História Anônimo. (Imagine Jungkook) - Capítulo 51


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Jungkook
Visualizações 645
Palavras 1.859
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 51 - Meu coelhinho faz falta!


Fanfic / Fanfiction Anônimo. (Imagine Jungkook) - Capítulo 51 - Meu coelhinho faz falta!

Cinco dias depois.

E lá estava eu mais uma vez olhando todas as fotos que eu tirei com Jungkook. Eu não aguentava mais ficar longe dele. 

- Você precisa se alimentar , princesa! - Namjoon falou sentando ao meu lado na cama. 

Bloqueei a tela do celular e limpei minhas lágrimas. 

- Tô sem fome! - Falei com a voz trêmula e baixa.

- Come só um pouquinho! - Namjoon falou passando a mão em meu cabelo. 

Me dei por vencida e assenti. Levantei da cama e fui até o espelho vendo meu rosto vermelho e inchado por conta do choro. Lavei o mesmo e sequei com a toalha pequena. 

Ajeitei o cabelo e saí do banheiro. Namjoon e eu saímos do quarto e fomos para a cozinha. Cheguei lá vendo todos comendo e conversando alegremente e me senti mal por pensar que talvez eu estrague essa alegria toda.

Me juntei a eles e Namjoon sentou ao meu lado. Todos pararam de conversar e olharam para mim com pena. 

Aigoo , odeio quando eles me olham assim! 

- Que foi , gente? - Perguntei sorrindo forçado. - Podem continuar a conversa , talvez eu me anime um pouco! - Falei colocando a comida em meu prato. 

Jin colocou suco em meu copo e eles voltaram a conversar animadamente. Até Yoongi e Taehyung estavam sorrindo! 

Comecei a comer e percebi que eu estava morrendo de fome. Eu nem tinha me ligado nisso. Já faz 1 dia e algumas horas que eu apenas choro e vejo as fotos de Jungkook enquanto não consigo me comunicar com o mesmo.

Ri de algumas piadas sem graça do Jin e me juntei a conversa deles. Não irá adiantar nada eu ficar chorando sem tomar uma atitude. 

[...]

Acabei de comer junto com os garotos e bebi o suco. Ficamos trinta minutos sentados e conversando sobre algo qualquer para esperar o estômago descansar e acabamos nos distraindo. Sun sugeriu que víssemos um filme e todos concordamos e fomos para a sala.

Nos sentamos no sofá e Jin ligou a TV. 

[...]

2 horas haviam se passado e eu senti meu celular vibrar em meu bolso. Peguei o mesmo vendo que havia uma mensagem e desbloqueei a tela.

Mensagens on: 

Número desconhecido: [Vídeo]

Mensagens off

Peguei um fone qualquer que estava em cima da mesinha de centro e conectei no celular. 

Vídeo on: 

 "Digam "oi" para a família de vocês!" Sehun falou debochado.

"Desliga isso!" Jungkook falou com a voz fraca.

"E por que eu faria isso?" Sehun perguntou divertido. 

"Qual é a nescessidade de fazer minha namorada e meus irmãos sofrerem desse jeito?" Jungkook perguntou com raiva.

"Sua namorada?" Sehun perguntou soltando uma risada debochada. "Se liga moleque. Eu já disse que ela vai ser minha por bem ou por mal!" Passou a mão nos cabelos de Jungkook. "E ninguém vai me impedir de fazer isso! Ela vai ser minha por vontade própria!" Se afastou de Jungkook. 

"Eu te odeio" Jungkook gritou.

"É uma pena!" Sehun falou rindo.

Vídeo off 

 Jungkook estava um caco. Seu rosto estava cheio de machucados e estava sujo de sangue. Jimin estava no mesmo estado , mas estava menos pior e Hoseok só estava com o rosto sujo mesmo. 

- O que houve? - Jin perguntou olhando para mim. 

- Nada! - Falei tirando o fone. 

- Você parece assustada! - Taehyung falou me olhando preocupado. 

- Não é nada! - Falei soltando um suspiro. 

Eles me olharam desconfiados , mas ficaram quietos e voltaram a olhar para a televisão. Apaguei o vídeo rapidamente e antes de desligar o celular olhei para o papel de parede do mesmo. 

