História Anônimo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais
Visualizações 1
Palavras 562
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Anônimo


Oi, meu nome é Lauren e tenho 16 anos. Tive que me mudar para Londres, por causa dos meus pais, procurando emprego. Semana que vem é meu primeiro dia na escola, e estou animadíssima (não). Estou tentando me acostumar o máximo possível nessa cidade, nessa nova vida, mas, por incrível que pareça, eu não gosto nem um pouco daqui. Mas, vejamos se meu pensamento muda, daqui pra frente sou apenas eu. 

Chego em casa, desfaço as malas, e tomo um banho demorado e relaxante. Saio e coloco roupas confortáveis, pijamas. Vou para o quarto e pego meu celular, vejo o que está acontecendo na internet, quando uma mensagem anonima chega. 

''Olá, Lauren, certo? Estou aqui apenas para lhe ajudar, mas não se assuste, não quero fazer mal, apenas siga minhas instruções e tudo acabará bem. Vou me apresentando; Minha identidade não será revelada facilmente, apenas se me descobrir. Não quero interferir na sua vida, principalmente vida social. Estou aqui para te ajudar, não me pergunte o porquê, pois logo irá saber. Só quero que saiba coisas básicas de mim. Eu serei da sua turma, na sua nova escola, sentarei próximo da sua carteira, e não falarei tão facil com você. Vamos conversar apenas por mensagem. 
Vamos a primeira instrução, mas primeiro quero deixar bem claro que estou de olho em você e sempre estarei onde menos esperar, não fique com medo, e espero que me entenda. Sem mais enrolações, vamos começar.
Guarde sempre nossas mensagens, mas sem deixar alguém ver. Pegue um Lápis ou Caneta, e escreva seu nome, sua idade e de onde era em um papel, me mande foto. Quero que faça isso apenas para me ajudar a confirmar sua identidade. Espero sua resposta. Adeus.''

Achei estranho na hora, mas gostei, e dei ideia. Peguei a caneta e o papel, escrevi as informações pedidas, e mandei a foto. Não me ache doida, mas eu estou realmente interessada em conhecer esse anonimo. 
Me parece estranho a ideia dele(a), não sei o que quer de mim, mas não consigo me segurar, e eu preciso mesmo o responder? E se eu não quiser, serei obrigada? Mas como? Quem é esse anonimo? 

QUEBRA UM DIA

Droga, eu apaguei! Já amanheceu? Quantas horas? -8:37- ainda é cedo, que fome! 

Desço para pegar algo para comer, meus pais ainda estão dormindo, tudo bem. Com o celular na mão, abro a geladeira e pego o leite, em seguida o cereal, e preparo meu café.
Como e, ao mesmo tempo, mexo no celular, e recebo mais uma mensagem desgraçada, do anonimo. 

"Vejo que realmente é você. Confie em mim, Lauren, vai dar tudo certo no final, te passarei meu endereço amanhã,  preciso que me traga uma coisa, lhe falarei o que é no final do dia, assim que eu decidir. Lembre-se, você não está sozinha."

Merda! O que ele quis dizer com " você nunca está sozinha"? Gosto do mistério que ele faz, me deixa muito mais interessada que o normal. O que posso dizer sobre isso... 

Vejo minha mãe descendo as escadas e escondo o celular na calça rapidamente.

-Bom dia, querida!

-Ah! Bom dia mãe. A senhora acordou cedo por quê?

-Eu lhe pergunto. O que faz uma hora dessas aqui em baixo?

-Apenas acordei com fome, e vim comer.

-Ah, tudo bem, está comendo o que?

-Cereal.

-Isso mata fome?

-A minha sim! Haha.

 

CONTINUA

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...