História Anjos e Demônios - Capítulo 48


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Anjos|demônios|amor|disputa
Visualizações 98
Palavras 1.953
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oih, gente, acabei de olhar aqui os favoritos, eu queria agradecer, CINQUENTA E UM! Parece pouco, mas para uma fianfic feita POR MIM é muito!! Então eu queria só agradecer, sério, obrigado por vocês que estão lendo, gastarem seu tempo com esse ser retardado que sou eu! Eu amo muito você que está lendo, mesmo que não comente, eu juro que te considero pra caralho!!


BOA LEITURA, CREMOSOS!! Pera... que porra é essa que eu falei agora? Exclui comentário, não... Cremosos? Só posso tá com demência...

Capítulo 48 - Voltar


《♡¤|Suga narrando|¤♡》

Eu estava sem entender, o que aconteceu? Por que o Jin me bateu? Ele... AAAAH entendi! Ele achou que eu e a S/n... hã? Não! Aquele cara é retardado, ele é burro demais. Ela ama ele, como ele pode pensar isso logo... dela!!? Ela... ama ele, ele não pode e nem deve duvidar dela e nem tem porque duvidar! 

Assim que ele saiu, ela ficou olhando fixamente para a porta, sem dizer uma palavra. E depois de alguns minutos, ela caiu de joelhos no chão e começou a chorar. E agora? Eu não sei o que fazer! Não é muito normal uma garota se ajoelhar e chorar na minha frente... ela parecia uma criança indefesa chorando porque perdeu um doce. Aquilo partiu meu coração. Me aproximei dela e passei meus braços em volta dela a puxando para mim fazendo-a cair sobre mim. Ficamos sentados no chão, eu a abraçando por trás e ela em meio às minhas pernas com as mãos no rosto chorando e soluçando. 

--Não chora... ele foi um idiota, você nunca trairia ele... Você vai ver, ele vai ir para casa, vai pensar no que disse e vai te pedir desculpas e...-- Fiz uma pausa.-- Vocês vão voltar a ser um casal.-- Disse triste.

S/n: Não... Não vamos voltar a ser um casal! Já estou cheia dos ciumes dele... ele sente ciúme do Baekhyun, de você... Quando ver, ele sente ciúme até do Eduardo... O EDUARDO!-- Ela disse frustrada.-- E... ele bateu em você... e pior, insinuou que EU dormiria com VOCÊ namorando com ELE! Se ele realmente pensou nisso, ele não me conhece. Não me... merece.-- Ela disse seca. 

--Ele só está de cabeça quente...-- Eu pareço masoquista, defendendo o namorado ou ex namorado da garota que eu amo. Era pra eu estar feliz, mas não consigo vê-la triste. E se ela for ficar feliz ao lado dele, então ela tem que ficar ao lado dele... mesmo que doa. 

S/n: Como eu disse para ele... eu não ligo. Não vou ser tratada assim e nem vou deixar ele tratar as pessoas que eu gosto desse jeito. Imagina se eu e o Dudu estamos fazendo as nossas coisas, tipo, pegar na mão, andar abraçado, deitar a cabeça no colo um do outro... eu nunca iria me perdoar se ele batesse no meu maninho.-- Ela suspirou. Tirei suas mãos de seu rosto e comecei a brincar com elas.

--Você está certa... Não pode deixar que esse ciúme dele atrapalhe... mas também não pode perder o...-- Não tive coragem de falar.

S/n: O...?-- Ela me estimulou.

--Não, esqueça...-- Neguei. Eu ia dizer, "o amor da sua vida" mas eu não quero dizer em voz alta isso. Seria demais, não aguentaria. Na verdade, me dói saber que EU não sou o amor da vida dela. Suspirei pesado.

S/n: Vamos deitar mais um pouco? Eu tô com sono ainda...-- Ela parecia uma criança esfregando os olhinhos.

--Ok...-- A soltei e levantei mas ela continuou sentada.-- Levanta?-- A cutuquei. Ela esticou os braços e me chamou como um bebê quando quer colo.

S/n: Me carrega...?-- Perguntou manhosa. Bufei e a peguei no colo e a levei para cama comigo. Tentei deita-la, mas ela não me soltou então deitei com ela sobre o meu corpo. Aquilo era estranho, parecíamos um casal. Ela realmente estava com sono porque foi só eu mexer em seu cabelo que adormeceu. Logo em seguida, eu dormi também.


《♡¤|Jimin narrando|¤♡》

Era cedo ainda, estava eu o Taehyung e o Hoseok na sala quando o Jin passou que nem um furacão furioso. Eu não entendi, mas não era bom perguntar. Taehyung e Hoseok tentavam me fazer rir, mas não adiantava muito. Eu não conseguia sorrir, sabendo que o meu... melhor amigo... está morto. É muito difícil isso, o Jungkook... era como um irmão para mim. Todos os meninos eram, mas ele era o único que eu conversava e não mentia ou escondia minha opinião. Com ele eu podia ser eu mesmo.

A campainha tocou.

