História Ao Seu Lado - Capítulo 54


Escrita por: ~

Exibições 77
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente, esse maravilhoso da foto é o Marcos, professor de matemática da Aninha.

Capítulo 54 - Pra sempre com você Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction Ao Seu Lado - Capítulo 54 - Pra sempre com você Capítulo 8

 _ Ana: P... Perdão.

 _ Marcos: Eu sou extremamente rigoroso com horários. Se eu sou pontual todos devem ser pontuais assim como eu. 

 _ Ana: Perdão mesmo. É Marcos, não é?

 _ Marcos: Sim.

 _ Ana: Eu realmente não queria, mas perdi a hora. Eu tive um compromisso antes, adiantei ele, mas acabei atrasando para vir.

 _ Marcos: Estudando você não estava...

 _ Ana: Tecnicamente eu estava estudando.

 _ Marcos: Anatomia com o seu namorado, não? Eu te vi com aquele garoto vindo praticamente do meio do mato aquele dia. 

 _ Ana: Hã? Estávamos fazendo a trilha e acabou escurecendo. Mas hoje eu estava na aula mesmo.

 _ Marcos: De...

 _ Ana: Teatro.

 _ Marcos: Teatro..._ Ele fez uma cara de quem não estava acreditando no que estava ouvindo_ Você passa aperto todos os anos em matemática e se atrasa para a aula por uma aula de teatro?

 _ Ana: Não foi por mal.

 _ Marcos: Eu me recuso a ensinar uma garota que me deixa esperando por culpa de uma aula de teatro! Onde está a sua mãe? Vou me despedir dela.

 _ Ana: Marcos, por favor. Eu não fiz por mal. Preciso das suas aulas. Me ajuda. Por favor.

 _ Marcos: Eu vou te dar esse voto de confiança dessa vez. Se atrase mais uma vez e nem o Papa me fará te dar aulas.

 _ Ana: Fique tranquilo. Não vou mais atrasar.

 _ Marcos: Onde vamos estudar?

 _ Ana: Pode ser na varanda da piscina. O dia está muito bonito.

 _ Marcos: Vamos estudar ou apreciar?

 _ Ana: Desculpa. Não foi isso que eu quis dizer.

 _ Marcos: Vamos ficar aqui mesmo.

 _ Ana: Então tudo bem._ Ela foi até a mesa da cozinha onde estavam seus livros_ Pode ser aqui?

 _ Marcos: Está excelente para mim.

 _ Ana: Ótimo. 

 _ Marcos: Então me diga: O que você está estudando?

 Eles ficaram por uma hora estudando a matéria que Ana estava estudando na escola. Marcos tentava fazer com que Ana entendesse, mas era difícil. Após uma hora, a aula chegou ao fim.

 _ Ana: Muito obrigada, Marcos. Me tirou várias dúvidas.

 _ Marcos: Você é um diamante bruto que eu terei muito trabalho ainda para lapidar.

 _ Ana: Vou me esforçar o máximo para que seja mais fácil.

 _ Marcos: Na próxima terça, no mesmo horário eu estarei aqui.

 _ Ana: Não vou me atrasar.

 _ Marcos: Eu espero. E não dê mais valor para aulas de teatro do que para as de Matemática. A Matemática vai te levar a algim lugar. Me lembro de uma colega que tive na escola. Ela era uma atriz, só sabia atuar. Na hora de estudar para a prova, ela ia para aulas de teatro... 

 _ Ana: E o que aconteceu com ela?

 _ Marcos: Tomou pau. Não sei mais dela.

 _ Ana: Pode ficar tranquilo. Vou me dedicar mais às suas aulas.

 _ Marcos: Então até a próxima terça.

 _ Ana: Eu vou com você até a porta.

 _ Marcos: Vai sair?

 _ Ana: Sim. Vou na minha vizinha.

 _ Marcos: Ah, sim. Então agora sim, até terça.

 _ Ana: Até.

 Ana foi até a casa de Fernanda. A mãe de Fê a atendeu.

 _ Mãe da Fê: Oi, Aninha! Tudo bem?

 _ Ana: Tudo, tia. A Fê tá em casa?

 _ Mãe da Fê: Ta sim. Mas ela tá de castigo.

 _ Ana: Mas por quê?

 _ Mãe da Fê: Me enfrentou. Disse que vai até a casa do Lucas queira eu ou não.

 _ Ana: Entende ela, tia. A Fê ta sofrendo. Foi tudo muito rápido.

 _ Mãe da Fê: Eu já passei por isso. Já mudei de cidade com namorado e não deu certo. Só estou protegendo a Fernanda. Ela vai ficar indo e voltando para ver o Lucas, mas depois vai se cansar disso.

 _ Ana: E então eles vão terminar por conta própria. Tia, só tá fazendo a Fernanda sofrer.

 _ Mãe da Fê: Estou tentando diminuir o sofrimento dela para quando terminarem e ela perceber o quanto de dinheiro já gastou com isso.

 _ Ana: Deixe ela perceber por conta própria.

 _ Mãe da Fê: Posso ser sincera, Ana? Eu nunca fui com a cara daquele garoto. E depois da despedida da Fernanda...

 _ Ana: Ah, ela me contou.

 _ Mãe da Fê: Contou que chegou bêbada em casa junto com o namorado cachaceiro? 

 _ Ana: Eu sei que foi errado, mas foi uma vez só. A Fê nunca tinha bebido antes.

 _ Mãe da Fê: Mas o garoto já. E muito. Já ouvi a história do primeiro beijo da Fernanda.

 _ Ana: Não faz isso com a Fê. Por favor.

 _ Mãe da Fê: Eu vou pensar. A Fernanda está no quarto.

 _ Ana: Vou lá vê -la. Tchau tia._ Ana subiu as escadas, bateu na porta do quarto de Fê e entrou_ Posso entrar?

 _ Fê: Entra.

 _ Ana: Não gosto de te ver assim.

 _ Fê: Eu tô mal.

 _ Ana: Percebe -se. Pode me chamar de patricinha, mas você ta precisando de um quilo de maquiagem para camuflar esses olhinhos inchados.

 _ Fê: Eu tô sofrendo, Ana. E você só pensa em maquiagem. Eu queria ir assim pra escola só pra todo mundo ver o que a minha mãe tem feito comigo.

 _ Ana: No fundo ela só quer te proteger.

 _ Fê: Até você, Ana Vitória?

 _ Ana: Eu só tô falando. Mas você, né, Fernanda... Chega bêbada em casa com o Lucas na sua despedida...

 _ Fê: Não foi por mal.

 _ Ana: Mas fez. E agora a sua mãe tá com o rabo preso com o Lucas.

 _ Fê: Não vou deixar o menino que eu amo porque ele bebe. Ele melhorou muito depois que a gente começou a namorar.

 _ Ana: A sua mãe pareceu um pouco mais flexível quando eu conversei com ela.

 _ Fê: Eu não vou desistir do Lucas. 

 _ Ana: Mas é claro que não. Você não pode desistir desse amor. Eu não desisti quando o meu pai me proibiu de ver o Gu.

 _ Mãe da Fê: É, Ana Vitória..._ A mãe de Fê entrou no quarto de surpresa_ Está colocando a minha filha contra mim! Saia daqui agora! A Fernanda não vai seguir o mesmo caminho que você! Nem que para isso eu tenha que deixá -la trancada em casa!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...