Era uma foto que eu havia tirado de Jungkook no acampamento. Ele estava coberto com um cobertor e estava com os cabelos um pouco bagunçado. Totalmente fofo! [mídia] 

 Dei um sorriso bobo e desliguei o celular. Coloquei o mesmo na mesinha de centro e voltei a prestar atenção no filme. 

Aigoo , meu coelinho faz tanta falta! 

[...] 

"(S/n)?" Ouvi Jungkook me chamar enquanto eu estava relaxada na cama.

"Hum?" Murmurei.

"Quando você vai vir nos buscar?" Ele perguntou cansado. 

"Em breve , meu amor!" Pensei soltando um suspiro. 

A verdade , é que eu não sabia quando eu iria encontrá-lo. 

 "Em breve quando?" Ele perguntou suspirando pesado. 

"Eu não sei!" Pensei triste. "Eu queria muito poder te buscar agora , mas eu não sei aonde você está!" Suspirei.

"Eu te amo!" 

 "Eu também , Jungkook!" Pensei com vontade de chorar. "Eu te amo muito!" 

 (S/n) off

Sehun on: 

Dia seguinte. 

- Cadê a grana? - Xiumin perguntou impaciente.

- Aqui! - Falei entregando um dos envelopes para o mesmo. 

Peguei o envelope de Minjae e entreguei o dinheiro ao mesmo. 

- Pronto. Agora se retirem! - Fui rude e os caras sairam do quarto. 

Me sentei na cama , onde Hyerin se encontrava e a olhei sentindo algo estranho em minha barriga. Eu ficava muito nervoso perto dela , mas nunca entendia o porquê.

- O que foi? - Ela perguntou com sua voz doce. 

- Nada! - Falei desviando o olhar. - Jimin e Hoseok estão bem? 

- Sim , só estão um pouco machucados! - Ela respondeu dando de ombros. 

- Vou liberta-los hoje! - Falei e ela pegou em minha mão fazendo com que eu sentisse algo estranho. 

- E o Jungkook? - Ela perguntou brincando com meus dedos. 

- Ele fica! - Falei e ela suspirou.

- Ok! - Hyerin falou baixinho. 

Ela não queria que aquele pamonha sofresse , mas eu queria! 

Eu sabia que ela gostava dele.

Sabia que ela não queria que eu o fizesse mal e isso me deixava com raiva.

Eu odeio o Jungkook desde que ele tirou a (S/n) de mim. 

No início eu nem me importava com a existência dele. Sempre me empenhava em conseguir a atenção de (S/n) e quando vi que ele tinha interesse nela , comecei a maltrata-lo.

Eu não queria machuca-lo , mas algo dentro de mim dizia que eu precisava.

Eu sempre quis fazer amizade com Jungkook. Eu achava ele muito quieto e fechado , então isso me interessava. 

Mas aí vocês já sabem , né? 

- No que pensa tanto? - Hyerin perguntou me acordando de meu transe.

- Nada de importante! - Respondi dando de ombros. - Já volto! - Falei levantando da cama. - Vou libertar Jimin e Hoseok! - Falei saindo do quarto.

 Peguei a chave do meu carro e fui para a garagem. Entrei no carro e abri o portão da garagem. Dei a partida e saí da mesma.

[...] 

Cheguei no meio daquela floresta deserta e vi o carro que eu havia usado para chegar aqui amassado e com o vidro quebrado. 

Droga! Encontraram o carro! 

Ainda bem que o lugar onde os garotos estavam era bem escondido.

Desci de meu carro e bati a porta. Travei o mesmo e ativei o alarme.

[...]

Abri a porta e entrei dentro daquele lugar sujo vendo os três garotos sentados e amarrados nas cadeiras. 

- Cheguei , meus amores! - Falei irônico e eles me olharam cansados. - Tenho uma ótima notícia! 

- Qual? - Hoseok perguntou curioso. 

- Você e Jimin estão livres! - Respondi simples.

- E o Jungkook? - Jimin perguntou olhando para o mesmo. 

- Ele fica! - Falei sério. 

- Eu não vou a lugar nenhum sem ele! - Hoseok falou com raiva.

- Vai sim! - Fale cruzando os braços. - Você não tem escolha Jung Hoseok! - Dei um passo para frente. 

