História Apaixonada Por Minha Leitora - Lia Jones - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Bea Miller (Beatrice Miller), Demi Lovato, Dylan O'Brien, Fifth Harmony, High School Musical, Logan Lerman, Selena Gomez, Shawn Mendes, Taylor Swift, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Austin Mahone, Bea Miller, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Dylan O'Brien, Lauren Jauregui, Logan Lerman, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Shawn Mendes, Taylor Swift, Troye Sivan
Tags Camren, Camren G!p, Camreng!p, Comedia, Fifth Harmony, Lauren G!p, Laureng!p, Norminah, Romance
Exibições 619
Palavras 3.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Side to side....side to side...

POR QUE A ARIANA TEM QUE SER TÃO GOSTOSA? ###!@@#

Agora que eu desabafei...
1/2 Maratona grande.


Boa leitura! A foto é das roupas das meninas e da aventura.

Capítulo 55 - Surpresa da Lauren


Fanfic / Fanfiction Apaixonada Por Minha Leitora - Lia Jones - Capítulo 55 - Surpresa da Lauren

Nos episódios anteriores...

“ – Você está pensando na Camila de novo não é?” Dinah perguntou.

“ – N-não, por que?” Disfarcei.

“ – Eu te chamei três vezes.”

“ – E-eu estava pensando no meu cabelo antigo, só isso. Me desculpa.” Mexi no meu cabelo até deixar ele bagunçado mas sexy.

“ – Hm, sei.” Ela deu de ombros. “ – Vamos então, você precisa pegar sua garota para fazer o pedido que até o papa deve estar esperando.”

Pagamos a senhora e saímos do shopping em direção ao estacionamento. Assim que entrei no carro, direcionei uma pergunta para a minha irmã.

“ – Acha que a Camila vai aceitar?”

“ – Claro que vai. Eu não sei qual de vocês é mais trouxa uma pela outra.” Dinah riu e eu também.

Felizmente ou infelizmente era eu...

_____________________________

 

POV Camila

Desde que Dinah saiu para pôr em pratica o plano malévolo da Normani, eu me dediquei a me arrumar, afinal, já estava quase na hora da Lauren chegar, e eu não queria fazer feio no nosso primeiro encontro.

Primeiro encontro. Parando para pensar assim, todo o meu relacionamento com a Lauren foi uma loucura. A gente sequer saiu para jantar juntas e se conhecer melhor. Estamos fazendo isso depois de quase seis meses.

Suspirei quando me lembrei de como conheci minha morena. Tão linda com aquela roupa de cowgirl, com direito a botas e blusa xadrez.

Enquanto procurava por uma calça jeans acabei rindo ainda me lembrando da nossa conversa na fazenda. Lauren era a minha leitora pervertida e eu tive todo esse azar de me encontrar com ela. Que mundo pequeno.

Nós brigamos e eu acho que nunca bati em alguém como eu já bati nela. Mas é como dizem, o ódio é um amor mal interpretado.

Hoje eu não sei o que seria sem ela. Não sei como explicar mas em tão pouco tempo meu amor por Lauren era tão forte que não aguentaria perde-la. E apesar de toda essa história sinistra dos Boltons, eu espero que isso não aconteça. Eu espero não perder a minha Lolo.

Sai dos pensamentos com a Normani abrindo minha porta, eu estava só de roupa intima então briguei com ela, que me ignorou sem dificuldade.

“ – Você ainda está se arrumando?”

“ – Eu me perdi em pensamentos.” Expliquei minha demora.

“ – Vai, coloca essa roupa aqui.” Mani ordenou quando tirou uma roupa do armário.

Assim que ela jogou na cama, eu comecei a vestir. Mesmo sem saber se eu ia gostar ou não. Apesar da minha amiga se vestir como favelada as vezes, ela sempre me dava dicas de moda bem importantes.

Finalmente pronta, vestindo um curto short jeans azul de cintura alta e uma blusa branca de botões de manga comprida eu apenas terminei de retocar minha leve maquiagem e de separar o meu cabelo ao meio, formando minha franja dividida.

“ – Não Camila, está errado. Esta blusa vem para dentro.”