--Vou atender, já volto...-- Larguei a almofada que eu segurava no sofá e fui atender a porta. Quando abri... O QUE? Deus, eu estou louco? Eu estou vendo ele na minha frente agora? Mas... mas... ele... ele não... meus olhos se encheram de lágrimas.-- MAS COMO ISSO É POSSÍVEL?!-- Gritei. Ele riu.

Jk: Vim visitar meus amigos, não posso mais!-- Ele sorriu e me abraçou.

--MAS VOCÊ MORREU!!-- Gritei de novo. Ele riu.

JK: Eu sei, eu morri... eu voltei para o céu, não como anjo, mas como alguém que morreu. Eu não tenho mais asas... e agora não sou mais um "anjo caído" acho que agora eu sou mais uma alma boa que foi para o paraíso.-- Ele me soltou e fez aegyo.

--E O QUE VOCÊ FAZ AQUI?!-- Gritei de novo.

Tae: SERÁ QUE DÁ PRA PARAR DE GRITAR CRIATURA!!-- Tae gritou lá da sala e depois ele surgiu com Jhope o seguindo.-- EU MORRI?-- Ele berrou ao ver Jungkook.

Jhope: SOCORRO, TO VENDO ASSOMBRAÇÃO!!-- Ele ficou mais pálido que o Yoongi.

Jk: Eu não sou uma assombração... sou uma alma boa que veio do céu ver seus amigos e à pedido do senhor... dar uma notícia que vocês vão ficar muuuito felizes!-- Nos três nos olhamos. Do que ele ta falando?

Jhope/Tae/Eu: Que notícia?-- Perguntamos os três em uníssono. Ele sorriu.

Jk: Eu só posso falar quando todos estiverem juntos...Joonie, Jin, Yoonie e Baekhyun precisam estar juntos.-- Diz ele sorridente.-- Agora saem da frente, eu quero entrar.

--O que o BAEKHYUN tem a ver com isso?-- Perguntei confuso.

Jk: Muita coisa.-- Disse ele sério e entrando na casa.-- Vão chamar os outros.-- Os meninos saíram correndo atrás dos hyungs. Fiquei sozinho com o Kookie. Não me aguentei, e o abracei.

--Eu senti sua falta.-- Disse quase chorando. Ele retribuiu o Abraço.

Kookie: Eu também, você é meu melhor amigo. Não sabe o quanto eu chorei de ver você chorando no meu enterro...-- Disse ele triste.

--Ah... Você viu o jeito que a Yang lee ficou? Senti tanta pena dela, ela não estava mais se alimentando... Kook... Ela só voltou a comer porque eu a obriguei.-- Disse frustrado. Ele sorriu triste.

Kookie: Eu sei... eu já falei com ela, ela não vai mais fazer isso.-- Arregalei meus olhos.

--VOCÊ O QUE?-- Gritei.

Kookie: Eu não podia deixar ela daquele estado... mas não se preocupe, ela achou eu era um sonho.-- Ele sorriu abobalhado.-- Jimin... ela disse para mim que me ama. Eu estou muito feliz, você não tem idéia.-- Seus olhos chegaram a brilhar. Sorri. Adoro o jeito que o Kookie fala da Yang Lee. Eu gosto de ver meu amigo sorrido. Nos sentamos no sofá. Os meninos(Menos Yoongi) desceram correndo e olharam Kookie. Logo todos estavam em cima cima de nós nos amassando. 

{...}

Nam: Tá, Kookie, fala logo o que você veio fazer aqui?-- Ele perguntou impaciente já. Kookie negou.

Jin: Ah, fala logo!-- Ele insistiu.

Kookie: Faremos assim: Vamos atrás do Baekhyun e como o Suga não vai aparecer tão cedo nessa casa, vamos atrás dele também e aí sim eu falo. Ah, e eu ia me esquecendo que o Chanyeol também. Eu não entendi muito bem, o Chanyeol meio que... ah, sla!-- Reparei que quando o Kookie disse "Suga" a cara de Jin fechou.-- Bom, vamos na casa do Baek e do Chany?-- Concordamos.

Quando estávamos saindo de casa, Kookie nos olhou e sorriu.

Kookie: Eu senti falta de vocês... ah, e eu queria muito poder ver a S/a! Eu estou com saudades dela...-- Jin fez uma cara de raiva. O que que tá contecenu? 

Jin: Ah... Se quiser encontrar o "Açúcar" é só ir na casa da S/n!-- Ele bufou. O YOONGI NA CASA DELA?! 

Todos: Oi?!-- Nos viramos para Jin.

Jin: Ah, souberam da novidade? Eu sou corno, ela me traiu com ele... COM ELE!!-- Jin só podia tá bêbado, ele não sabe o que fala. Depois disso, foi silêncio. 

{...}

Toquei a campainha da casa de Baek. Quem abriu foi Chanyeol. Ele parecia espantado e quando viu Jungkook, arregalou os olhos. 

