História Apaixonada Por Minha Leitora - Lia Jones - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Bea Miller (Beatrice Miller), Demi Lovato, Dylan O'Brien, Fifth Harmony, High School Musical, Logan Lerman, Selena Gomez, Shawn Mendes, Taylor Swift, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Austin Mahone, Bea Miller, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Dylan O'Brien, Lauren Jauregui, Logan Lerman, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Shawn Mendes, Taylor Swift, Troye Sivan
Tags Camren, Camren G!p, Camreng!p, Comedia, Fifth Harmony, Lauren G!p, Laureng!p, Norminah, Romance
Exibições 2.072
Palavras 1.087
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Segunda parte da Maratona :D

Capítulo 13 - Pondo um ponto final nessa história


Fanfic / Fanfiction Apaixonada Por Minha Leitora - Lia Jones - Capítulo 13 - Pondo um ponto final nessa história

Terminei de ajudar minha mãe a lavar os pratos e enquanto Ally secava os talheres junto com minha irmã, puxei Normani para longe delas, trazendo ela até o quintal, em frente a porta onde o filhote estava.

“ – Mila, o que foi?” Ela perguntou preocupada.

Eu não queria só mostrar o filhotinho que arrumei para a Sofi, eu precisava desabafar com alguém sobre o que estava acontecendo em relação a Lauren, ou eu ficaria doida.

“ – Mani, lembra do leitor pervertido que estava comentando nas fotos do meu blog?”

“ – Sim, claro que lembro.”

“ – Então...mais cedo, quando meu celular pulou da sacada do meu quarto, foi porque eu me assustei com você chegando de fininho, e porque eu estava vendo uma foto dele.” Falei devagar enquanto Normani semicerrava os olhos para mim.

“ – Eu sabia. Sabia que não foi um acidente, você estava aprontando e eu estava certa.” Ela deu uma tapa sem força em meu ombro e eu ri da sua dança de comemoração. “ – Ele é feio? Que foto ele te enviou, deixa eu ver.”

“ – Esse é o problema, não é ele...é ela. O usuário dela é Lern pois é uma abreviação de Lauren. E ela é intersexual.” Falei e mostrei a foto que Lauren me enviou mais cedo.

Normani abriu um perfeito “O” em seus lábios e tomou o celular da minha mão, dando zoom bem em cima do pau da Lauren. Eu não sei porque mais isso me deixou incomodada, o que me fez pegar meu celular de volta.

“ – Uau, estou chocada.” Ela falou com a mão no peito.

“ – Eu também fiquei, dá para acreditar que é uma mulher por trás disto tudo?”

“ – Não Mila, não por isso, por ela ter um pau tão grande. Tem como me enviar essa foto, quero mostrar pro meu ex o que é um pau de verdade.” Ela tentou tomar o celular de mim e eu me encolhi com o aparelho em minha barriga.

“ – Sai Normani, ela é minha.” Falei sem pensar quando ela enfiou a mão por baixo dos meus braços para pegar o iphone.

“ – Ela é o que?” Normani parou o que estava fazendo e me olhou com a boca aberta.

“  - O-o celular, eu quis dizer que o celular é meu.” Me corrigi quando percebi a besteira que falei.

“ – Aham, sei.” Seus olhos ainda estavam semicerrados.

“ – Qual é Normani, você não está me ajudando. Eu não sei o que fazer.” Guardei meu celular e cruzei os braços.

“ – Eu não estou entendendo o porque de você estar fazendo tempestade em copo d’água, se não quer ver a garota, por que não bloqueia ela em seu blog? Você não mora aqui em Cuba mesmo, assim que a gente voltar para Los Angeles, tudo isto acaba.” Normani deu de ombro.

“ – Tem razão, vou bloquear o usuário dela, e evitar sair de casa.” Suspirei e fiquei feliz por ter contado para Mani.

“ – E o presente da Sofi, que não vi você trazendo.”

“ – Foi por isso que te trouxe aqui, o filhotinho esta ai dentro.” Apontei para o quarto de jardinagem e Normani, já meteu a mão na maçaneta, puxando com força para abrir.

“ – Não sua bruta, a porta está trancada.” Puxei ela da porta e torci para que o filhote não tivesse acordado.

“ – Porque não avisou antes, cadê a chave?” Ela se aproximou sabendo muito bem onde eu guardo as chaves das minhas coisas.

“ – Fique longe dos meus peitos, Kordei!” Apontei um dedo para ela com a sobrancelha arqueada e ela sorriu.

Enquanto tirava disfarçadamente a chave do meu sutiã, ouvimos o choro do filhotinho e eu me desesperei. Sofi estava na cozinha e podia ouvir os uivos dele. Forcei minha mão mais para baixo em meu bojo e nada da chave aparecer.

“ – Vai Mila! O totó está latindo, a Sofi vai desconfiar.” Normani balançava as mãos me apressando.

“ – Eu sei Mani, mas eu não to achando a chave, parece que sumiu.”

“ – Como assim sumiu? Você nem tem tanto peito para sumir coisas ai dentro. Me dê esse sutiã aqui.” Normani me puxou e levantou minha blusa, enfiando uma mão dentro do tecido.

“ – Ai Mani, isso não é a chave.”

Iria empurrar a Normani do meus peitos quando ela grita que achou e me mostra a peça metálica. Mas infelizmente sua outra mão ainda estava segurando a barra do meu bojo, e Ally apareceu na porta do quintal bem nessa hora.

“ – O estão fazendo?” Ela perguntou sorrindo.

Normani escondeu a chave atrás das costas e eu abaixei minha blusa, com o rosto mais vermelho que um pimentão. Ally não podia saber do presente, pois sua língua tinha vida própria e não existia segredo que se mantinha com ela, nem disfarçar ela conseguia.

“ – Ally, não se mete!” Normani falou andando até minha prima e empurrando ela do quintal para dentro da casa.

“ – Mas eu quero saber porque...”

“ – Ally, dá licença!” Normani fechou a porta do quintal e deixou uma Allyson atrás do vidro com um bico nos lábios.

“ – Coitada Mani.” Ri e acenei para minha prima.

“ – Ninguem mandou ela ser péssima em esconder as coisas.” Ela falou e abriu a porta da jardinagem entrando junto comigo e fechando em seguida.

“ – É verdade.” Me agachei para por a vasilha de carne no chão.

“ – Lembra quando a gente estava na festa da Ariana em Los Angeles e já que a Ally estava dormindo na sua casa, a gente acabou convidando ela para ir?”

“ – Claro que me lembro.”

“ – Aí no meio da festa, começamos a fazer uns jogos e um deles era pegar em um balde com umas perguntas e responder. E então você retirou uma que perguntava por quem você tinha uma obsessão.”

“ – Ai a Allyson deu uma risada escrota denunciando que eu gostava da menina que estava do lado dela.”

“ – Sim, você teve que disfarçar falando que era por mim, a sua obsessão.” Rimos por lembrar daquele dia.

“ – Bons tempos.” Suspirei e sorri.

“ – Olha que bebezinho mais fofo.” Normani falou segurando o filhotinho no ar.

“ – Adivinha onde eu arrumei ele.”

“ – Do útero de uma cadela?” Ela disse obvio e eu joguei um pedaço de carne nela, que foi comido pelo o cachorro.

“ – Não me suja sua vaca.” Ela ameaçou se levantar e eu fui mais rápida, deixando ela sozinha com o presente da Sofi, enquanto eu corria para chegar ao meu quarto.


Notas Finais


Até daqui a pouco :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...