História Ao ver você de novo Vkook/Taekook - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Vkook Taekook Kpop BTS
Visualizações 735
Palavras 1.417
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Consegui postar!! Aplausos? Não? Ok...

Brincadeiras à parte...

Boa leitura Unicórnios :3

Capítulo 14 - Eu te amo!


Fanfic / Fanfiction Ao ver você de novo Vkook/Taekook - Capítulo 14 - Eu te amo!

P.O.V Taehyung

Estou correndo o mais rápido que posso... não acredito que o Jungkook me beijou! Eu sei que ele gosta de mim, mas fazer isto? Ele não devia!

- Tae! Onde você se meteu? - Por momentos pensei que era Jungkook mas felizmente (ou infelizmente) era Jin e do seu lado Namjoon.

- Estive a passear, me desculpem por vos deixar preocupados - Menti.

- Passear para onde? Para o oceano? Você está todo molhado! - Repreende Jin - Me diga a verdade!

- Eu depois explico, prometo - Tento desviar o assunto - Eu vou voltar para Daegu, vou pegar minha malas na casa do Jungkook quando sair daqui.

- Aish, você é tão complicado! - O loiro bufa.

- Taehyung, não saia daí! - Droga! Ele chegou!

- Vou ter de ir agora, nos vemos em Daegu - Me despedi apressado.

- Mas... - Jin tenta se pronunciar.

- Adeus - Saio correndo.

- TAEHYUNG NÃO! - Grita ele antes de eu "desaparecer"

*Quebra de tempo*

Já peguei as minhas malas na casa do Jungkook, este sítio me odeia só pode!

Eu não tenho carta de condução, então não sei como sair de Seul! Ando pelas ruas escuras, à procura de uma paragem de ônibus. De certeza que já passou do horário. 

Sinto que vou quase cair de tanto andar, mas eu me seguro. Talvez aproveite e vá para a minha antiga casa, como será que ela está?Voltei para trás, seguindo o caminho que me lembrava. Senti muitas saudades e senti várias lembranças passando em minha mente. 

Deixei uma pequena lágrima cair quando passei pela minha antiga escola, respirei fundo e continuei andando.

Eu queria gritar ou chorar quando passei pela minha rua e olhei para o lado, lá estava ele, o apartamento de quatro andares.

Eu vivia no terceiro, tantas lembranças, ainda não foi alugada. Que triste! Queria que alguém "cuida-se" dela...

Eu sabia que eu iria aqui, então, antes de ir embora, pedi para minha mãe a chave, a mesma compreendeu e deu-ma.

Tirei do bolso a chave, tremi um pouco, mas consegui abrir a porta principal, aquela porta que eu me lembro, verde escura à volta e um vidro comprido no meio. Empurro a porta pesada, subi os cinco degraus da entrada, até chegar no elevador. 

Aquele elevador que se avariava quase todos os dias por ser velho, que nos fazia dar saltinhos quando parava.

Abri a porta, que era mais uma grade, de metal, eu bem me lembro de ela ser leve, continua igual.

Subo, vejo as portas dos outros vizinhos que eu tinha, é provável que já estejam no céu, pois eles eram uns velhinhos muito queridos para mim. O elevador me faz dar um pulo, isso quer dizer que cheguei, abro a grade do elevador, sentindo um arrepio percorrer meu corpo ao olhar  para aquela porta castanha, macia, apelidada como "portinha da minha vidinha" pelo Taehyung mais novo.

Pego na chave novamente ainda mais nervoso do que antes.

Como será que ela está?

Estará tão bonita como a deixei?

Defenitamente não estou pronto para ver o seu interior.

 Tomei coragem e rodei a chave. A porta abriu. Entrei e sinto uma dor no coração tão grande ao ver as paredes destruídas, fazendo com que a casa toda fosse apenas um cômodo só. 

Olho para o lado, deduzi que ali era a sala, lembranças... muitas lembranças.

Passo por cimas das pedras ainda deixadas. Viro minha cabeça para a esquerda, adivinhando ser a cozinha. Outra pequena lágrima.

Mais outro passo, o quarto dos meus pais, outro, a sala de trabalho, outro, o quarto do meu irmão mais velho. Ele mudou-se para Califórnia então eu nunca o vejo.

Lá no fundo o banheiro, e depois é só olhar para o lado esquerdo e ver a minha porta, a do meu quarto. Será que devo entrar?Eu quero entrar.

Força Taehyung força!

Puxo a porta, uau, este é o meu quarto?Está tão destruído e vazio... Eu me lembro de deixar o meu diário no fundo do mesmo. Aquele conjunto de folhas de papel, com coisas secretas, eram a última coisa que eu queria ver. Resumindo, quase todas as páginas são sobre o Jungkook.

1/9/2013

Querido diário, entrou um garoto para a nossa turma, ele se chama Jungkook, eu gosto dele, mas será que ele gosta de mim?

