História Anyone... - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Novela, Romance
Exibições 6
Palavras 317
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Drogas
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


...

Capítulo 2 - Recíproco...


Fanfic / Fanfiction Anyone... - Capítulo 2 - Recíproco...

Raphael estava divido, suas dúvidas o consumiam totalmente. Era reciproco? Clara gostava dele da mesma maneira que Raphael gostava dela? Ele não tinha mais certeza de nada. Raphael era sozinho, vivendo em um mundo de sombras, até que encontrou Clara, ela refletia uma luz, uma alegria inexplicável e espontânea, seu sorriso era tão bonito, tão alegre, tão seu... Clara? Clara o achava incrível, ele tocava violão muito bem, era bonito, simpático, tímido, e protetor... Clara sentia o mesmo que ele, ela realmente o amava. O aniversário de Raphael estava próximo, Clara estava planejando uma festa, e um presente... Os pais de Clara não achavam que Raphael não passava de um amigo, mas essa amizade era um amor, que ultrapassava tudo, exatamente tudo, principalmente tudo, apenas tudo... Clara convidou Raphael para passar o dia na casa dela, jogaram videogame, olharam filmes, cozinharam juntos, trocaram abraços, beijos... Isso tudo durou cerca de 5 horas, foram as melhores horas da vida dele...  As aulas de violão continuaram ao decorrer do ano, eles aprenderam juntos, ensinaram um ao outro. Andaram juntos, sem um rumo, mas andaram... Ligavam um para o outro toda noite, alguns “eu te amo” aconteceram nessas ligações... Tudo estava tão perfeito para eles.... Mais um dia na casa de Clara, Raphael tinha preparado uma música para ela, no fim, ele disse baixinho “eu te amo”, frase que nunca tinham falando olhando um no olho do outro, Clara o instantaneamente o abraçou, e disse “eu também”. As luzes se apagaram, o único sentimento que poderia ser visto era o amor, no sol da manhã, abraços, beijos rolavam, era tudo tão novo, tudo tão estranho, mas eles estavam ali com a pessoa que realmente amavam, e só isso importava, apenas isso... Em uma noite em branco, era sua voz que ele relembrava, a sua mão gelada, os beijos intensos e cheios de amor, tudo finalmente fazia sentido, tudo se encaixava... 


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...