História Apaixonada Por Minha Leitora - Lia Jones - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Bea Miller (Beatrice Miller), Demi Lovato, Dylan O'Brien, Fifth Harmony, High School Musical, Logan Lerman, Selena Gomez, Shawn Mendes, Taylor Swift, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Austin Mahone, Bea Miller, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Dylan O'Brien, Lauren Jauregui, Logan Lerman, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Shawn Mendes, Taylor Swift, Troye Sivan
Tags Camren, Camren G!p, Camreng!p, Comedia, Fifth Harmony, Lauren G!p, Laureng!p, Norminah, Romance
Exibições 2.027
Palavras 1.142
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Terceira parte da Maratona :D E ultima...
Eu escrevi o dia inteiro, meo Deos ;-;

Boa Leitura Camrenzinhas (os)!

Capítulo 14 - Festa da Lingerie (Véspera do aniversário da Sofi)


Fanfic / Fanfiction Apaixonada Por Minha Leitora - Lia Jones - Capítulo 14 - Festa da Lingerie (Véspera do aniversário da Sofi)

Ofegante e rindo que nem uma abestada, eu entrei no meu quarto e encontrei duas pestes pulando em minha cama. Ouvi barulhos do corredor, e olhei, encontrando Normani correndo atrás de mim. Fechei a porta e pulei na cama junto com Ally e Sofi.

“ – Gente, socorro.” Gritei escondida atrás das meninas, quando Mani entrou no quarto segurando um travesseiro.

“ – Ai Allycat, o que eu fiz?” Mani gritou quando Ally puxou ela para cima da cama e começou uma série de travesseirada em suas costas.

“ – Isso é por me tratar que nem seus namorados.” Ally falou enquanto todas nós riamos.

Aproveitei a oportunidade e meti um travesseiro em minha irmã, que me olhou com a boca aberta, e em menos de cinco segundos, iniciou uma guerra de travesseiros comigo.

“ – Mila, socorro!” Ally gritou quando Normani tirou o travesseiro dela e começou a se vingar.

Desviei dos golpes de Sofi e sai da cama, fazendo elas pararem de brincar.

“ – Meninas, já que estamos todas aqui, e já que vai ficar de noite daqui a pouco pois almoçamos tarde, vamos fazer uma festa de lingeries.” Sugeri animada.

“ – Não seria festa do pijama?” Sofi perguntou rindo.

“ – Seria, mas eu não durmo de pijama, então vai ser com roupas intimas.” Expliquei.

Elas riram e concordaram com a minha ideia, cada uma tirando suas roupas e ficando só de sutiã e calcinha, fiz o mesmo em seguida, me sentindo totalmente livre e sem vergonha só com meu conjunto intimo, preto de renda.

“ – O que vamos fazer agora?” Ally perguntou de cabeça para baixo por estar deitada metade na cama, metade no chão.

“ – Vamos passar trotes?” Sofi sugeriu e a gente animou, cada uma pegando o próprio celular.

Sentei no chão perto de Ally, Normani deitou no colchonete azul a minha frente, e Sofi ficou ao lado dela, de pernas dobradas. Allyson decidiu começar primeiro e ficamos atenta enquanto ela decidia que número aleatório iria ligar.

“ – Alo?” Ally falou e pois a mão na boca para não rir.

Fizemos gestos para ela entender que tinha que por em viva voz, para que possamos ouvir, e assim ela fez.

“ – Sim, em que posso ajudar?” Uma voz feminina e parecendo ser de idosa perguntou.

“ – Eu gostaria de falar com a Irmã Virgem.”

Ai meu Deus. Ally ligou para um colégio de freiras.

“ – Não tem nenhuma Irmã Virgem aqui não.” A mulher avisou com um tom já desconfiado.

“ – Eu sabia! Sabia que não eram virgens.” Ally começou a rachar de rir e a gente ainda olhava ela sem entender onde estava a graça.

“ – Que deselegante. Saiba que Deus está vendo isto. Qual o seu nome menina insolente? Vou chamar a policia.” A mulher começou a brigar e desligamos o celular da Ally depressa, já que ela ainda estava rolando no colchão de tanto rir.

“ – Eu não vi graça nenhuma.” Sofi falou e Mani e eu concordamos.

