História Antes do Tempo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Fanfic, Fluffy, Jikook, Minkook, Romance
Visualizações 9
Palavras 719
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá!!!

É o primeiro One-shot que escrevo! Espero que gostem!!
Obrigado por lerem!!

Capítulo 1 - Antes do Tempo (One-shot)


Fanfic / Fanfiction Antes do Tempo - Capítulo 1 - Antes do Tempo (One-shot)

Jungkook P.D.V. (ponto de vista)

 

Desci as escadas já um pouco apressado julgando estar a ouvir que o metro que precisava de apanhar estava a chegar. Apressei-me passando no meio das pessoas ocupadas com as suas vidas, a olharem os telemóveis ou a falarem umas com as outras. Mal consegui chegar à plataforma vi o metro a ir embora. Perdi-o por segundos. Olhei para o cartaz de indicação do tempo para a próxima carruagem. “Próxima carruagem daqui a vinte minutos. Obstrução da linha. Pedimos desculpa pelo incómodo.” Logo no dia em que precisava de chegar a horas…

Passei a mão na cara não acreditando naquilo e sentei-me já pensando se conseguia arranjar uma solução a tempo. Estava a chover…o trânsito estava um caos além de que só tinha senha para circular no metro, o que aparentemente não era muito vulgar por ali. As pessoas que desciam, mal viam o cartaz voltavam a subir, ou seja iam utilizar outros meios de transporte como solução. Bem me parecia que devia ter comprado passe para o autocarro… Bem... só me restava esperar.

Pus os fones nos ouvidos abri a minha playlist e comecei a ouvir música, ergui a cabeça e olhei em volta observando as pessoas do outro lado da minha plataforma. Esperando um metro que iria na direcção exactamente oposta à minha. O que será que iriam fazer, o que estariam a pensar, quais as suas preocupações, onde seriam as suas casas, teriam famílias, seriam felizes…? Eram as perguntas que passeavam na minha mente enquanto as observava. De repente cruzei o olhar com alguém. Um rapaz.

Uma sensação estranha percorreu o meu corpo. Não sabia explicar o que era aquilo. Um arrepio, mas um arrepio fora do normal. Não estava calor, de todo, aliás era Inverno, mas eu senti calor de repente. Notei que as suas bochechas ganharam um tom rosado passados alguns segundos, e depois… fez algo imperdoável, inaceitável para muitos e inacreditável para mim…

Sorriu, e roubou o meu coração.

Como podia alguém…sorrir assim…? Sentia as batidas no meu peito a acelerarem cada vez mais e engoli em seco surpreendido comigo mesmo. Não o conhecia de lado nenhum, mas… não precisava.

Sem hesitar entregar-me-ia a ele sem sequer pensar.

A única coisa que me separava dele naquele momento era o enorme buraco entre as nossas plataformas. Olhei para o cartaz do tempo e já só faltavam 5 minutos para o metro dele chegar…

Paralisei.

Nem há 10 minutos desejava que o tempo passasse para poder chegar a tempo, e agora só queria que parasse.

Tinha de arranjar maneira de saber o seu nome.

Pareceu ter lido os meus pensamentos, pois mal pensei nisso abriu a sua mala e tirou um bloco A4 e uma caneta preta. Escreveu algo e levantou o bloco. “Jimin”. Era esse o seu nome…. Sorri fazendo um sinal de que tinha percebido. Desenhei letras no ar com a mão escrevendo o meu nome. Enquanto o fazia ele movia os seus lábios acompanhando cada letra. Escreveu algo de novo. “Jungkook?”. Afirmei sorrindo. O Som dos carris aproximando-se começou a aumentar, olhei preocupado em direcção ao túnel de onde viriam. Virei-me de novo para ele, que estava com a mesma expressão que eu. Apontei para o meu telemóvel fazendo sinal, pedindo-lhe o seu contacto. Escreveu no bloco. “Não tenho :’(  “. O Som ressoava cada vez mais alto, em segundos o seu metro chegaria. Olhámos um para o outro e de repente pareceu ter uma ideia, começou a escrever rapidamente e antes que pudesse mostrar, o metro apareceu passando-lhe na frente.

Não ia conseguir encontrá-lo mais. Tinha de aceitar isso. A vida nem sempre é justa, e ele com certeza já teria alguém...

Baixei a cabeça devastado  e mal o fiz senti uma pontada como um bico de algo a bater-me. Ergui-a e um papel dobrado na forma de um avião caiu-me nas mãos. Abri-o rapidamente confuso e li.

“Acreditas que apenas um olhar pode roubar um coração…? Quero-o de volta.”

Park Jimin

(morada)

 

Um sorriso nasceu na minha cara, olhei para a carruagem que estava à minha frente e ele estava sentado a sorrir de novo e a acenar. E assim partiu. Acenei também, sabendo que afinal a nossa história não acabaria ali.

Íamos em direcções opostas, mas sabia que um dia os nossos caminhos cruzar-se-iam.


Notas Finais


Espero que tenham gostado... andava com esta história na cabeça à imenso tempo... quem sabe poderá ter continuação! Por favor digam o que acharam adoraria saber as vossas opiniões ! Beijinhos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...