História Anti Bad Things - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias SHINee
Personagens Jonghyun Kim, KiBum "Key" Kim
Tags Jongkey
Visualizações 46
Palavras 2.289
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


QUE PESSOA HORRÍVEL EU SOOOOOOU ;^; Perdão pelo vacilo pessoal, eu tentei mas eu estive ocupada demais ;-; mas eu escrevi esse aqui na velocidade da luz aqui para postar hoje ainda para vocês, só não sei se vou continuar com dois por semana porque realmente não está fácil ultimamente :') MAS JURO QUE PELO MENOS UM VAI ROLAR SIM TODA QUARTA NORMALMENTE.

Sem mais desculpas, aproveitem o cap, lindus ~chuuu

Capítulo 6 - Amigos, eu estou namorando.


Dindong. A campainha da casa de Jonghyun tocou. Ele estava na cozinha fazendo o jantar para ele e Key, e este estava deitado no sofá da sala vendo programas musicais. Aquela campainha fez Jonghyun congelar pelos próximos dois segundos e então entrar em desespero total ao lembrar que Key estava na sala, Key e seu par de orelhas e rabinho felino. Não importa quem fosse, ninguém poderia ver Key, não agora, como ele iria explicar? E se fosse seu manager? Seria pior ainda, ele não iria permitir aquilo. E se fosse sua mãe? Okay, ela mora muito longe, MAS NADA ERA IMPOSSÍVEL, e ele estava sem celular graças a um felino descuidado, sua mãe iria pirar, primeiro por ser uma pessoa do mesmo sexo e que não lhe daria netos, depois ela olharia as orelhas felinas e mais tarde teria um infarto. E se fosse algum de seus amigos... Seria seu fim, primeiro piadinhas com relacionamentos, segundo piadinhas com gatos, ou se não tivesse piadas e eles apenas se assustassem e rejeitassem Key... só de imaginar parecia uma cena horrível.

A cabeça de Jong iria explodir de pensar em mil terríveis possibilidades ao mesmo tempo. Ele correu na velocidade da luz até alcançar a porta, mas nada disse porque na mesma hora ouviu uma voz do outro lado da porta e manteve silencio total para reconhecer quem fosse.

— Hyung você está vivo? É o Minho, Taemin também veio, vamos abra. — ele não parecia tão paciente.

Jonghyun sentiu um alivio por pelo menos ser seu casal favorito, mas ao mesmo tempo ele sentiu que iria desmaiar ali mesmo, ele olhou para porta, para o sofá, para a porta, para o Key… O que fazer?

— Key amor da minha vida, eu preciso que você suba.

— Nyaaan, meu drama, Jonggie…

— Vamos amor, por favor — Jonghyun já implorava ao felino que apenas fez bico e se negou. — Aish, por favor! — ele tentou puxar os braços alheios em busca de retira-lo do sofá, mas este apenas o puxou para cima do próprio corpo e o abraçou por completo. — Key, nãaaaaaao, me solta! Ya! Pare de lamber o meu pescoço! — ele já não conseguia parar de rir.

— YA, me dê essa chave, é a risada dele, ele não abre por frescura. — Deu para ouvir as palavras raivosas de Taemin enquanto o mesmo tentava rapidamente abrir a porta com a chave reserva que o casal possuía no caso de problemas maiores.

Naquele momento Jonghyun estava num misto de preocupação enquanto seu interior chorava e seu exterior ria tudo por causa de Key. O que diria aos seus melhores amigos, como iria explicar aquilo tudo? Eles iriam chamá-lo de louco e iriam sumir e odiá-lo para sempre? Ele não queria nem sonhar com aquele dia, mas ele chegou mais cedo que o esperado inesperado. Jong até conseguiu algum progresso prendendo as duas mãos de Key contra o sofá, mas era tarde...

Taemin simplesmente entrou de vez e como a porta dava de cara com a sala ele que já ia reclamando e xingando até Deus, ele só parou quando seus olhos encontraram Jonghyun em cima de Key, entre suas pernas enquanto este ainda prendia as mãos do felino logo abaixo que sorria despreocupado olhando Taemin, enquanto o outro olhava o casal a frente completamente envergonhado.

— E-eu posso explicar.

— Desculpa hyung, não queríamos atrapalhar, vamos Taemin! — ele timidamente tentava puxar o namorado.

— Nem sonhando! Temos tido tempo do mundo para ouvir isso. — ele fez questão de se sentar em uma das poltronas a espera da explicação de Jonghyun. Minho nem em sonho questionaria, apenas se sentou também em frente aos dois no sofá na cena constrangedora.

Jonghyun não estava acreditando que tinha sido tão descuidado. Ele soltou Key e se ajeitou no sofá se sentando e olhando para qualquer outro canto tentando pensar em algo para dizer a eles. O garoto ao seu lado apenas se sentou no sofá em sua posição felina, sorridente olhando curiosamente para as visitas, e antes que Jong começasse, o garoto felino abriu a boca.

— Nyaaah, eu conheço vocês! Você é o menino do drama da tv! E você é aquele cantor… Ta...Tae…

— Taemin. — o próprio respondeu rindo. — Somos nós sim… Somos amigos do seu namorado.

