História Além Do Que Os Olhos Vêem - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~AK46S2

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Revelaçao, Romance
Visualizações 51
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa capítulo ficou perfeito.......Não querendo ser convencida, aproveitem e boa leitura!!!!!

Capítulo 9 - Um Parque De Diversões.......


Cassie On 

Jimin havia aceitado nos acompanhar ao parque e isso era incrível, já que pelo o que eu sabia ele não se divertia a anos. Eu estava muito feliz, porque eu gostava dele de uma maneira especial, eu nem conseguia explicar, eu simplesmente queria estar com ele e fazê - lo sorrir. Porque na minha opinião não existia nada que  me satisfizesse mais que sua felicidade.

Fomos no meu carro, para o caso de ele querer voltar pra casa e Hoseok foi no carro dele para poder buscar Jihyo. Eu havia até oferecido carona mas ele negou. Então, fomos só nós dois. Eu liguei o rádio e fomos escutando música até o parque. Eu e Jimin tínhamos o mesmo gosto para músicas e o legal era que não importava o estilo e siim se a música tinha expressão.

O parque era um lugar muito agradável, ao ar livre, meio iluminado, mas não tanto. Alguns brinquedos grandiosos e uns poucos mais simples. A galera já nos esperava na entrada e a alegria deles ao verem Jimin foi contagiante. Eles realmente estavam felizes ao verem o amigo ali e mais maravilhoso ainda, foi ver que eles estavam de braços abertos para o mesmo. Que apesar dele ter se afastado e praticamente morrido para os mesmos eles o esperaram e o esperaram para recebê - lo da melhor maneira possível, como legítimos irmãos fariam.

Eles o abraçam e o.....sei lá o amam, felizes por ele estar aqui, com nós. JungKook parece ser muito mais próximo de Jimin, ele vem e o abraça, sorrindo sinceramente.

- Que bom cara - ele fala baixinho - Aliás sou muito fã de........

Não consegui ouvir o resto, devido a ele diminuir o tom de voz. Mas os dois sorriram, cúmplices.

Jimin On 

JungKook, que era o meu melhor amigo veio abraçar - me contente.

- ......Sou muito fã de Jicass - ele falou baixinho.

Sorrio feliz ao escutar isso. Uma pessoa, pelo o menos, achava que ficávamos bem juntos.

Saímos todos juntos para os brinquedos e finalmente sinto Cassie enganchar seu braço no meu. Namjoom fica em nosso encalço, tentando de todo jeito, ter a atenção dela pra si. E para minha total alegria, estava sendo em vão. A garota estava a todo momento tentando se esquivar das investidas dele, mas ele nunca percebia. JungKook finalmente o chamou, falando de algo que não me interessava. Agradeci internamente por isso.

- Vem - ela sussurra em meu ouvido e começa a correr puxando - me. 

- Onde? - pergunto nervoso.

- Respirar - responde distraída.

Sua mão é quente e macia contra a minha, algo extremamente prazeroso. Nós rimos, correndo momentaneamente, sem rumo.

Cassie On 

 Corro pra longe do grupo com ele, rindo alto. Era bom estar com Jimin, eu me sentia confortável, feliz.

- Ei! - escuto alguém falar alto - O casal aí! 

Viramos e vemos uma mulher e um homem chamando - nos. O homem segurava uma câmera e pareciam ser profissionais. Eles vieram até nós e eu comecei a conversar com eles.

- Desculpa, mas nós não somos um casal - falo envergonhada.

- Oh! Mas deviam, vocês parecem se gostar e combinam fisicamente - eles se apressam em falar.

Continuamos, eu e Jimin em silêncio, esperando eles chegarem onde querem.

- Nós somos fotógrafos e vamos fazer um comercial para divulgar nosso trabalho - o homem explica - Nós coletamos fotos de todo o tipo menos de casais. Vocês podem ser nossos modelos?

Fiquei nervosa. Fotos como um casal? Só a idéia de eu e Jimin parecermos um casal já me dava um friozinho na barriga. Mas mesmo assim eu e Jimin acabamos topando. Perguntei discretamente a eles se tinha algum problema Jimin ficar com os óculos, mas eles permitiram.

- Ook - o homem fala - Senhor Park, preciso que fique atrás dela e envolva sua cintura com seus braços.

Jimin faz o que ele pede e arrepio - me completamente ao sentir seus braços envolvendo - me.

- Isso é muito louco - ele sussurra em meu ouvido - Eu.....eu gosto muito de você.

Sorrio e me viro abraçando ele. 

- Isso, isso! Fiquem assim! - a mulher pediu.

Eu fiquei ali. Não porque ela pediu para mim ficar, mas sim porque eu gostava dele também. Porque ser envolvida pelos seus braços era algo maravilhoso e inesplicavelmente.

Jimin On 

Depois de terminarmos aquelas fotos loucas, ela quis ir à roda - gigante. Eu estava me sentindo mal, alguma coisa em meu estômago e não queria ir porque eu tinha medo de altura. Mas fui mesmo assim, porque não queria passar como um covarde. 

Entramos no carrinho e começamos a subir aos poucos. Comecei a ficar nervoso, porque não ver as coisas me deixava com mais medo. Então do nada a roda parou, sobressalto , me segurando no apoio.

- O que houve? - pergunto nervoso.

- Acho que uma falha mecânica - ela fala tranquila.

Merda. Respiro fundo, tentando me acalmar e não ficar histérico. Ela passa seus braços ao meu redor, tentando me acalmar, eu acho. Eu só conseguia me concentrar na sensação de liberdade e de ser amado.

- Como vem sendo seus dias? - Ela pergunta, tentando me distrair.

Essa pergunta podia até ser aleatória, mas pra ela né? Porque pra mim, os meus dias giravam em torno dela, incluindo os pensamentos.

- Turbulentos - falo rindo, bem humorado - E os seus?

- Perfeitos - ela ri também.

- Eu tenho algo a ver com isso? - solto a pergunta inconcientemente e me arrependo logo depois.

- Não conte a ninguém - ela sussurra - Mas você, é a pessoa que mais os torna perfeitos.

Sorrio ao escutar isso. Não foi por pena, afinal, ela podia gostar de mim de verdade. Me imagino com ela. Junto com ela, sempre. Sendo sua calmaria, quando ela está um caos ou sua alegria quando ela está triste. Ser a lágrima do seu choro. Eu queria ser o sol que a aquecia depois de um dia frio, ser seu príncipe e ela a linda princesa. Ser o lápis e ela o papel. Tudo.

Eu queria completa - la, simplesmente ser tudo pra ela.

Sinto um solavanco e a roda começa a se mover novamente. Me sinto nauseado e quando descemos corro para um lugar menos movimentado e me ponho vomitar.

Cassie On 

Ele começou a vomitar. Afago suas costas e espero ele terminar. Depois de um tempo, ele finalmente se levanta. Seu rosto estava pálido, ele parecia extremamente doente. Com a pouca luz conseguia ver o suor iluminando seu rosto perfeito, mas com expressão cansada.

- Você está bem? - pergunto preocupada.

- Não - ele responde, cambaleando em minha direção.

Eu era muito idiota. É claro que ele não estava bem. Apoio seu peso em mim, passando seu braço esquerdo pelos meus ombros. O conduzo pelo parque em direção ao meu carro, evitando nossos amigos.

Coloquei - o no banco do carona e pus o sinto, depois corri até o banco do motorista. Comecei a pensar. Pra onde o levaria? Hospital ou para sua casa?





Notas Finais


Bjss....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...