História Anjos suicidas - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ana, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina, Personagens Originais, Ricardo
Tags Baby De Gastina, Gastina, Lutteo, Menina Suicida, Simbar, Suícidio
Visualizações 223
Palavras 679
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei ♥

Boa leitura.

Capítulo 13 - Que palhaçada é essa?


Nina entra na casa.

— Oi, mãe. — Fala Nina.

— Oi, coisinha da vovó. — Fala Ana pegando Verônica no colo. 

Nina se senta no sofá e sua mãe se senta ao seu lado. Verônica boceja.

— Uau, ela é sempre tão elétrica, o que aconteceu? — Pergunta Ana. 

— Nos passamos o dia no parque. Gaston cansou ela pra caramba. — Fala nina. 

— Gaston? Gaston perida? — Fala Ana. — Sério, nina? 

— Ah, mãe. Pare, por favor. Deixe eu te explica. Algumas semanas antes do gaston me abandona, ele descobriu que estava com câncer, então, ele foi embora sem dizer para ninguém e se cuidou pôr sei lá aonde, e agora ele está de volta. — Fala Nina. — E Verônica precisa do pai na vida dela, não é? 

Ana balançou a cabeça. 

— Se você acha, é sua vida e de sua filha. — Responder Ana. 

Verônica começa a chora e nina pega a filha nós braços. Nina acalma Verônica, e ela acaba dormindo nos braços da mãe. 

— Mãe, eu já estou indo. — Fala Nina e da um beijo na bochecha da mãe. — Tchau. 

Nina sai da casa de Ana e ajeita Verônica na caderinha e se senta no banco do motorista. Ela dirigir em direção a sua casa. 

Ela entra na casa e sobe direto por quarto de sua filha. Ela jogar a bolsa em cima da poltrona e bota Verônica no troca-falda. Nina despiu a filha e deu banho nela e depois botou a roupa de dormir. Ela deixou Verônica no berço e saiu do quarto. 

Ela desceu as escadas e foi na cozinha. E encontrou luna no fono. 

— Oi, Amiga. Como foi com gaston? — Pergunta Luna virando a cabeça e a olhando.

— Foi bem amigável, assim por dizer. Talvez, eu até me acostume com isso. — Fala Nina. — Ronnie cansou tanto que já tá até dormindo. 

Luna riu. 

— O que está cozinhando? — Pergunta nina olhando para panela no fono. 

— É só uma coisinha para janta: Carne, arroz e farofa. — Fala Luna. 

— So uma coisinha, Luna? — Nina riu e se sentou na cadeira da mesa. — Cade matteo? 

— Ah, ele passou por aqui mais cedo, ele disse que viria aqui amanhã da um beijo na Ronnie. — Fala Luna. 

— Ok. — Fala Nina. — Vou toma banho, já volto. 

Nina subiu as escadas e entrou no banheiro. Ela tomou banho e vestiu um short de pano fino e uma blusinha conjunto com short. Ela secou os cabelos com secador e fez um coque no cabelo. Ela passou no quarto de Verônica e viu que ela continuava dormindo.

Ela desceu as escadas e se sentou na mesa e logo jantou com Luna. Após disso as duas foram assistir. 

Dia seguinte. 

Nina acordou com choro de sua filha. Ela entrou no quarto de Verônica e deu mamar para ela. Depois ela arrumou Verônica e tomou banho. E desceu as escadas. Ela ligou por gaston. 

On ligação 

Gaston: alô? 

Nina: Ei, é a nina. Pode fica com Ronnie hoje ?eu tenho que trabalhar e não posso leva -la. 

Gaston: Ok, posso sim. Passa aqui e deixa ela. Beijo. 

Nina: tchau.

Off ligação. 

Ela encontrou luna na cozinha junto com matteo.

— Bom dia. — Fala Nina e entregar Verônica para matteo.

— Oi, coisa gostosa do titio. — fala Matteo dado beijo em Verônica. 

— Vai trabalhar hoje, nina? — Pergunta Luna. 

— Ah, sim. Tenho algo para fotografar hoje. — responder nina. — Ronnie vai fica com gaston. 

Nina é Verônica saíram de casa e foram em direção a casa de gaston. Ela pegou Verônica no colo e tocou companhia. 

Gaston atendeu a porta e nina já foi logo entregando Verônica e a bolsa dela por gaston.

— Cuida dela. — Fala Nina e da um beijo na testa dela. — Mamãe eu te amo. 

Horas mais tarde. 

Nina estaciona na casa frente da casa dos peridas e tocou companhia. A empregada mandou entra e nina viu flor com sua filha no colo. 

— Que palhaçada é essa? 




Notas Finais


Então?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...