— Wooow, porque nunca me contou isso, Jonggie?

— E-eu disse! Você esqueceu?

— Mentiroso!

— Hey, hyung… Não sabia que tinha fetiche por garotos com orelhinhas… — Minho segurava a risada, Key não entendeu nada, e Jong apenas continuava mais envergonhado, talvez já estivesse até corado.

— Não é um fetiche, ele é assim. — ele disse sério, tirando o sorriso dos outros dois. Um suspiro veio ainda incerto do que iria dizer, mas agora só lhe restava contar tudo, afinal eram seus melhores amigos… — Da última vez que vocês vieram jantar… No dia da tempestade. — começou ainda sem olhar para o casal presente. — Key me apareceu no jardim, ele estava fugindo de um circo que o mantinha preso e se machucou, eu cuidei dele e como não tinha para onde ir… — ele finalmente consegue manter seu olhar fixo, fixo em Key. — Eu o deixei ficar aqui, sob meus cuidados, não é? — fez um breve carinho no cabelo alheio.

— Circo? Quer dizer então que ele era uma atração? — Taemin estava curioso e ao mesmo tempo preocupado de alguma forma.

— Sim, eu não sei como é possível, mas Key é como um híbrido, ele tem orelhas, rabinho, seu comportamento às vezes é realmente como de um, mas muito disso é porque ele foi mantido em cativeiro quase a vida toda… então ele não sabe muito sobre nós e nosso cotidiano, ele apenas foi treinado para manter sempre sua postura felina, mas aos poucos estou lhe ensinando as coisas.

O casal a frente estava tão chocado com aquela informação agora, Jonghyun não tirava a razão deles, era algo realmente estranho, curioso, intrigante. Mas em momento nenhum eles se assustaram e incrivelmente Key também não estava assustado, talvez por já ter visto aqueles rosto e até ser um “fã” deles, Jonghyun ficou feliz em ver que todos ali estavam bem com isso.

— Então, porque você sumiu exatamente? — Minho lembrou do motivo por estarem ali e voltou a linha de raciocínio inicial.

— Alguém aqui quebrou o meu celular… — Key se encolheu segurando a risada.

— Eu não sabia… — disse em sua defesa.

Jonghyun suspirou. — Não consigo fazer as ligações nem atendê-las porque o display não pega mais, preciso comprar outro.

— Então o manager ainda não sabe sobre Key, não é? — Taemin perguntou mesmo já sabendo a resposta.

— Não… ainda não, eu pretendo dizer ao meu público pessoalmente como sempre fiz, não vou ter o trabalho de avisar a empresa primeiramente.

— Você vai dizer que namora um… garoto… gato... híbrido?

— Não, não quero que ninguém saiba destes detalhes, tenho medo que alguém o machuque ou que o dono do circo venha novamente atrás dele, não quero que nada de ruim atinja Key. Mas eu não vou deixá-lo preso aqui, muito menos escondê-lo das minhas fãs. Futuramente, quando ele já estiver ciente de tudo isso, eu vou deixá-lo escolher o que for melhor para ele, mas por enquanto é melhor ir aos poucos.

— Hmmm, você está certo… — o mais velho do casal entendeu a situação e concordou.

— Hey, vocês já fizeram sexo? Tem algo de diferente? — Taem interrompeu de repente.

— O QUE? — Jonghyun quase engasga.

— Não. Mas Jonghyun disse que podemos fazer. — Key se pronunciou e disse como se fosse completamente normal, arrancando risadas do casal.

— Key! Aish... Taemin não fale sobre essas coisas.

— Uma hora tem que acontecer... Vocês estão namorando certo?

— Bem... — ele fitou Key rapidamente. — Somos um casal. — ele sorriu um tanto sem jeito naquele momento. — M-mas isso não significa que você tem que invadir nossa privacidade, garoto abusado.

— Vocês também são um casal? — Key de repente perguntou curioso. Os dois apenas sorriram sem jeito antes de Minho começar a explicar.

— Sim, estamos namorando há bastante tempo, Taemin e eu nos conhecemos quando ele faz o papel dele menos rapidamente em um drama em que eu era ator, éramos muito jovens ainda, mas eu era seu fã tanto no drama quanto na vida real, então quando apareceu essa oportunidade eu tentei ao máximo me aproximar dele, e deu certo no final das contas, viramos amigos íntimos e aos poucos o sentimento foi ficando mais...

— Nós nos apaixonamos.

— Isso, mas nenhum dos dois tinha coragem de contar.

— Até que Jonghyun metido foi até Minho e disse que eu gostava dele realmente, e ajudou em tudo para Minho me pedisse em namoro em meio a um show em Seoul completamente lotado... Foi lindo.

Key ficou quietinho ouvindo, estava tão atento pela história que parecia estar vendo um de seus dramas. — Isso foi tão bonito... Vocês são muito fofos. — ele sorriu timidamente.

— Obrigado. — Taemin agradeceu pelo casal. — e como foi que Jonghyun te pediu em namoro?

