História Mitw- Anjos e Demônios- O começo do caos - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Andrei Soares "Spok" Alves, Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Luiz Felipe (Luiz 1227), Malena "Malena0202" Nunes, Marco Tulio "AuthenticGames", Maria Luiza Ramos (MoonKase), Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, TazerCraft
Personagens Andrei Soares "Spok" Alves, Cauê Bueno, Felipe "Febatista" Batista, Felps, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Luiz Felipe "Luiz 1227", Malena0202, Marco Tulio "AuthenticGames", Mike, MoonKase, Pac, Pedro Afonso Rezende Posso
Tags Anjos, Arthulia, Arthur, Batista, Cellbit, Cellps, Céu, Felps, Inferno, Jvnq, Jvtista, Lemon, Luiz, Mike, Mitw, Pac, Potterchan, Seres Sobrenaturais, Tazercraft, Terra, Yaoi, Youtubers, Yuri
Visualizações 148
Palavras 415
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou hackeando o máximo de internet do vizinho, galera. Me desculpem. Histórias novas vindo aí. Amo vocês. 😘

Capítulo 25 - Morto?


Fanfic / Fanfiction Mitw- Anjos e Demônios- O começo do caos - Capítulo 25 - Morto?

—Olá????

—Tem alguém aí?

—Eu não sei onde estou.

—Alguém me ajuda!

—Estou perdido.

—Oi? Quem está aí?

—NÃO! VOCÊ NÃO!

—DE NOVO NÃO!

—ALGUÉM ME AJUDE!

—POR FAVOR!

—ELE VAI ME PEGAR!

—AHHHHHH!!!

—Ajuda...

—Por favor...

—Socorro...

"E-eu preciso ajudá-lo. E-ele está em perigo. N-não consigo andar. N-não sinto minhas pernas. E-eu preciso ajudá-lo. Eu q-quero ajudá-lo. Por q-que eu não consigo? Por que? E-eu preciso ajuda-lo."

Herobrine só pensava nisso. Ele precisava ajudá-lo. Mas, ajudar quem? Ele não sabia. Só sabia que precisava ajuda-lo. Não sabia quem era e muito menos o que estava acontecendo. Não conseguia se mover. Não consigo seguia falar. Não conseguia ver. Herobrine estava desesperado.

"Eu preciso ajudá-lo. Me soltem! Me libertem! Eu preciso salva-lo. Ele está em perigo!"

Então, Herobrine começa a ouvir... o que ele ouvia... era o mais puro silêncio. Onde foi parar os gritos? Quem estava gritando? Até que ele ouve um choro. Alguém se lamentando.

—D-desculpa, i-irmão. E-eu não c-consegui te s-salvar. F-foi tudo culpa minha! E-eu devia saber! Foi tudo culpa minha!!!

"I-irmão? É-é você?"

—D-DESCULPA, IRMÃO! É TUDO CULPA MINHA! EU NÃO MEREÇO VIVER! EU SEMPRE TE FIZ SOFRER!!!! IRMÃO, A CULPA É MINHA! A CULPA É MINHA DE SEUS PAIS TEREM MORRIDO!!!!"

"N-não é sua culpa, Lucas! Sei que n-não. V-você morreu um ano antes. V-você não teve culpa de nada. 

Herobrine só conseguia ouvir o irmão se lamentar. Parecia que ele não estava o ouvindo. Herobrine falava, mas Lucas não ouvia. Herobrine conseguia falar, mas ninguém conseguia o ouvir. Pois ele falava nos pensamentos.

—É TUDO C-CULPA MINHA! E-EU TENTEI TE SALVAR! MAS V-VOCÊ ME SEGUIU! EU D-DEVIA TER TE CONTADO ANTES! EU N-NÃO MORRI!!!!! EU SEMPRE FUI UM ANJO!!!!!!

"Herobrine só ouvia. Queria ver onde aquela história ia acabar.

—D-DESCULPA IRMÃO! EU DEVIA TER TE CONTADO QUANDO ERAMOS CRIANÇAS! EU JÁ TINHA SIDO UM ANJO, MAS FUI EXPULSO DO CÉU. APENAS FALARAM QUE AQUELE NÃO ERA MEU MOMENTO. EU NÃO ENTENDI! MAS AGORA EU ENTENDO! AQUELE NÃO ERA MEU MOMENTO! EU AINDA TINHA UM PAPEL PRA CUMPRIR. ERA TE PROTEGER, HEROBRINE! PROTEGER O IRMÃO QUE EU TANTO AMO! MAS EU NÃO CONSEGUI TE PROTEGER, IRMÃO! EU TE AMO IRMÃO! EU TE AMO!!!!

"Também te amo, irmão. Eu te perdôo. Por tudo."

—HEROBRINE, VOCÊ É A UNICA FAMÍLIA QUE EU TENHO! NÃO ME ABANDONE ASSIM! QUERO QUE VOCÊ VOLTE PRA MIM! QUERO QUE VOLTE A VIVER!!!!

Herobrine ouviu aquilo, sem acreditar. Voltar a viver. 

"Quer dizer, que eu estou morto?"


Notas Finais


#AindaHackeandoAInternerDoVizinho

Então, foi isso, ktchau!!! ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...