História Ao ver você de novo Vkook/Taekook - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Vkook Taekook Kpop BTS
Visualizações 695
Palavras 1.462
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente vocês estão prontos para o (acho que vai ser) tiro?

Boa leitura Unicórnios :3
😈😈😈😈😈😈😈😈😈

Capítulo 13 - Acidente e desabafo


Fanfic / Fanfiction Ao ver você de novo Vkook/Taekook - Capítulo 13 - Acidente e desabafo

P.O.V Jungkook

Finalmente chegamos aqui na festa, mas entro e já tem minas se pegando  em mim. Vejo Tae entrar, hoje vou resolver tudo com ele. Antes de entrar, comprimento vários amigos antigos. Ainda não vi o Kyung, mas ele é sempre assim, então não me vou preocupar. Bem, cumprimentei todo o mundo, vamo entrar.

A música estava bem alta, Tae estava lindo... Vejo Jimin o puxar para a pista de dança. Eu nem reparei que Hope estava do meu lado, me puxando até a mesma.

Vimos várias pessoas dançando, a festa estava incrível, como todas as outras.

- Vou pedir para o Dj colocar tango para a gente dois dançar - Grita do meu lado.

- Duvido que ele coloque, mas se você quiser... - Grito rindo.

Hope sai do meu lado, corre até à mesa do Dj, o mesmo acena e ri, depois de assim uns 3 segundos, a criatura volta para perto de mim.

- Feito! Agora é só esperar pela próxima música - Sorriu - Quem vai ser a rapariga?

- Você - Caí na gargalhada e o mesmo fez cara de emburrado.

- Te odeio! - Dá um tapinha no meu ombro.

- Já? Meu deus, sou assim tão mau? - Faço cara de ofendido.

- Talvez... só um pouquinho - Rimos.

Ouvi de longe o princípio do tango. Eu e Hope nos olhamos e fomos para o meio da pista.

Pessoas nos rodearam, o Tae também estava vendo, ele estava rindo até! Dançamos que nem profissionais. Para o final, agarrei Hope pela cintura com uma mão e com a outra agarrei a mão do mesmo (D/A Não eu não estou criando este shipp na fic). Quando acabamos rimos que nem loucos.

Taehyung tinha desaparecido, mas não liguei, ele deve ter ido pegar bebidas.

- Vocês foram ótimos! - Gritou Suga, quando chegou perto da gente.

- Eu amei! - Gritou Jin depois de Suga.

- Eu tenho a mesma opinião deles os dois - Riu Namjoon, segurando Jin pela cintura... QUE FOFO.

- A gente amou! - Me viro para trás e encontro Kyung e Jisoo.

- Jisoo, Kyung! - Os abraço.

- Amigo, não falta ninguém no vosso grupo? - Pergunta Kyung - Pela foto que você colocou no Instagram com todos, sinto que falta alguém aí - Arqueia a sombracelha.

Olhei para trás, onde estavam os outros.

Namjoon

Jin

Suga

Hope

Jimin

Taehyung... ESPERA TAEHYUNG NÃO ESTÁ AQUI!

 - Falta o Taehyung! - Grito.

- Calma Jungkook, ele já volta - Assegura Jimin.

- Você não esta estendendo, nesta festa estão aqui todos os jovens de Seul - Tento explicar.

- E daí? - Cruza os braços.

-E daí que Kai está aqui e se ele vê Taehyung, não sei o que lhe pode acontecer! - Grito mais uma vez, olhando para todos os lados, esperando encontrar Taehyung.

- Pois é! Gente vamos nos separar - Ordena Jimin.

Afirmamos, Kyung e Jisoo também aceitaram ajudar.

Nos separamos todos, corri que nem louco, passo pela piscina, mas volto atrás em seguida, logo que ouço a pior risada que já ouvi na minha vida... a do Kai. Entro no local, vejo Kai falando com Taehyung, haaa seu filho da puta! Me aproximo para ouvir.

- Nem acredito que o Taehyungzinho está aqui - Riu haa eu detesto esta risada

- Kai eu não quero arranjar briga.

- Eu quero, pois eu adoro ver a sua cara de sofrimento, como adorei vê-la quando eu peguei o iludido do Jungkook na sua frente - começa a dar pequenos passos na direção dele.

- Pensava que você gostava mesmo dele - Dá um passo para trás.

- Não, eu nunca gostei dele! Ele era gostoso e eu aproveitei, mas o meu principal objetivo, desde o princípio, era ver sua carinha triste e sofrida - Riu de novo, cala a merda dessa boca!

- Então... isso quer dizer que foi você que o magoou!

- Acho que sim - Deu um sorriso, maléfico?

- Seu monstro! - Grita.

- Depois destes anos todos, você ainda gosta dele, UAU! - Se aproxima ainda mais.

- Eu nunca disse que ainda gostava dele!

- Mas dá para perceber pela sua forma de falar, admita Taehyung! - Grita lhe segurando a camisa de Taehyung pela gola.

- Me larga Kai! - Tenta se libertar.

- Você continua idiota como sempre! Espero que saiba nadar... - Fala baixo e depois o empurra para a piscina no lado com mais profundidade.