— Hmmm, ele me beijou na boca e disse que éramos um casal igual os casais dos dramas. — todos riram enquanto Jonghyun apenas permanecia envergonhado.

— Falando em Jonghyun... Como você está hyung, de verdade? — Minho lembrou sobre os problemas que Jonghyun vinha passando e questionou.

Essa era uma pergunta tão difícil naquele momento, fazia dias e mais dias que Jonghyun simplesmente cancelou as visitas para cuidar de Key, e com a presença diária do outro ele não se sentia mais vazio de certa forma, já que agora ele tinha mais era que se preocupar e cuidar do felino, era como se ele simplesmente tivesse se esquecido que estava doente naquele momento, ele não sabia se estava pronto para os palcos ou para sair lá fora normalmente como fazia, mas pelo menos ele já se sentia bem dentro da própria casa, sua rotina tinha virado completamente do avesso, seus sentimentos que antes haviam sumido se estabilizam quando encontra os olhos alheios, ele já sorria mais que o de costume graças ao garoto todo atrapalhado… Key estava curando Jonghyun aos poucos sem ele sequer perceber. Da mesma forma que agora ele o fitava diretamente sem notar que o fazia.

O casal ficou aguardando aquela resposta, mas ao ver que Jonghyun estava perdido olhando o garoto ao seu lado eles desistiram. — Hey, hyung vamos comer? Hyung?

Jonghyun acordou e olhou para Minho que o chamava. — hm? A-ah, sim, por favor eu acabei agora a comida. Vamos comer Key? — o outro respondeu balançando a cabeça positivamente e eles seguiram para a sala de jantar.

Todos jantaram bem graças a comida caseira de Jonghyun, fazia tempo que ele não cozinhava o jantar já que na maioria das vezes comprava tudo pronto, mesmo assim ficou ótimo. Taemin incrivelmente se aproximou rapidamente de Key, ele se encantou mais por ser namorado do seu amigo do que alguém que tem um rabo, já estava marcando para eles irem ao salão, ao shopping e disse que tinha muito o que ensinar ao garoto sobre relacionamentos e esse tipo de coisa, Jonghyun já estava com medo conhecendo Taemin como ele conhece, certamente iria tentar desviar seu garoto puro para o lado maligno.

Minho e Jonghyun ficaram conversando privadamente, ali pareciam dois polos de conversa completamente opostos. Minho estava querendo entender melhor o relacionamento deles de uma forma mais séria, eles conversavam sobre como Jonghyun planejava levar para frente, como iria ser quando voltasse às atividades e como contaria a sua mãe, e sinceramente o garoto de fios platinados não tinha pensando nesses pontos ainda, mas não poderia deixar para depois também, ele tinha que voltar as atividades uma hora e isso significava checar tudo isso.

De certo modo ele já sabia como começar a se organizar novamente.

Depois do jantar o casal decidiu ir embora com a desculpa que não iria mais atrapalhar Jong e Key, eles não atrapalharam porque nada estava acontecendo e eles sabiam, mas não podiam perder a piada. Mas apesar de tudo, eles eram bons amigos, Jonghyun só tinha mais certeza ainda disso depois de ver como o casal foi gentil com Key e como estavam dispostos a ajuda-los

— Você está bem mesmo? Precisa de algo? — Minho era sempre muito preocupado com seu hyung mesmo sendo mais novo.

— Yaaa, pare de se preocupar tanto.

— E Key? Você já o levou num médico.... ou veterinário? — Taemin questionou, mas não por maldade ele realmente não sabia e tudo bem porque nem Jong sabia, mas como tinha um médico particular confiável ele o procuraria mais tarde.

— Eu vou ver isso essa semana ainda, okay? Vão para casa “dormir” suas crianças imundas. — eles riram, menos Key, claro.

— Okay, compre um celular!

— Amanhã mesmo, pode deixar.

— Ah hyung, espere. Já que Key foi criado num circo ele não deve ter nenhum registro. Veja como manager e arranje um nome decente para garoto.

— Wow, pela primeira vez você me diz algo inteligente Taemin. — Jonghyun riu, mas realmente aquela era uma ideia incrível.

— Inteligente minha bunda. — ele disse estressadinho e entrou no carro junto a Minho que apenas ria do comportamento do namorado.

 

Mas uma coisa a ser vista, ele precisava realmente sair no dia seguinte para comprar tudo o que tinha sido quebrado e tudo o que faltava em casa, e precisava inicialmente falar com seu advogado para resolver toda a papelada que envolve Key.

— Key? Nós vamos sair amanhã.


Notas Finais


O titulo desse cap parece comigo, quando ninguém mais tem esperanças que eu vá desencalhar :>')

Yaaaaaa gostaram? sei que tá bem... Não tá influênciando na história de fato, mas eu queria por como 2min ficou sabendo e acabou dando um cap, sorry :')

Obrigada aos honeys que continuam aqui e me apoiando :3 não irei parar com a fic, mesmo admitindo que não estou tão criativa e empolgada como inicialmente, mas eu ja tenho tudo programado então vamos ate o fim,certo?! Obrigada por tudo e até o próximo cap ~chuuuuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...