História Anonymous - Primeira Temporada - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Tags Adolescente, Aguslina, Karol Sevilla, Lionel Ferro, Mensagens Anônimas, Michaentina, Romance, Ruggarol, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Visualizações 406
Palavras 275
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Você beija bem


Sevilla parou de andar cruzando os braços. 

— o quê? 

— além de quatro olhos ainda é surda Sevilla? —Ruggero falou irônico

— eu não vou entrar aí —Falou firme dando de costas e voltando a andar

— vai querer ficar sem nota? Eu posso muito bem fazer sozinho e dizer que você não fez nada —Deu um sorriso irônico 

Karol semi cerrou os olhos incrédula com a ousadia do de olhos castanhos. 

— você não faria isso

— não deveria duvidar de mim 

— e você não deveria me provocar, sabe muito bem que eu posso repitir o que fiz semana passada —Retruncou e no mesmo estante Ruggero tirou o sorrisinho convencido do rosto

— não ouse tocar em mim novamente —Ruggero apertou com uma certa força o pulso de Karol

— você tá me machucando —Ele a soltou

— vai querer ou não? 

— esse trabalho é para entregar daqui a três semanas, não acha tempo suficiente?

— quanto mais cedo melhor —Sorriu forçado

— eu não vou fazer na sua casa —disse firme

Ruggero rolou os olhos

— vai fazer na rua por acaso? Deixa de ser marrenta garota, eu não mordo ao menos que você queira —Sorriu malicioso— aliás, poderíamos repitir a cena da biblioteca o que acha? 

Karol entre abriu a boca incrédula novamente. 

— aquilo jamais deveria ter acontecido —Karol falou— foi erro que eu jamais quero repitir

Ruggero colocou a mão no peito se fingindo de ofendido. 

— nunca pensei que diria isso mas... —Ruggero fez uma pausa dramática— mas você beija bem

— você é um imbecil 

Passando por ele a contra gosto, Karol entrou na Land Rover Sport vendo Ruggero dar a partida seguindo para a sua casa. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...