Mani avisou se aproximando de mim, segurando minha blusa. Ela abotoou os botões até meu pescoço e enfiou o tecido dentro do meu short. Estranhei isso e a olhei com uma cara confusa.

“ – O que foi?”

“ – Eu não deveria deixar alguns botões abertos para o decote?”

“ – Não. Você não precisa mostrar os peitos para chamar a atenção da Lauren, Mila. Você é linda sem precisar mostrar nada do seu corpo, só seu sorriso.”

“ – Anw Mani. Isso foi muito lindo.” Sorri abraçando minha amiga.

“ – Eu não vou chorar. Eu não vou chorar.” Ouvi ela sussurrar e me afastei com um sorriso bobo nos lábios.

“ – Você está chorando?” Perguntei segurando o rosto dela.

“ – Não, é que entrou...um cisco no meu olho.”

“ – Mani.” Abracei ela de novo. “ – Não precisa chorar, é só encontro, não um casamento.”

“ – Mas mesmo assim Camila. Você está tão linda e tão feliz. Eu estou contente por vocês duas, pelo amor tão verdadeiro que está tendo entre vocês.” Ela limpou as lágrimas. “ – Eu fiquei com medo de você não se envolver com outro alguém depois do Shawn e acabar que nem eu. Nós duas para a titia.”

“ – Mas isso não aconteceu comigo e nem vai acontecer com você. A Dinah te ama Mani, ela só precisa criar coragem e te chamar para sair também.” Acariciei os braços dela e Normani foi se acalmando.

“ – Deus te ouça.”

“ – Falando em Deus. E a Ally? Não tive notícias dela.”

“ – Eu converso com ela as vezes por mensagens. Mas está tudo normal lá em Cuba.”

“ – Eu estava pensando, já que a Ally está em Cuba, ela poderia conversar com a Taylor. Tem uma dúvida que está me corroendo.”

“ – Você acha que a Taylor está envolvida nisso? Além de tudo que ela aprontou para separar você e a Lauren?”

“ – Eu acho que sim, mas tenho que ter certeza.”

“ – O que está pensando.”

“ – Nada demais. Talvez a Ally conversando com ela, poderíamos resolver boa parte destes mistérios.”

“ – Quer ligar agora?” Ela me entregou meu celular.

“ – Não. Quero conversar com a Lauren primeiro.”

“ – Falando em Lauren.” Mani sorriu olhando para trás.

Me virei encontrando a mulher mais linda do mundo escorada na porta. Seu visual estava totalmente diferente. Seus cabelos castanhos de antes agora estavam pretos dando um ar tão sexy para ela que poderia ser considerado um pecado.

Suas sobrancelhas desenhavam perfeitamente em seu rosto, dando um destaque incrível para seus olhos verdes esmeralda. Eu estava impressionada, ela teve a capacidade de ficar mais linda.

Lauren usava uma blusa vermelha bem chamativa, que deixava uma parte da sua barriga sexy de fora e uma calça jeans preta com rasgos no joelho. Nunca tinha visto ela com esse tipo de visual, mais jovem e relaxada.

Ela deve ter trocado de roupa na empresa, já que da ultima vez que a vi ela estava de jaleco e todo o resto das vestimentas brancas. Sorri me aproximando dela e em segundos seus braços me rodearam.

“ – Oi Camz.”

“ – Oi Lo.” Falei antes de colocar minha língua entre os dentes.

 “ –Você está linda.” Senti seus olhos sobre meu corpo e não pude deixar de corar. “ – Ainda tenho esse efeito em você?” Ela apertou minhas bochechas vermelhas.

“ – Sempre vai ter.” Sorri encostando minha testa na dela. “ – Você também está linda. Pintou o cabelo?”

“ – Tecnicamente eu fui obrigada.” Lauren explicou em um tom triste.

“ – Sério? Por quem?”

“ – Por mim! É claro.” Dinah chegou do corredor gritando.

“ – Meu celular...hm...ocorreu um acidente na empresa, e ele quebrou. Então Dinah me obrigou a comprar outro e a cuidar do meu visual.”

“ – Acidente coisa nenhuma. Seu pau todo poderoso rachou o aparelho ao meio.” Dinah gritou e Mani começou a rir.