- Tá tudo bem , Hyung! - Jungkook falou com a voz falha. 

- Não tá nada bem , Jungkook! - Jimin falou irritado. - Você não pode ficar aqui! 

- Ele pode sim! - Afirmei indo até a pequena mesa que havia dentro da salinha.

Peguei o sonífero e abri a tampa do mesmo. Peguei o pano branco e despejei um pouco do líquido no mesmo. 

Andei até os garotos novamente e coloquei o pano no nariz do Jimin que relutou um pouco , mas acabou pegando no sono. 

- Agora você! - Falei para Hoseok. - Nem pense em prender a respiração! - Coloquei o pano em seu nariz. - Senão seu irmãozinho morre! - Falei frio e depois de alguns minutos Hoseok desmanhou.

- Por que você faz isso? Por que não aceita que nós nos amamos? - Jungkook perguntou com a voz trêmula.

- Porque por sua culpa , eu fiquei doente! - Falei desamarrando Hoseok.

Ele ficou quieto e eu peguei Hoseok no colo. 

[...] 

 Após colocar Jimin e Hoseok no banco de trás do carro fui até onde Jungkook estava de novo e tranquei a porta. Fiz tudo que tinha que fazer e entrei dentro do carro. 

Preferi não bater nele hoje , já que toda vez que desconto minha raiva nele eu me sinto culpado.

Não sei porque eu estou assim!

Dei a partida e me concentrei na estrada.

 [...] 

 Coloquei Hoseok e Jimin deitados em um banco que havia na pracinha e madei uma mensagem para (S/n) ir busca-los.

Voltei para meu carro e voltei para a pequena casa que meus pais haviam comprado aqui em Daegu.

Me joguei em minha cama e suspirei cansado.

Sehun off 

Jungkook on: 

5 horas depois.

Soltei um soluço alto em meio ao choro e deixei todas as minhas lágrimas descerem livremente. Soltei um grito sôfrego e olhei para o teto mofado.

- Eu quero sair daqui! - Falei com a voz embargada. 

Tentei me soltar das cordas que prendiam meu corpo , mas meu esforço foi , totalmente , em vão.

Eu estava fraco e cansado. Meu estômago roncava e meu corpo clamava por água. 

Ouvi a porta ser aberta e olhei para a mesma rapidamente vendo Hani entrar com água e comida. Minha boca salivou e eu tenho certeza que meus olhos brilharam. 

- Tá com fome? - Hani perguntou e eu assenti. - Vejo que estava chorando! - Ela falou fechando a porta. - Vou cuidar de você! - Pegou o copo de Kimchi e veio até mim. 

 Hani colocou o copo , ainda lacrado , no chão e desamarrou a corda que prendia meu corpo. Ela me pegou no colo e sentou comigo no chão.

- Você tá bem mais leve do que antes! - Ela falou me ajeitando sentado em seu colo.

- É... - Falei desanimado. 

Hani pegou os palitinhos do bolso e tirou os mesmos do plástico. Ela abriu o copo de Kimchi e começou a me dar comida na boca. 

Eu estava com tanta fome que quase esquecia de mastigar. 

 - Come devagar , Jungkook! - Hani falou me repreendendo. - Mastiga direito! - Falou colocando o Kimchi em minha boca. 

- Desculpa. Eu tô morrendo de fome! - Falei de boca cheia e ela riu. 

[...] 

Após comer tudo , Hani me deu o copo de água e eu bebi todo o líquido com calma.

Ficamos conversando por algumas horas e ela falou que deveria ir embora.

- Vou te colocar na cama! - Hani falou me pegando no colo novamente.

Ela era uma metamorfo muito forte. 

Hani me colocou em uma cama confortável que havia no quarto e algemou um de meus pés no pé da mesma.

- Prontinho! - Falou sorrindo e eu me deitei.

Hani me cobriu com um edredom quentinho e saiu do cômodo trancando a porta.

Pelo menos estou em um lugar meio confortável!   


Notas Finais


Desculpem qualquer erro e qualquer palavra sem sentido.

Finalmente estou com Internet!

Gente , se a fic estiver ficando chata , me avisem para eu tentar melhorar!

Beijos , Anônima!❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...