História Ap. 612 - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 36
Palavras 1.492
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi :3

Capítulo 3 - Hip-hop


Fanfic / Fanfiction Ap. 612 - Capítulo 3 - Hip-hop

Acordei cedo com o despertador do meu celular que eu já tinha ajustado no fuso horário, ele me acordava sempre ás 5:30 pra eu começar a me arrumar para o trabalho, mas como eu não tinha mais emprego, apenas desliguei-o e voltei a dormir, mas uma hora depois quem aparece em meu quarto?

- Oi filha.

George, vai pro inferno! Sua filha quer dormir! Sabe o que é isso?

Resmunguei um "vai tomar no cu" e fechei os olhos tentando voltar ao meu sonho com Brad Pitt.

- Não vai dar tchau pro seu pai? - perguntou.

- Não.

Sou fria mesmo! Ele merece!

Ele se aproximou de mim e me abraçou, eu não retribui.

- Filha, eu estou indo pra lua de mel agora. Vamos demorar para voltar, tá?

Para tudo! Ele disse que ia pra lua de mel, mas eu não pensei direito... Vamos pela matemática:

Lauren + Tyler - Yasmin - George = Lauren e Tyler sozinhos no AP. 612!

Ah não! Vão se fuder também!

Eu não quero ter que aguentar esse idiota até eles voltarem!

- George, eu vou ficar sozinha com o Tyler?! - perguntei mostrando minha irritação.

- Eu morei com ele por muito tempo e sei que ele não vai tentar nada com você, qualquer coisa, Petty estará aqui, confio nela também.

- Você é bem irresponsável, sabia? - falei me sentando na cama e encarando ele.

- Também te amo.

Meu celular começou a tocar, olhei quem era: Priscila.

- Oi Pri! Você tá bem? - perguntei fazendo um gesto para ele se retirar.

Assim que ele saiu, eu comecei uma conversa animada com ela, que me contou sobre sua nova casa, novo namorado... Eu saí do Brasil a menos de 24 horas e a Priscila já está namorando? Nossa!

- Lauren, minha chefe tá vindo, tenho que desligar! Beijo! - despediu-se e em seguida desligando.

Eu me levantei e segui até meu closet, vesti um jeans rasgado e uma camisa de manga curta com uma estampa de um leão com a juba colorida, sai do quarto e segui até a sala onde encontrei Tyler e uma garota.

- Oi Tyler, quem é a peguete? - perguntei me aproximando.

Ela riu.

- O Tyler não faz meu tipo! Na verdade, estou aqui para te levar pra aula de Hip-hop.

Devia ser a tal Carrie que meu pai falou, mas...

- Não ia ser de tarde?

- Ia, mas ocorreu uns problemas e tive que mudar o horário.

Não ia me intrometer nos problemas dela, então fiquei quieta.

- Agora você irá segunda e sexta ás 8:30 comigo para a aula, tudo bem?

Assenti.

Eu gosto de Hip-hop, ao menos meu pai sabe disso.

- Bom, agora são 7:30, você tem meia hora pra ficar pronta se não eu vou te deixar aturar o Tyler a manhã toda. - avisou apoiando o braço no ombro dele.

Eles parecem bem íntimos... Eu acho... É que no Brasil a gente mau conhece a pessoa e já chama de palavrão e usa de apoio, não sei se é assim nos Estados Unidos...

Dei meia volta e segui até a cozinha onde estava Petty pondo café na mesa, era suco natural de morango, algumas tiras de bacon e panquecas.

- Bom dia. - falei me sentando.

- Bom dia, seu café está pronto.

Sorri para ela e me servi, ela cozinhava muito bem, muito bem mesmo.

Quando terminei, corri para o banheiro pegar uma colinha pra prender o cabelo e escovei os dentes.

- Pronta. - falei entrando na sala e enterompendo a conversa de Carrie e Tyler.

- Você ainda vai ir na aula comigo e mexer esse corpo! - avisou para Tyler sorrindo e se levantando do sofá.

Ela me puxou para o elevador rindo dele, assim que entramos observei-a: seu cabelo era vermelho e comprido, seus olhos eram castanho escuro e tinha um olhar penetrante.

- Vamos buscar meu namorado e depois vamos, ok? - avisou se olhando no espelho arrumando seu cabelo.

Assenti.

Logo o elevador parou um andar a baixo e Carrie saiu me puxando pelo braço - por que os americados ficam puxando pelo braço?

Ela parou na porta do apartamento 520 e bateu na mesma que logo foi aberta por um garoto loiro de olhos verdes, irritantemente verdes.

- Oi amor, quem é ela? - perguntou olhando para mim.

- É a Lauren, filha do George. - respondeu.

- Nunca ouvi falar dela.

Meu pai não falava de mim... Talvez só pra Petty, Yasmin e talvez o Tyler...