T J=♥

Jungkook o rapaz mais incrível do mundo! Somos amigos, mas eu acredito que no futuro nós vamos ser mais do que isso. Talvez ele não goste de meninos mas se ele gostar, ele vai ficar comigo certo? Ou será que ele vai gostar de outra pessoa?

Criança inocente...

3/10/2013

Querido diário, eu detesto um garoto na turma chamado Kai, tira sempre a atenção do Jungkook de mim!

Ciumento...

6/11/2013

Querido diário, hoje depois da natação, os meus amigos me vieram dizer que o Jungkook não tirava os olhos de mim quando estavamos lá! E disseram que ele gostava de mim! Estou tão feliz!

Iludido...

29/11/2013

Querido diário, o Jungkook não me liga, aquele Kai está sempre a nos impedir!

6/8/2014

Desculpa diário por não escrever mas aconteceu tanta coisa, eu namoro com o Jungkook, mas é por sms.

30/10/2014

Querido diário eu e o Jungkook por o que parece terminamos, ele me ingnora e já não me chama mais  de "mo". Ele é um idiota! Vou esquece-lo!

12/1/2015

"Ano Novo Vida Nova"  É o que andam a dizer haha, eu e o Jungkook voltamos!

18/2/2015

Eu não acredito, de novo eu e Jungkook terminamos, aish que complicado, deve ser o Kai que está a fazer com que ele não goste de mim!

16/5/2016

Esta pode ser a última vez que vou falar do Jungkook, eu odeio-o! O Kai pegou ele na minha frente e ele deixou ainda por cima! E eu simplesmente disse-lhe que me iria mudar, ainda tentei falar com ele por sms mas ele ignorou-me, de certeza que estava pegando o Kai!

Fechei o diário, sinto lágrimas nos meus olhos, estarei eu a chorar por isto de novo? Eu não devia...

Ouço passos atrás de mim, não ligo. Braços me rodeiam e o cheiro de Jungkook me invade, sei que estou a imaginar, eu acabei de ler coisas sobre ele é normal que pense que ele está do meu lado.

- Está tudo bem Taehyung - O tal Jungkook me aperta.

- Eu sei que estou imaginando, você não está aí - Limpo as lágrimas.

- Taehyung, sou eu! Você não está imaginando - Agarra minhas mãos - Eu te amo! - Eu te amo... estou imaginando, estou imaginando, estou imaginando!

- Jungkook, você não est... - Não consegui acabar, estaria Jungkook me beijando e eu deixando?

- Eu estou - Disse largando meus lábios. Foi aí que eu acordei, ele estava mesmo aqui! E não sei porquê estou feliz por isso... Será que eu o amo? Talvez Jimin tenha razão...

- Jungkook! - Sorri e o beijei com todo o amor e saudade que tinha dele.

- Taehyung - Sorriu e acaricia minha bochecha.

- Não vá! - O abraço forte.

- Eu não vou. Só com você - Me assegura.

Não digo nada apenas sorrio e o beijo.

- Que lindo diário ein Taehyung - Olha para o diário que ainda permanecia nas minhas mãos.

- Era por isto que eu não queria que você me levasse, este diário é praticamente todo sobre você! - Ri explicando.

- Haaaa, entendi agora, pensei que você não gostasse de mim - Suspira.

- Eu tenho de adimitir... desde do nosso "reencontro", eu já estava a gostar um pouco de você, mas eu não queria aceitar, mas hoje você me cativou - Gargalhei.

- Nem imagina o quanto eu estou feliz por ouvir isso - Me aperta mais um pouco e beija meu ombro.

- Já agora, como você entrou aqui? - O olho.

- Antes de vocês se mudarem, eu pedi para a sua mãe a cópia da chave, foi assim que entrei - Sorriu um pouco, parece que se lembrou de algo... feliz.

- Porque tá sorrindo? - Arqueio a sombracelha.

- Lembro de vir aqui todos os dias, para me lembrar de você, eu via sempre esse diário, mas nunca abri, sabe porquê? 

- Porquê?

- Porque, eu tinha imaginado este momento, em que eu iria saber sobre o diário e estaria com você assim, juntinhos - Explicou sorrindo.

- Que fofo! - O beijo sorrindo - Uma coisa...

- Fala.

- Me conta de tudo desde do 6°ano até hoje, quero saber detalhes de cada história, me fala como você ficou. Eu quero saber de tudo, de tin tin por tin tin - Peço.

- Então relaxa, que vai ser muita coisa - Riu - Vamos lá...

Ele explica tudo, a lua ilumina o quarto pela janela. Nunca pensei estar assim com ele. Será... destino?

Quando o mesmo acaba a história, só consegui mencionar uma pequena frase com um significado tão grande:

- Eu te amo! - E nos beijamos.



Notas Finais


Gente, posso falar que este é o meu cap fav até agora?
Tá é ahhshsha

Espero que tenham gostado, e amanhã pode haver cap 15... TALVEZ OK?

Muito mas muito obrigada pelos +30 favs sério eu amo vcs ❤

Até à próxima Unicórnios :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...