juro!-- Ela disse calma, mas pude claramente ver raiva em sua cara.-- E mais uma coisa... SAI DA MINHA CASA, AGORA!!-- Ela gritou. Fiquei imóvel.-- Meu bem, você quer morrer? Tá aqui ainda por que, huh? SAI JÁ DAQUI!!-- Ela foi até a porta e apontou. Lancei um olhar matado para Suga, ele continuava sem entender nada. Sai do quarto e fui para a sala. Allyson me esperava com a porta aberta com um sorrisinho cínico no rosto.

Ally: Porta da rua é serventia da casa, NÃO volte sempre.-- Ele disse sarcástico dando ênfase no "não". Bufei e sai batendo o pé.


Ela me expulsou? Não, me humilhou na frente do Suga! Aposto que todos nessa rua ouviram. Eu não consigo acreditar, além de me trair, ainda que me dar lição de moral? Eu não mereço isso!


Notas Finais


Vocês acham que o Jin está certo ou errado? Eu acho que ele deveria escutar ela primeiro pra depois tirar suas conclusões. Ele está sendo muito estúpido, sério... Ah, eu amo o Allyson, adoro as ironias dele! "Gente, só passei pra avisar que temos vizinhos..." kkkkk "Porta da rua é serventia da casa, NÃO volte sempre." Kkkk esse garoto vai me matar um dia!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...