- Espera aí... A Yasmin e o George não iam viajar? - perguntou ele pensativo.

- Foram hoje de manhã. - respondi.

- Então... A Lauren está sozinha com Tyler no apartamento?! - ele praticamente gritou.

Raciocínio rápido. Gostei disso.

- Ai meu Deus! Agora deu pena de você, Lauren! - brincou Carrie com um sorriso malicioso.

- Cala a boca, vadia! - respondi rindo.

Carrie e o garoto me encararam sérios.

- Nossa cara... - assustou Carrie.

- Ai desculpa! Não queria ofender! É que com os brasileiros não temos formalidades.

- Aqui não temos formalidades com amigos, mas não chamamos pessoas que acabamos de conhecer de vadia...

- Ai, desculpa! Eu não estou acostumada! - falei rindo.

Entramos no elevador e o garoto olhou para mim.

- Me chamo Harry.

- Eu vou te zoar muito com isso. - respondi rindo. - Harry Potter.

Carrie riu. Agora eles que se virem pra se acostumar com meus xingamentos.

Entramos no carro do Harry Potter - ou Harry Puto, como preferir -, era um Cupê kia Cerato Koup amarelo.

E eu achando que podia ostentar com meu fusca azul...

Conversamos sobre assuntos aleatórios até chegarmos na academia de dança que até que não era tão longe.

Entramos em um salão branco enorme, em uma das paredes ficavam armários onde algumas pessoas quardavam suas mochilas ou água, toalha para rosto... Na parede oposta, ficavam barras onde garotos LINDOS se aqueciam, e a outra parede era coberta por um vidro enorme.

Será que nos USA os garotos bonitos não são gays? Vamos torcer porquê um daqueles delícia já esta na minha lista.

Esse cara tinha os olhos castanho claro, cabelos ruivos e bagunçados, um olhar sedutor e músculos... Muitos músculos...

Segui Carrie até o armário dela onde ela guardou algumas coisas.

Olhei novamente para aquele cara que também me olhava.

Já é meu!

- Vai falar com ele. - incentivou Carrie. - Usa o charme que eu sei que você tem!

Ri fraco e fui ele.

- Olá. - falei me posicionando na sua frente na barra.

Eu pensei em falar um "vem sempre aqui?" Mas seria idiota e clichê.

- Oi, é sua primeira vez aqui? - ele puxou assunto.

- É, me mudei para cá a pouco tempo.

- É brasileira?

- Como notou isso?

- Seu sotaque, tom de pele e... - brotou um lindo sorriso malicioso em seus lábios. - seu corpo.

Devolvi o sorriso.

- Você é bem observador.

Começamos a conversar, ele era legal até. Enquanto a aula não começava, ele me ensinou uns passos de hip-hop e me ajudou a aquecer corretamente porquê o que eu estava fazendo na barra podia ser qualquer coisa, mas não aquecimento.

A aula passou rápido e quando terminou, Jason - aliás, o nome dele era esse - foi até mim e me chamou pra sair.

Topei, não tinha outra coisa pra fazer.

Ele me levou no seu Audi A5 - para de ostentar, viado! - para um parque de diversão, passamos o dia todo nos divertindo em vários brinquedos, ele era gentil, lindo e... HETERO!

No fim do dia, estava eu e ele de frente para o apartamento ainda dentro de seu carro.

- Posso te deixar na entrada da sua casa?

Assenti e puxei-o para dentro, entramos no elevador e em questão de segundos ele já estava me beijando com voracidade.

Ele desceu até meu pescoço e ficou beijando e mordiscando enquanto eu digitava a senha para abrir a porta do elevador.

- Quem é ele? - perguntou ao me ver.

Larguei Jason e encarei Tyler.

- Não te interessa.

- Se seu pai descobre...

- Caguei pro meu George, Tyler! Caguei! - voltei meu olhar para Jason - A gente se vê por aí.

Empurei ele para dentro do elevador e fechei-o, lancei um olhar de desgosto para Tyler e segui até meu quarto.

- Você é louca, garota!

- E você é chato, garoto!

Entrei em meu quarto, tomei um banho frio para relaxar, sai e vesti uma calcinha e sutiã e me joguei em minha rede, encarei as estrelas por alguns segundos... Era uma das noites de roubar gado... Costumava sair nessas noites com Priscila e Jonas para ir na praia... Mas eu estava realmente cansada depois desse dia com Jason e minha primeira aula de hip-hop depois de 10 anos parada...

Boa noite.

LEIAM AS NOTAS FINAIS


Notas Finais


Não corrigi pq deu preguiça :v
Desculpa por erros de português ^^

VAMOS AO QUE ENTERESA:

FIZ UM BOOKTRAILER DESSA FANFIC

FICO UMA BOSTA

Mas vc vai ver msm assim, né? 😘

https://youtu.be/zN0bPjR5fBI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...