Jk: Você é Baekhyun vem conosco até a casa da S/n! É importante, não aceito não! E nem o cara lá de cima...-- Eu ainda não entendi onde ele quer chegar com isso. Chanyeol só deu de ombros e foi chamar Baekhyun. Ele também estranhou, mas não disse nada. Nos dirigimos para a casa da S/n em silêncio. Ninguém falou nada mas as vezes eu olhava para o Kookie e sorria. Era tão bom ver que meu melhor amigo está do meu lado. 

{...}

Nam tocou a campainha. O menino loirinho atendeu, não lembrava o nome dele.

Menino: Ue?! Já se arrependeu, Seokjin?-- Ele perguntou com um tom de ironia.-- Ei, tu não é o cara que tinha morrido?-- Deitou a cabeça na quina da porta. Kookie sorriu.

Jin: Eles ainda estão em casa?-- Perguntou sem rodeios. O garoto riu. 

Menino: Sim, mas não vou deixar você subir, da última vez fez maior barraco... e falando nisso, eu pensei que tinha tido "...Não volte sempre." Mas Ok, né?!-- Riu debochado dando passagem para que entrássemos. Jin bufou.-- Já volto, vou chamar...-- Ele subiu as escadas. Minutos depois voltou rindo.-- Eles já descem... vi uma cena muito fofa lá em cima!-- Ele disse indo para a cozinha. Jin cerrou os pulsos. 

{...}

Eles desceram. Suga estava de pijama... O que o Jin disse... É verdade? Não, não pode ser! Logo atrás de Suga, vinha um ser vestindo um pijama de Pikachu! Quando ela viu o Kookie ela basicamente se jogou por cima dele o abraçando.

S/n: VOCÊ NÃO MORREU? DESGRAÇADO, ME FEZ CHORAR! EU NÃO ACREDITO NISSO!!-- Ela gritou e de seus olhos saíram lágrimas de felicidade.

Kookie: Mas eu morri.-- Disse afastando os braços dela de seu corpo.

Suga: Nossa... eu jurei que você finalmente tinha largado do meu pé...-- Ele disse frustrado. Todos (menos Jin) rimos.

Tae: AGORA FALA O QUE VOCÊ OI DIZER, JUNGKOOK!!-- Gritou ensurdecendo todos.

Jungkook: Sim, mas antes... O que o SUGA tá fazendo de PIJAMA na casa da S/N?-- Ele fez a pergunta que todos queriam saber. Jin fechou a cara mais uma vez. S/n revirou os olhos e Suga apenas deu de ombros. 

Suga: Eu dormi aqui.-- Arregalei meus olhos.-- Mas não venham dar uma de Jin, não aconteceu nada! Meu senhor, Jesus Cristo! Não fiquem vendo merda.-- Disse e eu suspirei aliviado.

Jin: "Ver merda"?! Não, eu não vi merda, eu vi você dormindo com a minha namorada!! Se isso é ver merda, ok, eu vi merda.-- Ele já estava visivelmente alterado.

S/n: DÁ PRA CALAR A PORRA DÁ BOCA?! NÃO FALA O QUE VOCÊ NÃO SABE!! EU NÃO DORMI COM ELE! VAI TOMAR NO SEU CU, EU NÃO SOU OBRIGADA A FICAR OUVINDO AS MERDAS QUE VOCÊ FALA!!-- Ela gritou esterica. 

Jin: EU NÃO TÔ FALA DO MERDA,TO FALANDO O QUE EU VI!!-- Gritou também. O menino apareceu na sala.

Menino: Relembrando... Temos vizinhos.-- Disse com cara de tédio.

S/n: VAI TOMAR NO SEU CU TAMBÉM, ALLYSON! EU GRITAR A HORA QUE EU QUISER, EU TÔ NA MINHA CASA, SE EU QUISER LIGAR O SOM NO ÚLTIMO VOLUME TOCANDO JUSTIN BIEBER EU VOU LIGAR E TÔ POUCO ME FODENDO PRO QUE OS VIZINHO VÃO FALA!!-- Ela gritou de novo.

Allyson: ENTÃO QUANDO A VELHA FOFOQUEIRA ALI DA ESQUINA VIR RECLAMA DOS SEUS GRITOS LÁ PRA MÃE NUM RECLAMA!!-- Ele saiu batendo o pé.

Hobi: Altas tretas...-- Disse rindo.

Tae: Vou até pegar pipoca...-- Acompanhou Hoseok.

Suga: NÃO É A HORA, TAEHYUNG E HOSEOK!!-- Ele gritou também.

Jungkook: Poxa, eu queria só poder dar a notícia mas vocês não calam a boca...-- Ele disse rindo.

 --Foi você que atiçou...-- Disse rindo.

Namjoon: Tá, depois resolvemos isso, fala Jungkook.

Jungkook: Obrigado...-- Ele sorriu.-- Então... "Todos os anjos que estão reunidos aqui que caíram do céu, a partir desta data estão permitidos a retornarem para o céu, por motivo de: Arriscarem sua vida para salvar a vida de um humano".-- Ele usou aspas.-- Resumindo: Vocês podem voltar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...