História AOA E O Cavaleiro Lado - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ace of Angels, AOA, Kamen Rider, Seventeen
Personagens Lee Chan "Dino", Seungcheol "S.Coups"
Tags Ace Of Angels, Aoa, Jimin, Samuel Tk, Tkmin
Visualizações 17
Palavras 1.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela, Saga, Super Power, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe se houver erros ortográficos, obrigado por acompanhar a Fic. Crie uma conta aqui e siga meu perfil para não perder nenhum capitulo.

Capítulo 12 - Volta às Aulas: Relacionamento Nada Sério


Fanfic / Fanfiction AOA E O Cavaleiro Lado - Capítulo 12 - Volta às Aulas: Relacionamento Nada Sério

Nosso jovem protagonista está tendo problemas para se enturmar com os demais alunos de seu colégio, devido aos crimes que seu pai assumiu durante o tempo que estava no mundo reverso. Como diria um velho amigo, os filhos tendem a pagar pelos pecados dos pais.

--- Professora: O doutor Gabriel Valack levantou a teoria de nosso DNA seria apenas 99% humano e os outro 1% são de nossos ancestrais animais. Se por algum acaso, tivéssemos mais de um por cento, o que isso nos tornaria? (Explica e pergunta com um livro de biologia em mãos)

--- TK: Uma quimera. (Respondeu sentado em uma cadeira no fundo da sala)

--- Professora: Certo, muito bem Sr. Samuel. (Retrucou um tanto impressionada)

--- A família dele tem experiência nesse assunto. (Sussurra um idiota pra alguns colegas)

--- Professora: Sr. Coups, tem alguma coisa a dizer? (Pergunta meio indignada)

--- Imagina professora, só estava pensando alto. (Responde o idiota de antes)

--- Professora: Atenção! Da próxima vez pense com a mente e não com a boca.

--- Com licença! Professora!? (Disse uma voz feminina vindo da porta)

--- Professora: Oi! Posso ajuda-la? (Perguntou confusa com a bela moça na porta)

--- Será que eu poderia falar com meu namorado por um estante? (Pergunta na entrada)

--- Canaria: Hm, já ouvimos essa voz em algum lugar. (Comenta deixando TK curioso)

--- Professora: E qual desses rapazes é o sortudo do seu namorado?

Vendo seus demais colegas babando e suas colegas invejando quem estava na porta, nosso protagonista não resiste e olha em direção a entrada, se deparando com a Seolhyun.

--- Seolhyun: É aquele sentado bem ali. (Afirma apontando e depois acenando pro TK)

--- TK: Eu ainda vou me arrepender disso. (Resmunga pra si mesmo)

--- Blue: Sério? Achei que já estivesse. (Diz enquanto TK dá um sorriso sem graça)

Talvez um ou dois dias atrás, o jovem TK estava dormindo em uma esteira numa dispensa, roncando pro teto, até que é acordado por uma água lentamente derramada de um copo.

--- Ohaió! (Disse a moça de uniforme rosa enquanto TK acorda se engasgando com água)

--- TK: Mina! Qual o seu problema? (Perguntou molhado e chateado com a garçonete)

--- Mina: Bora levantar!? Ainda acha que te acordei. (Disse tirando a coberta de cima dele)

--- TK: É impressão ou você tem algo contra mim? (Pergunta irritado tentado se levantar)

--- Mina: Tirando o fato do seu pai ter soltado um monte de monstros na cidade? Nada.

--- TK: Opa, ele é suspeito! Suspeito! (Gritou se levantando e apontando pra moça)

--- Mina: Tanto faz! Vai se atrasar pro colégio. (Retruca ironicamente saindo da dispensa)

--- Canaria: Bom dia TKzinho! (Diz a voz feminina na mente do rapaz)

--- Blue: Péssimo jeito de acordar. (Comenta uma voz masculina e um tanto aguda)

--- Red: Lindo dia, não? (Fala a voz masculina e mais grave em sua mente)

--- TK: Vai se foder... (Resmunga enquanto estica seus braços)

--- Mina: Disse alguma coisa? (Pergunta aparecendo repentinamente na porta)

--- TK: Nada não, só estava pensando alto. (Responde meio sem graça)

A dispensa onde nosso protagonista dormia ficava nos fundos de uma ótima hamburgueria de Xenoville. Ao ir para a entrada ele é recebido pelo seu chefe gordinho de avental.