- Tae! - Saio do meu "esconderijo" - Seu idiota!

- Jungkook, que incrivel supresa! Que bonitinho vai salvar ele! - Riu escandalosamente.

- CALA A BOCA! - Salto para a piscina e vejo Taehyung de olhos fechados no fundo. Nado mais rápido até ele, o puxo para a superfície. Corro o pegando estilo noiva até o lado de fora da casa. Que por sorte, não tinha ninguém.

- Taehyung! Tae acorda,  por favor! - Lágrimas escorriam por meus olhos. Faço pressão em seu peito, enquanto chamo pelo nome do mesmo sem obter resposta. O ouço tossir e volto a tentar acordar-lo.

- Taehyung? Taehyung, você está bem?Me responde por favor - Sinto um aperto no coração ao vê-lo assim.

- Jungkook? - Ele acordou aos poucos -  Como... Como você está aqui? - Diz com um pouco de dificuldade por causa da falta de ar.

- Eu te salvei, o Kai te empurrou para a piscina do lado mais fundo, e se eu me lembro bem das aulas de natação, você não é o melhor nadador - Ri - Aí eu te puxei até aqui.

- Você lembra ainda - Riu, tapando a boca - Obrigado por me salvar - Fala, se levantando.

- Você está bem mesmo? - O olho preocupado.

- Sim... acho - Suspira.

- Posso finalmente falar com você? Por  favor.

- Eu não sei, você sabe que tenho péssimas memórias sobre aquilo que você quer falar - Baixa a cabeça.

- Eu sei, eu entendo, mas eu sinto que esta é a minha única oportunidade, por favor Taehyung! - Imploro.

- Tá, então eu tenho algumas perguntas para fazer - Aceita.

- Ok, pode vir - Me sento.

- Você ouviu a minha conversa com o Kai? - Se senta do meu lado.

- Sim, ouvi o suficiente para saber que você descobriu algo - Suspiro.

- Então... ele te usou? - Afirmo - Era ele que tinha magoado você!

- Como você sabe que alguém me tinha magoado? - Arqueio a sombracelha.

- Jimin e Hope me contaram que alguém tinha magoado você, metade das coisas que vocês falaram eles não me quiseram contar - Bufa.

- Entendi, então você quer saber da conversa?

- Quero muito.

- Foi basicamente eu a desabafar e a pedir ajuda - Falei simples.

- Ajuda para? - Me olha estranho.

- Não posso dizer.

- Tantos segredos, conta logo!

- Não,Taehyung, quando eu sentir que é a altura certa, eu te conto.

- Ok, não vou insistir mais  -Coloca as mãos para cima em sinal de rendição - Outra coisa, Jungkook eu tenho de dizer uma coisa. Não sei se você me vai odiar, mas eu não consigo guardar para mim, olhando em seus olhos - Fica sério.

- Sim? - Meu cu fechou.

- Eu... Eu estava no carro e você falou que tinha de ir a um lugar - Fodeu. - Eu depois... vi você chorar, eu saí do carro para saber o que se passava... eu entendi que você se tornou uma pessoa diferente - Sinto lágrimas em meus olhos.

- Eu não vou ficar chatiado, mas você não deveria ter ouvido aquilo - Enxugo as lágrimas - Eu quero a minha maninha em casa, mas meus pais não deixam.

Sinto braços, que tanto sentia saudade, me abraçarem, e o cheiro de Taehyung me invande.

- Mas porque os seus pais não deixam? - Pergunta.

- Porque ela nasceu por acidente, e eles não a querem lá em casa. Ela vive na rua desde os seus dois anos. Eu cuido dela... o problema é que eu me mudei, e não consegui cuidar dela - Lágrimas deslizam por minhas bochechas.

- Vai ficar tudo bem - Me conforta,  sorrindo - E... você é um ótimo irmão!

- A sério?! - Afirma - Obrigado Taehyung! - Sorri largo.

Os dois olhamos um para o outro, lá no fundo dos olhos... ahhh os olhos do Taehyung são tão lindos... Por impulso o beijo, um selinho longo é iniciado, mas logo Taehyung o quebra.

- Jungkook, não posso! - Se afasta totalmente de mim e se levanta.

- Desculpa Taehyung... Foi impulso - Baixo a cabeça - Me desculpa, não vai embora - Pego em seu pulso.

- Jungkook,você sabe que estou magoado - Os olho dele começam a marejar, ele tenta se soltar.

- Eu sei disso, mas eu amo você - Admito - Você me esqueceu completamente?

- Eu não sei, por um lado estou magoado e por  outro estou apaixonado - Lágrimas são aquilo que está mais presente aqui.

- Então deixe esse lado magoado! Eu mudei Taehyung! Deixe o apaixonado com você - Me aproximo.

- Não é tão fácil assim! - Se solta, correndo para dentro da casa, onde a festa continuava.

- TAEHYUNG! - Grito e entro.



Notas Finais


Gente, o que acharam?
Foi tiro? Sim, Talvez, Não? Me digam!

Demorou para postar, porque né a vida é dificil e temos de ir no médico. ahushshs

Ficou grande o cap, desculpa.
E me desculpa se houver algum erro

Beijos Unicórnios :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...