História Antes dos Portões - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Os 13 Portões Infernais
Exibições 6
Palavras 791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Incesto, Sadomasoquismo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Ohayo povo linduuu del core mio ❤❤❤❤ Espero que gostem do cap! Comentem e favoritem


Loading............💬💬💬

Capítulo 3 - Capitulo 3- Kanato - Part 1


Cinco anos atrás...

Povs Kanato

J-ja chega idiota!- disse

-Se voce fosse um garoto inteligente nao apanharia em dobro !- Disse ele me dando chicotadas nas costas.

-Eu iria apanhar de qualquer jeito,  n-nao ia?!- falei sentindo a lamina perfurar minhas costas. Estava quase desmaiado quando ele parou.

-Já chega pirralho...- disse ele me expulsando do quarto.

Esse era meu "Pai" depois que minha madastra morreu ele ficou louco, e bebe aparentemente todos os dias,  desde então ele quebra coisas e coloca a culpa  em mim e na Akira, Desde então eu venho apanhando por mim e por ela. Que raiva!

-Nao quebre mais as coisas da sua mãe! - ouvi ele dizer antes de
Descer as escadas. Tinha que tomar um banho...

(...)

Olhei minhas mãos,  tinha marcas pretas estranhas nela.

-Que merda é essa...-disse, percebi que elas iam das mãos as costas.

Coloquei um calça de moletom e sai secando os cabelos.

-Pai?!- falou Akira- Kanato! -disse ela entrando na cozinha.

-B-baxinha ?!- disse ao ver ela- O que ta fazendo acordada?- disse tentando esconder minhas costas, so então lembrei das marcas, ela começou a me olhar de um jeito estranho- Ah...isso! So tomei um banho...Tava calor!

-Isso é meio inapropriado...-ela disse. Será que ela percebeu as marcas?

-Ei! Viu isso?!- falei meio desconfiado.

-O que é isso?- disse ela curiosa.

-Eu nao sei...De repente fiquei com muita raiva e isso aqui apareceu, Bizarro né?- sai deixando ela sozinha.

(...)

-Kanato...-uma voz me chamava- Kanato...-Era o Plutarc.

-O que voce ta fazendo aqui?- disse me afastando.

-Queria falar com você! Por que nao se junta a mim novamente...como nos velhos tempos...É duro apanhar tudo dia filhinho? !- disse ele com um sorriso.

So agora percebi, esse cara estava por trás de tudo! O único motivo de eu estar aqui é por causa dele...Isso tudo...e-eu so podia ser mais uma de suas marionetes...Um falso pai criado pelo Plutarc!

-É sua culpa....-disse refletindo.

-mais é claro que é minha culpa! -falou ele sorrindo.

-Maldito!- disse com raiva, serrei os punhos com força antes de desferir um golpe nele....

-Oh...Vai ser assim?!- disse ele- Que seja assim então! - ele sorriu e veio pra cima de mim.

Sua espada passou de raspão pela minha bochecha o que a fez sangrar.

-Isso é pra vc saber que nao pode ganhar de mim!- ele sumiu bem na minha frente.

Fiquei paralisado pensando na hipótese de morrer pelas mãos do meu próprio pai!

-NAOOOOOO, não eu juro que nao fiz nada!- Akira gritou do quarto dela.

Sai correndo em direção do quarto dela, ela ficava se debatendo na cama enquanto gritava com alguem!

-Akira!- disse chacoalhando ela- Akira!- ela levantou e me abraçou.

-Nao quero...Nao quero...- disse ela chorando.ela me apertou com força, eu sentia os cortes ardendo, so nao queria que ela soubesse que isso acontecia todo dia.

-N-nao aperte muito!- disse ela se afastou de mim, eu cocei a nuca meio sem graça dela ter percebido.- Ainda tá doendo...

-Papai te bateu denovo nao foi?!- disse ela- Nao quero ouvir seus gritos de novo, eu nao aguento ouvir...Isso tudo é culpa mimha?!

-Não se preoucupe!- disse sorrindo antes de puxá-la para um abraço.- Oque você viu?- disse curioso.

-E-eu...Matei você...

-Nao creio! Quando atrevimento sonhar isso!- disse tentando acalmá-la- Impossível! E se isso acontecer um  dia, sabe oque vou fazer?!-disse encarando ela.

-O que? !- ela secou as lágrimas com a manga da blusa.

-dizer que eu te amo...- falei sorrindo- e sorrir....Simplesmente sorrir!- deixei ela sozinha no quarto.

Fechei a porta e uma menina pequena de cabelos loiros e olhos olhos coloridos apareceu atrás de mim.

-você sabe que ela é capaz amor!- disse Ela.

-Claro Himiko-chan! - sorri

-Então porque nao se junta ao seu pai!- ela andava tirando algumas coisas do lugar enquanto olhava ela apressou os passos e correu ate mim.

-Olha Himiko-chan, já cai na laia do Plutarc muitas vezes...Da última acabei aqui com um velho bêbado esquisito e gordo que me bate todo dia...E sem querer ofender...Voce nao passa de um pau mandado do meu pai!- disse antes de voltar para o quarto.

-Nao me ofende não Kat-kun....- disse ela sorrindo- Mas pro bem de vocês dois sugiro que voltem a Alfer...-ela me jogou um beijinho e sumiu. Deuses...Idiotas! Isso nao passa mais de um nome pra quem nao tem o que fazer além de perturbar os filhos.

(...)

-Kanato!- alguem me chamava.

-So mais cinco minutos!- falei resmungando.

-Kanato acorda agora!- Akira.

-Sai daqui!- catei alguma coisa nela que eu nao sabia ao certo.

-Ta bom resmungão! - pude ouvir os passos dela pelo corredor, também pude ouvir ela voltar, e senti ela jogar um balde de agua em mim!

-QUE MERDA É ESSA AKIRA?!





Continua...................


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...