Pelo visto o plano diabólico da Normani tinha dado certo e a coitada da minha Lolo acabou sofrendo tanto pelo celular, quando pela dor em suas partes intimas. Mas era isso ou assumir que eu a minha amiga quebramos.

“ – Isso é verdade, Lo?” Perguntei na maior cara de pau e observei de soslaio Normani e Dinah negarem com a cabeça.

“ – Por estranho que pareça, sim.” Ela suspirou.

“ – Eu posso tentar melhorar a dor.” Sugeri mordendo os lábios.

Lauren ficou calada e eu me coloquei na frente dela, tampando a visão que as meninas tinham da sua frente. Ainda mordendo meus lábios, pressionei a palma da minha mão em seu membro. Ela se assustou mas ainda permaneceu em silêncio.

Aproximei meus lábios dos dela e capturei eles, iniciando uma beijo lento. Lauren segurou minha cintura e me puxou para mais perto, aumentando a pressão que minha mão fazia sobre seu pau por cima da calça.

Ouvi seu gemido baixo quando apertei sua semi-ereção e aproveitei para morder seus lábios completando a minha provocação. Distribui selinhos antes de me afastar do seu rosto, e quando percebi que deixei Lauren envergonhada, não resisti a abraçar ela.

Tão fofa...

“ – Isso foi por você ter ficado tão gostosa.” Sussurrei em seu ouvido.

“ – Camila...” Ela suspirou e aproveitando nosso abraço, roçou sua ereção próxima da minha intimidade. “ – Você não pode me deixar assim.”

“ – Não só posso como vou.” Falei sorrindo pela sua tristeza.

“ – Já acabaram de se comer?” Mani perguntou e eu olhei para trás.

Tanto Mani quanto Dinah estavam de braços cruzados e eu me senti envergonhada por pensar que elas poderiam ter visto toda essa cena. Sério que elas nem disfarçaram ou saíram da sala?

“ – O que? A gente só estava se beijando.” Lauren tossiu disfarçando. “ – Não é Camila?”

“ – Sim, exatamente isso que ela disse.” Concordei com um sorriso amarelo.

“ – Falou a garota que gozou na frente dos pais.” Dinah semicerrou os olhos. “ – Vocês são safados, em!”

“ – E-então...hm...a gente tem que ir para o nosso encontro, até daqui a algumas horas.” Lauren gaguejou e me puxou para a porta da saída.

Antes de sairmos ainda consegui ouvir as meninas gritarem para usarmos camisinha. Mas eu sinceramente não vejo motivo para isso, tanto é que eu já estava grávida.

Usando bem o juízo eu perceberia que fui mais irresponsável que Sofi. Eu dormi com uma mulher que tinha relações com outras mulheres e por mais que tenha sido poucas vezes que esquecemos a camisinha, poderia sim ter risco de eu contrair uma doença.

Não que eu não confie na minha morena, mas naquela época eu não conhecia muito bem o seu passado.

Segui de mãos dadas com Lauren até o estacionamento e assim que chegamos no carro alugado, Lo abre a porta em uma forma cavalheira para eu entrar. Dou um selinho em seus lábios e entro, conseguindo ver seu sorriso no momento em que ela deu a volta para entrar do outro lado.

“ – Para onde vamos?” Perguntei quando ela deu partida e saiu do estacionamento.

“ – Surpresa meu anjo.” Ela tirou algo do bolso e me entregou.

Era seu novo celular. Estranhei o fato de ser iphone, justo a marca que Lauren dizia odiar tanto, com certeza Dinah tinha dedo metido nisso. Sorri olhando o quão bonito era o aparelho prateado e quando fui devolver para ela, seu rosto negou.

“ – Quero que tire algumas fotos suas.” Ela explicou.

“ – Para que?” Estranhei seu pedido.

“ – Eu te acho linda e como você é muito importante para mim, quero ter lembranças suas em meu novo celular além do meu coração.”

“ – Nossa Lo, isso foi muito fofo.” Sorri.

Ela retribuiu meu sorriso e assim que parou em um sinaleiro, se inclinou para beijar minha testa. Aproveitei que ela não estava dirigindo por o carro estar parado e ergui o celular, tirando uma foto nossa.