--- E ai TK! Dormiu bem? (Perguntou o chefe animado, virando um hambúrguer na chapa)

--- TK: E ai Dong! A noite foi bem mais ou menos. (Tentou responder na mesma animação)

--- Dong: Percebi! Tive que mandar a Mina te acordar. (Fala admirando o queijo derretido)

--- Mina: Eu não sou paga pra isso. (Resmunga enchendo uma garrafinha com maionese)

--- Red: Até parece que ela não gostou de jogar água em nós. (Ressoa na mente do rapaz)

--- Dong: Deve ser difícil pra você, mas será o primeiro passo para sua reintegração na sociedade. (Comenta enquanto termina de montar o hambúrguer)

--- TK: Você não faz ideia do quão difícil, mas valeu Dong. (Fala aceitando o hambúrguer)

--- Boa sorte TK! (Desejou outro funcionário enquanto enche um copo com suco)

--- TK: É, eu vou precisar. (Resmunga pegando o copo de suco)

--- Red: Você sabe que isso vai ser descontado do nosso salário, não é?

--- TK: To sabendo. (Responde após dar uma mordida no hambúrguer e um gole no suco)

Após uma longa manhã acompanhada de olhares de desgosto ou desprezo, resmungos irritantes e bolinhas de papel com ameaças, sem conseguir nenhuma informação significante sobre o caso atual, nosso protagonista estava voltando derrotado pra sua dispensa.

--- TK: Se continuar assim, ter voltado pro colégio terá sido inútil. (Resmungou pelas ruas)

--- Canaria: Que pessimismo, só foi o primeiro dia.

--- Blue: Só precisamos pensar numa maneira de melhorar a sua imagem.

--- Red: Diz alguma coisa que a gente não saiba.

--- TK: Temos que pensar rápido se não o Asa vai comer o meu fígado.

--- Canaria: Acabei de ter uma ótima ideia. (Fala quando TK se depara com um outdoor)

--- TK: Se você estiver pensando o que eu acho que está, pode esquecer.

--- Blue: Por que não? Ela havia mencionado que estudava artes cênicas.

--- TK: Já disse que não! Eu... Eu, não vou pedir ajuda pra ela. (Resmunga pra si mesmo)

--- Red: Qual é TKzão, isso vai te dar maior prestigio, especialmente com as gatinhas.

O que estava naquele outdoor era nada menos que uma das propragando que a nossa mocinha indefesa número um, a Seolhyun fez. Apesar da relutância, o jovem TK cedeu e pediu pra ela fingir ser sua namorada.

--- TK: Seolhyun, na moral, o que você está fazendo aqui? (Pergunta pra ela no corredor)

--- Seolhyun: Só fazendo uma surpresinha pro meu “namorado”. (Responde ironicamente)

--- TK: Engraçadona você, deveria ter me avisado. (Retruca aborrecido)

--- Seolhyun: Estou levando essa atuação a sério, você deveria fazer o mesmo.

--- Red: Eu concordo com ela! Deveria beijar essa boca deliciosa agora.

--- Seolhyun: Quem é aquela? (Perguntou vendo uma loira descabelada no corredor)

--- TK: Estranho, acho que é a Yuna. (Respondeu confuso)

--- Seolhyun: Achei que tivesse dito que ela era uma das mais bonitas do colégio.

--- Blue: O susto de anteontem não deve ter feito muito bem a ela.

--- TK: Acho que quase morrer tem esse efeito negativo na pessoas.


Notas Finais


Obrigado por Ler! Não esqueça da favoritar o capitulo ou comentar aqui em baixo pra eu saber que estão gostando, sério, isso é um puta incentivo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...