História Apaixonada por Michael Jackson - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson
Tags Michael Jackson, Romance
Visualizações 52
Palavras 1.004
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem do capítulo, não tenho muita coisa para falar então já vamos direto ao capítulo.
Bjs!

Capítulo 10 - Ameaça?


Fanfic / Fanfiction Apaixonada por Michael Jackson - Capítulo 10 - Ameaça?

Dia seguinte:

Michael:

Eu acordei um pouco cedo, perdi o sono, Isis ainda dormia do meu lado e ela já começava a mostrar uma barriguinha de grávida, era lindo imaginar a barriga dela daqui 6 meses, tenho certeza que continuaria linda, embora ela insistisse que quando ela estivesse com a barriga maior eu não iria querer mais ela, que iria ficar um gorda horrível, enfim, coisa de grávida.

Enfim, me levantei e fui até o quintal de Neverland, sentei na borda da piscina e fiquei lá, pensando, inclusive em um nome para meu filho, lógico que eu iria consultar Isis, mas fiquei ali pensando, eu amava o nome Paris, Abby, Annie, Adam, Luke...

Estava ali nos meus pensamentos, quando escuto Remy chamar, e vou até ela:

-Algum problema, Remy?

-Tem alguém querendo falar com você.

-Quem?

-Alyssa Carter.

Estremeci ao ouvir aquele nome, Alyssa já foi uma namorada minha, mas acabamos terminando por ela ter me traído, eu nunca imaginaria que ela me trai, fica anos sem falar comigo, e tem a cara de pau de aparecer em Neverland, mas pensei que ela não viria a Neverland ha toa, então suspirei e disse:

-Pode deixar ela entrar.

Remy chamou ela e fomos conversar, ali perto da piscina mesmo:

-Nossa Michael, como mudou! –Ela disse e veio me dar um abraço, mas eu esquivei-

-É, mas o que veio fazer aqui? –Disse frio-

Eu sentia nojo de Alyssa, eu lembro que eu era perdidamente apaixonado por ela, e por todo o tempo que namoramos ela me traia, meu mundo caiu quando eu descobri isso, como eu descobri? Eu vi.

-Nossa, nem vai falar oi?

-Responda a minha pergunta.

-Eu vim aqui apenas conversar, ok?

Assenti com a cabeça:

-Eu queria... Me desculpar pelo o que fiz com você, a quatro anos atrás.

-Só?

-Não... Eu também vim disser que eu ainda te amo! –Ela disse e se aproximou de mim-

-Alyssa –suspirei e me afastei dela- você sabe que eu namoro, e mesmo se não namorasse, eu não te amaria mais, pode ter certeza.

-Michael, eu estou arrependida pelo o que eu fiz, só me perdoe!

-Sim, eu te perdoo, agora já pode ir indo embora –Apontei para a saída-

-Você não ouviu? Eu disse que ainda te amo! Vai me expulsar assim?

-Sim, porque você não parecia me amar pelo o que fez a quatro anos.

-Eu sei que parecia que não, mas eu te amava sim, só que...

-Nem precisa inventar desculpas Alyssa, quem ama não trai, você veio aqui só para se fazer de coitada dizendo que está arrependida?

-Eu vim pedir o seu perdão.

-O que quer agora de mim agora, mais dinheiro do que já pegava?

-Não, eu só quero o seu amor...

-Que pena, porque o meu amor por você morreu e foi enterrado a quatro anos, e ele não reviverá.

-É por causa daquela cobra da sua namorada?

-Não chame Isis assim! E eu deixei te amar antes de conhecer ela, e você sabe bem!

-Seria capaz de voltar a me amar?

-Não, nunca.

-Nem se eu tirar sua namorada do caminho?

-Como você tiraria ela do caminho? Você não vai encostar nela, nem em mim.

-Eu posso muito bem fazer isso, e você não faz ideia de como.

-Acho que não irá conseguir, eu e Isis somos rodeados de seguranças, o dia inteiro, eles vão aonde nós vamos! –Eu já estava irritado com ela-

-Então tá querido, pense assim. –Ela passou o indicador no meu queixo e saiu-

Imediatamente fui falar com os seguranças que cuidavam do portão de Neverland:

-Conhecem a Alyssa?

Os seguranças fizeram que sim com a cabeça:

-Então não deixem ela entrar, de jeito nenhum.

-Ok senhor.

Eu fui para dentro de casa, estava irritado com aquela víbora e fiquei imaginando se ela realmente estava planejando algo ou se aquilo foi só ameaça, resolvi acreditar que aquilo era só uma ameaça, Alyssa não iria conseguir me machucar ou machucar a Isis, nem nosso bebê, eu estava no sofá pensando sobre tudo isso quando escuto a voz doce de Isis:

-Bom dia meu amor! –Ela me deu um selinho-

-Bom dia.

-Está tudo bem? Parece nervoso.

Eu resolvi contar a verdade para Isis, já que ela confiava em mim e eu nela:

-Alyssa veio aqui hoje.

-Quem é Alissa?

-Uma ex minha, ela disse que ainda me ama e que vai te tirar do caminho dela.

-Ora, mas essa cobra não sabe que você namora, não?

-Eu falei que namoro, eu juro.

-Eu sei, eu confio em você Michael. –Ela sorriu e eu retribui o sorriso-

-Que bom que confia, eu também confio muito em você.

-Mas e essa história de me tirar do caminho? –Ela tirou o sorriso do rosto e me olhou com uma cara preocupada-

-Acho que era só uma ameaça boba, ela não vai fazer nada a você nem a nosso bebê. –Eu a abracei, para mostrar que eu estaria lá com ela-

Algumas horas depois:

Eu tentava não pensar nessa ‘’ameaça’’, mas imaginar que alguém poderia fazer mal a mulher da minha vida e ao meu filho me enjoava, eu iria preferir mil vezes que fizessem algo comigo antes de pensarem em fazer algo com as duas pessoas que mais amo nesse mundo, eu não sabia nem o sexo do nosso filho, mas já o amava incondicionalmente.

-Amor? –Isis me chamou-

-Oi?

-Ainda está preocupado com aquela Alyssa, né?

-Sim, Isis... Só de pensar que ela pode fazer algo a vocês, me enjoa.

-Nada irá acontecer, nem comigo, nem com você, e nem com nosso filho, ou filha –Ela deu um sorriso doce, um sorriso que me fazia esquecer todos os meus problemas-

-Eu não deixarei nada acontecer. –Sorri de volta e abracei ela-

Resolvemos passear um pouco por Neverland, precisávamos descontrair, Thauany estava dormindo ainda, talvez tivesse dormido mais tarde ontem, mas naquele momento era só eu e ela.

Eu queria protege-la, não me perdoaria se acontecesse algo com ela ou com nosso filho, e nada irá acontecer.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...