Lauren acelerou assim que o sinal se abriu e eu aproveitei para tirar algumas fotos minhas. Quando percebi já tinha tirado mais de cem, cada uma com uma pose diferente, outras com a presença da Lauren. Minha morena era só risos por causa das minhas caretas, mas eu estava amando ter esse tempo só com ela.

Me distrai com o celular dela, dedicando meu tempo para trocar o papel de parede por uma foto nossa, configurar as horas, adicionar meu número com o nome “Camz amor”, aproveitando também para ver outras fotos que ela tinha na memória externa do aparelho.

Fiquei passando foto por foto e sorria quando encontrava algumas da Lauren brincando com o Pimpão. Mais minutos se passaram e perto das fotos finais eu me assusto quando encontro certa imagem.

“ – Chegamos Camz.” Lauren avisa estacionando em uma área de pura grama.

“ – Lo, quem é essa pessoa?”

Mostrei a foto de um homem idêntico ao Michael porém mais magro. A mesma foto que achei dentro do envelope vermelho que vem me dando tanta dor de cabeça. Lauren pareceu analisar melhor e suspirou pesadamente quando se lembrou.

“ – Este é o meu tio.” Ela pediu o celular e eu devolvi.

“ – Ele se parece com o seu pai.” Tentei puxar informações.

“ – Eles eram gêmeos.” Ela deu de ombro e saiu do carro, dando a volta para abrir minha porta.

Laur não parecia querer comentar sobre esse assunto e eu me sentiria mal por a forçar a contar. Tenho quase certeza de que ele faleceu, eu só não sabia como.

Sai do carro aproveitando a gentileza dela e a segui analisando melhor onde estávamos. Por termos passado por uma serra, nos encontrávamos em cima de uma montanha de tamanho médio.

Havia algumas árvores bem verdes e enormes envolta da estrada de terra que andávamos e eu me assustei com uma coruja que apareceu ao nosso lado, pousando em um galho.

Lauren riu e me abraçou de lado, com a intenção de me proteger. Agarrei sua cintura e caminhei até seja lá onde ela me levava. Ouvi algumas vozes mais na frente e observei que a gente nos aproximava de uma ponta da montanha e nela tinha dois homens loiros que ajeitavam algumas lonas.

“ – Ele morreu.”

Ouvi a voz rouca da Lauren e olhei para ela, não entendendo sua fala. Ela suspirou e me olhou, bem fundo em meus olhos.

“ – Meu tio morreu a alguns anos. Isso abalou muito a nossa família depois da morte da minha mãe, principalmente meu pai. Ele costumava ser tão diferente antes da morte deles.”

“ – Seu pai gostava muito do seu tio?” Perguntei aproveitando que ela decidiu se abrir.

“ – Meu tio era tudo para o meu pai, depois da minha mãe é claro. A ligação deles era como eu e a Dinah. Mike sofreu muito quando aconteceu o acidente.” Fiz uma cara confusa. “ – Ele foi atacado por um urso.”

“ – Oh meu Deus, eu sinto muito. Deve ter sido horrível.”

“ – Talvez. Eu não sei e nem meu pai. A única pessoa que viu o George antes dele morrer foi o marido da senhora Bolton.”

“ – Esta me dizendo que a última pessoa que viu o seu tio George foi o Frederick?”

“ – Sim. Eles estavam caçando em uma floresta de Cuba quando o urso apareceu e atacou eles. Por sorte o Frederick conseguiu sobreviver para contar essa história.”

“ – Mas seu pai não mandou, sei lá, a policia procurar pelo corpo?”

“ – Ele mandou, mas não foi encontrado nada. Disseram que o urso pode ter comido o corpo. E escondido os ossos em sua caverna.”

“ – Isso é loucura.” Falei não acreditando.

“  - O que disse?” Lauren perguntou não entendendo minha raiva.

“ – Nada, esquece. Meus pêsames por seu tio.”

“ – Obrigada.” Ela deu um sorriso fraco e eu olhei para onde os loiros a nossa frente estavam.

Lauren me segurou pela cintura e me aproximou deles, cumprimentando quando os mesmo conversaram entre si. Estranhei todo esse cenário onde ela me levava para cima de uma montanha com dois estranhos até que bonitinhos.