“ – É porque vocês não imaginaram a cara senhora Bernadis recebendo um trote.” Minha prima se recuperou da crise de risos e suspirou.

“ –Ally, não se pode ligar para alguém que te conheça, tem que ser um número aleatório.” Falei iniciando mais um trote, com meu celular.

“ – Kaki vai ensinar a vocês como fazer um trote de verdade.” Sofi avisou  e todas me observaram.

[...]

Depois de fazermos trotes para umas trinta pessoas e sermos ameaçadas vinte vezes, estávamos exaustas, de tanto rir. A única que não aprendeu a ser engraçada foi a Ally, mas sinto que se ela treinar, pode ficar até melhor que eu.

Pedimos uma pizza e em menos de quarenta minutos, chegou a melhor delicia de Cuba, depois é claro, de mim. Papa veio trazer para a gente e se envergonhou por todas estarmos de lingeries, mas ele deve ter superado.

O relógio informava que já passava das onze horas da noite, Sofi depois da pizza não saia do seu celular, Ally estava rezando para não dormir sem pedir desculpas pelos os trotes. E Normani e eu estávamos procurando algo de bom para ver na pequena Tv em meu quarto.

Tirei minha atenção dos programas chatos e peguei meu celular, conferindo o meu blog. Lauren não me enviou nenhuma mensagem depois que nos vimos. Será que ela vai desistir de mim, de ler meus posts? Suspirei involuntariamente lembrando daquelas esmeraldas intensas.

“ – Mila?”

“ Camilaaaaaaaa!”

Pisquei os olhos mandando meus pensamentos ridículos para longe e olhei para as meninas, que me olhavam com um semblante desconfiado.

“ – O que foi gente?” Perguntei.

“ – Te chamamos várias vezes, no que estava pensando?”

Normani perguntou e algo me dizia que ela já sabia em que eu estava pensando. Mas é claro que não iria assumir que a Lauren não saia da minha cabeça. Era pura besteira até para mim, uma vez escutei de alguém, que o nosso coração tende a gostar do perigo e do mistério e Lern Jergui era um ótimo exemplo disto. Mas eu repito novamente, não vou cair na laia dela e me ferrar, assim como Troy faz com todas as meninas e assim como Lauren deve fazer também.

“ – Estava pensando que já deve estar na hora dos desenhos animados.” Menti pegando o controle da mão de Mani e colocando em um canal que sempre via quando estava sozinha e com vontade de ver desenhos.

“ – Nossa Kaki, todas aqui tem mais de dezoito anos, quem vai querer ver desenho?” Sofi falou mexendo em seu iphone.

Mas imagino que elas mudaram de ideia pois quando a música de inicialização de O Clube das Winx começou, Sofi faltou pouco chutar a minha cara dançando a coreografia inventada por ela.

Levantamos todas e fizemos um círculo enquanto a música tocava alto na televisão, cada uma de nós dançava de um jeito e morríamos de rir quando olhávamos o quão bobas estávamos.

“ – Vou, voar bem alto Winx, quando damos nossas mãos.” Ally cantou e pegamos nas mãos de todas.

“ – Nos tornamos poderosas!” Mani completou e rimos.

“ – Por que juntas somos i-n-v-e-n-s-í-v-e-i-s!” Cantei idêntico as fadas do desenho e foi a vez da Sofi.

“ – Winx, fantásticas Winx, elas podem voar. O raio mais poderoso, tem a marca das Winx.” Gritamos Winx e caímos nos colchonetes, rindo mais ainda. Eu amava passar um tempo com elas, me sentia viva de novo.

Assistimos uma maratona de desenhos animados e dormimos agarradas quando o sono chegou. Amanhã seria meu último dia com minha família e isso me doía o peito, mas em breve eu voltaria no o natal e mataria a saudade de novo.

Além de que ainda tenho que acordar cedo amanhã para ajudar meus pais na decoração da festa de Sofi, dezenove anos, ainda não acredito que todo este tempo se passou. Fiquei nesses pensamentos, acariciando os cabelos de minha irmã, quando adormeci.


Notas Finais


Vocês leem minha fic tão rápido e ficam ai me ameaçando u.u
Leiam um paragrafo por dia, que tudo fica bem u.u

Não sei se vou ter capacidade para escrever mais ainda hoje :/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...