História Anonymous - Primeira Temporada - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Tags Adolescente, Aguslina, Karol Sevilla, Lionel Ferro, Mensagens Anônimas, Michaentina, Romance, Ruggarol, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Visualizações 360
Palavras 782
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu simplesmente amei escrever esse capítulo por muitos motivos. Acho que talvez também por esse ser um dos capítulos mais importantes da história e também por mostrar um pouco mais de romantismo no meio de tudo isso.

Vamos ao capítulo😚

Capítulo 26 - Ready To Run


Fanfic / Fanfiction Anonymous - Primeira Temporada - Capítulo 26 - Ready To Run

Eram 14:00am da tarde. Karol estava sentada em seu sofá enquanto assistia a marotana de Teen Wolfe e comia algumas besteiras. Sua mãe estava no trabalho e só voltaria a noite, então a casa estava apenas só pra ela o que sinceramente ela adorava. Foi quando a campanhia começou a tocar freneticamente fazendo Karol revirar os olhos e amaldiçoar quem seja que estivesse atrapalhando seu momento sagrado. 

Levantando-se a contra gosta e preparada para esculhambar a pessoa, ela se surpreendeu ao ver a imagem de um Ruggero sorridente com dois pares de patins em sua mão. 

Ele estava vestido casualmente, uma bermuda azul escura e uma t-shirt branca com alguma frase escrita. Seus famosos vans estavam presentes em seus pés. 

— Ruggero? —Perguntou com uma sobrancelha arqueada— o que está fazendo aqui? —Perguntou com um ar divertido

— fiquei sabendo que você sabe de patins —Ele disse no mesmo tom— é um bom momento pra te convidar pra patinar comigo? 

Karol cruzou os braços e sorriu. 

 — por que eu aceitaria? Tá passando a maratona de Teen Wolfe e eu não quero perder 

Ruggero fez uma falsa cara incrédula. 

— está me trocando por Teen Wolfe? 

— hm.. Talvez —Fez um som nasal 

— sou bem melhor que Teen Wolfe, é só você deixar eu te mostrar —Disse sugestivo 

Karol sorriu. Algo dentro dela dizia para ela ir, e também para não ir ao mesmo tempo. Mas era Karol Sevilla, ela estava mudando e estava agindo por impulsividade. Ela não teria nada a perder não é? 

[...]

Havia alguns casais pedalando de bicicleta ou até mesmo andando de skate. Também havia algumas crianças correndo e brincando entre si. O parque nunca seria um lugar ruim para aqueles que queriam passear ou apenas relaxar um pouco. 

Karol e Ruggero pararam de andar sentando-se em um banco para colocarem os patins. 

— qual é a intenção de tudo isso? —Karol perguntou assim que terminou de amarrar o cardaço de um dos patins 

— como assim? 

— você sendo gentil comigo me tratando bem não é algo comum —Ruggero riu

— pra mim também não é —Karol o encarou vendo-o se levantar logo em seguida. Ela fez o mesmo— minha mãe me falou há alguns dias que o amor é confuso. Eu não conseguia entender meus sentimentos há alguns dias atrás, eu te conheço desde o primeiro ano e... 

— o que você ta querendo dizer com isso? —Karol perguntou em um sussurro já entendendo o que ele queria dizer. 

— eu estou apaixonado por você 

Karol abriu a boca para falar alguma coisa mas exatamente nada saia. 

— pode parecer até algo estranho, e você não irá acreditar depois de tudo que eu te fiz mas.. —Ruggero segurou suas duas mãos e olhou desconfortável para baixo— eu.. Eu estou tentando sabe? Não está sendo fácil entender que Ruggero Pasquarelli se apaixonou pela primeira vez é algo totalmente novo para mim

— Ruggero eu.. —Karol foi interrompida 

— não deixa eu continuar —Ele suspirou— você foi a única garota que conseguiu resolver a minha equação

— o quê? Equação? —Karol estava confusa 

— eu acabei percebendo que eu mesmo sou algo indecifrável, e foi daí que surgiu a equação 

— eu não sei o que falar 

— eu sei que você não sente o mesmo e.. —Foi interrompido

— não é isso, acho que estamos no mesmo caminho —Ambos riram— a única coisa que eu não entendo é como? 

— eu sei que sou irresistível —Se gabou e riu em seguida 

— você é um idiota sabia?

— eu sei, mas você me ama e não tente negar isso —Ele segurou sua cintura 

— infelizmente você tem razão —Karol confirmou e mordeu o lábio inferior logo em seguida— o que vamos fazer agora? Você vai ser ridicularizado pela escola inteira se eles souberem disso

— eu não estou nem aí —Disse firme— se forem meus amigos de verdade o que eu duvido bastante, vão me apoiar 

Karol assentiu 

— aceita ser a minha namorada? —Ruggero perguntou pegando Karol de surpresa

— o quê? —Ela perguntou com a boca levemente entre aberta 

— não precisa responder agora eu... —Foi interrompido por um beijo— isso é um sim? 

— é o que parece —Karol deu um leve sorriso 

Aquilo sim era um exemplo de casal perfeito. Ambos sorriam abertamente um para o outro, felizes consigo mesmo. Foi quando Ruggero a beijou novamente, dessa vez um beijo repleto de sentimentos e não apenas o desejo. 


Eu estou pronto para partir, onde quer que você esteja este é o meu lugar. Pois eu quero ser livre, pois eu quero ser seu. Pois eu nunca vou voltar atrás, agora que estou pronto para partir.


— Ready To Run, One Direction


Notas Finais


Ficou bom?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...