“ – Então essa é a famosa Camila?” Um dos loiros de olhos azuis falou, estendendo a mão para me cumprimentar.

“ – Sim. Você é?”

“ – Meu nome é Jonny.”

“ – E eu sou o Ronny.” O outro loiro de olhos verdes falou, sorrindo.

“ – Camila, estes garotos trabalham com passeios de asa delta.”

Laur avisou apontando para a lona vermelha que antes estava jogada mas que agora estava em um formato perfeito de uma asa delta. Isso seria interessante.

“ – E então, qual vai ser? Vai começar a gritar, bater na sua namorada ou correr para longe daqui com o carro?” O de olho azul perguntou qual seria minha reação.

“ – Nenhuma dessas, eu vou adorar andar de asa delta.” Falei dando de ombros.

“ – Está brincando?” Lauren riu.

“ – Não, estou sendo muito séria.”

“ – Uau, é a primeira vez que eu vejo uma garota que não tem medo de pular de um precipício com apenas uma asa de tecido.”

“ – Para tudo tem uma primeira vez.” Falei provocadora e seu amigo fez um coro de “uuuh”.

“ – Meninos, vamos direto ao que combinamos então.” Lauren pediu.

“ – Você fez algumas aulas antes de me chamar para aqui não é?” Perguntei preocupada.

“ – Na verdade não. Mas não deve ser diferente dos video games.” Ela riu.

“ – Lauren!” Gritei preocupada. “ – Está de zoação comigo não é?”

“ – Claro que estou.” Ela se explicou e eu me aliviei. “ – Não quero te perder logo agora.”

“ – Muito menos eu. Quero ficar com você até estar bem velinha e minha visão já não for tão boa para eu poder enxergar esses seus lindos olhos.” Sorri pelo seu bico de tristeza e acabei não resistindo a beijar tais lábios.

“ – Tudo pronto!” um dos garotos gritou e eu quebrei nosso beijo.

Caminhamos até a grande asa delta vermelha e eu fiquei parada enquanto o Jonny colocava um colete de segurança em mim, que apertava todo o meu tronco, afinal, estaríamos ligadas na asa por apenas isso. Então era de estrema importância, tudo estar bem posicionado.

Assim que ele terminou de colocar um capacete branco que parecia com aqueles de bicicleta, em mim. Eu olhei envolta procurando por minha morena. Encontrei ela sorrindo enquanto imitava um pássaro voando.

“ – Qual de vocês vai governar o passeio?”

“ – Quer tentar Camila?” Lauren perguntou mas eu neguei. “ – Vai ser eu então.”

Lo estava com um capacete azul e o mesmo colete que eu, porém na ponta dele havia uma cauda que eu creio que seja para ajudar a aerodinâmica quando estivermos no ar.

Ronny nos colocou debaixo do tecido vermelho da asa e prendeu várias cordas nos nossos coletes, tendo certeza de que estava bem firme. Assim que ele me posicionou atrás da Lo eu agarrei a cintura dela.

“ – Pensei que não tinha medo.”

“ – E eu não tenho.” Fingi firmeza.

“ – Tudo bem Camz, eu vou estar aqui para te proteger.” Lauren acariciou minha mão na sua cintura e acenou para os loiros.

“ – É só correr Lauren! Você vai pegar impulso e assim vai conseguir voar.” Ronny avisou.

“ – Boa sorte meninas! Espero que goste da surpresa da sua namorada Camila.” Jonny gritou.

Iria perguntar que surpresa era essa quando Lauren começa a correr e eu me desespero e corro também. Filha da mãe nem me avisou e para completar, estávamos chegando perto da beirada da montanha e nada do ar nos impulsar para cima.

Quando o caminho chegou ao fim, imaginei que a louca da Laur iria voltar e rever as instruções, mas não, ela se jogou da montanha junto comigo. Comecei a gritar quando fiquei sem os pés no chão e agarrei qualquer coisa que vinha dela.

“ – A gente vai morreeeer!” Gritei controlando o choro.

________________________________

Continua...


Notas Finais


Erros já sabem...

Comentem suas opiniões :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...