História Além Do Que Os Olhos Vêem - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~AK46S2

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Revelaçao, Romance
Visualizações 52
Palavras 1.030
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu sei que prometi um ontem mas não pude....desculpaaa.
Tá aí boa leitura.....

Capítulo 10 - Uma leve virose? Ou mais que isso?


Resolvi levá - lo à sua mãe, ela com certeza saberia o que fazer. Atingi os 150 Km por hora numa via movimentada, até que chegamos a casa de Jimin. Solji esperava - nos na porta, devido ao ronco do motor. Ajudei Jimin e o levei até sua mãe cuidadosamente. 

- O que houve? - pergunta preocupada. 

- Eu não sei - falo nervosa 

- Para o quarto dele - fala subindo as escadas. 

Caminhamos até o quarto dele, que por sinal era organizado e bonito, as paredes pintadas intercalando preto e azul. Com uma cama de casal enorme, onde o depositamos. 

- Vou chamar o médico dele - ela diz, se retirando do quarto.

Sento-me ao seu lado, afagando suas mãos frias. Então ele sussurra. 

- Cassie........ Estou com frio - sussurra sem voz. 

Cubro - o com as cobertas e fico um longo tempo ali com ele, esperando o tal médico. Ele logo aparece, pedindo que eu me retire e eu o faço sem pestanejar. Aguardo no corredor e deixo algumas lágrimas descerem. Limpo - as segundos antes de Solji aparecer, demonstrar fraqueza não seria agradável. 

- Ele vai ficar bem - ela murmura séria, mas convicta - ele é muito propenso a viroses. 

Concordo brevemente com a cabeça e esperamos o médico sair do quarto. 

- Bom, é apenas uma virose - ele fala com a expressão neutra - Mas ele precisa de supervisão vinte e quatro horas e também tomar os remédios prescritos. 

Ele entrega a receita a Solji e ela logo se apressa em sair pra comprar os mesmos. 

- Você é namorada dele? - fala rapidamente - Ele te chama. 

Ele nem me deu a chance de negar. Nem tento fazer isso, seria perda de tempo. 

Apenas entrei no quarto, agora havia só um abajur iluminando o mesmo. Sento-me ao seu lado, o observando e pensando nos últimos dias. Era inacreditável a maneira como Jimin havia se tornado de extrema necessidade e importância pra mim.  Não tínhamos tanta intimidade ainda. Eu até passei a considera - lo meu melhor amigo. Eu suspeitava que estava me apaixonando por ele, mas as chances de ser correspondida eram quase que nulas e então o que me restava fazer era me contentar apenas com sua amizade. Nunca havia tido amigos em toda a minha vida, nos Estados Unidos e agora, depois de crescida encontro os melhores que poderia ter. O melhor que poderia ter. 

- Cassie - Solji aparece, chamando a minha atenção - Já avisei seu pai que dormirá aqui. 

Assinto freneticamente com a cabeça e sorrio fracamente.

- Vou arrumar um quarto ook? 

- Não, não - nego gentil - Eu vou ficar aqui. Vou cuidar dele. 

Como resposta, escuto a porta se fechando. Felizmente, Jimin acaba pegando no sono. Me sento no sofá de couro , de frente pra mesma. Estava quase caindo no sono. mas não dormiria. 

São 02:13 da manhã quando sinto meu celular vibrar, avisando que tinha mensagens. Era Hoseok. Ele queria saber como seu irmão estava. Ficamos conversando por um tempo, até que Hoseok foi dormir.

- Cassie.......  - me assusto com a voz de Jimin - É você? 

- É claro - acaricio seu cabelo. 

- Você deveria estar tendo bons sonhos - fala desaprovador - Deve estar cansada. 

- Estou ótima. 

Ele balança a cabeça desaprovador e abre espaço na cama pra mim. 

- Deita aqui - murmura. 

Deito - me ao seu lado, ele  me puxa contra seu peito, e fico escutando o som de seus batimentos.

Jimin On 

Ela se deita ao meu lado e eu a puxo contra meu peito, abraçando - a.

- Porque você ainda está aqui? - sussurro curioso.

- Porque eu gosto de você.......e eu me preocupo com quem eu gosto - ela responde calma.

- Mesmo que quem você goste esteja cheirando à vômito? - pergunto brincalhão.

- Mesmo assim - ele fala rindo - Agora dorme.

Em um ato inocente e inesperado, ela beija meu pescoço. Arrepio - me todo e sorrindo, a aperto mais contra mim. Eu estava apaixonando por essa garota desconhecida e peculiar. Doía não conhece - la e ama - la. Seria esse o amor verdadeiro que minha mãe me falava quando eu era criança? Deveria ser, por que a única coisa que eu desejava mais era vê - la e dar o mundo a ela.

Depois de um tempo sinto a necessidade de dizer algo a ela.

- Cassie - a chamo nervoso.

Ela apenas se move em meus braços. Ela já dormia.

- Eu gosto de você - sussurra agoniado - Mais do que um simples amigo e isso está me assustando.

Ela só me abraça apertado e isso de alguma forma acaba me confortando. Pego no sono depois de um tempo.

          ¤             ¤              ¤

Cassie On 

Acordo - me escutando estranhos ruídos.  Me levanto e olho ao redor, não encontrando Jimin em parte alguma.

Vou até a porta do banheiro e bato suavemente.

- Está aberta - a voz de Jimin sai abafada.

Abro a porta lentamente, o encontrando apoiado contra o vaso sanitário, vomitando de novo.

Abaixo -me ao seu lado, encarando seu rosto preocupada. Estava péssimo mesmo e logo volta a vomitar.

- Sai daqui - ordena cansado - Não veja isso!

- Cala a boca.....Você está péssimo - falo pesarosa. 

Eu o ajudo a se levantar e limpo seu rosto com uma toalha. Pressiono as costas de meus dedos em sua testa e percebo que a febre só piorou. Também percebo as olheiras em seu rosto.

- Sua febre piorou - falo mais pra mim mesma - Você chegou a dormir?

- Não muito - ele admite.

Penso bem e a primeira coisa a se fazer seria ele tomar um banho.

- Ook......vá tomar um banho enquanto vejo suas roupas.


Saio do banheiro e vou até o seu closet escolher algo. Pego uma calça moletom, uma camisa qualquer e uma boxer preta e as levo até o banheiro. 

Depois de um longo tempo - longo mesmo - ele sai do banheiro cambaleando. Se não fosse eu segura - lo, certamente teria caído.

Chamo Solji  e ela apenas o observa preocupada. Jimin havia piorado e pelo o que ela tinha me dito, uma virose nunca tinha feito tanto estrago.

- Vamos levá - lo ao hospital - fala convicta.




Notas Finais


Ficou ruim....Não gostei muito....mas fazer oq.....bjssss.
E aah.....desculpem os erros!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...